terça-feira, 18 de abril de 2017

Quem leva a SL 16/17?


Sempre preferi que a final da Superliga fosse disputada numa série de cinco ou três partidas, mas entendo o apelo comercial, televisivo e até competitivo que a final em jogo único tem.

Uma só partida aumenta as chances do acaso e da improbabilidade, além de colocar o desafiante mais em pé de igualdade com o favorito – quando há esta diferença entre os finalistas.

O que importa é que, nesta edição, o Osasco, em qualquer das situações (jogo único ou série), teria e tem condições de acabar com a soberania do Rexona. 
 
*************************************

Concordo que as cariocas entram com um leve favoritismo por todo histórico, pela forma como crescem em cada decisão e pelo jogo mais redondo que apresentam.

Mas não compartilho da opinião de quem acredita que o Osasco entra nesta final com chances mínimas de conquistar o título. O desafio é quase do mesmo nível para ambas as equipes.

Acho que a equipe paulista tem elementos para responder à altura aos pontos fortes cariocas. Pode ser mais frágil no passe, mas é menos dependente de um jogo veloz. Tem boas sacadoras que podem retardar as jogadas cariocas e fazer com que outros dois bons recursos da equipe apareçam, o bloqueio e a defesa.

De certa forma, tem um tipo de jogo parecido com o do Minas e, pela sua agressividade no saque e no ataque, pode desestabilizar o Rexona. O lado negativo é que, exatamente por estes mesmos motivos (e assim como Minas), é bem menos cuidadoso nos acabamentos de jogadas e comete mais erros do que a equipe carioca. 

*************************************

Se fosse uma série, não tenho dúvida de que teríamos uma disputa tão equilibrada e qualificada como foi a semifinal de Rexona e Minas. Apesar de ter a vantagem de ser mais estável, o Rexona entraria desgastado na série final, o que poderia favorecer o descansado Osasco.

Na final única, a disputa continua imprevisível e, infelizmente, mais curta


21 comentários:

L.MESQUITA disse...

Se BERNARDINHO não estivesse no comando do REXONA, eu poderia até dizer que o NESTLÉ é favorito pelo investimento que tem, mas acontece que BERNARDINHO está na FINAL, e isso muda tudo!

Chandler Bing disse...

Na minha opinião não há favorito.
Osasco nessa temporada conseguiu se tornar UM TIME. Sabe aquela característica tão elogiada dos times que o Bernardo costuma montar? Pois é, nessa temporada eu me surpreendi com o Osasco por ter apostado em algo parecido, e mesmo tendo passado por alguns problemas durante a temporada chega nessa final com muita moral.

3×0 pra qualquer um dos dois na minha opinião será zebra.

Re Cs disse...

Na minha opinião os jogos que teve entre o Sesc e o Camponesa não vão superar essa final, minha torcida é para o Nestlé, mas acho que o Sesc leva.

George disse...

O segredo pra vitória do Nestlé é forçar o saque e minimizar os erros. Pra vitória do Rexona é a defesa, principalmente, pq fazendo isso faz com que osasco jogue mais e força o erro.

Alexssander Nascentes da Silva disse...

É notório que uma final de superliga não pode ser em jogo único. Esse expediente não leva em consideração a opinião de jogadoras, clubes e patrocinadores.

HAROLDO CALDAS disse...

Jogo sem favoritos. O Volei Nestlé me surpreendeu muito nesta temporada. Após trocar boa parte do time criou uma equipe bem homogênia e soube recuperar jogadoras que estavam meio que no limbo (Tandara e Bia). Terão uma missão difícil, pois perder a paciência com o Rexona é fatal para qualquer equipe. Um fato interessante que verifiquei hoje em outra página dedicada ao volei: Pensei que o Nestlé havia trazido apenas o Spencer Lee para a comissão técnica. Porém, vi que, à exceção do auxiliar imediato do Luizomar, todos os demais membros da equipe técnica foram substituídos. Penso que isto fez a diferença. Embora o Luizomar seja o técnico principal parece haver um trabalho mais consistente de toda a comissão, especialmente do Spencer Lee. Sempre valorizamos muito o trabalho do Bernadinho (eu sou um deles) e muitas vezes esquecemos de dividir o mérito com sua competentíssima equipe, há tantos anos junta no time do Rio de Janeiro. O mesmo trabalho bem feito em equipe parece estar ocorrendo no seu maior rival.

