Mineiros em busca do Mundial



Na próxima terça-feira (04) começa o Mundial de Clubes, que contará com a participação, como na edição passada, de dois representantes brasileiros: Praia Clube e Minas.

Seguem abaixo os grupos e a sequência de jogos dos times brasileiros:

Grupo A 

Minas Tênis Clube 
Vakifbank Istambul (TUR) 
Volero Le Cannet (FRA) 
Zhejiang Women's Volleyball Club (CHN)

04/12 – 04h – Minas x Volero 
05/12 – 10h – Minas x Zhejiang 
07/12 – 07h – Minas x Vakifbank

Grupo B

Dentil/Praia Clube 
Eczacibasi Vitra (TUR) 
Altay Volleyball Clube (CAZ) 
Supreme Chonburi (TAI)

04/12 – 00h - Praia Clube x Supreme Chonburi 
05/12 – 00h – Praia Clube x Altay 
07/12 – 04h – Praia Clube x Eczacibasi
 
Em geral, a edição deste ano está menos interessante  ao contar com times convidados, como o Le Cannet e o Altay, de pouca expressão e tradição em torneios internacionais. Ok, o Praia também é um time razoavelmente jovem e sem conquistas internacionais, mas tem um time com nomes fortes e experientes.

O Le Cannet, atual líder do campeonato francês, tem na sérvia Bjelica a sua maior estrela, mas, na temporada, quem tem roubado a cena é a jovem oposta cubana Casanova. Já o Altay tem na atacante Mammadova e na líbero Popovic as suas maiores referências.

Pelos adversários, o caminho de Minas e Praia estão parecidos em termos de dificuldades. O Praia terá, a meu ver, um desafio um pouco maior por conta do time tailandês, que conta com muitas jogadoras da seleção da Tailândia, e pelas dificuldades que o próprio clube mineiro tem enfrentado neste início de temporada. A equipe chegará ao Mundial sem ter a Lloyd bem adaptada ao seu jogo e com problemas sérios de recepção. Neste final de semana, o Praia (sem a Garay) fez um amistoso com o Chieri, lanterna no campeonato italiano, e perdeu por 3x2.

O Minas, pelo que apresentou até o momento, está mais entrosado ainda que tenha sofrido, em algumas partidas da Superliga, de altos e baixos. Creio que o desempenho e a ambição no Mundial dependerão bastante da Natália. O time precisará, principalmente ao enfrentar o Vakifbank, de uma jogadora de definição experiente pelas pontas para dar um apoio à Bruna.


De qualquer forma, para conquistar o título mundial tanto Minas como Praia terão que passar pelo menos por uma das equipes turcas. E aí o desafio é de outro nível.  De um lado, o Vakifbank, com o comando do supercampeão Giovanni Guidetti e jogadoras como Zhu, Sloetjes e Rasic. Um time que costuma ser bastante equilibrado entre força ofensiva e defensiva. E do outro lado, o Eczacibasi, de Boskovic e Kim, jogadoras capazes de reverter qualquer problema de recepção ou de armação de contra-ataque.

Ou seja, mesmo que todos estejam em início de temporada, os times turcos têm recursos para compensar a falta de conjunto que possa afetá-los. No caso dos brasileiros, com o coletivo ainda em processo de construção, enfraquecem-se os seus principais aspectos competitivos.

Comentários

Kamila Azevedo disse…
Estou na torcida para que Praia e Minas possam fazer um bom campeonato mundial! Será uma tarefa difícil, pois os times estrangeiros possuem mais verba e investimento, grandes jogadoras, mas acho que as brasileiras vão dar um trabalho. Curiosa para ver, especialmente, como o Minas se sairá. O time investiu forte justamente para não fazer feio no Mundial.
Evandro Mallon disse…
Se não doer a canela, não inflamar o joelho, não deslocar o ombro, não virar o pulso, se ela dormir bem, comer bem, se a Lua estiver na crescente e se não chover tens grandes chances de a Natalia fazer 1/3 dos pontos que a Boskovic e a Kim farão.
Anônimo disse…
Espero e torço por uma final Minas x Eczacibasi! O Minas saiu da Sperliga p/a China cheio de moral, Campeão Mineiro dando um surrão no Praia, Campeão Sul-Americano, e deixou a Superliga sem perder nenhum ponto disputado, com 100% de aproveitamento e ainda dando uma coça no Pinheiros dentro da casa do adversário em plena São Paulo. O Eczacibasi é o melhor time da Europa disparado, chega a ser covardia ter Kim e Boskovic no mesmo time, e assim como o Minas, o Eczacibasi vem cheio de moral pela excelente campanha na Liga Turca. Confio no Minas, no técnico Stefano Lavarini, e acho que jogando no conjunto o Minas possa bater de frente com o timaço do Eczacibasi. O Lavarini e a diretoria do Minas foram muito cuidadosos na montagem do elenco, com peças fortes em todas as posições, a começar pelas 2 levantadoras, Macris e Bruninha, que são craques e talentosíssimas, tem boas definidoras com Bruna Honório, Gabi, Natália, Lana e Malu, a Gattaz q vem sendo a atcante de melhor aproveitamento da Superliga, a Mara q é uma das melhores bloqueadoras da atualidade e Mayany q substitui a Gattaz q foi poupada contra o Pinheiros e fez um partidaço, e a líbero Léia que está numa fase incrível.
Anônimo disse…
Torço para o Minas e Praia fazerem um bom mundial.Agora Laura que horas serà o jogo entre Osasco e Barueri que foi adiado porcausa daquele ginàsio podre.
Laura disse…
Será nesta terça, às 21h30.
Anônimo disse…
Vou torcer muito pelos times brasileiros, principalmente o Minas, mas acho que os dois times serão humilhados. Nossa superliga é fraca e nossos times não têm referência de alto nível.

