Mais perto da 13ª estrela

Sesc-RJ 3x1 Dentil/Praia Clube
Foto: Marcos de Paula / Sesc RJ

O Rio de Janeiro está mais próximo do seu 13º título da Superliga 17/18.

O Sesc, sem dúvida, foi quem mais se aproximou do seu melhor nesta final. Teve momentos ruins no passe, de erros acima do normal no ataque, mas que não chegaram a comprometer o seu ritmo de jogo e a sua evolução.

O Praia, por sua vez, ficou devendo. Lutou a partida inteira para encontrar seu jogo e fazê-lo bem feito.

Desde o primeiro set teve dificuldades de efetivar as suas centrais, bem marcadas pelas cariocas. Isso atrapalhou a estratégia da Claudinha que, por vezes, ficou perdida entre tentar colocar Wal e Fabiana para jogar ou concentrar o jogo pelas pontas em que somente a Fawcett virava com eficiência.

O Praia, que tem um dos melhores repertórios de ataque da SL, ficou limitado praticamente a sua oposta. Se Fawcett não tivesse feito uma grande partida, digna de sua função, o Praia não teria sobrevivido até o quarto set.

****************************************

No Sesc, no entanto, tudo ficou mais equilibrado – ainda que as centrais tenham se mantido em segundo plano, como de costume.

Se Drussyla roubou a cena do primeiro set no ataque, logo depois se uniram a ela Gabi e Monique, dando corpo à virada de bola carioca e, principalmente, aos contra-ataques. Todas elas tiveram momentos importantes na partida, de responsabilidade na definição e, invariavelmente, deram conta do recado.

Mas deve-se destacar a importância da Drussyla nesta final, pois foi ela quem puxou o time para virada no primeiro set e não recuou no restante da partida. Ela tem a tendência de fazer o difícil e se complicar no fácil, e, por isso, tem muito ainda a amadurecer. Porém, tem muita personalidade, cresce em momentos de decisão, o que não é tão é comum de se ver entre as jovens jogadoras brasileiras.

****************************************

Falou-se muito do passe e dos problemas da virada do Praia, mas eu acredito que este foi um problema que atingiu as duas equipes. Ambas tiveram que, para a bola cair, ter muita persistência e trabalhar a bola mais de uma vez. No entanto, neste processo todo, o Sesc foi mais cuidadoso e decisivo.

Faltou ao Praia, mesmo repleto de jogadoras experientes, maior continuidade. O início do que poderiam ser bons momentos ou de recuperação foram, inúmeras vezes, comprometidos por falhas do próprio time.
 
Além disso, o Rio trabalhou melhor defensivamente, desde o saque até a construção dos contra-ataques. O Praia ficou tão absorvido pelos problemas ofensivos, em tentar que suas centrais e a Garay entrassem na partida, que não respondeu na mesma moeda ao Sesc defensivamente.
 
O saque não fez a pressão que poderia na linha de passe carioca, e o bloqueio, consequentemente, também não apareceu com força para segurar o ímpeto das ponteiras do Sesc. Na defesa, algumas bolas bobas caíram e, nos contra-ataques, o time cometeu erros na preparação e na definição que não costuma cometer.
****************************************

Certamente o Praia pode jogar muito melhor do que nesta primeira partida. Mas somente “jogar melhor” não será suficiente para reverter a situação no próximo domingo. Vai ter que estar emocionalmente bem mais estável e forte - e tenho minhas dúvidas se conseguirá fazer isso.

Primeiro porque, agora, precisará lutar contra um adversário a mais: a pressão pelo resultado. Segundo, tem do outro lado um Sesc que se agiganta nas decisões e tem tarimba para lidar tanto com o favoritismo como pela pressão da vitória.

Bom, domingo que vem veremos se o Praia conseguirá dar a volta em todos estes adversários ou se o tradicional Rio vai mais uma vez frustrar o sonho do título mineiro.

