Há muito trabalho pela frente

Brasil 3x1 República Dominicana

Seria pedir demais, em um início de temporada e com uma nova formação, que o Brasil do primeiro set durasse o jogo todo. O restante da partida mostrou que há muito trabalho pela frente para o time brasileiro encontrar uma regularidade e fazer seus sistemas ofensivo e defensivo se encaixarem.

Na primeira parcial, a seleção, um pouco melhor entrosada do que no primeiro encontro, apresentou maior fluidez na virada de bola e nas transições entre defesa e contra-ataque. Além disso, teve com todas as suas jogadoras passagens boas no saque. Se é verdade que a República Dominicana ajudou dando inúmeros pontos em erros, principalmente de saque, o Brasil, ao menos, fez bem a sua parte.

Só que o Brasil não conseguiu manter este padrão no restante da partida. Primeiro porque ele mesmo começou a cometer muitos erros de graça. Segundo, a Rep. Dominicana, encaixada no saque, deu muito trabalho à linha de passe brasileira. Tanto que Léia, que tinha começado a partida, teve que dar lugar à Suelen. 



****************************

Ao contrário do primeiro amistoso, a dificuldade que o Brasil apresentou na virada de bola esteve mais concentrada na má qualidade do passe do que na questão do entrosamento – que, obviamente, ainda falta.

Para mim, as formações eleitas pelo Zé para as pontas nestas duas partidas - com Rosamaria/Drussyla, Natália e Tandara - carecem de equilíbrio. Não consigo vislumbrar bons resultados a uma combinação que desestabiliza o passe e que coloca em quadra atacantes com características semelhantes e que costumam exagerar nos erros.

Aliás, é até surpreendente que o treinador, sempre tão apreciador das jogadoras de composição, forme uma equipe sem uma representante deste perfil na equipe titular. Achei um desperdício nestes dois amistosos o Zé ter restringido a participação da Amanda às passagens de saque.


Faz muita falta uma jogadora do estilo dela para equilibrar a responsabilidade entre a líbero e a Natália na recepção. 

****************************
A Rep. Dominicana, com seus inúmeros erros, pode não ter oferecido a resistência necessária para levar as partidas para o tie-break, mas algumas de suas características testaram pontos que deverão ser cruciais para o desenvolvimento deste time brasileiro no restante da temporada.

Com saque forte e bloqueio alto e pesado, as dominicanas dificultaram a construção ofensiva brasileira. Certamente o Brasil vai cruzar por aí afora com equipes com características semelhantes. Se defensivamente a seleção, acredito, tem potencial para crescer e encontrar maneiras para conter os fortes e gigantes arsenais estrangeiros, ofensivamente a situação me parece mais intrincada.

O fato de termos uma nova levantadora naturalmente deixa o processo mais complexo de se azeitar. Mas há muito a melhorar em todo o caminho: passe, levantamento e definição. Um processo que exige não só entrosamento (o qual o tempo deve ajudar) como também uma melhor adequação das jogadoras às suas posições e qualidade individual. 

Comentários

L. Mesquita disse…
PREOCUPANTE!!! Eh isso o que posso dizer desses 2 "amistosos"!!!
1. Eh fato que se a REPÚBLICA DOMINICANA tivesse um técnico MELHOR, teria vencido FÁCIL os 2 jogos contra o BRASIL!!! KWIEK sabota muito o time, não cria um padrão de jogo, não orienta direito, enfim, só faz bagunçar o time!
2. Ficou claro que SUELEN tem que ser a LIBERO passadora da seleção e LEIA pode entrar pra defender, pois em matéria de passe a SUELEN tem mais qualidade que a LEIA.
3. AMANDA está numa fase muito melhor que a JAQUELINE, quando entrou em quadra fez a DIFERENÇA, virou o TERCEIRO SET para o BRASIL... Mas o ZE NAO DA ESPAÇO pra ela jogar SEQUER UM SET INTEIRO!!! AMANDA poderia ter entrado de titular no QUARTO SET... Essa FALTA DE OPRTUNIDADES que o ZE tem com algumas jogadoras me dá nos NERVOS!!!
4. TANDARA deu uma entrevista CONSTRANGIDA para a REDE TV, dizendo que vai ter que ter PACIÊNCIA pra se acostumar como OPOSTO já que joga como PONTEIRA no CLUBE... Não dá pra entender essa insistência do ZE em insistir em uma troca de posições em que a jogadora se sente DESCONFORTÁVEL e diz q vai ter q ter PACIÊNCIA...
5. Senti falta da JUCIELY descendo a MARRETA, parece que ela está se recuperando de alguma contusão, mas ela é FUNDAMENTAL pra essa seleção...
Jess disse…
Bom dia pessoal;

Impressão minha ou a Natália tá jogando numa preguiça? Também não entendi o Zé não utilizar a Amanda no time..

