quinta-feira, 4 de maio de 2017

As novatas querem jogar




Recentemente a levantadora Giovana preferiu aceitar a proposta de ser titular no Fluminense a ser reserva no Sesc-RJ. Agora é a vez de Edinara recusar o banco do time do Bernardinho e buscar a titularidade no Barueri.

As jovens estão querendo jogar e isto é ótimo.
 
A oportunidade de trabalhar com o Bernardinho é muito tentadora e certamente a experiência seria enriquecedora, mas “por a cara no sol” não deixa de ser uma decisão acertada e corajosa, além de benéfica para a Superliga.

Numa Superliga normalmente pouco atrativa para as estrangeiras e para as próprias brasileiras de alto nível, ter as revelações nacionais assumindo papel de protagonismo, seja em qualquer time, é um componente que deixa a competição mais interessante. 




*****************************************

Para Giovana e para a Edinara, o melhor é que elas não somente terão uma continuidade como titulares como também darão um salto importante na carreira ao irem para times de “transição”. Ou seja, equipes que, provavelmente, ficarão no meio da tabela desafiando os favoritos. 


Lá elas terão maiores responsabilidades e pressão do que tinham nos lanternas Sesi e São Caetano, respectivamente, mas ainda não encaram o peso de defender o uniforme dos top de linha, o que é sempre mais arriscado e comprometer o início da carreira.

A mesma sorte, porém, não deve ter a Lorenne. A jovem, que se destacou no Sesi na última SL, deve ir para o São Caetano. Ela irá jogar como titular e sob o comando do grande Hairton Cabral, o que é ótimo. Mas fará, novamente, uma temporada em que não terá grande pressão. 


O fato de ser a melhor jogadora e maior pontuadora de uma equipe na rabeira, carregando o piano, tem seu mérito. No entanto, diz muito pouco se a jogadora sabe encarar com competência as horas decisivas, coisa que só se desenvolve jogando e passando por momentos assim. 

Lorenne combinaria bem com Fluminense. Um fôlego novo na posição, que complementaria a experiência da Renatinha, que renovou o contrato com o tricolor.

*****************************************
Falando em novatas que queremos ver em quadra jogando, a Paula renovou com o Osasco. Sei que a oposto deixou a desejar nesta temporada em diversos momentos, mas dou um desconto a ela porque acho que foi prejudicada pelas constantes trocas do Luizomar no início da SL. Acho que ele dava pouco tempo para a Paula tentar se recuperar nas partidas, já lançando mão da Bjelica a qualquer erro da brasileira.

Por isso, a Paula, como reserva ou titular, terá como principal objetivo na próxima temporada recuperar a confiança. Gosto da personalidade aguerrida que ela tem em quadra, aspecto que foi sumindo durante a temporada. Viu-se, principalmente na final da SL, como ela recuou na agressividade e na coragem que tinha apresentado no Pinheiros e no seu começo no Osasco.

Outra jogadora que foi destaque na SL 15/16 e sumiu na atual, a Helô, pode ir para o Bauru, o que seria um belo complemento para a equipe do Kwiek. Ela é outra oposto que precisa voltar às quadras para recuperar o ritmo e a confiança.

19 comentários:

Cleber disse...

Jogar com Bernardo para comer banco por anos como fez Amanda e faz Regis... Melhor a jogadora ir para um time menor que a deixe jogar. Decisão certeira dessas meninas. Regiane mesmo, meu Deus, acabando com sua carreira no banco do Rio.

Rah Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda Oliveira disse...

Com certeza jogar com o Bernardo ajuda na evolução do atleta. Só ver todas que passaram por ele e hoje estão em franco crescimente (Bruna, Mara, Lorenne...) e as que conseguiram até a titularidade como a Jucy, Carol, Drussyla, Gabi. Só não acho saudavel esses casos da Amanda ou Regis. O único caso justificável foi a Roberta pq ela estava sendo preparada para assumir e msm assim foram 7 anos na reserva. Tem que ter muita força.

Mantronix Inc disse...

Jogar com o Bernardo é fazer ESCOLA, são raras as jogadoras q passam por ele e não dão um UPGRADE, mas uma temporada no banco p/algumas jogadoras basta, faz bem Helô agora voltar a jogar.

Torcendo pro Sprncer Lee pegar o Minas !

Sergio disse...

Sinceramente, ela deu um tiro no pé. Não sei se o empresário dela achou melhor ela ir para o Barueri, mas se tivesse aceitado o convite feito pelo SESC, seria muito mais interessante, pois o Bernardo tem essa característica de fazer uma jogadora crescer na hora certa. Veja o que a Thaisa disse recentemente, que 90% do que ela sabe aprendeu com o Bernardo. Veja outras jogadoras como, por exemplo, Gabi, Jussy, Carol, Drussyla, foi sendo lapidada e hoje está jogando bem melhor que antes. Apenas fazendo um comparativo, muitas jogadoras que saíram e hoje estão em outros clubes ficaram estagnadas, veja o exemplo de Dani.