Comentários

Pop On Air disse…
Garay sempre some nas finais, foi assim quando jogou em Osasco na final, em Londres 2012, e agora tambem. Claudinha mais previsivel impossivel, tiveram chances de vencer o primeiro set e ela da duas bolas p Fabiana tenso a Fawcet virando tudo, nao sei ate quando esse patrocínio do Praia vai aguentar sem titulos.
Kaike Lemos disse…
VERGONHOSA! ÉSSE FOI O ADJETIVO QUE MELHOR REPRESENTA A APRESENTAĆO DO PRAIA DIANTE DO RIO! Amanda mostrou pro ZRG que n pode ser convocada pra nada, a eximia sacadora quinou tudo o que tinha direito! Drussylla e Gabi excelentes no ataque e passe, Fabi gigante no fundo de quadra! Sem sombra de duvida um MONSTRO na defesa, que eu poderia elogiar a mesma ate amanhã! Garay sumiu e Claudinha sem passse que nao é das levantadoras mais indicadas, n conseguiu reinventar seu jogo! Coisa que a Roberta conseguiu controlar em suas maos a partida inteira.

Finalizando, Praia tera de superar suas dificuldades emocionais no passe e contra ataque, além da defesa que é bem fraca para o time que terminou a fase classificatoria em PRIMEIRO LUGAR! Abraços!!
Lulu disse…
O Rio fez seu dever de casa. O Praia errou mais. Fawcett, Carla e Ellen não renderam e coube a Garay receber a maioria dos passes de Claudinha. Achei que poderia ter forçado um pouco mais nas centrais. A postou em sacar na Druscilla mas não funcionou pois ela passou bem. Vamos aguardar domingo. Apesar do resultado não aposto todas as fichas no Rio. Que seja um grande jogo.
L. Mesquita disse…
Drussyla é cria do Vôlei de Praia! Tem que respeitar uma garota que foi PRATA num Campeonato Mundial de Vôlei de Praia! Drussyla fez muito bem ao Vôlei de Praia e o Vôlei de Praia fez muito bem a ela! Todo esse repertório de ataque e essa variação de golpes que Drussyla tem e fazem dela uma atacante super-versátil é graças ao Vôlei de Praia! Quantas vezes vemos Drussyla dar golpes típicos do Vôlei de Praia no seu jogo? Drussyla tem uma noção de quadra incrível e um excelente controle de bola, ao atacar Drussyla consegue pôr a bola onde quer!
A mesma categoria no ataque tem a Monique, que tem um repertório de golpes e de variação de ataques enorme!
Drussyla e Monique estão de parabéns por serem atacantes muito versáteis, nem sempre é na força que se resolve e elas têm muito noção disso!
Mineirim disse…
Nenhuma surpresa. O Praia não tem equilíbrio, principalmente emocional, para vencer o Rio. Se na hora da decisão de uma final deixou o título escapar até pra Osasco rsrsrs, Copa do Brasil, o que dirá agora.
L. Mesquita disse…
Zé Roberto terá que convocar, no mínimo, 21 jogadoras que é a lista que FIVB exige para a Liga das Nações(que é o novo nome do Grand Prix). A primeira lista do Zé foi pra lá de conservadora, sem quaisquer surpresas ou novidades, faltam convocar ainda, pelo menos, mais 11 jogadoras para completar as 21 exigidas pela FIVB.
Em relação à Tifany, Zé Roberto queria convocá-la, mas a FIVB pediu um tempinho à CBV para definir os critérios de elegibilidade de jogadoras Trans. O fato é que a FIVB garantiu a convocação das Trans, mas só falta regularizar isso no papel. Segundo a FIVB varios casos estão sendo acompanhados mundo a fora e não só o da Tifany. Basta esperar um pouquinho que veremos Tifany na seleção.
A lista inicial e sem surpresas do Zé:
Macris Silva Carneiro,Josefa Fabíola de Souza,Tandara Alves Caixeta,Adenízia Ferreira da Silva,Ana Carolina da Silva,Ana Beatriz Silva Correa,Mara Ferreira Leão,Thaisa Daher,Rosamaria Montibeller,Léia Henrique da Silva.
Achei que as centrais Lara Nobre ou Mayani pudessem ser convocadas em vez de Mara, que são mais atacantes que Mara, que bloqueia bem, mas deve no ataque.
Mas ainda temos vagas a serem preenchidas e podemos ter surpresas, será? Pela primeira lista, acho disso ter surpresas.
gilbert angerami disse…
Leite de pedra! É bem assim que essa comissão do RJ faz.
Sabem trabalhar o emocional como ninguém, além de exercitarem a paciência como de hábito em finais.
Rumo ao 13° caneco!
Camilla Paiva disse…
