Osasco de volta ao topo nacional

Final Copa Brasil 2018 

Vôlei Nestlé 3x0 Dentil Praia Clube 
 
Tandara Fabíola

No post anterior, disse que o maior obstáculo para o Praia Clube chegar ao primeiro título nacional era ele mesmo. Pois me enganei. O Vôlei Nestlé foi uma barreira muito maior.

É bem verdade que o Praia não se ajudou em alguns momentos (comentaremos logo a seguir), mas quem deu o primeiro passo para encurralar o time mineiro e quem manteve o ritmo agressivo a partida inteira foi o Osasco. Não dá para menosprezar o mérito da equipe paulista, que destruiu sem pena o sonho mineiro e voltou a levantar uma taça nacional depois de quatro anos. 
 
***************************************

A estratégia de saque e defesa foi aplicada com uma disciplina raramente vista no Osasco. O time anulou logo de cara a Fê Garay, principal saída de ataque mineira. Além disso, foi muito superior
ao Praia no cuidado, na qualidade da armação e no aproveitamento dos contra-ataques.

Assim como contra o Sesc, o ataque esteve muito bem distribuído entre todas as jogadoras. Leyva finalmente conseguiu nesta Copa Brasil deslanchar no ataque – e ainda contribui no bloqueio nesta final. Vale ressaltar, no entanto, que a peruana foi pouco pressionada no saque pelo Praia.

Mari e Tássia cobriram a Leyva na recepção, mas o Praia foi muito pouco agressivo e preciso no saque para mexer com a linha de passe paulista. Não soube explorar as intersecções entre Mari e Leyva e quando conseguia desestabilizar o passe do Osasco, não aproveitava as oportunidades.

É que o Praia se melindrou tanto no primeiro set que não houve jeito de “sair da toca” no restante da partida. Perdeu a lucidez junto com a confiança. Não conseguiu sair da marcação do Osasco e tampouco ameaçou o adversário seriamente. No terceiro set houve uma pequena reação, conquistada mais na marra do que na técnica e, exatamente por isso, acabou por não se sustentar por muito tempo. 
 
***************************************

Uma pena que o Praia tenha deixado escapar esta oportunidade de conquistar seu primeiro título nacional. Era um bom aquecimento para a Superliga. Não só por causa da derrota, mas pela forma como foi, é inevitável que se questione se este time terá condições de vencer o campeonato nacional.

É um choque na confiança da equipe. Traz de volta aquela imagem da temporada passada, do time que sente o peso da decisão e que não sabe ser vencedor - apesar de ter sido concebido, da comissão técnica ao grupo de jogadoras, para ser campeão.

Por outro lado, a vitória do Osasco pode ser um ponto da virada para a equipe do Luizomar no restante da SL. O time que entrou em quadra nestas duas partidas da Copa do Brasil pouco lembrou o inconstante e "Tandaradependente" que disputa a SL.

Finalmente o Osasco usou e usou bem todos os recursos que tem à disposição. Claro que faltaram adversários que testassem mais a concentração e as fragilidades da equipe. Mas o importante é que a postura agressiva, traduzida principalmente pelo saque, e a aplicação tática fizeram jus ao potencial que tem em mãos.

