Expectativas frustradas


Paula Pequeno
Antes de começar a Superliga 17/18, fiz um post sobre o desmonte do Brasília (leia aqui), salientando como o time desviaria, nesta temporada, da sua trajetória ascendente dos últimos anos.

Pois o representante da capital federal venceu neste final de semana, por 3x2, outra equipe que também dá sinais de que não conseguirá evoluir da temporada passada para esta, o Vôlei Bauru. A diferença em relação ao Brasília é que, antes da Superliga iniciar, a expectativa sobre a equipe paulista era positiva, de que conseguiria, se não fazer uma temporada melhor, ao menos se manter como um participante competitivo na SL.
Só que a temporada do Bauru tem sido uma série de expectativas frustradas. Primeiro, a renovação da líbero Castillo e o reforço da atacante Martinez não se confirmaram. Depois, o treinador Marcos Kwiek, que havia confirmado a permanência, saiu do comando do time. Os principais reforços, Paula, Helô e Palacio, pouco acrescentaram – a Helô sequer é titular. Juma, a levantadora que tinha feito um temporada passada muito boa, não rende o mesmo. No Paulista, o time parou nas semifinais com uma campanha medíocre, apesar de ter sido um dos menos prejudicados, durante o campeonato, por desfalques para as seleções.

Na Superliga, depois de uma vitória importante contra o Fluminense, o Bauru perdeu para o Brasília, que, como se sabe, carece de ritmo e entrosamento, além de ter um elenco mais limitado. E, o mais grave de tudo, o Bauru tem feito atuações que não dão qualquer horizonte de melhora. A desculpa de que recém é a terceira rodada para uma equipe que vem treinando e jogando há mais tempo da maioria que disputa a SL não cabe.

Já era para o Bauru ter dado liga ou, ao menos, ter dado sinais de que há potencial de ser um time competitivo. Contra o Flu comentei aqui que vi muito pouco de bom ou promissor na equipe paulista que, primeiro, justificasse a vitória sobre o tricolor e, segundo, fizesse acreditar que o Bauru possa, pelo menos, ser um competidor interessante como na temporada anterior.

Comentários

l.mesquita disse…
Estranho essa derrota do BAURU para o BRASÍLIA, ainda mais porque o elenco do BAURU é, pelo menos no papel, muito melhor do que o do Brasília...
Creio que foi só um deslize e o BAURU venha a melhorar nas próximas rodadas. Assisti ao jogo BAURU 3X1 FLUMINENSE e pensei que a tendência do time era evoluir após essa vitória, jogadoras experientes e vencedoras o time tem, agora tem que jogar como time, afinal de contas o vôlei depende de conjunto e não de individualidades, tem que ser no coletivo a evolução!
L.MESQUITA disse…
Já era moçada... Se alguém tinha esperança de a Superliga ter um final diferente, já era mesmo!!! O SESC RJ acaba de contratar um reforço de peso: a gigante dominicana, braço de martelo, coice de mula, mão pesadíssima, a famigerada Yonkaira Paola Peña Isabel, uma das atacantes mais potentes do voleibol mundial!!! Com isso, o SESC RJ aumenta e muito seu poder de fogo com artilharia pesadíssima dos míssies de Peña Isabel.
Com PEÑA ISABEL, DRUSSYLA e MONIQUE o ataque pelas pontas do SESC RJ é duro de aguentar, ainda mais que as CENTRAIS do SESC RJ, JUCIELY, MAYHARA e VIVIAN são exímias atacantes também.