Existem vários aspectos que diferenciam o time do rio dos demais, mas a frieza e serenidade na hora da definição são dignas de nota. O praia cometeu vários erros bobos, claramente ansioso e desconcentrado. Alguém já tinha comentado em posts anteriores como a Fabiana é desajeitada em certos momentos, não conseguindo defender bolas completamente defensáveis, e eu concordo. Hoje, no final do primeiro set em que elas tinham o contra ataque na mão, ela deu uma manchete em que ao invés de ajeitar pro ataque, ajeitou pro Rio atacar de xeque. É esse tipo de erro bobo que o Rio não comete, e quando comete, não é em excesso. A Garay desapareceu do jogo e no banco tinham Helen e amanda que não fizeram nada direito. Voloch costuma a ser muito deselegante e maldoso com a amanda e suas "críticas" (entre aspas mesmo, pois parecem apenas ataques pessoais aos jogadores) são bem exageradas, mas hoje o que ela (não) jogou foi o cúmulo. Que jogadora é essa que não segura um passe e no ataque é nula? No time do rio, por outro lado, todo mundo compareceu. Drussyla, apesar de inconstante, é nossa ponteira "promessa" jovem que mais tem condições de render na seleção, além dela vir sendo um trunfo pro time nos momentos de decisão. Por fim, gostaria muito que o campeonato fosse vencido por outro time, mas a culpa Dessa hegemonia sem fim do rio passa muito pela incompetência dos outros, que não conseguem ter frieza pra jogar de igual pra igual.
Evandro Mallon disse…
Gente, sei q to sendo muito leigo, mas, caso o Praia ganhe domingo que vem, qual o formula do desempate ?
Fernando disse…
Não achei que a Claudinha comprometeu. O passe do Praia esteve muito irregular o jogo todo. O único momento crítico que ela errou na distribuição foi no fim do 1. set, quando tinha um bloqueio duplo do Rio na saída e mesmo assim ela forçou a bola com a Fabiana, quando deveria ter invertido na entrada pra Garay e o Rio fechou o set. A Fawcett fez uma boa partida, mas o time sentiu falta de outra jogadora que pudesse acompanhar a americana, que em tese seria a Fê Garay.
L. Mesquita disse…
O desempate será no par ou ímpar, ou então no cara e cora ou então na sisputa de pênaltis. Ou se tudo isso não der certo, as duas equipes serão declaradas perdedoras e o título fica com o MINAS que ficou em terceiro!
Camilla Paiva disse…
Evandro, em caso de vitória do praia por qualquer placar será disputado um set extra, o Golden set, que definirá o vencedor.
Nada, nada foi decidido ainda. Mas faço questão de colocar o Bernardinho ao lado de grandes nomes do esporte mundial como Federer, Jordan e Lewis Hamilton. Bernardinho disputou quatro finais olímpicas consecutivas, foi campeão mundial e ganhou várias superligas, sempre que teve o melhor elenco, com elencos equilibrados e também quando seu time era inferior individualmente. A personalidade e espirito de equipe do Rio de Janeiro são impressionantes.
Mas não posso deixar de parabenizar o vôlei brasileiro pelo altíssimo nível em que é praticado. Não tenho acesso às partidas de outros campeonatos, mas a superliga é jogada em altíssimo nível. Parabéns para todos nós que amamos o vôlei.
Kaike Lemos disse…
ZRG VAI CONVOCAR COM CERTEZA nas pontas: A Gabi,Drussylla,Jaque e Rosamaria. Natalia morreu na Turquia! Só pode! Tem q chamar a Bruna! Monique n da ainda mais contra a Italia! Alta e com volume de jogo enorme! DeGennaro ta na melhor fase! Ade,Carol,Bia e Mayhara! Thaisa n ta merecendo nada! Nem em pe fica direito e fala que as jogadoras tem inveja dela! (A briga deve ser com a Carol) só pode! Roberta e Macris estão melhores! Leia e Tassia de libero.
Jess disse…
Evandro.. o desempate será decidido em um set extra
Pop On Air disse…
Tempos dificeis virão na Seleção, toda renovação é desgastante, mas não vejo peças com nivel internacional, e Ponteiras boa de Passe. Veremos o que vai ser um veslumbre da Seleção, nessa Liga das Naçoes, embora muitas seleções deva ir com time reserva.
Paulo Roberto disse…
Eu pensei q a Claudinha seria o fator decisivo, mas ela não chegou a comprometer. A linha de passe foi o calcanhar de Aquiles do Praia, aliás, o passe vem sendo o fundamento mais decisivo no vôlei mundial (tanto masculino como feminino).

