Montreux - Brasil 2x3 Alemanha


Não demorou muito para o Brasil sofrer a sua primeira derrota na temporada. Logo na segunda rodada do Montreux, a seleção brasileira foi superada pela esforçada e combativa Alemanha.


Natália vôlei feminino seleção brasileira


O jogo foi bastante equilibrado – para o bem e para o mal. As duas equipes trabalharam melhor com a posse do saque e no bloqueio. Enfrentaram dificuldades no passe e virada de bola, além de cometerem erros bobos no ataque.

Porém, seria injusto se a Alemanha não saísse vencedora do confronto. Mais redondo, o time alemão teve muito mais volume de jogo e melhor qualidade e aproveitamento nos contra-ataques. Mesmo quando teve problemas na virada de bola, recuperou-se de forma mais rápida do que o Brasil.

Na seleção brasileira, os erros de passe tiraram o time da disputa em vários momentos da partida. O Brasil perdeu e deu amplas vantagens ao adversário no placar por causa da dificuldade na virada. Isso exigiu um esforço a mais da equipe, sempre em busca da recuperação no placar. E algumas vantagens concedidas acabaram, como se viu, sendo irrecuperáveis e comprometendo o resultado final.

Faltou à equipe saber se virar quando o passe não vinha perfeito. E defensivamente a seleção também deixou a desejar ao deixar passar bolas fáceis de recuperar e armar o contra-ataque. Passou o jogo inteiro sem conseguir marcar a primeira bola alemã que não tinha grande velocidade nem potência, por exemplo. 


*************************************

Ninguém esperava que o recomeço seria fácil e este início de temporada tem seguido à risca a expectativa.

O Brasil sempre se valeu do coletivo, de um conjunto organizado, da habilidade, da velocidade e do bom volume defensivo. Características que estão sendo difíceis para a equipe atual desenvolver. O difícil é apontar se isso se deve somente ao pouco tempo de trabalho e à falta de entrosamento ou ao perfil e limitação de algumas jogadoras.

*************************************
Pê ésse:

- Show de erros de Brasil e Alemanha, show de erros da arbitragem também. Erros primários dos juízes, incluindo os de linha, que desqualificam a partida e o torneio. Aliás, contra a Polônia a arbitragem também não tinha sido boa.

- Para quem está preocupado com a seleção nas mãos das jovens levantadoras Roberta e Naiane, a boa notícia é que a Macris foi chamada para treinar para o Grand Prix, juntamente com a Monique. O Zé Roberto havia anunciado que irá trabalhar somente com 16 jogadoras da lista de 24 inscritas
para a competição. Tinha minhas dúvidas se a Macris seria testada. Que bom que foi.

- Outra jogadora que deve ficar também para a disputa do GP é a Drussyla. Ao contrário da Edinara, ela não está na lista de convocadas para a seleção sub-23 que começa a se preparar este mês para o Mundial da Eslovênia que acontece em setembro. Provavelmente, a ponteira vai permanecer treinando com o grupo principal para depois servir a sub-23.

Comentários

Mantronix Inc disse…
Ta faltando Bloqueio p Brasil.

Nao sei q acontece com a Natália, por trás desses relapsos e imperdoáveis erros em momentos cruciais, parece q existe uma falta d motivação.

Drussyla provou q tem maior poder definição q Amanda.

Alemanha jogou praticamente com duas jogadoras a veterana Brinker e a Lipmann, faltou marcação.

Levantadora Alemã , enfim uma levantadora europeia boa, a altura da Lo Bianco, toq refinado preciso e ótima distribuição.

Com exceção da Mara, nao vejo o Brasil com peças de substituição a altura das titulares nesse torneio.

Naiane não please.

Arbitragem amadora e o ginásio anos após anos continua com o teto baixo prejudicando defesas.
Camilla Paiva disse…
Entendo que não da pra exigir muito de um time que ainda não possui entrosamento, mas me preocupa pensar que esses resultados advém das limitações técnicas das meninas. Me pareceu também que faltou vontade, o time tava um tanto apático. Fabiana enquanto capitã está anos luz a frente da Natália. A Roberta não tem feito boas partidas, insistiu muito na Natália hoje, que estava com dificuldade em virar bola, tandara sempre aquela coisa, vai pro tudo ou nada e erra demais. Laura, na sua análise, a Amanda deve jogar como titular? Não achei que ela fez muita diferença hoje não. Se bem que nenhuma jogadora em geral se destacou nesses dois jogos sofridos.
Anônimo disse…
achei que quem tinha de fazer a diferença nas horas críticas era Natália e Tandara... as duas erraram muito, e Tandara ainda mais... Drussila provou que é decisiva novamente... Natália poderia virar oposta pois o passe dela prejudica muito... No mais paciência com o Brasil e que Tandara e Natália assuma mais responsabilidades e deixe de errar tanto como hoje...Adenizia contribuiu bem o Brasil... Aguardar a próxima formação de Ze. Alguém arrisca dizer quem entra de titular: Drussila ou Amanda... Acredito que será Amanda ainda..
Isa Costa disse…
Gostei a hora de perder é agora mesmo, que venham outras derrotas esse ano, é bom para o time evoluir e calejar um pouco as jogadoras mais jovens.