E acho que essa Mayany tem que ser oposta, já disse isso há dois anos. Ela tem jeito de oposta e é muito lenta pra central.
Evandro Mallon disse…
Concordo com esse anonimo: ela faz muita força pra atacar pelo meio...ela chega a se curvar de tanta força que faz, e uma vez que ela escolhe a direção, ela não tem como mudar mais. E se pegar um bloqueio experiente pela frente, vai perceber isso e se posicionar rápido....já que block de meio não é alcance, e sim velocidade na entrada de mãos.
Anônimo disse…
Só faltava a Egonu estar presente p/ vermos as grandes estrelas da atualidade do vôleibol Mundial jogando, aliás, por onde anda a Egonu?

Ahhh também, falta a Mari Paraíba, p/ ela ver de verdade o q são jogadoras q "fazem a diferença."
Luiz Felipe disse…
Não creio que os times mineiros serão "humilhados", como comentou um dos anônimos. As equipes turcas são simplesmente melhores, estão em outro patamar. Minas e Praia disputam para conquistar o terceiro lugar no pódio - esse é o objetivo!
Anônimo disse…
Isso mesmo Evandro, você descreveu o que eu fiquei com preguiça de escrever, rs. O cacoete dela é todo de oposta. Ela ataca no meio como Carvajal, guardadas as devidas proporções, é claro. Ou seja, quase uma bola média no meio.
Luiz Felipe disse…
Que marmota a transmissão do Sportv neste mundial de clubes, ao insistir em não dizer os nomes dos patrocinadores dos times, inclusive de equipes estrangeiras ou extintas. O Vakifbank, por exemplo, virou "Istambul". Felizmente, o outro time de Istambul, o Vitra Eczacibasi, pode ser chamado pelo menos de "Eczacibasi", que é o nome do clube esportivo. Já a histórica equipe brasileira da Sadia, primeira campeã mundial, e já extinta há 25 anos, virou, na boca do Carlão, "time de Santa Catarina"... Aliás, nem isso ele acertou, pois o time sempre foi baseada em São Paulo.
Anônimo disse…
E eles falam sem cerimônia Sesi e Sesc que também são empresas. A Globo é podre.
Anônimo disse…
Se o Volero quer uma Casanova que vá procurar no "Minha Casa. Minha Vida" da Caixa Econômica Federal!
Porque o Minas humilhou as chinesas dentro da própria China! É adeus pro Volero sem Casanova nem Barraco Velho e adeus pras songas-mongas das chinesas que levaram uma tremenda surra do Minas!
Mantronix Inc disse…
Natália tá devendo muito nesse Mundial.
Souza Fabuloso disse…
Respondendo a um anônimo que perguntou pela Egonu, ela está jogando no Novara, da Itália.
Anônimo disse…
Minas atè agora tem feito um mundial bem chato.
Agora alguèm pode me explicar o pq do senhor ZRG deixar uma menina TAINARA de 18 anos com o braço pesado,com bom passe e acima de tudo com mais de 1,85 de altura ser reserva da amandinha.
Anônimo disse…
Natália não me desce. Não sei como pagam 1 mi pra ela. Ela destoa das outras jogadoras. As maiores bizarrices são delas. Comete os mesmos erros de quando tinha 17 anos. É dose. Não dá pra contar com ela não, pois deixa o time na mão.
Anônimo disse…
O fato é que temos um confronto entre os 2 melhores times das Américas, Praia e Minas, e os 2 melhores times da Europa, Eczacibazi e Vakifbank, na atualidade.
A grande decepção desse Mundial ficou por conta das chinesas. A China gasta uma fortuna para sediar o Campeonato Mundial e as chinesas não só são eliminadas já na primeira fase, como perdem feio os seus jogos diante da própria torcida, dentro da própria China. O público chinês que foi aos jogos deve estar muito frustrado, já que as chinesas deixaram a torcida a ver navios.
Anônimo disse…
Acho que nem a própria torcida chinesa esperava muito do time deles, pq o mesmo foi eliminado logo na primeira fase. Eu espero que no próximo coloquem um Tianjin ou Shangai
Evandro Mallon disse…
E esse blog, na segunda vez ao ano, consegue ficar desatualizado mesmo com um campeonato rolando.