Embora não se espere muito da Garay no passe ela é uma ponteira muito regular no fundamento, esperava que ela chamasse mais a responsabilidade nestes momentos. Sumiu. A Fawcet segurou o Praia enquanto pode, mas uma andorinha só não faz verão. O fator casa ajudou na semi, vamos ver se vai ajudar agora diante de um time muito mais cascudo que o Osasco.
Evandro Mallon disse…
Obrigado Camila e Jess
Kamila Azevedo disse…
A atuação do Praia Clube ontem foi decepcionante. As grandes estrelas do time decepcionaram e não corresponderam à expectativa. O SESC jogou solto, tranquilo e mereceu a vitória. Drussyla foi excelente, muito constante no ataque e segurando a onda no passe.

Vi muita gente criticando a Claudinha, mas acho que ela foi regular, fez o que pôde. Quem não correspondeu à altura do que se esperam delas foi Fabiana, Walewska (ela estava em quadra??), Garay, Amanda e Fawcett. Se o Praia quiser vencer a segunda partida, o time vai ter que chegar junto! Não se pode enfrentar o SESC com essa forma apática. Tem que se jogar, porque o SESC vende caro suas derrotas.
Anônimo disse…
Se o Osasco tivesse ido para a final, a história teria sido diferente. Com Tandarão voando, nunca que iam perder para esse time de nanicas.
Thales Ruan disse…
Kamila azevendo discordo de você a fawcett junto com a claudia foram as única que jogaram bem, ela era a única que estava virando..
Mas como o jogo foi apenas nela,ela, Acabou marcada mas nada que mude a grande partida dela.
Kaike Lemos disse…
Voloch ta atualizando o mercado e da pra ver que:
1-Bauru,Londrina,Barueri e Praia abrindo o cofre!
2-Minas procurando estrangeiras!
3-Bernardo vai fazer a mesma base
4-Osasco sem patrocinio
5-Brasilia e Curitiba n colocaram as cartas na mesa! O que indica desinteresse! Melhores peças só no começa!

No São Caetano agora ha de ter Lorenne! Paula ja pro Londrina! Quero que a Vivian,Linda Jessica e Kasy saem do Rio pra formar seus próprios times!
SL 18/19 PROMETE!
JC disse…
Gente, falando em seleção e mercado.

O que aconteceu com a Natália? Pq o ZRG não convocou ela? Alguém tá sabendo? Jaque e Mari PB não foram pré-convocadas, nossas ponteiras do Mundial serão Gabi e Drussyla então? Com a Rosamaria no banco? Que nervoso desse cenário...

E será que a Tandara vai jogar lá fora mesmo na próxima temporada? Osasco sem patrocínio e sem Tandara sobreviverá?