Se as veteranas Natália e Tandara tiveram um dia péssimo hoje, não podemos esperar muita coisa das novinhas né. ZR fingiu que não estava vendo a Natália prejudicando o time, se fosse Drussyla ou Rosa daquele jeito ele tirava na hr. Deve ter ficado com vergonha de tirar da quadra a capitã do time kkkkkkkkk.
Isa Costa disse…
Só um detalhe, Amanda dá prejuízo no passe e na defesa, e Fernanda Tomé só tem tamanho,não joga nada, me lembrou Joycinha.
Gilbert Angerami disse…
Continuo dizendo que meu sonho é ver a Natália jogando de saída na seleção. Somente assim ela irá desencantar com a amarelinha, posso apostar.
Sem Garay e Gabi acho difícil segurar o passe.
Esperança com a Macris treinando para o GP. Adoro a Roberta, mas tá foda!
Laura disse…
Camilla, tenho a mesma preocupação qto à limitação das jogadoras. Eu manteria a Amanda pelo menos por mais uma partida. É que ela é a única jogadora deste grupo com potencial para melhorar o passe e trabalhar mais a bola no ataque. Nesta formação "imexível" do Zé, com Tandara de oposta e Natália, acho q ela é que melhor compõe.

Não vejo, na verdade, a Amanda como concorrente direta da Drussyla ou da Rosa. Apesar de achar q a Drussyla pode melhorar no passe, ainda dá mto prejuízo na recepção. Neste jogo, compensou com o bom ataque. Mas preferia ter visto ela e Drussyla juntas, o que só foi acontecer no final do tie-break.
Chandler Bing disse…
Não consigo ser hater da Natália, até que eu gosto dela.
Mas tem horas que da uma raiva absurda dela. Zé Roberto passa muito a mão na cabeça dela, tem uma paciência absurda que eu não o vejo tendo com nenhuma outra. Natália só errou no tie break, onde ela só estava recebendo aquela quantidade de bolas porque era o que a Roberta podia fazer, empinar pra entrada, já que passe não existia. Zé Roberto esperou ela errar tudo e mais um pouco pra poder finalmente tirá-la de quadra e o time mostrar reação, que poderia sim ter sido uma vitória se ele tivesse sacado ela antes.

Natália é excelente jogadora, mas assim como a Dani, as vezes mostra uma má vontade absurda.
Meu, chá de banco nela, porque ser titular só pelo o que faz nos clubes e chegar na seleção não render do mesmo jeito, não da.
Rodolpho Francis disse…
Cade o L. Mesquita pra vir defender a Amanda? rs
Gente eu não pude assistir ao primeiro jogo, mas pelos comentarios entenndi que a Roberta só levantou jacas. O que voces acharam? Nesse ultimo jogo eu não achei que ela foi ruim, acredito que as atacantes devem parar de enfrentar o bloqueio e trabalhar mais a bola. A impressão que da é que as atacantes querem virar a bola de qualquer lugar da quadra(like PP$ e Mari, em 2008). Hoje achei que a Amanda foi ruim, a Natalia não está bem(apesar de pontuar bastante), a Drussyla tem sentido a pressão de defender a seleção, a Tandara acerta uma e erra duas, as meios são regulares mas não chegam aos pés de Fabiana, Thaisa, Jucy e Wal. Gosto da Suelem, mas queria ver a Gabiru. Pro próximo jogo gostaria que o Zé colocasse a Edinara de Titular, na saída. Não que ela vá resolver mas gostaria de ve-la jogar um jogo inteiro.
Concordo com o Gilbert, sem Gabi e Garay pra equilibrar o passe e sem a Jucy pra decidir vai ficar dificil para o Brasil.
Yano o Chato disse…
Eu já bati o martelo e já estou conformado. Não vi nada de mais, nada diferente do que essas jogadoras costumam fazer na superliga, por exemplo. Natália sair na hora decisiva foi demais. Dá impressão de que ela não queria estar ali. Acho que queria ter pedido licença por ter jogado mais do que as demais e ter sido exigida mais que as demais também em tantos campeonatos na Europa. Mas ela é a capitã e liberando Garay, Dani, Thaísa e Jucyele, não dá. Ela teve que ficar, mas não sorri em quadra, com cara feia o tempo todo. Mas é aquilo mesmo atacando no meio da rede, isolando a bola, atacando pra baixo no bloqueio. Isso é velho dela.