Suellen muito melhor que a Léia, quero ver como a Gabiru irá se sair de libero..

Carol foi bem ontem (tava inspirada)..Tandara fez aquelas Tandarices dela, mas no geral pontuou bem;

Na minha opinião achei que a Roberta queimou a Rosa em uma insistência sem sentido (mas ainda acho ela um patamar acima da Naiane pelo conjunto), a Drussyla entrou bem (menina já é realidade)..

P.S¹:Brasil precisa de mais um ciclo com a Jaque, não vejo HOJE quem possa fazer a função dela, pode ser que com o passar desse ciclo, apareça alguma, mas por enquanto espero que ela jogue esse..

P.S²: Em relação a levantadora, seu EU fosse o Zé, investiria nessas novas e continuaria com a Fabiola, pra mim o ciclo da Dani se encerrou... (Mas tenho quase certeza que o Zé vai querer levar ela)

P.S³: Que a Edinara seja mais testada..

Joao Ismar disse…
Achei os jogos tão ruins que nem assisti aos quartos sets. Estava com saudade de ver a seleção jogando e pelo visto só verei ano que vem no Mundial. Quanto às trocas de posição, pra mim é muito claro o objetivo do Zé, se a Tandara quiser jogar na seleção será como oposta, a falta de maior qualidade no passe pesa bastante. Gostei de ver a Natália fazendo algumas passagens pela saída, mas ela esteve irreconhecível em quadra. Rosamaria e Leia, a meu ver,sequer deveriam ter sido convocadas. Vamos aguardar a evolução do time, mas não me parece nada animador este início.
Chandler Bing disse…
Realmente hoje tem-se um problema que no passado foi facilmente resolvido, a falta de uma jogadora de composição de qualidade.

No ciclo pós Atenas 2004 se tinha Jaqueline e Sassá como as jogadoras de composição, quando necessário, Zé sempre utilizava ambas... com a saída da Sassá restou Jaqueline... mas desde a saída da Sassá não se pensou numa substituta pra Jaqueline, eis aí um problema.
Jaqueline já não é mais a mesma, e não acredito que seja uma simples falta de ritmo.

Eu não consigo gostar da Natália jogando na seleção, ela sempre me passa a impressão que está jogando na base do "migué", que não está fazendo tudo o que sabe. Quando ela jogava com o Bernardo e começava com essa má vontade, ela levava um pequeno sacode e voltava a se concentrar, mas o Zé parece que evita meter uma bronca nela.
L. Mesquita disse…
Boa tarde JESS... Eu vejo a AMANDA melhor que a JAQUELINE. Amanda foi melhor que a Jack não só no fundo de quadra, mas também pontuou muito mais no saque e no bloqueio que a Jack, inclusive ela foi a MAIOR PONTUADORA do Brasília na temporada... Sem falar q o SAQUE DA AMANDA faz muito mais estrago do que o da Jack!
Jess disse…
Boa tarde Mesquita..

Vdd, não tinha lembrado na hora da Amanda quando escrevi, problema é que não vejo o Zé dando rodagem pra ela.. ESPERO que dê..



Elaine da Silva disse…
O legado de Jaqueline é mto grande grande e ainda importante para o voleibol.Acredito que ela tengs sido uma das vitimas do inexplicável ranking na modalidade.Treinada ela tfm myo a dar dina .Amânda talvez depois de um pouco mais de tempo internacional e não ficando de reserva possa compor esse lugar com a Jaqueline. Que como disse Bernardino (já que todo mundo o acha o Cara)no início de 2017 "ela é um ponto fora da curva, vc não vai achar atualmente,melhor no mundo na posição .Rosamaria e RobertA se mereceme fora da seleção.TANDARA que se aguente com o ZRG pois esta em grande forma e não dá pra ficar fora da seleção.Natália é sempre uma icognita. .coração vem na boca. Sobre o jogo?adorei ..sempre lindo o uniforme da Republica Dominicana.
Jess disse…
Vcs viram que saiu a lista pro Grand Prix?
Levantadoras:Roberta, Naiane, Juma e Macris
Opostas:Monique, Tandara, Edinara e Tomé
Pontas: Drussyla, Rosamaria, Amanda, Natália
Centrais: Bia, Carol, Valquiria, Ade e Saraellen
Liberos: Gabiru, Léia e Suellen