Quantas dúvidas...
Camilla Paiva disse…
Jc, parece que natalia está lesionada e vai precisar de pelo menos 2 meses de recuperação, então provavelmente irá jogar somente no mundial.
Anônimo disse…
Segundo a SL quem merece ainda ser convocada é Bruna Honório, Kasielly, Mari PB e Tassia.
Evandro Mallon disse…
Ola
Ate onde se sabe, Natália está lesionada, uma tendinite. Veio pro Brasil pra se recuperar. Não está descartada a volta dela pra Europa, porém, o time turco já a liberou. Mudou técnico, muda as estrangeiras.
No Brasil ela jogaria no Rio, visto a competência da comissão técnica ( que por duas vezes a recuperou perfeitamente ) e a confiança por ela exercida. Mesmo que os valores não cheguem ao que ela recebia na Turquia.

Garay pediu dispensa para cuidar da sua vida particular.
Evandro Mallon disse…
A Federação Russa fez convite pra Sokolova voltar as quadras, pela Seleção. Só que agora como líbero.
Mantronix Inc disse…
Concordo com anônimo;

Aguardo Bruna Honório, Kasiely e Tiffany na Seleção.

Rosamaria n da pra contar devido a imensa falta de regularidade.
Mineirim disse…
Estou com uma preguiça e desinteresse nessa "nova" seleção feminina...
L. Mesquita disse…
Regiane Bidias, Diva Regis, foi destaque na primeira partida da semifinal da Liga Polonesa, enfrentando bloqueios altíssimos de 1,90m Regiane se virou muito bem no ataque e marcou 20 pontos, sendo 16 de ataques e 4 bloqueios. Além disso Regiane com seus 1,90m tem bloqueado bem as gigantes do Campeonato Polonês. Outro fundamento que Regiane se destaca é o passe, pois tem sido a principal passadora do seu time, o LKS Commercecon Lodz.
Na temporada passada o LKS Commercecon Lodz tinha ficado apenas na sexta posição no Campeonato Polonês, após a contratação de Regiane, o LKS Commercecon Lodz já conquistou o Vice-campeonato de Copa da Polônia 2018 e já chegou às semifinais da Liga Polonesa.
Como só Rosamaria foi convocada de ponteira até agora, e Regiane tem feito uma temporada muito melhor que ela, principalmente no passe, considero que Regiane merece ser convocada ao lado de Drussyla e Gabi do SESC, até porque Regiane além de ponteira, atua como oposta também.
Rodolpho Francis disse…
Que Regiane o que... a Liga polonesa é pior que a liga brasileira. Do que adiante ter bloqueios altos se as jogadoras sao medianas? Regis ja teve a sua chance na seleção e mao comseguiu se firmar. Eu acreditaria na evolução da atleta se estivesse sendo titumar na Turquia ou na Europa. Tifanny tambem arregou wuando o time precisou então nao deve ir também e Kasiely, apesar de ter enorme potecial, ainda nao esta pronta. Mais uma temporada mo banco do Sesc e estará pronta pra ser titular em qualquer time.
Regis saiu do Rio e todos falando que esta jogando bem. Semelhante ao que aconteceu com a Amanda que saiu do Rio, bancou pra Kasiely na sua primeira temporada no Brasília, foi titular ma segunda temporada e todos diziam que o Bernardo havia cometido um erro deixando a atleta no banco. Nessa final ele mostrou que ela só servia pra sacar mesmo porque nao é uma jogadora de destaque e nunca foi titular no Unilever. Diferente da Regis que foi a sucessora da Estefania e jogou muita bola enquanto foi titular.
Rodolpho Francis disse…
Laura, poderia falar sobre a movimentação do mercado? Por mais que as contratações nao estejam certas gostaria de saber sua opinião sobre os rumos que as atletas devem tomar. Como exemplo temos a Gabi. Voce acha que seria bom pra ela jogar no Minas com um time que teria Mara, Maiany, Lays e Leia?
Laura disse…
Rodolpho, estou finalizando um post sobre o mercado. Já, já tá publicado.