Vou discordar do L. Mesquita: Amanda está longe de ser uma Jaqueline, especialmente no fundo de quadra. Consistência 0. O passe do Brasil parece uma loteria. A melhor levantadora é a Suelen. A Roberta hoje este terrível como nunca (ou como sempre). E olhem que estão deixando os dois toques correrem solto. Ontem contra a Polônia rolou um apito amigo em favor do Brasil, hoje foi para os dois lados.

Vamos nos acostumar a ver isso. Acreditem. Tenho cantado essa pedra há tempos. Talvez nem com Thaísa, Garay e Jucyele dê jeito. Espero mesmo que surja uma luz no fim do túnel.

Outra coisa que me chamou a atenção. Acho de todas essas novatas que a Edinara é a melhor. Seu aproveitamento de ataque beira os 100%, desde os jogos com as dominicanas. Mas por incrível que pareça, em toda inversão 5x1 Naiane não levanta nenhuma, eu disse nenhuma bola para ela. Não sei o por que. Queria muito entender. Queria que alguém reassistisse o jogo da Alemanha e notasse isso. O jogo té ruim, com a virada de bola empacada, o Zé faz a inversão para abrir a rede e ter outra opção da ataque e a Naiane vai e enche a Natália, que não tava virando, de bolas?!?!?!?!?!?! Quem vai entender. E a Edinara lá figurando.

Por último a Tandara com o aproveitamento de sempre: faz 20 ´pontos para o Brasil e 15 para o adversário. Assim fica difícil.

Não dá pra comentar muito da Drussyla porque algumas coisas estão muito confusas ainda.

Vamos ver Macris, Juma, Monique, Bia, Mara. Tomara que joguem.

