Liga 2018 - Brasil 2x3 Itália



O Brasil encerrou sua participação na fase classificatória com uma atuação bastante irregular – o que foi a tônica não só deste confronto como de toda esta semana.

As duas seleções tiveram altos e baixos, esses protagonizados principalmente pelo desempenho da recepção. O time brasileiro voltou a ter aquelas pequenas panes no passe, levando pontos em sequência ou diretos de saque ou como consequência de não conseguir fazer a virada de bola.

Desta oscilação, nenhuma jogadora passou imune e acho difícil fazer uma avaliação individual justa na confusão que muitas vezes o time brasileiro se transformou. Isso para dizer que, apesar de não terem passado uma grande certeza sobre o que podem acrescentar à fase final, Rosamaria e Monique apareceram mais à vontade e confiantes em quadra mesmo tendo que se virar em uma partida sem padrão de bolas.

Não sei se o maior tempo em quadra das duas jogadoras nesta semana se traduzirá em algo real na fase final. Se a Monique será uma opção interessante na inversão 5x1 ou se a Rosamaria conseguirá ser a outra saída de ataque que o time precisa. Só sei que elas precisavam ser preparadas para isso, principalmente pelo desgaste que temos visto nas jogadoras titulares desde a semana passada. Ainda bem que a Tandara sequer foi utilizada contra a Itália, deu uma sensação de alívio vê-la no banco a partida inteira.

No caso da Rosamaria, o fato que torna a preparação dela para a fase final ainda mais necessária é que a Gabi não tem mostrado estar 100% recuperada. Apesar de algumas boas bolas de velocidade que atacou nesta partida, nota-se que ela ainda está sem a mesma explosão e agilidade de braço que tanto a caracterizam. Gabi tem se mostrado muitas vezes, até, desconfortável com suas atuações. 




Bom, recuperar a Gabi é um dos desafios para a fase final que acontece a partir do dia 27 de junho. Como terminou em terceiro lugar a primeira fase, o Brasil ficará no grupo da China (sede) e da Holanda (4º). A outra chave será composta pelos EUA (1º), Sérvia (2º) e Turquia (5º). Classificam-se dois de cada grupo para as semifinais.

Coincidentemente, é a mesma chave que o Brasil enfrentou no Grand Prix do ano passado quando só chegou à semifinal porque a Holanda perdeu um jogo ganho contra a China.

A Holanda tem dessas, apequena-se em decisões, erra em momentos cruciais. O Brasil é o contrário. Não sei o que esperar do confronto com a China, que agora levará a sério a Liga. Mas contra as holandesas, a seleção brasileira tem totais condições de vencer. A Holanda deu trabalho ao Brasil no saque na fase classificatória, mas é um time contra quem o jogo brasileiro sempre encaixa e sai vencedor. Tomara que a escrita não mude logo agora.


************************************
P.S. sobre a Itália

- É uma pena que a Itália não tenha se classificado para a fase final. E nem digo para  terem mais oportunidades de jogar e de se aperfeiçoarem, mas para vivenciarem jogos mais tensos e decisivos. Depois do Grand Prix do ano passado, em que perdeu para o Brasil na final, a Itália foi uma decepção no Europeu. É um time jovem, que erra demais e que precisa experimentar mais momentos de decisão, colocar-se sob pressão mais vezes. A Liga seria uma boa oportunidade para ganhar mais casca para o Mundial.

Comentários

Edgar Cornachini disse…
Perdão, mas sem uma Nathália e uma Garay, não dá para chamar esse time de seleção. É muito cheio de altos e baixos. Ao mesmo tempo em que está quatro pontos no placar, leva uma virada. Infelizmente, decepcionante.
L. Mesquita disse…
ITALIA jogando em casa com FORÇA TOTAL contra um Brasil já classificado,com time MISTO,jogadoras poupadas e mesmo assim a ITALIA passa um enorme sufoco pra vencer no tie break!!! Logo, ITALIA mereceu mesmo ser desclassificada!!! Bem vindas TURQUIA e HOLANDA!!! Monique fez uma excelente partida e defendeu muito também! Zé Roberto não estava ligando muito pro resultado e mesmo assim deu muito trabalho pra uma Italia com força máxima! O Brasil podia perder de 3x0 q nada mudaria, já a Italia não queria dar vexame em casa e olha q quase perdeu pro MISTÃO do Brasil!!!
gilbert angerami disse…
De positivo nesta primeira fase foi perceber que a Gabi passa a ser uma opção, a Rosa acaba levando uma pequena vantagem para jogar com a Amanda e que a Monique continuará bancando para a Tandara.
Ou será que o ZRG vai ousar e tentar jogar com a Tandara de ponta e a Monique de saída? Sinceramente, com o péssimo passe da Rosa, prefiro o péssimo passe da Tandara.
JC disse…
No momento, só consigo comentar que estou nervosíssimo com esse grupo do Brasil que foi o mesmo do GrandPrix passado (China e Holanda). Parece que foi ontem que a incrível Zhu foi buscar um 14x10 (ou 14x11?) contra a Holanda, classificando o Brasil para as semis (naquela campanha horrorosa) e dando às nossas meninas uma chance. Chance, inclusive, que elas agarraram, atropelando sérvias e italianas. Como eu gritei ano passado, Rsrs.