Comentários

L. Mesquita disse…
Bom Dia Laura e amigos!
Eu já havia cantado a pedra há muito tempo: time que quer ser CAMPEÃO não pode ter Claudinha como levantadora titular... Paulo Coco contribuiu muito para a derrota, pois Ananda foi a responsável direta pela virada incrível no tie brak que evitou a perda da invencibilidade do Praia para o Fluminense na última rodada da Superliga. E Paulo Coco insistiu na Claudinha de titular.
Um grande time começa por uma grande armadora, cérebro do time, que vai driblar o bloqueio adversário através da inteligência de sua distribuição! O Nestlé tem 2 grandes levantadoras:
1. Fabiola que levou o Nestlé ao seu único TÍTULO MUNDIAL.
2. A CAMPEÃ OLÍMPICA Carol Albuquerque.
Ambas as levantadoras do NESTLÉ deram show hoje na final.
A quantidade de bloqueios que o Praia levou do Nestlé ilustra um pouco a má atuação da Claudinha, que foi sumindo do jogo até desaparecer totalmente.
A imagem que eu tenho da Claudinha na temporada passada é dela afundando o Praia Club nas partidas decisivas.
O que aconteceu contra o Fluminense deveria ter servido de lição ao Paulo Coco: ou ele efetiva de vez a Ananda como titular ou então o Praia corre grande risco de nadar, nadar e morrer na Praia novamente!
A diferença entre uma boa jogadora e uma CAMPEÃ é como ela se porta em partidas decisivas. Fabiola e Carol Albuquerque já provaram que são CAMPEÃS, enquanto Claudinha é, no máximo, uma boa jogadora.
Acho que Claudinha seria uma boa opção para as inversões do 5x1, mas não para ser titular.
L. Mesquita disse…
Há uns dias atrás, comentei que um ponto fraco do Nestlé era a inversão do 5x1, porque Lorenne não vinha rendendo o que tinha rendido em suas passagens pelo SESC e SESI. Porém, ontem Lorenne desencantou, ela entrou na inversão do 5x1, foi contagiada pelo alto astral do resto da equipe e jogou muito bem!
Parabéns ao Luizomar também por não desistir da Lorenne. Ele deu uma tremenda moral pra ela, deixando-a em quadra a maior parte do terceiro e decisivo set, pois Fabiola e Tandara só retornaram à quadra no VIGÉSIMO TERCEIRO ponto! Lorenne e Carol jogaram a maior parte do terceiro set! Na verdade o NESTLÉ jogou o terceiro set com duas jovens de 21 anos dando conta do recado: Lorenne e a fantástica Angela Leyva, que foi um monstro no bloqueio e no ataque! Bia e Ninkovic também muito ativas no ataque e Mari PB cumprindo muito bem seu papel junto com a Tássia.
Luizomar foi muito bem também nas suas escolhas técnicas/táticas e soube motivar o time para que não se desconcentrasse com a síndrome do terceiro set, dando um descanso merecido para Fabiola e Tandara, deixando Carol e Lorenne durante bastante tempo em quadra!
Luizomar e o time todo do Nestlé estão de parabéns pela grande atuação na final!
Já o Paulo Coco deixou o time desandar e tomou decisões tardias para tentar buscar o jogo, quando o time já estava com o moral lá embaixo.
Cesar Nascimento disse…
bom dia a todos ! eu postei após as classificações que o praia não levava o título assim como não levará a superliga uns dizem que a culpa é da Claudinha eu não concordo ela até compromete em alguns momentos , mais aí fica a pergunta porque Amanda foi a primeira a sentir a pressão porque Wal e Fabiana não assumem postura de líder ? com todo respeito as pessoas mais Amanda viveu anos assistindo o Rio vencer ela fazia parte do grupo mais nunca viveu a pressão da decisão , Ananda é promissora mais tbm não tem essa bagagem de decisão Claudinha idem de mídia que enquanto o praia não tiver uma líder dentro de quadra vai viver esse fantasma ,desculpem minha ousadia mais por enquanto jogar decisão ainda é coisa para Rio e Osasco
Jess disse…
Bom dia a todos;

Espero que essa conquista dê moral pro time no restante da superliga, fizeram 2 jogos muito bons nessa fase final da CB..

