quinta-feira, 8 de junho de 2017

O melhor time da SL 17/18?


Superliga feminina

O Praia Clube confirmou na terça-feira a contratação da oposto norte-americana Nicole Fawcett. Desta forma, o time mineiro define seu time titular. 

 
Mantém uma base com a Claudinha no levantamento e com as centrais Fabiana e Wal. Reforça as pontas com Fernanda Garay e Amanda, além de Fawcett, e traz Suelen para a posição de líbero.

Espera-se que, assim, corrija seu principal problema das últimas temporadas: o passe. Sei que na seleção, por enquanto, Suelen e Amanda não tem sido garantia de boa recepção. Ainda assim acredito que a dupla, juntamente com a Garay, promete uma linha de passe bem mais estável ao Praia do que a anterior com Tássia, Álix e Ramirez.

Fawcett é um belo complemento para a força ofensiva do time. Chega para esta segunda experiência no Brasil mais madura e fisicamente mais preparada para uma posição de grande exigência, mais leve e com maior potência de ataque. 
 
Só por curiosidade, vale lembrar que, quando esteve no Minas na temporada 2010/11, Fawcett jogou com a Claudinha. 
 
******************************

Com a Fawcett e sem indícios de que os demais clubes farão grandes investimentos, pode-se dizer que o Praia terá, no papel, o melhor time titular na Superliga 17/18: alto, agressivo ofensivamente e equilibrado.

A questão é saber se a Claudinha, com a orientação do Paulo Coco, saberá conduzir as peças corretamente. O time tem tudo para encaixar e dar à levantadora estabilidade e segurança. Não pode é ela ser o ponto de instabilidade e vir com as suas invencionices nos momentos errados.
 
De qualquer forma, o Praia mais uma vez chegará à SL cercado de grandes expectativas. Até agora, o clube não soube lidar com papel de favorito. 
 
O Paulo Coco também teve dificuldades em trabalhar com o Minas nesta situação na temporada passada. Em compensação, agora terá em mãos um time mais experiente e completo desde o início da SL. Talvez esteja aí o ponto da virada para o Praia.

9 comentários:

L. Mesquita disse...

Parece um GIGANTE sem CÉREBRO: esse é o DENTIL PRAIA CLUB com a CLAUDINHA levantando... Se a ANANDA for a titular posso até acreditar no PRAIA, porém com CLAUDINHA como cérebro da equipe, não dá não!!!

L. Mesquita disse...

Laura, já vi essa história outras vezes... Desde que a DENTIL assumiu o patrocínio do Praia, tem-se montado times pra ganhar CAMPEONATO, mas que na hora H cai pro BERNARDINHO... Foi assim que o PRAIA foi VICE da SUPERLIGA, do SUL-AMERICANO, da COPA BRASIL e da SUPERCOPA. Já vi Claudinha fazar muita M... em jogos contra o SESC RJ, perdi totalmente a confiança nela...

L. Mesquita disse...

As RAÇUDAS 🇦🇷 ARGENTINAS derrubaram a MURALHA DA 🇨🇳 CHINA!!! Mesmo com algumas CAMPEÃS OLÍMPICAS no elenco, as chinesas não conseguiram deter a VONTADE DE VENCER ARGENTINA. Ao contrário do conservador ZE, o técnico ARGENTINO foi corajoso e apostou em 2 reservas no TIE BREAK, justamente as jogadoras que ele usava na inversão do 5x1, a levantadora CLARISSA SAGARDIA e a OPOSTA TANYA ACOSTA. A ponteira YAMILA NIZETICH novamente foi a líder em quadra, craque de bola, ela faz jus a sua braçadeira de CAPITÃ!!! Quem diria a ARGENTINA primeira colocada num GRUPO com CHINA e HOLANDA??? Isso se chama RAÇA e CORAGEM de ousar!!! Parabéns ao técnico e às jogadoras!!!

Anônimo disse...

O Povo argentino são muito aguerridos. Os atletas se esmeram nas quadras e a torcida incentiva muito. Gosto de torcer pelo basquete e futebol argentino.Estão melhorando no vólei feminino. Foi um desrespeito a argentina Carolina Costagrande ter virado italiana.

Chandler Bing disse...

Praia Clube é sim o melhor time no papel, mais forte, mais experiente, com jogadoras que disputaram diferentes ligas pelo mundo, mesmo eu não gostando do trabalho do técnico Paulo Coco.

Se este time não ganhar a Superliga eu aposto na saída do patrocinador, pois nunca o Praia Clube investiu tanto.

Jess disse...

Bom dia pessoal.. desculpem o trocadilho ridículo, mas acho que o Praia vai morrer na praia..

Mas só achismo mesmo..

Evandro Mallon disse...

Isso me parece a mesma história que aconteceu com o Volei Futuro, quando Paulo era o técnico.Time recheado de estrelas, dentre as quais Fabizona, Stacy Shykora, Fernanda Garay e que morreu muito precoce.

Leonardo Lucas disse...

Del core tbm

Gilbert Angerami disse...

Time no papel não significa nada!
Até gostaria que o Praia entrasse REALMENTE na briga com Osasco e Minas para tentarem derrubar o RJ.
Só esquecem de uma coisa básica: conjunto, coletividade, psicológico (no feminino isso é foda) são características básicas dos times treinados pelo Bernardo.