Julia Gomes disse...

Lembrando que alem do Minas o Osasco foi o único que conseguiu vencer o time de bernardinho nesta superliga e se não me falha a memória a Drussyla estava em quadra. Acho que não há favorito.

Joffre Neves disse...

Discordo e acho que o rexona tem 80 por cento de levar o título.Esse desgaste todo não vai mudar o percentual e muito menos o resultado da final.Enquanto o Bernardo estiver ainda de pé,não tem time que desbanque o rexona.Quem eu achava que poderia vencer já perdeu,agora é esperar pelo fim da temporada mesmo.

L. Mesquita disse...

Eu acho que essa equipe do NESTLÉ deve fazer um excelente MUNDIAL DE CLUBES,pois,a nível internacional,tem mais altura,e portanto maior alcance de bloqueio e,além disso,tem duas SÉRVIAS muito boas de bola:a potente Ana Bjelica e a precisa Tijana Malesevic.Porém,na Superliga,acho difícil ganhar do REXONA... Esse MUNDIAL será dificílimo,mas confio nas equipes do NESTLÉ e do REXONA,que estão no auge nesse momento.Como VAKIFBANK e ECZACIBASI já estão garantidos no MUNDIAL,a última vaga deve ficar com o Dinamo Moscow da espetacular dominicana Bethania de la Cruz.Espero que FABÍOLA se recupere a tempo da artroscopia,para poder jogar o MUNDIAL pelo VOLERO ZURICH.O MUNDIAL será no início de MAIO,logo após o término da SUPERLIGA.

Jess disse...

Não dá pra uma final de campeonato longo, ser decidida em apenas um jogo..

Sobre o jogo, acho o Rio favorito pelos motivos óbvios, mas acho esse time do Osasco bem mais voluntarioso do que os times estrelados das temporadas passadas e se conseguir encaixar o saque, pode complicar a vida do Rio..

Daria 75% pro Rio e 25% Pro Oz

Rodolpho Francis disse...

Analisando o percentual dos dois times eu diria que o Rexona é sim o grande favorito. No jogo do Turno o Osasco venceu, mas o Rexona estava sem Carol e Monique, Roberta e Buijs não faziam uma boa partida e logo doram substituídas por Camilla, Helo e Drussyla que jogaram muito bem, mas sabemos que estão muito abaixo das titulares.(Drussyla até então não havia desencantado na temporada). No returno, o Rio veio completo e foi um atropelo(3x1, acho).
O Osasco depende muito da Tandara e eu não acho a Malesevic uma boa passadora(ela pode ser a melhor passadora da Servia, mas ainda erra muito. Sem contar o ataque dela, ela quase não sai do chão). Gosto da Bia. Pra mim os melhores confrontos serão entre Bia x Jucy e Tandara x Gabi.

Yano o Chato disse...

60% de favoritismo para o Rexona, devido ao conjunto, base, retrospecto e o Bernardo.
Mas Osasco pode sim ganhar.

Os grandes duelos para mim serão Tandara x Fabi e Gabi x Brait. Domingo a Léia vai aprender o que é ser uma líbero de decisão.

Yano o Chato disse...

60% de favoritismo para o Rexona, devido ao conjunto, base, retrospecto e o Bernardo.
Mas Osasco pode sim ganhar.

Os grandes duelos para mim serão Tandara x Fabi e Gabi x Brait. Domingo a Léia vai aprender o que é ser uma líbero de decisão.

Sergio disse...

