Malas prontas e grupo definido para a Copa dos Campeões

Zé Roberto seleção brasileira feminina de vôlei
O Brasil embarcou nesta sexta-feira para os Estados Unidos onde fará dois amistosos contra a seleção local. Os jogos servirão, para os dois times, como preparação para a Copa dos Campeões que começa dia 05 de setembro. Os encontros entre Brasil e EUA acontecem no domingo (27) e na terça-feira (29)

Do grupo brasileiro que disputou o Sul-americano, saíram de cena, como já se sabe, Macris (dispensada), Adenízia (que pediu dispensa), e, a novidade, Drussyla. Naiane e Saraelen substituem a levantadora e a central, respectivamente. Drussyla provavelmente será integrada à seleção sub-23 que se prepara para o Mundial, competição que acontece a partir do próximo dia 10.

Então a lista de 14 jogadoras do Brasil para a Copa dos Campeões ficou assim:

Levantadoras:
Roberta e Naiane

Opostas: Tandara e Monique

Ponteiras: Natália, Rosamaria, Amanda e Gabi.

Centrais: Carol, Bia, Mara e Saraelen

Líberos: Suelen e Gabi

*******************************
 
O bom é que o Brasil deve enfrentar nestes amistosos os EUA reforçado com suas principais jogadoras. Larson, Hill, Akinradewo e Adams se juntaram a base que disputou o Grand Prix para a disputa da Copa dos Campeões.
 
Uma das surpresas é a ausência da Kelly Murphy, que irá se dedicar neste próximo semestre a finalizar um curso na universidade. Assim, na posição de oposta, os EUA terão duas novatas: Annie Drews, que foi utilizada apenas na etapa final do GP, e Aiyana Whitney, pela primeira vez convocada. A levantadora reserva, Lauren Carlini, também é outra novidade no time. Ela entra no lugar de Micha Hancock, que foi banco da Lloyd durante todo o GP.

Mesmo com algumas novatas, os EUA, com os reforços, trazem a base vencedora do bronze olímpico em 2016 para o torneio final do ano. Ou seja, mais um teste forte para a semi-renovada seleção brasileira nesta temporada em que já enfrentou Sérvia e China com suas formações principais.

Comentários

Matheus disse…
É bonitinho ver o grupo se formando e criando vigor nesse ano de 2017, mas parte o coração que algumas terão que sair e provavelmente só voltarão em 2019 para a divisão Pan/Grand Prix devido aos choques dos calendários. Ou, com a nova fórmula do GP 2018 (de 5 semanas), Zé possa começar a rodar mais as 14 jogadoras a cada semana.

Com a volta de Garay, Thaísa, Dani Lins, Adenízia, Jaqueline, Léia e possívelmente Fabíola e Juciely para 2018, já perdemos OITO jogadoras nessa brincadeira. Por mim só voltam Garay, Thaísa, Dani Lins e Adê.

O mais delicado é o caso da Roberta se Dani e Fabíola voltarem bem para 2018, a menina vai ser chutada ao lado de Naiane e Macris (que já foi). Tem também Rosa e Drussyla, que podem perder espaço na volta de Garay e Jaqueline (que é intocável ao lado da Natália) e tbm tem Gabizinha. Com Thaísa e Adê fortes para 2018, cria-se uma disputa entre Carol, Bia e Mara (creio que as duas primeiras devem ganhar) e também tem as líberos, em que caso Léia volte, acredito que Zé possa dispensar Gabiru pq ele NÃO DESISTE de Suelen, que pra mim nem deveria ter sido convocada. Tínhamos Laís, Ju Paes, uma cambada de líberos novinhas que poderiam ser treinadas e aportarem mais regularidade durante esse ano de testes.