Torcendo pro time manter esse jogo conjunto e não ficar dependendo de 1 só jogadora, TODAS jogaram bem e que continuem assim;

Sinceramente eu não esperava um 3x0 e do jeito que foi, o Praia sentiu novamente e as únicas que jogaram no time foi a Fabiana e a Garay, Claudinha é fraca, mas não acho que se a Ananda tivesse desde o início o jogo seria diferente, Osasco não deu chances (mas claro q poderia ser mais disputado);

*Namoro com a levantadora do outro time, tá fazendo bem demais a Bia.. tá jogando MUITO



Kaike Lemos disse…
Praia morreu na PRAIA novamente! Paulo Coco lerdo,em vez de dizer " SENTA LÁ CLAUDIA " deixa a menina fazer o que bem entender e arruinar a boa campanha. Osasco me surpreendeu com a regularidade, Mari PB e Leyva consistentes e ajudando a Tandara. Amanda vive de mão de fora! MICHELLE da VIDA! Fabiola deu aula hj pra " CRAUDIA ". Quem é menos pior pra ir pro MUNDIAL RIO ou Minas?
Zelirbem 90 disse…
Poxa vida, culpar a Claudinha com aquele passe que a coitada teve?Ananda não fez muito mais que ela!!!
Foi o saque do Nestlé/Osasco que complicou a vida do Praia. Espero que não vá começar a caça às bruxas no Praia Clube, todos os especialistas vão culpar e crucificar uma ou outra, mas a verdade é que foi o Nestlé/Osasco que fez por merecer seu título.
Laura disse…
Mesquita, há razões para se desconfiar da Claudinha, mas acho q na final ela não foi mais responsável do que as demais pelo resultado ruim. Tanto que a Ananda tb não conseguiu mudar o cenário. O problema foi do time inteiro, a começar pelo passe.