Não vejo por ai, 60% para o rexona, acho muito. Vou continuar com 55% para o Rexona, por ser mandante, apenas isso. Vejo o Osasco muito bem na sua defesa, a linha de passe é falha, mas compensa com duas jogadoras que estão virando muita bola a Tandara, apesar de não gostar dela, e a Bia. Tem em Paula sua opção imediata de reserva da oposta, isso é bom. Já o Rexona, conta com as titulares e só. O Bernardo sempre utilizou a substituição 5 e 1, porém com a Camila é impossível fazer isso, volto a dizer a Camila foi uma peça errada de contratação. Gostaria de ver Monique na como ponteira passadora e dar uma chance para Helô.

Lucas Rebouças disse...

Blog SUPER!! comentários idem,pessoas que curtem o esporte!!!!

Deivid disse...

Favorito é o Rio com cerca de 80% de chance, o Osasco com o jogo concentrado em uma jogadora fica vulnerável caso esta não jogue bem, o Rio tem um banco que faz milagre caso uma de suas jogadoras não renda, mas eu consigo ver o Rio sem Gabi e vocês conseguem ver o Osasco sem Tandara? Por isso acredito que o trabalho de marcação dessa jogadora será muito grande e com uma levantadora com uma distribuição limitada o Osasco vai virar presa fácil.

Joao Ismar disse...

Rio e Osasco são respectivamente o terceiro e quarto melhores times do Brasil. Praia tinha o melhor elenco mas não soube extrair o que cada jogadora tinha de melhor e as lesões ao longo da temporada enterraram o time. Minas pecou no levantamento e na demora da montagem do time, na minha opinião é o melhor time do Brasil, analisando-se o material humano. Pena que as levantadoras não acertaram a bola da Hooker e Leia tenha caído de rendimento tão drasticamente ao longo da temporada. Rio é o conjunto de sempre, com destaque para a temporada fantástica da Gabi. Osasco montou um time um pouco acima da média, vive um grande momento em razão do crescimento da Tandara, mas derrotas para o Pinheiros e para o Brasília demonstram que o time esteve apenas um pouco acima da média da SL durante a temporada, mesmo tendo passado em segundo na classificação está abaixo dos outros grandes. Num confronto melhor de 5 acredito que o Rio levaria o título com certa tranquilidade, mas final em jogo único não há favoritos. E o time carioca sabe bem disso, já que perdeu a final do Carioca para o modesto time do Fluminense ano passado. Acredito ainda que as peças chave para a grande decisão serão as levantadoras. Gabi e Tandara estarão bem marcadas, logo Jucy/Bia e Monique/Bjelica deverão ser mais acionadas pelas respectivas. Certamente a disputa Fabi/Brait será interessante, a primeira sempre cresce e decisões e a segunda vem recuperando o seu melhor vôlei. Por fim, completando a análise Malesevic e Drussyla devem ser coadjuvantes e Carol/Natália devem se concentrar em ajudar o time, já que nenhuma das duas faz uma temporada excepcional.

Paulo Roberto disse...

Ainda acho que o Rexona é mais favorito porque nas horas de pressão o time de Osasco costuma se perder e não encontra saídas. Coisa que não vemos acontecer com o Rio.

L.MESQUITA disse...

