36 anos e um futuro pela frente


Logo depois de anunciar as convocadas para o Grand Prix na última terça-feira, o treinador Zé Roberto se antecipou aos jornalistas e resolveu esclarecer, antes de ser questionado, a convocação da Jucy.  


A justificativa se fez necessária não por causa do desempenho, mas sim da idade da jogadora: 36 anos – a completar 37 ao final do ano. Jucy destoa do grupo de jovens chamado e da renovação pretendida pela seleção. Se pensarmos no ciclo olímpico que se inicia agora, ela chegará a Tóquio prestes a completar 40 anos.  

O Zé Roberto elencou uma série de qualidades da Jucy que, para ele, faz valer a pena o investimento, como o cuidado que tem com o físico, a “boa cabeça” e o bom momento que vive em quadra.

 ********************************

Normalmente, desaprovaria a ideia de investir numa jogadora que chegasse ao final do ciclo olímpico quase quarentona. A não ser que ela fosse uma Fofão, incomparável. 

Jucy não é uma Fofão, mas é um caso especial.

Ela faz parte de um grupo pequeno de jogadoras que conseguiu se manter bem fisicamente e bem no rendimento em quadra apesar da “idade avançada”. Na última edição da Superliga, o grupo de seniores foi composto por Wal, Renatinha, Fabizinha, Carol Albuquerque, Paula, Sassá, Karine, Gattaz e Arlene – esta última, a veterana mor.

Poucas, no entanto, teriam condições de se manter combativas em nível internacional, caso da Wal, da Fabi e... da Jucy.

E mais: o curioso da Jucy é que, ao contrário deste grupo de veteranas, ela foi ter o seu melhor momento na carreira justamente agora, depois dos 30 anos - algo que é mais comum e natural acontecer, aliás, com as levantadoras.

Impossível ignorar que ela foi a melhor e mais decisiva central da Superliga este ano; que, há anos, é a mais regular e confiável jogadora do elenco do Rexona, o melhor time do Brasil; que compensa com inteligência e velocidade os centímetros a menos que tem na comparação as gigantes estrangeiras; que, aos 36 anos, mescla com perfeição a serenidade de uma jogadora experiente com a disposição e o apetite por vencer característicos de uma iniciante.

Se tudo isso vai durar até Tóquio, eu não sei; mas é impossível dizer que a Jucy não tem futuro na seleção.

*********************************
Mais veteranas  

- Arlene desaposentou-se. É isso mesmo. A líbero mudou de ideia e vai jogar, ao menos, mais uma temporada. Permanece no Bauru.

-
Aos 38 anos, Francesca Piccinini continua colecionando títulos. Depois da passagem vencedora no Casalmaggiore em 15/16, quando, além de campeã, foi a MVP da Champions, ganhou seu quinto título da liga italiana, desta vez pelo Novara. Foi a 5ª melhor ponteira passadora da competição.

- Outra "lenda" italiana, a levantadora Lo Bianco está longe de parar. Deve deixar o Bergamo para defender o Casalmaggiore na próxima temporada, também aos 38 anos.

- Falando em transferências, mas não exatamente em veteranas, Massimo Barbolini saiu do Eczacibasi para o Novara. No time turco, assume o brasileiro Marco Aurelio Mota.

Comentários

L.MESQUITA disse…
O que dizer de JUCIELY, a não ser que ela é CRAQUE DE BOLA? A convocação ou não de uma jogadora não deve levar em conta IDADE e,sim,o QUANTO ELA ESTÁ JOGANDO. EXEMPLO:Entre as centrais convocadas para o GRAND PRIX, quem merece estar lá JUCIELY OU SARAELEN? Pra mim a resposta é muito simples, NÃO CONSIDERO IDADE, pelo o que apresentaram dentro de quadra JUCIELY merece estar dentro e SARAELEN não merecia a convocação... A mesma analogia eu levo para as LEVANTADORAS: ao meu ver, pelo desempenho em quadra, as melhores e levantadoras dessa superliga foram MACRIS,ROBERTA,JUMA,GIOVANNA GASPARINI e ANANDA, em matéria de distribuição, não avalio se a levantadora tem TOQUE BONITO OU FEIO,porque isso NÃO GANHA JOGO,avalio a distribuição,a altura e a qualidade do levantamento, a levantadora tem que se adaptar a atacante e não o contrário,se liga DANI LINS. NAIANE fez uma péssima temporada e não merecia estar na lista, concordo com a presença de JUMA,ROBERTA E MACRIS,mas não da NAIANE... JUMA e MACRIS não estão na lista de MONTREUX,o que acho injusto,parece demonstarar que ZE vi insistir em NAIANE e não dar muitas oportunidades para a MACRIS, por exemplo. Pra mim,o certo seria a MACRIS estar na MONTREUX...
Neide disse…
Bom Dia Laura, somente uma pequena observação, Juciely não chegará às Olimpíadas de Tóquio quarentona não. As Olimpíadas de Tóquio serão em JULHO de 2020,no meio do ano,quando Juciely terá 39 anos completados. Juciely só fará 40 anos no final do ano, em 18 de DEZEMBRO de 2020.
Laura disse…
Sim, Neide. Arredondei a idade de propósito, mas tens razão, já corrigi.
Jess disse…
Espero que ela esteja apta pra jogar em 2020 pq joga muito..
Yano o Chato disse…
Se tirarmos uma foto do momento, Jucyele é com certeza a melhor central brasileira em atividade hoje. A que está em melhor fase. Deve ser convocada? Sim, na minha opinião. Acho que trabalho e merecimento devem ser recompensados.
A questão que se apresenta com a idade é por quanto tempo ela poderá servir à seleção. Não há resposta, mas isso não deveria ser um problema. O problema existe porque nessa década toda, em que Jucyele não foi convocada, nenhuma central nova foi encontrada, ou trabalhada, ou testada verdadeiramente. Então ficou apenas Walewska, Fabiana, Thaísa e depois Fabiana, Thaísa, Adenízia, esta última, ao meu ver injustificada mente. Jucyele era pra ter ido a todas as competições no lugar de Adenízia, mas como não fazia parte da panela, ficou de fora.
Acho que tem que levar a Jucyele sim e se utilizar do que ela tem a oferecer, que é muito. Ela pode nos dar muitas alegrias e títulos. Mas outras centrais tem que jogar também: um set, um jogo, um campeonato, amistosos, treinar sem jogar. Não se pode fechar o grupo como foi feito até agora. Tem que testar todas as outras. A panela, os critérios e a mente fechada do Zé são os problemas.