Torcendo para que esse grupo que eu me apeguei tenha sucesso em 2017 e que possam ter êxito na volta de tanta gente pra 2018. Rumo ao título da Copa dos Campeões!
Kamila Azevedo disse…
Apesar de ter vencido o torneio de Montreaux, o Grand Prix e o Campeonato Sul Americano, o grupo brasileiro, ainda mais quando comparado com outras seleções, na minha opinião, é fraco. Vamos ver como as meninas se saem na Copa dos Campeões, mas eu confesso que não espero muita coisa. O Brasil não será favorito para essa competição e, talvez, isso seja um ponto a favor das meninas, que jogarão sem a pressão nas costas.
L. Mesquita disse…
bom Dia Laura, a lista para o MUNDIAL SUB23, já foi fechada?
DRUSSYLA será imprescindível no CAMPEONATO MUNDIAL, é preferível ela jogar como titular na SUB23 do que ficar esquentando banco na COPA DOS CAMPEÕES, será muito mais produtivo pra ela e para o Brasil.
Perigo à vista no CONTINENTE:
1. FEMININO: ARGENTINA elimina o BRASIL no MUNDIAL sub18;
2. MASCULINA: ARGENTINA CAMPEÃ MUNDIAL sub 23 com o BRASIL FORA DO PODIUM!!!
Laura disse…
Mesquita, acho que ainda não, mas deve estar perto. Houve uma série de dispensas nas últimas semanas, como a da líbero Laís, do Praia.
L. Mesquita disse…
Obrigado Laura!
Yano o Chato disse…
Acho que o tempo da Fabíola já foi. Roberta não sairá mais da seleção. Evoluiu bastante e se adaptou ao estilo do Zé Roberto. Ela também faz a linha das levantadoras que ele gosta, caladas, que não reclamam e que fazem o que ele quer.

O Brasil quando pegou a China completa perdeu. Ganhou dos EUA e da Sérvia, mas elas não estavam completas.
kiki disse…
Yano o Chato vc está errado SÉRVIA estava Completa
Qual é o motivo para Hooker ainda não ser reconvocada na seleção norte-americana? A mulher está voltando a estar em forma e fez uma ótima Superliga. O que falta para ela ter uma oportunidade nesta seleção do Kiraly? Seria algum problema de relacionamento com o grupo/treinador?
Completa ou não o Brasil tb não tá né? A China vai ter a volta de outras, EUA tb. Acho que mesmo perdendo o Brasil saiu na frente na preparação pq esse é o grupo que o ZRG acha o certo. O que a gente precisa sempre cobrar é a utilização de jogadoras do sub-20 e sub-23. Renovar com galera de 26...30 não é renovação. Mas esse grupo ta se preparando bem.
Jess disse…
Dani ta grávida.. não sei quando começa o mundial.. e se vai dar tempo dela participar..
Yano o Chato disse…
Desculpe Kiki, não tinha visto a levantadora Maja Ognjenović e a líbero Silvija Popović em quadra no grad prix e que foram medalhistas de prata no Rio. Foi mal.
Laura disse…
Jess, é no final de setembro. Depois do q vimos com a Fabíola, dá tempo de sobra!

Wasley, pelo q se sabe foi um problema disciplinar, um atrito com o Kiraly. Ela quer voltar, mas ele sempre despista sobre esta possibilidade.
Jess disse…
Obg por responder.. ah então da tempo de sobra..
Matheus disse…
Gente, se bobear Dani volta até para o GP. Vai ter filho no começo de fevereiro. Jaqueline teve filho no fim de dezembro e já estava arrasando em agosto no GP de 2014.
Mantronix Inc disse…
Se o Kirally não quer a Hooker, bem q ela podia pedir a cidadania e jogar pelo Brasil.

Pela amor de Deus esqueçam Thaísa, a mulher não joga mais nada.
L. Mesquita disse…
Vc está coberto de razão, as duas fizeram muita falta para a SERVIA no GP... As liberos foram o CALCANHAR DE AQUILES da SERVIA e a experiência e o talento de uma craque como a levantadora Ognjenovic são desfalques consideráveis!
Yano o Chato disse…
É, L. Mas a Kiki acha que a Sérvia tava completa. O time sofreu no passe e em que planeta uma levantadora daquelas não faz diferença? Mas é isso.