Engraçado ver como as coisas mudaram em tão pouco tempo: ano passado, torci tanto para Bia tirar a titularidade da Carol (hoje, é o contrário), para Drussyla se firmar no lugar da Rosa (o que aconteceu e depois desaconteceu), e para Macris jogar no lugar da Roberta (mas, esse ano, sinto que nenhuma das duas estão correspondendo). A única constância? Tandara nelas! Infelizmente, porém, não podemos contar com a capitã Natália (quinadora, porém porradeira) e nem com as italianas para eliminarem as americanas e, depois, entregarem o jogo na final Rsrs. Ou seja, sinais não muito bons. :(

De positivo: ver a Jaque tendo uma nova oportunidade de aprontar que nem na final de Londres (não custa sonhar, Rs).
Rosamaria é uma jogadora que precisa de uma atenção maior por parte da comissão técnica a fim de ser útil à seleção daqui para frente. A curto prazo acho que ela seria mais confiável como oposta, especialmente nas inversões do 5x1. É nítida a evolução dela no bloqueio e no fundo de quadra. Como ponteira, acho que carece de mais tempo para aprimorar sua recepção. Utilizá-la como ponteira em momentos críticos das partidas pode até ser danoso se não tiver uma boa cabeça. Interessante foi ver a ousadia do técnico da Itália, colocando Egonu como ponteira. Parece que leva jeito para a posição. Este time italiano é muito interessante, apesar de jovem. Dará trabalho nos próximos anos. Ao meu ver, se não ocorrerem baixas, as jogadoras que estarão no mundial serão: Dani Lins e Roberta; Bia, Adenízia, Carol e Thaísa; Natália, Gabi, Drussyla; Tandara; Suelen e Jaqueline. Ao meu ver a disputa das outras 2 vagas ficará entre Amanda, Rosamaria e Monique.
Anônimo disse…
Não dá pra ficar com Amanda e Gabi de titular o jogo todo, Amanda caiu de rendimento não só no ataque, mais principalmente na recepção, se continuar assim vai bancar pra jaque que pelo menos ia ajudar na recepção, Gabi não está bem em nenhum fundamento desde o inicio, Rosa tem o problema do passe, só que seria uma opção no ataque pra ajudar a Tandara, vamos ver o que o Zé vai fazer.

PS: É difícil entender Brasileiro, só vivi de criticar, reclamar das jogadoras que estão lá e ficar pedindo as que não foram convocadas, achando que ia fazer alguma diferença, acreditar que uma Jaqueline ia fazer alguma diferença chega a ser engraçado, ela poderia sim ajudar na recepção, agora no ataque ia perder muito, muitos pedem a Bruna Honório, jogadora que foi anulada no torneio militar, imagina na seleção principal, sendo que tem experiência internacional zero. Zé tem que escolher entre Jaque, Amanda e Gabi pra ajudar na recepção ( eu descartaria Amanda ) e colocar a Rosa protegida na recepção pra ajudar Tandara no ataque, outra opção é colocar Tandara pra ajudar na linha de recepção.
Anônimo disse…
Laura pela sua experiência acompanhando a seleção, você acredita que o Zé vai chamar alguma jogadora que vai disputar o pan? Na minha opinião, da seleção do pan só vai pro mundial a Dani Lins e Thaisa ou Mara que corre por fora.
Pra mim o time que vai pro mundial vai ser as que estão na liga das nações, Macris e Mara deve ser cortadas, Gabiru também acredito que Jaque vai pro mundial, a dúvida pra mim tá entre a Rosa e Monique, acho que uma das duas vão como oposta reserva, eu apostaria na Rosa por jogar nas duas posições, ser mais alta e ainda tem a idade que pode pesar na decisão, Monique com 31 anos nunca rendeu na seleção, vejo ela jogando sem vontade, a mulher não vibra, parece a Lorenne, que morreu e esqueceram de enterra.
Kaike Lemos disse…
Monique não conseguiu se firmar na seleção até hoje e ainda faz um jogo fubá e esquece que oposta tem que ser A DEFINIDORA! Suellen da muito ponto em erro de passe! Gabiru agora seria uma boa opção se o ZRG não quiser ter esse problema. Jaque chega pra essa fase final pra ser TITULAR, pois Rosamaria e Amanda juntas não dão nem meia Jaqueline, quiçá Garay. Gabi deve estar recuperada pra essa fase final! No nosso grupo China e Holanda erram muito no passe,Holanda também comete muito erros bobos!