Pois é Cesar, vc cantou a bola. Tb sinto falta de maior liderança no Praia. A Garay teve uma noite difícil, mas esperava um pouco mais dela em termos de segurança. Fabiana começou a reagir no final do segundo, mas o time não a acompanhou... Enfim, parecia o Praia do Picinin.
L. Mesquita disse…
Sempre a mesma desculpa do passe, se é pra jogar só com passe A, contrata então a minha AVÓ pra ser levantadora do Praia Club!
Fabíola jogou na Russia e na Suíça com passes horrorosos e sempre se virou muito bem! Uma levantadora Campeã é obrigada a ser criativa, ousada e corajosa mesmo com passe B e não tem como reclamar muito do passe do Praia não, pois mesmo com o Nestlé forçando o saque, as passadoras do Praia: Suelen, Amanda e Garay estavam se esforçando muito para pelo menos entregar um passe B na mão da Claudinha!
Fabiola também recebeu passe B e mesmo assim não deixou de forçar jogadas com as suas centrais, com a característica “chutadinha” e também a “CHINA” que a Fabiola usa mesmo com passe B.!
Agora, quando vc observa as estatísticas da Superliga vc vê que Claudinha tem a sua disposição as DUAS MELHORES ATACANTES da Superliga: Walewska e Fabiana!!! Que levantadora não gostaria de trabalhar com as 2 melhores atacantes da Superliga??? Há uma gama de combinações que uma armadora pode fazer com essas centrais CAMPEÃS OLÍMPICAS!!! Dentre elas: tempo à frente, tempo atrás, chutada, china ... Agora Claudinha é uma em jogo classificatório e outra em jogo decisivo... Não é a primeira vez que Claudinha trava num jogo decisivo, quando ela passa a ser imprecisa e PREVISÍVEL, facilitando o bloqueio adversário!
As principais funções de uma ARMADORA é driblar o bloqueio, ser precisa e criativa para isso é necessário que ela tenha VISÃO DE JOGO, INTELIGÊNCIA, OUSADIA e principalmente CORAGEM! Em partidas decisivas é que percebemos quais são as armadoras campeãs, que conseguem fazer uma boa armação das jogadas mesmo na adversidade, mesmo com passe B!
Não posso afirmar que com a Ananda desde o início da partida o resultado seria diferente,afinal de contas o Nestlé jogou demais e mereceu demais a vitória! Porém, considero a Ananda mais corajosa e que não trava tanto em momentos decisivos quanto a Claudinha... Um exemplo disso foi a virada espetacular que Ananda comandou ao entrar no time no tie break contra o Fluminense jogando no Rio, após o Flu abrir vantagem de 7x3.
E outra coisa, a levantadora é o cérebro do time, e quando o cérebro trava, paralisa, o resto do corpo do time também cai de produção!
Anônimo disse…
O Calendário dessa Copa é horrivel, era pra ser em Março os times estariam em melhores condições. O Osasco mereceu o titulo, jogou bem, o RIo e Praia estavam bem abaixo, o Rio nao conta ainda com a Gabi 100% e ao meu ver deveria logo tratar de despachar a Monique e contratar uma Oposta que decida, a quantidade de largadas que ela da eh fora do normal, gostei do Jogo da Penã, eu testaria ela de Oposta no lugar de Monique e a Drussyla e Gabi nas Pontas.. O Praia sem a Fawcett fica prejudicad no ataque, a Claudinha ainda nao tem bom entrosamento com as Centrais, o que prejudica muito o seu jogo, a Ananda levanta melhor, nao entendo porque a Amanda passa mais tempo na Rede de que a Garay, sei que eh pra ela nao ficar na rede de 2, mas as levantadoras dao bola demais pra ela e em momentos cruciais.. QUanto ao Osasco nao acredito que va manter essa regularidade durante a Superliga, ´so a Tandara e a Bia que vao render, a Levya embora jogou esses dois ultimos jogos bem, eh bem irregular, tow gostando da Tassia de hoje.
L. Mesquita disse…
Laura eCesar, bom dia, em relação à liderança, acho que o Praia tem líderes até demais! O Praia tem muito mais jogadoras com características de LÍDERES NATAS do que outros times: Fabiana, Walewska e Suelen são líderes natas!!!
Fabiana e Walewska, inclusive, foram CAPITÃS DA SELEÇÃO BRASILEIRA e Suelen é a XERIFE do fundo de quadra, organiza o sistema defensivo e sempre se apresenta para levantar a bola que é defendida pela levantadora com um toque de alta qualidade e precisão.
Porém, o que adianta ter tantas líderes se o CÉREBRO DO TIME não responde às expectativas, não tem jeito, todas as bolas tem que passar pelas mãos da Claudinha para que sejam armadas as jogadas. A não ser que as líderes assumissem o PAPEL DE ARMAÇÃO DAS JOGADAS...
Eu achei pesado o Ze ter chamado a Claudinha de burra no Amil em rede nacional, mas às vezes o TICO E TECO dela cola as placas e ela não consegue reverter a situação. Acho que o caso não seja de burrice, mas de um travemento emocional psicológico que toma conta dela e a impede de raciocinar adequadamente...
Kaike Lemos disse…
Só quero ver mesmo a lista do Mundial 2018, se o ZRG vai ser burro de escalar a Natalia e Garay juntas. A Natalia ja n é a TAL DA PASSADORA. Queria ver um Rosa com Gabi. ZRG disse que pode vir a convocar a Tiffany, mas eu preferia a Bruna H.. A Claudia sempre foi burra, n tem padrao de jogo e é afobada, alem de ter precisao igual a da Naiane Rios. Amanda é igual a Monique só larfa e ja acha que ta abafando. Tandara a PODEROSA! tem uma regularidade muito boa e ta na melhor fase!. Minha lista mundial: Natalia,Rosa,Gabi,Drussylla,Bia,Ade,Carol,Thaisa,Roberta,Fabiola,Tandara,Bruna,Suellen e Tássia.
Paulo Roberto disse…
Confesso que esperava ver o Praia finalmente espantar essa zica, mas não foi dessa vez. Me surpreendeu principalmente o fato do Osasco atuar como a muito tempo não atuava. Coeso, firme em todos os fundamentos, obediente taticamente e agressivo o tempo todo.

