Final de ano melancólico para Barueri

Hinode Barueri 0x3 Sesc-RJ 

Time de Bernardinho supera o de Zé Roberto
Foto: Gaspar Nóbrega
Nesta sexta-feira tivemos a última rodada da Superliga em 2017. Vôlei só no ano que vem, que tá logo ali à porta.

A pausa, ainda que breve, deve estar sendo muito desejada por alguns times do campeonato. É o caso da Barueri, que começou a temporada dando trabalho aos favoritos e virou, nas últimas rodadas, um rascunho de time.

Já comentei no último post que o Barueri não evoluiu durante a SL, pelo contrário. Um claro exemplo desta afirmação foi o jogo contra o Sesc. No primeiro turno, o mesmo duelo foi para o tie-break. Mas não é só placar que desta vez foi muito diferente, a atuação do Barueri foi infinitamente inferior ao primeiro confronto.

E olha que do outro lado da quadra esteve um Sesc que também não supera o do primeiro jogo. A equipe carioca não tem tido um final de ano muito estável, com mais fragilidades de fundo de quadra do que do começo da SL quando, apesar de não ter a Gabizinha, tinha a Gabiru. 


*************************************
Bom, a verdade é que ao invés de a linha de passe do Sesc ter dado, de novo, dores de cabeça ao Bernardinho foi a do Barueri que praticamente aniquilou o jogo paulista – de novo. Das partidas que pudemos acompanhar, esta foi a que a dupla Peña e Drussyla melhor rendeu e menos deu prejuízo na recepção.

Fora o terceiro set, com a Naiane no saque, o Barueri não conseguiu desestruturar o passe carioca. E mesmo quando a recepção não funcionava, o Sesc buscava outros recursos para compensar, como o bloqueio, com destaque para a Mayhara, ou mesmo os precisos ataques de Drussyla e Peña.

O oposto do que acontecia no Barueri que, se não tinha problema na recepção, tinha outro enorme na definição; e pouco fazia no saque e bloqueio. 


É impressionante o sacrifício que o ataque paulista tem que fazer para colocar a bola no chão. Edinara parece bem perdida no que fazer, Jaque está completamente sem recursos de golpes e a Suelle é presa fácil dos bloqueios. A única jogadora que conseguiu dar uma saída para o ataque nesta partida foi a Érika que, em um set jogado, fez mais pontos que Edinara e Suelle e o mesmo que a Jaque no jogo inteiro. Não dá para entender porque o Zé Roberto a sacou no início do terceiro set para recolocar a Suelle.

Ao final da partida, a Érika deu uma entrevista dizendo que falta mais coragem ao time, que não tem conseguido mostrar em quadra o que treina. No retorno da SL em 2018 o Barueri tem pela frente Sesi e Valinhos, adversários ideais para reorganizar a casa, recuperar a confiança e apagar esta imagem ruim que deixa ao final de 2017. 


*************************************

Demais resultados da 2ª rodada do returno:

Sesi-SP 0x3 BRB/Brasília

Pinheiros 0x3 Camponesa/Minas

Fluminense 3x2 Vôlei Bauru

São Cristóvão Saúde/São Caetano 0x3 Dentil/Praia Clube

Renata Valinhos/Country 0x3 Vôlei Nestlé

- Depois da derrota para o Sanca, não seria de surpreender que o Minas se complicasse contra Pinheiros. Mas para alívio da torcida, a vitória veio para, pelo menos, encerrar o ano mais tranquilo.

- O Flu quase repetiu a derrota do primeiro turno para o Bauru. No fim, ao menos garantiu dois pontos que o confirmaram na quinta colocação, seis pontos a frente do Barueri. E com a vitória na rodada anterior sobre o Pinheiros e o tie-break contra o Flu, o Bauru conseguiu terminar o ano na oitava colocação. Veja a classificação completa aqui.

Comentários

Leozir Goncalves disse…
Oi Laura, gosto muito de suas análises, mas tenho que discordar um pouco. Concordo que o Barueri jogou abaixo do primeiro jogo, mas o SESC jogou bem melhor do que no turno. Teve uma maior consistência na virada de bola e contra ataques. Também, errou bem menos do que vinha errando. Sacou muito bem, tornando difícil a vida da linha de passe do Barueri. Agora, realmente, o Barueri não parece o mesmo.
Sergio disse…
Laura, boa tarde!