Primeiro, foi o Mundial de seleção...terminou, tinha o Paulista e nada de notícias....agora um de Clubes e faz dias que nada de notícias tbm.

Anônimo disse…
O Minas esta oscilando na regularidade em alguns fundamentos, é preciso desenhar p/ Macris q o ataque fundo-meio n esta funcionando com nenhuma jogadora, o passe e a defesa estao dando uma vacilada, e a finalização dos contra-ataques com erros bobos de bolas atacadas pra fora, principalmente com a Natália. Gabi e Bruna estão indo bem, mas é a Carol Gattaz quem esta salvando a Pátria no bloqueio e principalmente com sua china. vencendo apertado c/o Volero Zurich.
Evandro Mallon disse…
E o meu comentário qdo digo que esse blog está desatualizado, mesmo com um campeonato importante acontecendo, foi ignorado com sucesso.
Laura disse…
Evandro, muito obrigada pelo incentivo ao blog! Seu comentário não havia sido ignorado, somente não recebi a notificação dele por e-mail.

E se não atualizei o blog, é pq não pude, não pq não quis. Não sei se vc notou, mas eu não sou paga para assistir e comentar os jogos. Faço por que gosto,sem qualquer retorno financeiro, somente pelo prazer de trocar ideias com quem curte vôlei feminino.
Camilla Paiva disse…
Laura, quando der, faz uma análise da fase de grupos do mundial. Eu achei que tanto o praia quanto o minas fizeram boas apresentações, apesar do praia nao ter feito mais que a obrigação, pois teve um caminho bem mais tranquilo que o do Minas. Vi o jogo de hoje do vakifbank x Minas e me surpreendi positivamente. Achei que o time turco ganharia "de lavada", mas não. Não sei se elas encolheram o braço pra não atropelar, ou se foi o time do Minas que jogou melhor que eu esperava, mas acho que se jogar desse jeito, quem sabe o minas avance até a final. O único jogo no qual o praia foi testado eu não vi, que foi nessa madrugada, mas pelos outros dois não dá pra ter parâmetro de como está o time.
Jotacê disse…
Que jogão do Minas!!! Que virada sensacional e histórica!

Sobre as jogadoras:

- Natália teve sim altos e baixos ao longo da carreira, mas é injustíssimo chamá-la de "eterna promessa". É uma grande jogadora, ainda que não seja a mais constante e regular. De todo modo, não merece essa perseguição e essa pecha de quem nunca contribuiu para o nosso vôlei. Deve ser cobrada, pq dela se espera sempre muito e melhor, mas desrespeitá-la é um absurdo. Hoje jogou foi muito e na hora que se precisava dela!

- Ainda assim, pra mim a segunda ponteira titular da seleção deveria ser a Gabi, a mais regular seja no passe, seja no ataque (e ainda tem mais lenha pra queimar). Natália como titular só se a Garay não quiser mais saber de seleção mesmo. De todo modo, se as três continuarem jogando do jeito que estão, elas são as três ponteiras da seleção sim!

- Macris é a melhor levantadora brasileira da atualidade. Não engulo mais essa de que ela não faz o estilo do ZRG. Roberta tem crescido muito e leva algumas vantagens - sobretudo a altura que facilita o bloqueio - mas deveria ser a segunda levantadora da seleção. Insistir em Dani Lins e Fabíola só se estivessem voando em 2020. Bruninha é uma excelente aposta também, mas o tamanho me preocupa muito - 1.70 sequer incomodaria Zhu, Boskovick, Egonu e cia.

- Se o ZRG se não dá chances de crescimento e evolução para jogadoras a nível internacional, insistindo em escolhas injustificadas (Amanda?), pelo menos o Lavarini tem feito isso por nós. Mayani é o futuro da posição de central (ao lado, talvez, da Valquíria) e jogou mais nesse campeonato que a Mara.