Fabíola mostrou que não pode ser descartada de forma alguma e é sim nossa melhor armadora hoje, Tandara mostra que é nossa melhor atacante e pode dar uma cara completamente diferente ao Brasil depois da saída da Sheila. Tássia segurou a onda do passe e da defesa muito bem, hoje também considero a melhor opção para a posição (essa eu queimei a língua bonito). Mari Paraíba se não é desafogo no ataque, é peça importantíssima no esquema tático. Bia numa fase esplendorosa. Se Thaísa voltar em forma vai ser uma briga boa pela titularidade da seleção. Até a sérvia contribuiu ontem. E mesmo o Luizomar me pareceu com outra postura.

Pelo Praia, quase tudo deu errado. Wal, Fabiana e Garay que são as mais experientes deveriam chamar o grupo e não conseguiram. A cara de perdida da Fabizona em alguns momentos do jogo mostra isso. Amanda sentiu o baque de ser titular numa decisão nacional. Claudinha foi a Claudinha de sempre, mas ontem acho que ela foi menos decisiva na atuação do time. Todas estiveram muito abaixo. Espero que o time se recupere logo para manter o ritmo na SL, ou seria o início da curva descendente?
Rafael Grapper disse…
Pessoal, minha visão um tanto PARCIAL e TENDENCIOSA observando a temporada de algumas jogadoras no último ciclo pela SFV e Superliga desse ano:

-Amanda: a cada ano evolui no ataque, porém MUITO mas muito longe de ser uma jogadora de seleção. Principal razão: péssima na defesa, não sei como dizem que tem um fundo de quadra bom, se posiciona mal e é medrosa.

- Suelen: vai perdendo seu bom voleibol a medida que perde kilos. Dona de um lindo toque e excelente na defesa, peca no passe e sempre em jogos decisivos. sei não, acho um pouco pipoqueira.

- Rosa Maria: forte no saque e bloqueio e tem um bom ataque. Pavorosa na recepção. Poderia ser reserva da Tandara, mas ZR a quer na ponta (???).

- Drussyla: afobada, passe e ataque medianos. Precisa evoluir seu emocional e seu toque de bola. Falaram que já foi jogadora de praia!? Como pode ter sido com aquele toque horrível, quase sempre dando 2 toques qdo a bola sobra pra ela.

- Tássia: voltando a boa forma qdo jogava no Minas e mais madura e confiante. Daria uma chance a ela na seleção. Mas como ou técnico de sofá, vejo chances remotas de isso acontecer.

- Bia: ela e + 1 de titular no meio. Não tem pra ninguém.

- Tandara: intocável. Não tem como perder a vaga de titular (não acredito em boatos!!!) hehehe

- Fabíola vs Roberta: Dani estará no mundial. Nem adianta torcer contra rs
Então a disputa para a segunda vaga estaria interessante. Experiência e bolão alto na ponta com precisão ou pipes destruídores da Tandara? Acho que Roberta sai em vantagem hein hahaha
Rodrigo André disse…
Ambas as equipes (Osasco e praia) precisam de títulos para mostrar aos patrocinadores que o investimento vale a pena. Fico feliz por um lado e triste por outro. Acho que uma equipe que há 10 anos vem numa crescente de investimento merece ganhar algo em nível nacional. Quanto ao jogo, fazia tempo que não via o Nestlé jogando tão bem. Tudo dava certo pra elas. O Praia estava sem Nicole, tentou de tudo, mas não era dia delas. Méritos do Osasco. Sobre a Cláudia, acho que ela da pane mesmo. Tem muita dificuldade em usar o meio principalmente com a Fabiana. Só olhar quantos pontos Fabiana fez com a Claudinha e quantos fez com a Ananda. Se eu fosse o Paulo, tentava Ananda de titular e pronto. E a oposta reserva, a Andreia? Será que não está nem nos treinos conseguindo se destacar mesmo? Foi uma temporada boa e só? Porque ontem vimos que ou era a Carla (esforçada mas baixa) ou Nicole sem condições de jogo. Andreia nem entrou... Foi uma pena perder Malu pra trazer Andreia. Uma Barbara, Bruna ou outra mais forte fariam diferença. Torcendo ainda pelo Praia, mas com os dois pés no chao. Porque da medo de repetir anos passados, isso da...
JC disse…
Como amante do vôlei nacional e sem clubismo, fiquei feliz de ver o Osasco jogando tão bem ontem. Acho que teriam chances de ter ganhado ainda que o Praia estivesse jogando o fino da bola como vinha fazendo. Primeira vez que senti a hegemonia do Praia realmente ameaçada nessa temporada, o que é bom para o vôlei como um tudo. Tandara e Bia no auge da carreira, presenças certas e importantes na seleção. E ainda não desisti da Fabíola, se ela continuar jogando nesse nível acho que merece a convocação, em especial se não pudermos contar com a Dani Lins.