Gosto muito do seu blog, contudo, fico bastante chateado quando o SESC joga bem, vence com propriedade. O SESC anulou todas as jogadas do Barueri, deixou o time sem saida e mesmo assim, não foi o SESC que jogou bem, foi o Barueri que não jogou bem. Quando o Praia deu um baile no SESC, foi o Praia que jogou muito bem e anulou o SESC (assim você o disse). Por que sempre escreve assim quando é para com o SESC. Acho que o time jogou bem, o passe foi preciso e Roberto pode jogar com a bola nas mão quase sempre, isso foi importante para o SESC que joga com bolas rápidas.
Anônimo disse…
Laura, também discordo um pouco da sua análise... em relação ao time de Barueri:
Levantadoras: não falei especificamente pq ambas vem jogando mal. Ana Cristina péssima na precisão e Naiane há umas temporadas atrás fez Jaqueline rainha, fazendo 25 pontos por partida, e agora não acerta uma bola pra ela.
Jaqueline: pra mim, tem melhorado bastante. No passe é inquestionável a melhor do mundo e no ataque tem se virado com as iscas recebidas. Não tem Mt o que fzr...
Centrais: nenhum destaque, regularidade zero pra elas
Suele: melhor não comentar né?
Edinara: achei que fosse boa, mas tem decepcionado (claro, é nova e pode evoluir)
Dani terra: eu gosto, defende bem, passa menos mas pra mim não compromete.

Barueri no papel é um bom time, precisa entrosar. Skow jogando 70% já é melhor que a maioria dos times.

Falando do Sesc:
O time no papel não é absurdamente bom, mas pra mim, tem jogadoras que desequilibram a nível mundial mesmo. Não sei vocês mas pra mim Fabi e Juciely são SENSACIONAIS. A fico impressionado como China da Jucy é imparavel. É 100% de aproveitamento sempre. Incrível!!

Vocês acham que ela ainda pode ser convocada? Laura?
Mateus CS disse…
Sérgio, deixe um pouco de lado seu fanatismo pelo Rio. Tente ter uma visão mais ampla! Abç
Laura disse…
Leozir, a partida do Sesc foi mto boa mesmo, melhor do q a do primeiro turno. Acho q escrevi mal, para falar a verdade. O que quis dizer é q momento dele na competição era mais delicado do q no início por vir de atuações ruins, de estar mais exposto na linha de passe. E o Barueri não soube explorar isso.

Sergio, elogiei o Sesc. Falei q foi a melhor partida de Peña e Drussyla e que o time teve um bloqueio mto bom. Mas não dá para negar q o Barueri ameaçou mto pouco e deu muitos pontos em erros não forçados. Dentro do q se espera de cada equipe, o q destoou, para negativo, foi o Barueri, por isso o enfoque nele no post.

Anonimo, não tenho dúvidas de que a Jucy será convocada. Enquanto o físico dela permitir, acho difícil o Zé abrir mão dela.

Sobre as levantadoras do Barueri, acho q as duas estão com problemas de precisão, mas fico com dificuldade de fazer uma avaliação mais a fundo pq as coitadas não conseguem ter qq padrão de passe.
Anônimo disse…
PEÑA ISABEL foi a ponteira alta de força que vira bolas levantadas até de manchete que o SESC tem e o BARUERI não tem, ganhou o VIVA VÔLEI merecidamente!!!
Não é possível que tem gente que tem dúvidas ainda se a Juciely será convocada? Não imagino a seleção sem Juciely!
Jess disse…
Vi o jogo e o resumo que fiz é: Rio jogou bem e o Barueri mal, apenas isso.. por isso o 3x0 foi daquela forma;

P.S: vcs viram q a Carli Lloyd está inscrita no time de Barueri?
Luiz Felipe disse…
Jess, vi sim.