Na SL: Voloch diz que Barueri contrata Vivian e renova com Skowronska e Thaísa!
Anônimo disse…
As pessoas tem dificuldade de aceitar que o tempo passa, Jaque hoje com 34 anos não é a mesma de anos atrás, ela pode ajudar sim no fundo de quadra, agora o Brasil vai perder muito no ataque com ela, vai ser duas líbero em quadra, quando era nova a Jaque já não era essas coisas no ataque imagine agora, por isso está mudando de posição.
fredrise25 disse…
Aposto um dente da frente que o Zé vai Levar Dani Lins / Fabiola pro mundial.
Jess disse…
Bom dia a todos..
Na minha opinião essa VNL so serve pra saber quem vai ou nao pro Mundial...

P.S.: Espero q a Dani Lins volte bem, pq Roberta e Macris nao ta dando

Anônimo disse…
Sério que tem gente que acha que Jaqueline é a salvação da seleção? Quando os fãs delas vão aceitar que a idade chega? Até admiro o lado dela esforçada tá lá treinando pra poder continuar na seleção, só que chega né, Zé tem que investir na renovação, o ciclo da Jaque na seleção acabou, acho injusto ele levar ela pro mundial no lugar da Gabiru que é o futuro da seleção, como ponteira melhor nem comentar, fundo de quadra ok, no ataque nem no auge era boa.
Anônimo disse…
Por que será que o Zé não está botando a Gabiru para jogar ainda? Será que ela ainda sente a contusão?
Laura disse…
Anônimo, acho que será isto mesmo. Da Panamericana o Zé só deve chamar a Thaisa e a Dani Lins.

Como eu acredito (ou torço mesmo) q a Garay volta para o Mundial, acredito q duas vagas ficam indefinidas: a de oposta reserva e da 4ª ponteira. Aí entrariam nesta briga a Monique, Rosamaria, Drussyla e Amanda.