Não sei se estou empolgado com o jogo de ontem, mas queria enaltecer a Mari Paraíba. Acho que está jogando muito, a mais constante do time desde o início da temporada, muito completa e segura. Acho que ela é a que mais merece ser a quarta ponteira (considerando Garay, Natália e Gabi como certezas), o tipo de jogadora que dá muita segurança no banco. Na minha opinião, só faria sentido optar por Rosamaria ou Drussyla considerando a necessidade de renovação e visando os Jogos de 2020.

Quanto ao Praia, fiquei triste porque sou muito fã de Garay, Fabiana e Wal, mas empolgado em ver que outros times podem fazer frente às mineiras. Realmente não consigo gostar da Claudinha (como jogadora), acho que ela comprometeu demais e não conseguiu levantar direito mesmo com o passe na mão, fazendo opções erradas e com pouca altura. Prefiro Ananda e a acho promissora, mas ainda falta um pouco pra estar no nível do restante do time, não conseguiu levantar uma bola alta o suficiente pra Fawcett, por exemplo. Amanda realmente sentiu a pressão e comprometeu, infelizmente a Elen também não estava num bom dia. Até Natasha que vinha tendo boas passagens pelo saque não conseguiu fazer a diferença no fundamento. Mas, para ser sincero, quem mais me incomodou foi a Carla, não conseguiu virar quase nenhuma, tomou muito toco, muito baixinha e pouco habilidosa. Fawcett fez falta. Enfim, deu tudo errado pro Praia na noite de ontem, a começar pelo altíssimo nível que estavam jogando as meninas do Osasco. Só espero que o time não se deixe abalar e volte a fazer boas apresentações.

Assim, quanto à seleção do mundial, escalaria Tandara e Monique; Fabíola e Roberta; Adê, Bia, Jucy e Thaísa/Carol; Garay, Natália, Gabi e Mari PB; Leia e Suellen.
Victor disse…
Minha opinião pessoal