Imaginem Carli Lloyd, Skrowonska e Thaisa minimamente em forma para os play-offs? Vai ser interessante esse cruzamento nas quartas de final, que se daria hj provavelmente contra Sesc ou Nestlé...

Já o Minas contratou a Sonja Newcombe, ponteira passadora norte-americana, de 1,88m, que estava jogando na Itália. Confesso que não conheço seu jogo, mas o Voloch já saiu detonando a contratação e a diretoria do Minas.

Críticas a parte, acho importante o Minas contar com mais uma opção na ponta, já que Rosamaria e Daroit são muito inconstantes. Rosamaria joga uma partida boa, outra ruim; Pri, uma boa, duas ruins em seguida. Quando as duas coincidem num dia ruim, o Minas perde para qualquer equipe...
Sergio disse…
Laura, desculpe-me se fui um pouco duro nas palavras. Agoraentendi sua análise. Fico contente quando um blog interage tão bem com seus seguidores.
Matheus, sou torcedor do sesc sim, mas não deixo de parabenizar uma outra equipe que ganhar do sesc. Torcedor sim. Fanático nunca. Fanatismo é doença do futebol e o volei é familia.
Anônimo disse…
Laura, se um atleta tiver jogado por algum time efetivamente e pode trocar de clube na janela de transferência?
Jess disse…
Oi Luiz, baita contratação do Barueri, se conseguirem recuperar o físico ainda nessa temporada, vai ser interessante os confrontos nos play offs;

Sobre o Minas tb acho importante eles contre atarem mais uma ponteira (voloch fala mal de todas as jogadoras que não são do osasco), quem sabe tb isso ajuda a fluir mais o jogo da Macris que quase todo jogo ta bancando;

P.S: a Samara voltou pro Osasco tb, gostei, no momento que a Leyva tiver dificuldades no passe, ela deve ajudar
Anônimo disse…
Esse VOLOCH é o mais ridículo tendencioso que já existiu, peixe afilhado do Ary Graça, torce descaradamente para o Nestlé e detona e debocha de outros clubes, técnicos e jogadoras. Isso é fato!
Anônimo disse…
Essa ponteira que o Minas contratou é bem mediana, ela só vai entrar no jogo que a Rosa ou Pri não estiver bem, não acredito que uma delas vão bancar, acho que vai ser bom principalmente pra Rosa que é jogadora de seleção, ela tem que parar de ser irregular, quem sabe o medo de ir pro banco faça ela se dedicar mais.
Anônimo disse…
Tá na cara que a Newcomb veio para substituir a Rosamaria!
Laura disse…
Sergio, tranquilo, sua crítica foi bem vinda, um estímulo para fazer uma autoavaliação! ;)

Gosto mto da Lloyd, mas não me entusiasmaria mto se ela viesse para o Barueri agora. Seria mais uma jogadora se recuperando de lesão. Não sei, acho q não se tem tempo hábil para dar ritmo e o entrosamento necessário com tantas atletas chegando no meio do caminho e vindo de problemas físicos.


Anonimo, não sei te esclarecer agora sobre esta questão das transferências. Vou pesquisar.
Mineirim disse…
Concordo contigo Laura. Não entendi a saída da Érika. Melhor jogadora do Barueri em quadra. Érika esta jogando melhor que Suelen e Jaqueline e isso é uma vergonha para a dupla de ponteiras titulares que já são rodadas e muito experientes. Sinceramente a Suelen deve estar passando por um problema pessoal. Não tem explicação...
Renan Rocha disse…
Sinceramente acho que vcs não assistiram ao jogo ou estão com problemas na análise.... Jaqueline já está voltando a jogar bem, tem melhorado. Acontece que ela só tem recebido bolas ruins.... mtas bolas melada, mto curtas. Algumas vezes ela errou, mas.acho que o problema tem sido levantamento. E outra o fundo de quadra não tem sido Ela, tanto que os saques nem vão nela... E o que eu vejo é ela perdendo a paciência com o time as vezes amador diria... com erros infantis.
As centrais do Barueri são péssimas, só Saraelen que rodou e chamou jogo e Jucy voltando a voar em quadra.... mto efetiva no bloqueio e rodando todas no ataque