5* lugar é lucro.. putz..
Chandler Bing disse…
Não acho que o problema da Jaqueline seja questão de Ranking.
Ela foi sim prejudicada pelo ranking na temporada 2014/15, naquela primeira passagem pelo Minas, que foi todo aquele drama e chororô que conhecemos. Daí na temporada seguinte, 2015/16, ela conseguiu o tão sonhado contrato que pagasse o que ela pedia e em um clube considerado grande, mas o time do SESI naquela temporada não deu liga. Por fim, na temporada 2016/17 a realidade é que nenhum clube brasileiro quis pagar o que a Jaqueline pedia. Ela não foi prioridade nas contratações de nenhum clube brasileiro. Não tinha nenhuma relação com ranking, era uma questão financeira, pois o que ela pedia nenhum clube não podia ou não queria pagar. Tanto que ela só assinou contrato com o Camponesa Minas pra jogar parte da Superliga com o time mineiro pagando o que podia pagar.
Entendo que é uma opção dela não sair do país, onde existem vários clubes interessados em pagar um ótimo salário pra ela.
Anônimo disse…
Tamo perdido
L. Mesquita disse…
Como a EUROPA fez bem a SUELEN!!! Voltou mais MAGRA, mais ÁGIL, mais PRECISA... Técnica SUELEN já tinha de sobra, acho que só faltava mesmo essa EXPERIÊNCIA EUROPEIA jogando com e contra as MELHORES DO MUNDO DO VOLEIBOL, que ela entrou em forma, melhorou o preparo físico e conquistou a vaga de titular DENTRO DE QUADRA na seleção brasileira. Nos JOGOS contra as DOMINICANAS, SUELEN se mostrou superior a LEIA e pôs a colega de posição no banco... E não vai ser mesmo a GABIRU que poderá competir com SUELEN, pois SUELEN está MIL ANOS-LUZ à frente de GABIRU na posição de LIBERO. Ainda bem que o Ze se tocou e convocou a dupla MM (MONIQUE E MACRIS) para o GP. Quem tem falado de Jack, quero lembrar que AMANDA tem feito a mesma função dela e MELHOR!!! AMANDA além de ter feito o FUNDO DE QUADRA melhor que a Jack na SUPERLIGA, foi a MAIOR PONTUADORA do BRASÍLIA, bloqueou mais que a Jack, além de ter um saque mais venenoso também... Substituta pra JACK tem, basta o ZE dar oportunidades para a AMANDA mostrar serviço...
Jess disse…
Sim... paneleiro demais
Elaine da Silva disse…
Legal esta informacao sua sobre a questao salarial.Acho que me a agua ainda rola nessa ponte. Renovacao tardía invoca ganhar tbm. Ninguem gosta de perder.A falta de clareza sobre o que realmente acontece, nos deixa vulneraveis no Ranking Mundial .Más ainda acho que tem lugar prá Jaqueline no equilibrio e ocupando o espacio do fundo da quadra. Amanda pode aprender máis.abrazos
Elaine da Silva disse…
A questao nao passa por elas terem feito una superliga boa ou nao.O fato e que esta competición nacional desmotivante nao pode ser usado como criterio internacional. Vimos no mundial de clubes. investimento entre as melhores do mundo e un verdadero rolo compressor.A Amanda e cía limitada jo gando superliga con jogadora con 1,70m. ..Olimpiadas de 2024 nao dará tbm.
.
MINEIRIM disse…
Acho que existe um preconceito muita grande ainda com a idade das jogadoras, logicamente muitas jogadoras não rendem mais após os 30, porém essa realidade mudou... Muitas jogadoras jogam em alto nível após 35, Waleska e Jucy por exemplo. Nunca fui fã da Jaqueline, porém sinto que ela precisa de uma temporada completa para voltar a render no ataque, no fundo de quadra é imbatível. Na OLIMPÍADA do Rio ano passado não concordei com ela no banco, Natália (a intocável e grande amor de Zé) só poderia ser titular como oposta no lugar de Sheila. Em minha humilde opinião ela tem espaço na seleção, logicamente o momento agora é testar, porém algumas jogadoras nunca são efetivamente testadas, somente convocadas...
Yano o Chato disse…
Não me achem radical, mas não gosto desse grupo. Acho-o fraco e sem poder de decisão e de sair de uma situação difícil, aliado à teimosia do Zé. Rosamaria, Adenízia e Leia, por exemplo, já estão aí há um tempo e já conhecemos seu jogo. Natália e Tandara nesse eterno desabrochar. Será que não são lagartas mesmo? Fico pensando naquele jogo contra a Rússia e na final de Londres, onde Sheilla e Jaqueline decidiram as partidas. Será que Natália e Tandara fariam aquilo? 5 ou 6 match points, da entrada, da saída, do meio fundo, do fundo pela saída, sem errar, ou pisar na linha ou atacar para fora ou na rede, ou ser bloqueada. Será que elas conseguiriam? Acho que não. Ainda bota a Tandara de oposta. É visível que seu movimento de ataque é deformado por ali. Não vai demorar ter uma lesão no ombro. A entrevista pra rede tv foi horrível, o constrangimento dela, tendo que aturar o Zé Roberto usar de seu poder e forçá-la a ser oposta. Pelo menos no jogo ela tem uma passagem pela entrada (que deve ser explorada muito, diga-se de passagem) e a Natália tá como ponteira um, que também tem uma passagem pela saída.