E por falar em critério, Naiane só foi convocada porque está no Hinode. Este é o Zé Roberto. Macris não foi, ele não a chama. Simples assim. Mas no final sabemos que quem vai para Tóquio será a Dani Lins. Ela só não irá se ela não quiser. Vai jogar mal como vem jogando, não será orientada, e botará tudo a perder. Ponto.

É isso.
L. Mesquita disse…
Dani Lins??? De novo??? Nao pode ser!!! Soh se o ZE estiver louco!!! E a Fabiola??? Infelizmente, tenho q concordar contigo Yano...
Mantronix Inc disse…
Jucy tirou o lugar da Thaísa nas Olimpíadas do Rio com méritos, infelizmente ZRG só acordou pra isso no finalzinho do jogo contra a China. Jucy chegou pra ficar!
l.mesquita disse…
Cuidado com o MINAS!!! O MINAS se preparando para fazer uma temporada promissora, trocou de levantadora: NAIANE por MACRIS, um avanço e tanto no cérebro do time... E investiu em um técnico italiano,Stefano Lavarini,que começou a carreira aos 16 anos. Trabalhou com grandes técnicos e já treinou jogadoras de várias partes do mundo na equilibradíssima LIGA ITALIANA,já trabalhou inclusive com a CAMPEÃ OLÍMPICA-2016 Lang Ping,além de Luciano Pedula e Massimo Barbolini.Elogiado por Giovanni Guidetti,Campeão Mundial-2017 com o VakifBank. Lavarini já foi campeão da Copa Itália-2015,campeão da Liga Italiana-2011,terceiro colocado em 2013 e 2014,quarto colocado em 2017 e técnico das seleções de base italianas.Assim como o CRUZEIRO que investiu num técnico GRINGO e deu muito certo,o MINAS tenta seguir pelo mesmo caminho... Até agora o MINAS renovou com Hooker,a levantadora Karine,as ponteiras Rosamaria, Pri Daroit, Karol Tórmena,a central Mara e a líbero Léia.Talvez venha uma central GRINGA também... De qualquer forma,só o fato de ter contratado uma levantadora e um técnico à altura de um time que deseja ser campeão, já é um avanço e tanto.
Isa Costa disse…
Qual é o problema de vocês que querem Macris na seleção? Vocês já viram a idade dela? O ZR está pensando lá na frente, Naiane com 22 anos tem muito mais tempo para ganhar experiência e confiaça para servir a seleção do que Macris já aos 28.

Vocês tem que pensar nas próximas 2 olimpíadas no mínimo, Naiane tem potencial, só vai evoluir e se firmar se tiver oportunidade para isso, passar o sufoco que passou no Minas foi importante, assim como as próximas derrotas dela servirão de aprendizado, não existe milagre, não julguem uma levantadora de 22 anos pelo seu desempenho na superliga.
Anônimo disse…
o problema é que Macris foi a melhor levantador da liga 4 vezes seguidas e tem uma visão de jogo privilegiada..
O ze é paneleiro mesmo... Macros poderia conduzir a seleção brilhantemente... Um absurdo a sua não convocação. Assim como a não convocação da LORENE.
Sergio disse…
Eu, levaria a central Flavinha, de Valinhos, tem 1,97, precisa de um bom treinador, só isso, ela tem futuro.