Pinheiros acaba com a boa fase do Barueri

Pinheiros 3x2 Hinode Barueri

Está impossível, nesta edição da Superliga, apontar qualquer tendência ou fazer previsões. Com exceção de Minas e Praia Clube, que mantêm um padrão de resultados, as demais equipes, principalmente aquelas da terceira a nona colocação, são de uma oscilação incrível.

Semana passada, neste mesmo espaço, indicava a melhora de desempenho e de resultados do Barueri e que isso poderia significar um returno bem mais consistente do que seus adversários diretos, sobretudo o Sesi Bauru.

No entanto, em uma semana, o Barueri acumulou dois resultados negativos. Um, pela Copa Brasil. Uma derrota para o Osasco que, apesar de contradizer a melhor fase que vivia,
não se pode dizer que seja surpreendente. 

E nesta sexta-feira, na segunda rodada do returno da SL, o Barueri perdeu para o Pinheiros, time que, pela má campanha no primeiro turno, ainda permanece de fora da zona de classificação para os playoffs. No fim, deixou dois pontos em um confronto do qual, pela situação atual, deveria sair vitorioso.
******************************************* 

Foi uma partida em que imperou o equilíbrio ao invés da esperada superioridade do Barueri. O problema na recepção, principalmente com a Maira, foi bastante determinante para nivelar o time do Zé Roberto com o Pinheiros. Os erros de passe vieram em sequência, exigindo um trabalho dobrado para a recuperação dos pontos e, consequentemente, um cuidado maior com os erros - ainda mais contra um Pinheiros extremamente atento na defesa.

E o Barueri não conseguiu isso. O desempenho do time foi caindo ao longo da partida. O volume de jogo e o aproveitamento da Skowronska no ataque enfraqueceram com o passar dos sets enquanto o número de erros cresceu. Acho também que, em momentos-chave, o time cometeu erros que, pelo seu nível e pela experiência de suas jogadoras, não poderiam acontecer, como algumas escolhas de levantamento da Dani Lins.

O Pinheiros, por sua vez, melhorou seu desempenho durante o jogo. Encontrou a marcação sobre a Skowronska e achou saídas de ataque para além da Herrera, que esteve bem marcada pelo Barueri. Apoiou-se no tripé formado por Mari Casemiro, Camila Paracatu e Clarisse para a definição de bolas importantes. E não só.

Mari Casemiro teve papel de destaque no saque e na recepção, fundamento no qual a Clarisse também garantiu maior estabilidade ao time. Tanto que a estratégia do Barueri foi caçar a líbero Ju Perdigão no saque. E a Paracatu, além de ter sido uma das principais saídas de ataque, brilhou no bloqueio.

Mas o grande mérito da equipe paulistana foi a sua a persistência - qualidade que costuma caracterizá-la, aliás. O volume de jogo – juntamente com o saque – desgastou o Barueri que, enrolado na sua pouco efetividade ofensiva, também não soube responder defensivamente à altura. O time do Zé Roberto caiu de rendimento na defesa e bloqueio. E olha que o ataque do Pinheiros não é difícil de combater - ainda mais quando a principal atacante, a Herrera, já estava controlada.  

****************************************** 

Embora seja o segundo resultado positivo consecutivo do Pinheiros no returno (venceu o Fluminense na rodada anterior), ainda é muito cedo para se dizer que o time se encaminha para a recuperação e uma vaga no G8. Nesta SL, tudo pode acontecer.

Pelo menos, foi bom ver em quadra um Pinheiros mais “raiz” em quadra. Ou seja, aquele time chato, que dá briga do início ao fim dos jogos contra os mais fortes e que tem num conjunto harmônico o seu ponto forte.

******************************************

Demais resultados da 2ª rodada do returno da SL:  


- Para contradizer ainda mais o post anterior, o Sesi Bauru conseguiu dois importantes resultados nesta semana. Primeiro, eliminou o Sesc na Copa Brasil; agora, venceu o Osasco, adversário direto na tabela da SL. Aliás, o Osasco só tem uma vitória sobre o Bauru nesta temporada. 

- Sesi Bauru 3x2 Osasco Audax

- Curitiba Vôlei 0x3 Dentil/Praia Clube

- Vôlei Camboriú 2x3 Fluminense

- São Cristóvão Saúde/São Caetano 1x3 Minas

- BRB/Brasília 0x3 Sesc-RJ

Comentários

Cesar Nascimento disse…
Barueri , Pinheiros e Fluminense e Sesi Bauru sao times tecnicamente fracos vez ou outra o jogo encaixa eles conseguem fazer uma fumaça mais é só por isso o resultado não chega a ser surpreende a diferença entre eles é só a polonesa ,que tem sido nesta superliga a grata surpresa Barueri com Maira e Milka principalmente essas não deve querer ir longe , Sesi quando diouf vai pro jogo ainda pode ter um alento e por aí vai de modos que não teremos surpresa nas semi praia , Minas Sesc e Osasco aí veremos quem tem mais garrafas vazias pra vender !
Anônimo disse…
Acredito que se nada acontecer de extraordinário a final da superliga será entre Praia X Minas, ou Praia e Rio, e numa hipótese com menor probabilidade poderá dar Minas X Rio. E com 1% de chance uma final entre Praia X Sesi Bauru. Qualquer outra final será algo muito fora da curva.
Cesar Nascimento disse…
depende do chaveamento das semi pra Minas e praia né ?