- Bruna Honório provando que foi mal no Sulamericano do ano passado por falta de entrosamento com o grupo. Ela tem muito a crescer ainda, sobretudo porque erra em momentos importantes. Mas a Tandara também errava muito quando mais jovem, e hoje está voando. Assim como a Mayani, a Bruna H. não está pronta para hoje, mas é uma boa aposta e que merece mais oportunidades para evoluir.

- Uma pena a Leia (e a Brait) não querer mais saber de seleção, pois as duas seguem muito superiores à Suellen (e à Gabiru nem é justo compará-las rs).

- Gostaria muito de ver ouvir o que têm para dizer os vira-latas que desmerecem o nosso voleibol e a nossa Superliga. Cansei de ler por ai que nosso campeonato é de baixíssimo nível e que as jogadoras nem dominam os fundamentos. O que será que falarão depois que tanto o Praia (titular) e o Minas mostraram ter jogo para vencer, pelo menos, o Eczacibasi, que foi sorte?

- Sou muito fã e grato do ZRG por tudo que ele fez, mas se um time composto inteiramente de brasileiras conseguiu fazer frente às duas seleções mundiais que são os times turcos (e derrotar uma!), resta escancarado que o problema da seleção está na insistência do treinador em não dar chances a jogadoras diferentes (isso pq não vou entrar no mérito da estratégia e da técnica do Lavarini).

Ps1. Passada a empolgação, agora é pra cima delas, Praia!!!

Ps2. Laura, admiro sua paciência de Jó. Se fosse eu, nem me daria trabalho a responder gente sem noção que acha que você tem obrigação de atualizar o seu blog PESSOAL na velocidade que lhes convém. Como se fossem obrigados a entrar aqui e ler os seus posts, como se você estivesse fornecendo um serviço para eles. É muita falta de noção mesmo.
Kamila Azevedo disse…
Que partida, a do Minas contra o Vakifbank. Stefano Lavarini faz um excelente trabalho à frente do time. Incrível a confiança, o respeito com que ele tem e trata a Macris. Por falar na levantadora: que partida sensacional ela fez hoje. Não à toa, é a melhor levantadora brasileira na atualidade. De elogiar também as atuações de Natália, Gabi e Leia. E que personalidade tem a jovem Mayany! Entrou e não saiu mais, não sentiu a partida. Minas vem gigante para a final de amanhã, contra, provavelmente, o Vakifbank. Não acho que o praia vença o time de Istambul.
Fernanda Machado disse…
Natalia calando os críticos, mostrando que um tumor não pode pará-la, mesmo que ele tenha voltado, mesmo contra todos, ela hoje parou o mundo e voltou! Macris tem q ser a titular da seleção, de longe a melhor levantadora brasileira há muito tempo! Bruna, Gattaz e Gabi gigantes, Leia perfeita! Minas orgulho nacional!
Luiz Felipe disse…
Kamilla, o Minas jogou a semi contra o Eczacibasi.

Parabéns para o Minas. Ótima condução do time mais uma vez hoje pelo Lavarini. Natália e Macris jogaram demais.

Vakifbank derrotou o Praia na outra semi, mas não impressionou. Cometeu muitos erros. Minas tem chance na grande final.

Anônimo disse…
Para o jogo de amanhã a Leia tem que marcar melhor a Zhu. No jogo anterior ela não defendeu uma na diagonal.
Camilla Paiva disse…
Macris fez a partida da vida hoje! Que absurdo ela fora da seleção e a Roberta
titular. O trabalho do Lavarini foi espetacular, mexendo na hora certa, usando as peças do banco, aliás, diziam que ele não tinha banco, ne! Que grata surpresa a mayany e a Bruna costa. Tão novas com tanta personalidade! Uma partidaça do time inteiro. Tomara que amanhã elas venham com a mesma garra. Eu acredito!
Anônimo disse…
Tainara (18 aninhos),Alta,Braço forte,Viradora de bolas, despontando no Barueri,vamos ver se o "CABEÇÃO" ( JRG ),Vai dar Chances à ela mostrar seu jogo nesta SL, ou vai deixar a menina bancando a sua "QUERIDINHA"(Toqueira/Quinadora), vamos lá Zé Panela, vc já deve ter reparado que em seu Time tem uma Pedra Bruta, esperando p/ser Lapidada. " TAINARA ", e ponha a sua queridinha no Banco, onde sempre foi o lugar dela por 10 longos anos, no antigo: Rexona/Rj.