Morro na tese de que Lorenne deveria estar aí.
Joao Ismar disse…
Em alguns momentos me peguei torcendo para o time da Alemanha, sempre gostei da "vontade" que elas mostram em quadra, parece que jogam felizes, não sei ao certo, é parecido com o time da Tailandia, elas tem uma vontade a mais de jogar. E pelo lado Brasil, Natalia visivelmente desmotivada e a Roberta com aquela cara de quem está fazendo as coisas de forma obrigada. Esta seleção não parece a seleção brasileira, estão apáticas em quadra, não reconheço nem a Adenizia em quadra, que sempre foi uma das mais vibrantes. Tandara fez muitos pontos, mas se descontarmos a quantidade de erros, deve ter ficado zerada.
Não sei até que ponto é contribuição da Roberta, mas a quantidade de pingos está preocupante, contra um adversário um pouco mais organizado vai ficar difícil.
Eu achei que a arbitragem da SL tava ruim, mas a dupla deste jogo se superou.
L. Mesquita disse…
Mesmo sendo a mais nova, DRUSSYLA é a atacante mais INTELIGENTE da SELEÇÃO, provavelmente por ter começado a carreira no vôlei de PRAIA, ela se tornou mais versátil no ataque... Laura, porque DRUSSYLA não está na CONVOCAÇÃO da SUB-23??? LORENNE e EDINARA estão na lista da SUB-23, mas DRUSSYLA não... Acho que DRUSSYLA é muito nova pra queimar etapas e não disputar o SUB-23, ela precisa JOGAR! Entre ficar no banco da seleção ADULTA e ser a principal jogadora da SUB-23, é preferível que DRUSSYLA jogue! E depois venha com tudo pra seleção principal! A não ser que o ZE pense em eftiva-la logo como titular na principal, mesmo assim, acho importante DRUSSYLA disputar o MUNDIAL SUB-23. A GIGANTE MARTINEZ, que já é uma jogadora INTERNACIONAL, atuando na EUROPA e titular da REPÚBLICA DOMINICANA, disputará o MUNDIAL SUB_23, logo DRUSSYLA deveria fazer o mesmo.
HOLANDA conseguiu ser a PRIMEIRA ELIMINADA de MONTREUX, com duas derrotas consecutivas para ARGENTINA e CHINA, vai só cumprir tabela contra a SUÍÇA. Com isso, a ARGENTINA, em sua primeira participação em MONTREUX, já conseguiu ir pra SEMIFINAL, pois só por uma tragédia impensável as raçudas ARGENTINAS perderiam para as INEXPERIENTES SUÍÇAS... A INEXPERIÊNCIA SUÍÇA, em grande parte é culpa do principal clube suíço, o VOLERO ZURICH, que em sua história contratava jogadoras do MUNDO INTEIRO, mas não deixava as próprias suíças jogarem, porém, para a próxima temporada, a federação Suíça de vôlei, deu um basta nisso, e o VOLERO ZURICH terá que por as suíças pra jogar!!!
L. Mesquita disse…
Laura, gostaria que o ZE testasse uma formação com DRUSSYLA e AMANDA nas pontas e testasse NATALIA na saída de rede, podendo revezar com a Tandara, o q vc acha?
L. Mesquita disse…
Laura, que tal se tivéssemos uma renovação no técnico da seleção??? Não me agrada nem um pouco essa mania do ZE de ficar trocando jogadoras de posição. A própria Tandara, em entrevista, constrangida na Rede TV, se mostrou desconfortável com a nova posição, e disse que teria q ter muita paciência pra se adaptar...
A mesma coisa serve pra posIcao de LIBERO, em vez de querer fazer SASSA e, agora, GABIRU, virar LIBERO, porque não dar uma chance pra quem jogou a TEMPORADA INTEIRA como LIBERO??? Acho também uma falta de respeito com as LIBEROS e OPOSTAS brasileiras verem o técnico da seleção brasileira querendo mudar jogadoras de posição e não dar oportunidades a elas q jogaram a temporada inteira como LIBEROS e OPOSTAS... Acho impressionante como as mesmas jogadoras rendem muito mais nas mãos do BERNARDINHO do que do ZE. As jogadoras do SESC RJ foram PRATA num MUNDIAL DIFICÍLIMO! VAKIFBANK, ECZACIBASI, VOLERO ZURICH E DÍNAMO MOSCOW são SELEÇÕES DO MUNDO, com as melhores jogadoras do PLANETA, são muito mais fortes do que essas seleções nacionais que estão aí em MONTREUX, e mesmo assim as jogadoras do SESC RJ foram PRATA... Mas sob o comando do ZE, elas nao rendem o mesmo contra essas seleções MEIA BOCA da MONTREUX... Enfim, pra mim, a melhor renovação no BRASIL seria a troca de TÉCNICO!
Jess disse…
Não vi o jogo, portanto não posso opinar sobre...
Apesar desses poucos jogos, estou preocupada.. senão abrirmos os olhos, capaz de cairmos no Grand Prix (sendo pessimista)

Vou reforçar o pedido do nosso colega Gilbert, Zé precisa colocar a Natália na saída e a Tandara na entrada...Gostaria também de ver as jogadores que estão no banco, jogando mais e não apenas entrar em 5/6 pontos

P.S¹: Espero MUITO que a Macris tenha chances no Grand Prix;

P.S²: Recepção precisa entrar em equilíbrio, vai ser difícil segurar alguns saques no GP, entraria com a Amanda;

P.S³: Zé tem que parar com essa mania de morrer abraçado com jogadora, se tá mal tira.. SIMPLES;
Gilbert Angerami disse…
Gosto muito das colocações e respeito dos amigos que participam dos comentários aqui.
Vcs conhecem algum fórum de discussões a respeito?