L. Mesquita disse...

Concordo SERGIO!!! A GIOVANNA eu entendo: ja foi lapidada pelo BERNARDO, ja treinou com ele no SESC-RJ e agora quer ser TITULAR, mas ja passou pela ESCOLA BERNARDINHO, porem, EDINARA BRANCHER ainda nao teve essa experiencia e, concordo que foi uma oportunidade perdida nao passar por essa grande escola...

L. Mesquita disse...

A DANI LINS parece q esta com preguica de distribuir o jogo, faz apenas o FEJAOZINHO COM ARROZ mandando a maioria das bolas pra ENTRADA DE REDE...

Gilbert Angerami disse...

No caso do Sesc, a Régis vai continuar (zona de conforto) e eles devem promover alguma juvenil ou contratar uma ponta mediana que tenha futuro. Pelo visto, a política do Barueri será a mesma de outros clubes: recrutrar jogadoras "bankeiras" e baratas, investir numa boa levantadora, e segue a gira.
FATO: Bernardo forma, ensina e ZRG põe em prática.

Sergio disse...

Pelo que vejo da Dani, é que nos times que ela jogou/joga, após a saída do Rexona, não a cobra como o Bernardo cobrava dela. Parece até que os técnicos tem medo de cobrá-la incisivamente. Veja que ela quase sempre está sorrindo nos jogos do Osasco, mesmo quando está perdendo. Veja o 5 set da final, reparem no semblante dela, enquanto a maioria estava com semblante triste/preocupada, ela estava sorrindo.

Antonio disse...

Alguém saberia dizer algo sobre o futuro da Bárbara, oposta ex-Pinheiros?

Cesinha disse...

olá ! gosto deste blogue pela capacidade dos participantes de enxergarem o que na verdade se passa coisas que nós torcedores e amantes de vôlei estamos vendo e querem nos fazer crer em outra coisa ,sobre os comentários das novatas como diz o texto gostei da visão do Sérgio nós dois aspectos ele está correto é sobre fazer a jogadora melhorar precisa de tempo uma temporada não dá para fazer muita coisa principalmente com estrangeiras veja os casos de Sara Pavan e dá Branca não me atreveria escrever o sobrenome dela sem copiar rs rs se a Anne ficasse mais uma temporada com certeza sairia do Brasil voando acho Bernardo acima dá média mais como todo ser humano ele tbm erra e para mim no caso da Amanda ele errou feio ficou com a atleta 8 anos e não sabia do potencial dela , que para mim foi a revelação do campeonato ! será que ela escondia o jogo ou ele nunca se interessou tenho essa curiosidade de saber de fato o que houve se alguém souber !

L. Mesquita disse...

Resta saber quem seria a tal "boa levantadora"... MACRIS recusou a proposta do Barueri, fechou com o Minas e, em represalia, o Ze convocou NAIANE e deixou Macris de fora... NAIANE foi uma das piores levantadoras da SUPERLIGA, vivia bancando pra KARINE, amarelando em jogos decisivos... Desde quando NAIANE pode ser considerada reforço? Ainda mais "de peso"?

Sergio disse...

Cesinha, obrigado pelo comentário.

Quanto a Amanda, ela se dividia entre a faculdade de Administração e o volei e o Bernardo entendia a posição dela. Ela não estava focada 100% no volei. Após a conclusão da faculdade, ficou o restante da temporada no Rexona e se mudou para Brasilia. Foi isso que ocorreu. Se ela tivesse se dedicado 100% como está agora, talvez o Bernardo tivesse tido a chance de ver o potencial dela. E acho que ele via, mas como ela ficava dividida entre os estudos e o volei, teve outras que passaram na frente dela.

Sergio disse...

Mesquita, boa noite!

E você verá o time de barueri quase todo na seleção. Como ele fez com Campinas, quando era treinador.

L. Mesquita disse...

Verdade Sergio! Ja comecou pela NAIANE, que nao teve merito NENHUM para ser convocada!!! Melhores levantadoras do que a NAIANE foram MACRIS, GIOVANNA, ANANDA e ROBERTA ... Mas Naiane sera treinada na SELECAO para servir o BARUERI, realmente eh a nova versao do FALIDO AMIL. Na epoca do AMIL, das titulares, o ZE so nao chamou a RAMIREZ e a VASILEVA pq nao eram brasileiras...

L. Mesquita disse...

O HOROSCOPO poderia dizer algo...

Sergio disse...

Bom ainda é o começo. Vamos ver o desenrolar das fulturas convocações. Mas sinceramente não o vejo separar seleção do time.

Cesinha disse...

valeu Sérgio ! eu tinha essa dúvida de como um cara observador como o Bernardo não havia visto isso , que bom que ele deixou ela fazer a escolha dela é não pressionou

Anônimo disse...

Ze ta esperto! Ta pegando aquelas chamadas: " Boas e Baratas ". Ficou assim ó: Naiane,Fran,Saraelen,Sara,Suelle,Edinara e Dani Terra. A unica runha ai é a Naiane, O zé convocou a Naiane e não a Macris por que ela não aceitou proposta do Barueri. E tirar a Naiane e colocar a Macris no Minas, foi a resposta do Minas deu pra Naiane: Tu é muito ruim. A superliga 17/18 promete.