Sobre a Jaque, eu acho q ela não tem condições mais de ser titular (como ponteira) da seleção. Mesmo se achasse, o fato de ela estar todas estas semanas sem colocar os pés num jogo oficial já derrubaria qq maior expectativa. E aí não é questão de qualidade da jogadora, q cada um avalia de uma forma, é uma questão natural de pegar ritmo, de tempo, de ter uma sequência. Não se pode esperar dela mais do que passagens no fundo de quadra, o que já seria de grande ajuda ao Brasil do jeito q a recepção está no momento.
ElaIne Mara disse…
Anónimo. ...Não é verdade o que você fala sobre a Jaqueline nunca ter sido la essas coisas como jogadora. Não é verdade e não creio que se fosse verdade ela teria sido eleita a melhor jogadora da final Londres 2012012. .Só pra ilustrar.Falar de idade de atletas de alto nível nesse milênio é falta de conhecimento específico sobre aptidão física, lastro fisiológico, treinamento sob compensação e é prevenção de lesões futuras considerando as já presentes.Em que posição ela jogará vai mto do momento da equipe e dela e cá entre nós Anonimo...Ela não pediu pra ser convocada..E se foi né. ..Não foi pela beleza dela.Aguardemos
Anônimo disse…
Pro Mundial é Jaqueline e Suelen de liberos, sem dúvidas!O anônimo aí q falou q é injusto levar Jaque no lugar de Gabiru deve ser cego!Jaque tem muito a contribuir ainda pra seleção como libero e Gabiru tem q ralar muito pra fazer 10% do q Jaque já fez! Simplesmente não dá pra comparar Jaque com Gabiru! É Jaque e Suelen de líbero e pronto!
Mantronix Inc disse…
Suelen fez desfesas espetaculares no jogo contra Itália.
Laura, você acredita que a Garay virá para o Mundial? Eu achei que ela não jogaria mais pela seleção neste ano. Se vier, aí realmente a Drussyla passa a ficar na disputa da vaga, junto com as que havia citado. Acho que a Gabiru só teria condições de ser convocada como líbero se a Suelen estivesse sobrando na posição. Como Suelen tem as suas oscilações no passe, acho que ele escolherá alguém de confiança para segurar esta recepção. Seria uma surpresa ver Fabíola no Mundial. Acho que ela teria mais espaço se fosse para substituir a Dani, em caso de lesão. Para ser reserva, acionada nas inversões, acho que não. A Roberta cumpre muito bem este papel: é uma das melhores sacadoras da seleção e tem um bom posicionamento de defesa. O único senão é que ela está apresentando uma dificuldade muito grande de acionar as centrais com precisão, especialmente a Bia e tem mostrado imprecisão em bolas de contra-ataque, especialmente para as ponteiras. Eu confesso que minha maior indignação nesta VNL com o Zé é de não sacar a Roberta em momentos da partida em que ela realmente perde a mão e a razão da partida. Acho que não dá nem para comentar a atuação da Macris porque ela simplesmente não consegue permanecer em quadra nem metade de um set e não tem uma Tandara para servir de apoio quando entra nas inversões.
Anônimo disse…
Se Garay voltar, acho que ele corta a Drussyla, já que agora Amanda é jogadora do time dele, acho que vai ser favorecida, já oposta reserva a briga vai ser boa, colocando na balança os pós e contra das duas eu apostaria na Rosa.
Laura disse…
Wasley, qd o Zé falou da Garay este ano, ele deu a entender q ainda havia a possibilidade de ela disputar o Mundial. Então acho q ainda há esperanças!

Penso o mesmo sobre esta questão Roberta-Macris, só não chego a me indignar pq meio q já esperava.

Anônimo, acho q ele deve optar pela Amanda caso a Garay volte, mas não sei se seria só por questão do clube. Acho q para ter uma jogadora com característica diferente. Mas é esse o problema de ter técnico de seleção e clube no Brasil, nunca se sabe se não tem algo por trás da decisão.
Anônimo disse…
Não sei pq o José Roberto insiste tanto em Roberta, levantadora mediana, não faz mais que um arroz e feijão e n Deia a macris jogar uma partida inteira. Sem falar que ele poderia ter usado mtas atletas nas semanas de classificação como fizeram TDS os técnicos. Outra que não entendo ali é Monique, jogadora que não rende na seleção vide o papel de opostas internacionais. Rosamaria é seleção b sem mais. Quem poderia ter sido convocada era Suele p o lugar da rosa. É Bárbara Bruch ou Bruna Honório para o de Monique. Já Claudinha seria ideal p o lugar de Roberta. Suelen tá fazendo um feijão com arroz tbm. Poderia render mais. Já passou da hora do Zé implorar a volta da Brait. Sem contar que Mara é um cone ali preferia Lara ou Milka.
Anônimo disse…
Gente, só para fazer uma comparação: não sei se vocês estão acompanhando a seleção masculino e o que está acontecendo com ela. Três derrotas seguidas já chegando a cogitar a possibilidade de não se classificar, o que seria inédito. Tudo isso atribuído ao desempenho dos ponteiros passadores, que não passa bem e não atacam satisfatoriamente, deixando o time na mão. Todos os comentaristas e sites especializados falam que não há ponteiros bons de passe e ataque ao mesmo tempo e isto está afetando a seleção. Devido à filosofia, também não efetivam nem dão chances reais para o pessoal mais novo se firmar. Muitos pedem Leal na seleção urgentemente.

Tudo isso para dizer que não é só no feminino a escassez de ponteiros que saibam passar, ou passem e ataquem bem ao mesmo tempo.
Anônimo disse…
Eu vi um comentário falando que Suelle poderia ter sido convocada pra seleção principal, ela não foi convocada nem pra seleção B, as pessoas realmente estão bem fora da casinha rs