#natalianasaida
#tandaranaentrada
Ander disse…
Oi Laura,
Não entendo a implicância que algumas pessoas tem com o Zé, o cara é tricampeão olímpico, e erra como o Bernardo erra, parece que são favoráveis só ao Bernardo. A Roberta e a Carol duas que afrontam no Rio, na Seleção não conseguem render, pq jogar super liga é fácil. Agora o Zé está testando elas, dando chances, mesmo errando ele não tira elas, como não tira a Natália...Então, como as queridinhas do Rio não estão dando conta do recado, é descer o sarrafo no Zé. Gostaria de ver ele mudar só a Natália como oposta passadora, e Tandi como falsa ponteiro. Atacando só pela entrada sem passar, como a Gamova fazia na Rússia em seu auge.O que acha Laura??
Rah Silva disse…
Super concordo, porque não convocar liberos e opostas de ofício? A Ju Paes campeã sub-23 é ótima líbero, A Dani terra tbm. Opostas até hoje não entendo. Era pra ter chamado a Lorenne e a Bárbara pra fazer o trio com a Edinara.
O Problema da seleção é o técnico, não importa se ele é tricampeão olímpico se n convoca com inteligência. Passando vergonha com essas encantadoras podendo ter Macris e Claudinha. Passando vergonha no meio podendo ter Valquiria,Laus,Flávia e Carla. Perdendo em passe podendo ter a Vanessa Janke, Maíra, Paquiardi. O JRG não prioriza as melhores bem faz testes é quem ele quer e ponto. Tenho certeza que Edinara ta ai pq vai pra o time dele aquele velho clubismo dos tempos de Amil. Infelizmente.
Mantronix Inc disse…
Assim como a Lorrene, a Helô, Paula Borgo, Malu( Praia) e principalmente BRUNA HONÓRIO (Bauru) poderíam estar fazendo parte dessa seleção e fazendo a diferença.

Mundial sub-23 naõ devia existir. Boscovic e Ting Zhu com 21 já são melhores do Mundo.
No máximo um sub-21.


Suelen a melhora levantadora da Seleção atualmente. Adorei. É vero.
Laura disse…
Oi, Ander! Acho q não custa nada tentar e este é o momento para isso. A Tandara nunca jogou na seleção na posição em que mais se sente à vontade e não sei pq não dar esta chance a ela agora qd ela vive um bom momento e a seleção não está envolvida em nenhuma grande competição.

L. Mesquita, é tb uma opção a se testar. Teoricamente fica uma formação mais equilibrada.

Só acho que, independentemente dos nomes, é mto cedo para fazer uma avaliação justa das novatas. Tem gente já decretando o "fim" da Amanda, da Roberta. Calma. A Amanda teve momentos bons mesmo contra a Alemanha, a Roberta tb. Com o passe na mão no segundo set, fez uma boa distribuição e acelerou mais o jogo. Uma coisa é entrar num time ajeitado e com o respaldo de jogadoras experientes. Outra é entrar nesta confusão que está em que até aquelas q deveriam ser referência deixam a desejar.
L. Mesquita disse…
Concordo plenamente!!!
Yano o Chato disse…
O Grand Prix vai chegar e o Zé vai querer ganhar a todo custo para limpar sua imagem e aí adeus testes. Ele vai morrer com Garay, Natália (na ponta) e
Thaísa. As outras só para sacar ou numa inversão.
Rodolpho Francis disse…
Rah Silva, eu acho que a galera critica muito o ZRG(apesar de ser tri olímpico) porque ele não consegue tirar o melhor das jogadoras, como exemplo temos a Tandara que joga muito melhor na entrada de rede e ele ainda não fez essa formação. O Bernardo esteve em 4 finais olímpicas consecutivas e algumas jogadoras jogam muito mais quando estão sob o seu comando.
- Roberta na superliga 15/16:No Jogo 2 da Semi o Osasco não fez nenhum ponto de bloqueio
- Jucy sempre destroi jogando no Rio(primeiro com Dani, depois com Venturini, depois com Fofão e agora com Roberta).mas ela nunca apresentou o mesmo jogo na seleção, apesar de jogar muito.
- Natalia nem preciso comentar da melhor jogadora da superliga 2015/2016
- Carol tem caído de rendimento no Rio, mas nas semis contra o minas e no mundial de clubes lembrou a "velha" Carol que conhecemos.
Obs: Apenas Fabi e Gabi são constantes e jogaram/jogam do mesmo jeito na seleção.

Obs²: Tambem gosto muito de ver a Alemanha jogando, assim como a Tailandia e o Japão. Elas jogam com muita alegria e vontade.
Rah Silva disse…
Jucy nunca apresentou o mesmo jogo na seleção? Hã? Tu assistiu o Grand Prix 2015, 2016? Fora em tantas outras oportunidades que A Jucielly mostrou que tem fibra pra ta ali.
Acho q Carol essas coisas todas não por todo histórico de bloqueio e atuações na superliga Mara tinha que está de titular com a Adê.
Rah Silva disse…
O JRG da muita bola fora tentando fazer as adaptações dele. vulgo ponteiras como opostas e Libéros. Isso dificilmente vai rolar assim sem testes, do nada. E a jogadora nunca vai dar o seu melhor numa posição que não se sente confortável.