Destaques positivos do jogo
TÁSSIA: Pra mim, foi a melhor jogadora da final. Nunca gostei do estilo dela, no Praia e no Minas eu via uma jogadora que parecia estar apática e a ponto de chorar a qualquer momento. Essa estabilidade emocional da Tássia ajudou muito sua parte técnica. Merece estar na seleção.
BIA: Está jogando MUITA bola. Bloqueando até pensamento. Ela tinha tudo pra agarrar a oportunidade na seleção já em 2017, mas algumas atuações irregulares não deixaram. Com certeza estará no Mundial.
TANDARA: É ela + 6 em qualquer time do mundo. O quanto ela amadureceu de 2012 pra cá é uma coisa absurda. Finalmente nós temos uma oposta na seleção brasileira.
FABIANA: Pra mim, a única que se salvou no time do Dentil. Todos sabemos que a central só joga quando tem passe na mão, e diferente da Walewska (uma das poucas partidas que ela joga mal), a Fabiana jogou muito. Virou quando tinha que virar e tentou tirar o time do fundo do poço.
LUIZOMAR: Engraçado ninguém falar dele, né? Concordo que as vezes ele comete seus erros, mas sua visão da partida foi simplesmente perfeita. Tirou as jogadoras quando tinha que tirar, apostou em outras quando tinha que apostar. Resumindo, ele tem DNA de campeão!!! Falem o que quiser, mas sem Luizomar de Moura, os torcedores do Osasco nem teriam um time pra torcer. Tenho muito respeito por ele.
L. Mesquita disse…
Victor, muito bem lembrado, venho aqui publicamente perante a Laura e aos demais colegas reconhecer que Luizomar é sim um GRANDE TÉCNICO, deu pra ver nesse final de semana o DEDO DO TÉCNICO ali, na forma como Luizomar conseguiu ANULAR os pontos fortes dos seus principais adversários SESC e PRAIA. Além disso, ele tem o time nas mãos, as jogadoras tem uma excelente obediência tática e deu pra ver nos pedidos de tempo que ele tem bom relacionamento com elas e todas as respeitam. Vou fazer o MEA CULPA, já critiquei o Luizomar, hoje o elogio, assim como as jogadoras evoluiram, cujos exemplos mais gritantes são a evolução de LEYVA, BIA e TASSIA sob o comando do Luizomar. Provavelmente, Luizomar respondeu às críticas feitas sobre ele se preparando cada vez mais, estudando a finco seus adversários e evoluindo como técnico! Sim, Luizomar evoluiu como técnico, assim como suas jogadoras. Parabéns pela evolução!
Outra coisa, Luizomar provou para todos nós, que FASE DE CLASSIFICAÇÃO é uma coisa e FASE ELIMINATÓRIA(MATA-MATA) é outra totalmente diferente, vencendo seus adversários do topo da tabela da Superliga para conquistar o título.
Passar a FASE DE CLASSIFICAÇÃO na PRIMEIRA COLOCAÇÃO nunca foi garantia de título, o importante é estar classificado para as QUARTAS DE FINAL, não interessa se em PRIMEIRO ou OITAVO lugar, o importante é seu time não ser o NONO colocado!
A fase de classificação deve ser usada para se fazer os testes e ajustes necessários ao time o preparando para o MATA-MATA!
BRASIL CAMPEÃO OLÍMPICO em 2012 e CHINA em 2016 são provas concretas do que eu estou dizendo.
Em Londres, o Brasil pegou a última vaga para as quartas de final e eliminou a RUSSIA, primeira colocada da fase de classificação. Para depois o Brasil, primeira colocado da fase de classificação em 2016 ser eliminado pela CHINA que ficou com a última vaga!
O que quero reforçar aqui é que FASE DE CLASSIFICAÇÃO e PLAYOFFS são 2 CAMPEONATOS COMPLETAMENTE DIFERENTES. A partir das quartas de final TUDO É ZERADO e se começa um novo campeonato, o importante é estar entre os OITO classificados!
Porque não adiantou NADA os EUA vencerem o BRASIL na fase de classificação, aquele jogo NÃO VALIA MEDALHA, o jogo que realmente importou foi a aquele que valia medalha e os EUA perdeu e o BRASIL foi BICAMPEÃO OLÍMPICO.
Kaike Lemos disse…
Osasco ganhou pois parou de depender da Tandara, Leyva e Paraiba fizeram uma excelente partida no ataque e passe. Bia excelente no bloqueio e ataque. Não acho o Luizomar bom técnico, muito afobado e fala algumas coisas nada a ver. Minas conseguiu 2 titulos, Osasco 2 titulos e Rio 2 titulos na temporadas. Praia tem que mudar a levantadora! Claudinha já sabemos que não é DAQUELAS levantadoras ousadas e rápidas. Final da SL quero semifinal Osasco x Praia Rio x Minas de novo! Barueri n tem muita chance de passar das quartas e o FLU enquanto n tirar a Michelle e colocar a Clarisse n vai pra frente. Gente eu n convocaria Monique = larga muito, Naiane e Juma = levantam baixo Garay = baixa para os padroes e ja ta chegando na certa idade, Jucy ou Thaisa? = Jucy pode estar velha mas tem mais velocidade!
Anônimo disse…
A FIVB exigiu uma pré- lista lista para o Grand Prix 2017 com 21 jogadoras, logo o Zé Roberto deve fazer uma convocação de 21 jogadoras em breve para a Liga das Nações, que é o nome novo do Grand Prix. Nessa lista tem que constar 3 grupos de 6 jogadoras de rede mais 1 libero. Logo teremos uma convocação com provavelmente 3 liberos, 3 levantadoras, 6 centrais e 9 ponteiras/opostas.
Se fosse hoje minha pré- lista de 21 jogadoras para a Liga das Nações :
Liberos: Suelen, Leia, Tassia
Levantadoras: Fabiola, Roberta, Macris
Centrais: Bia, Juciely, Adenizia, Lara Nobre, Leticia Hage, Gattaz (Thaisa??? Temos que esperar ela voltar a jogar, se voltar bem estará na lista, óbvio)
Ponteiras/opostas: Tandara, Natalia, Tifany, Monique, Gabi, Drussyla, Fê Garay, Regiane Bidias, Mari PB
MArcos Pontes disse…
Kaike lemos, respeito sua opinião, porém a Garay desde que apareceu como opção para seleção foi taxada de baixa para os padrões internacionais, não é seu privilégio esse achismo,( imprensa especializada já falou esta bobagem também) e veja você; ela foi sempre um dos destaques da seleção e uma das maiores pontuadoras durante os dois ciclos olímpicos em que defendeu a seleção. Basta observar as estatísticas. Abs
Kaike Lemos disse…
Garay no Mundial 2014? Eu gosto dela, mas e os jogos que ela teve dificuldade pela altura? Contra as Bulgaras,Dominicanas,Russas e Turcas. Se chamarem a Garay é só escalar ela sem Natalia! Pois a RIO 2016 mostrou que as duas n tem como juntas. Com as seleções mais altas ela tem mais dificuldade! N sei o pq vcs ficam insistindo na Monique, só sabe largar! Ja que são 21 jogadoras, minha lista da Copa das Nações:

Levantadoras: Roberta,Fabiola,Macris
Opostas: Tandara♡,Tiffany,Bruna
Centrais: Adenizia,Bia,Carol,Jucy,Milka,Lara
Ponteiras: Natalia,Rosa,Gabi,Garay,Dru,Jaque
Libero: Suellen,Léia e Tássia.
Sergio disse…
Quem ganha a copa do brasil vai jogar a sulamericana?
Mateus CS disse…
Não, Sérgio. Sul-americana é assegurada apenas para o campeão da Superliga. O Minas joga esse ano porque está sediando o evento, assim como o Praia ano passado e o Osasco alguns anos atrás.
Anônimo disse…
Então para que serve a copa do brasil? Ganhar a copa do brasil não leva a lugar nenhum. Sinceramente um torneio sem atrativo, apenas para encher os cofres da CBV.
L. Mesquita disse…
Provavelmente é algum revoltado que quer desmerecer o TÍTULO DO NESTLÉ. Pra que serve a COPA BRASIL? Serve muiito, é um título NACIONAL! Pra que serve o CAMPEONATO MINEIRO? Serve muito! Os Campeonatos servem para expor os patrocinadores! Por isso existem varios campeonatos tipo COPA BRASIL, COPA SÃO PAULO, JOGOS ABERTOS DO INTERIOR etc... Um campeonato, como o próprio nome diz é pra saber qual time tem o PERFIL DE CAMPEÃO e nesse CAMPEONATO vimos que o NESTLÉ tem o perfil de CAMPEÃO pois apesar de não estar liderando nenhuma fase de classificação, conseguiu conquistar um TÍTULO e isso, pra mim, por si só, já valeu muito!