Zé morre abraçado com a Natália e com a Dani. No segundo jogo Leia estava errando todos os passes comprometendo o jogo, Natália começou a errar também, o Zé foi e tirou a Rosamaria que não tinha nada a ver. Não entendi.

Queria um time todo novo, dar chances para Tomé, Paula, Helô, Lorenne, Juma, Gabiru, Edinara, Drussyla, deixar jogar. Às vezes o Zé faz muita questão de ganhar jogos insignificantes ou campeonatos que já ganhou vários em vez de testar e dar experiência as jogadoras.

Digo mais, sem algumas das antigas, esse grupo aí não ganhará nada tão cedo. Garay e Thaísa são nomes fortes do time. A outra central tem que ser a Jucyele. Acho que fisicamente a Jaqueline não dá mais, nunca tá bem, nunca tá em forma, não entendo. Deixa Amanda jogar e assumir a posição. A Jaque já ajudou muito durante anos e deu sua contribuição deixando seu nome na história do vôlei brasileiro e mundial. Vamos dar a vaga para as mais novas, gente inteira, sem lesões e fortes fisicamente. E achar as altas, vamos em busca de altas.

Adoro ver as dominicanas jogar. A roupa delas é a melhor.
Yano o Chato disse…
Gente olhem nesse link, no minuto 14:30 entre outros. Isso é na Coreia. Eu fiquei encantado. E aqui a gente discutindo o desafio com a CBV.

https://www.youtube.com/watch?v=5mhipvouNVs

Voltem para comentar por favor!!
Yano o Chato disse…
Logo depois deste minuto que falei eles mostram de novo numa jogada de meio. Vale a pena ver.
L. Mesquita disse…
Bom dia LAURA e amigos! Fiquei animado com a convocação da MONIQUE e se eu fosse o ZE testaria a formacao MONIQUE,TANDARA e NATALIA, uma formação MODERNA com MONIQUE fazendo o papel de OPOSTA-PASSADORA como ela fez no SESC-RJ liberando a ANNE BUJS para o ataque. Fazendo o mesmo papel de OPOSTA-PASSADORA de MARRETT GROTHUES no FENERBAHC, liberando a KIM para o ataque. Com MONIQUE de oposta-passadora e TANDARA e NATALIA nas pontas, MONIQUE poderia ASSUMIRIA O PASSE e liberaria a a PONTEIRA que estivesse ma rede para ficar mais concentrada no ataque. ALEM DISSO, TANDARA se sente mais confortável na ENTRADA DE REDE, pois ela estava constrangida na entrevista da REDE TV dizendo q teria q ter muita PACIÊNCIA para se adaptar à posição de oposto... Então pq não apostar na MONIQUE que faz a posição de oposto muito bem e deixar TANDARA na ponta, adotando o mesmo estilo de jogo que NATALIA foi eleita MVP na TURQUIA??? Com NATALIA fazendo o papel dela mesmo no FENERBAHC, MONIQUE fazendo o papel da GROTHUES e TANDARA fazendo o papel da KIM... Eu apostaria nessa formação!!!
Anônimo disse…
Ate agora Adenizia, Carol , Roberta , Suelen e Tandara mostraram que estão prontas pata serem titulares. Agora as ponteiras nem tanto: Rosamaria : Ataque só amortece no bloqueio Passe: Ruim, Tomou ponto bobo.
Natalia: Ficando na maioria das vezes no bloqueio. Sacando bem.
Drussyla : Ta conseguindo se virar
Amanda: Zé tem que aproveitala por ser completa.
Gilbert Angerami disse…
Tô na área!!!
Insisto em ver a Natália na saída passando e a Tandara na entrada.
Léia pediu dispensa devido a problemas particulares. Se der certo vai ser interessante a Suellem passando e a Gabiru defendendo.
Gabi, Monique e Gabirú começam a treinar amanhã.
Jucy se voltar, somente nas finais do Grand Prix, ta com o joelho fusado e a Bia ainda esta lesionada.
Devido a instabilidade da Roberta seria interessante testar outras levantadoras.
Apostaria nessa formação para Montreux:

Roberta/Natália(passando)
Tandara/Drussyla ou Amanda
Adenizia/Carol
Suellen
Elaine da Silva disse…
Perfeito...
Elaine da Silva disse…
Concordo em gênero e grau.Realmente idade hj com a ciência. Preparação física e poupar jogadoras qdo necesario é longevidade certa. .Mas teremos que engolir esse ZRG.
Elaine da Silva disse…
Não consigo entender o que passa com a Natália. FIQUE SEMPRE COM O CORAÇÃO NA MÃO COM ELA NO ATAQUE