A PANELEIRA da DANI LINS está pessimista e anda dando a dica que vai sobrecarregar TANDARA,mais uma vez,na semifinal:''Eu, particularmente, gostaria de uma melhor de três em uma final porque você tem que estar muito no dia em um jogo único. E se você não tiver? Se minha jogadora de segurança não está no dia, eu perdi minha opção de força'',disse Dani Lins já querendo justificar uma eventual derrota para o REXONA.A Dani Lins esquece,ou tem medo,ou tem preguiça de usar sua oposta BJELICA de 1,90m? E as centrais BIA e NATÁLIA que atacam muito bem? E a ponteira MALESEVIC? Tudo tem que ser concentrado na Tandara, Dani Lins? Com um saque classificado como ''pedrada'' pela comissão técnica do NESTLÉ, BJELICA é uma bomba atômica se souber ser aproveitada por Dani Lins contra o Rexona-Sesc na grande final.Luizomar é só elogios para BJELICA:''Ela é uma jogadora que lança muito bem a bola,em projeção,com uma batida já quase dentro da quadra.Além disso,é grande,tem 1,90 m,e pega a bola com o braço estendido no ponto mais alto'',elogiou o técnico Luizomar de Moura,lembrando que BJELICA tem alto índice de acertos no saque forçado,errando muito pouco:''Essa regularidade lhe dá confiança para continuar forçando''.BJELICA acumula 23 aces e diversos passes quebrados em 184 saques realizados nessa Superliga que acendem um sinal de alerta para Bernardinho:''Me preocupa muito o saque da Bjelica,que tem mostrado o poder de complicar os ataques adversários,associado a uma capacidade de bloqueio muito grande''.Um exemplo recente do poder de decisão da Bjelica foi o terceiro set do terceiro jogo da semifinal contra o Praia.Graças a três torpedos nos saques de Bjelica,o Nestlé conseguiu virar de 23-24 para 26-24,acabando de vez que o ânimo do Praia,que acabou eliminado.Questionada se pode sacar ainda melhor,Bjelica deu uma resposta objetiva:''Claro: na final!''''Eu já tinha um bom saque antes e essa melhora é apenas fruto de treino.Treinamos muito aqui e focamos muito neste fundamento, pois sabemos que no vôlei o saque é uma das coisas mais importantes do jogo''.Resta saber se Dani Lins saberá aproveitar todo o potencial de BJELICA,ou se concentrará o jogo em TANDARA...

L. Mesquita disse...

Laura, o DENTIL Praia Club,com patrocinador forte e cheio do DINDIN pra ga$tar, aproveitou q REXONA e NESTLE estao muito ocupados com a FINAL e disparou na frente do mercado, montando um time pra ser CAMPEAO!!! Ja contratou Paulo Coco,as ponteiras F. Garay e Amanda, a líbero Suellen e a levantadora Ananda. Alem disso o DENTIL Praia, ja renovou com as centrais Fabiana Claudino, Walewska e com as ponteiras/opostas ELLEN e CARLA! Os primeiros a serem dispensados foram RICARDO PICININ e CLAUDINHA, q morreram abracados e foram responsaveis diretos pela eliminacao vexaminosa do Praia com um vergonhoso 25x11. As xiliquentas da Tassia e da Ramirez tbem nao agradaram a imagem do patrocinador DENTIL que nao quer associar sua marca a jogadoras barraqueiras e indisciplinadas. Alix, apagadissima na semifinal, tambem foi dispensada! Acho q a melhor jogada do Dentil foi a contratacao de ANANDA para o lugar de CLAUDINHA, Ananda eh mais segura, concentrada e nao gosta de firulas, ao contrario de Claudinha q gosta de aparecer fazendo firulas e peca na precisao! Com certeza Ananda sabera usar melhor o potencial de ataque de Fabiana e Walewska do que a Claudinha... Por enquanto, o time titular do Praia esta com Libero: Suellen, Centrais: Fabiana e Wal, Ponteiras: Garay e Amanda, Oposta: Ellen... O Dentil, com essas contratacoes, corrigiu os principais problemas do PRAIA: 1. Levantadora instavel, 2. Tecnico lento e inseguro, 3. Linha de passe iregular. O passe deu um salto de qualidade com AMANDA, SUELLEN e GARAY na linha de passe, alem do que ELLEN pode atuar tambem como OPOSTA-PASSADORA liberando GARAY para o ataque, qdo a Garay estiver na rede. Com o passe melhor e contratacao de Ananda de levantadora, eh certo q os adversarios sofrerao com o poder de fogo de Fabiana e Walewska... No banco, Paulo Coco demomstra mais seguranca para o time q o Picinin. Faco questao de escrever DENTIL em MAIUSCULAS, pois um PATROCINADOR q investe pesado assim, mesmo o time tendo sido eliminado cono foi, merece o nosso RESPEITO!!! O volei brasileiro precisava demais patrocinadores como o DENTIL!!! Acho q com esse investimento e com a mudanca de filosofia no PRAIA, esta se criando um time q tem tudo pra ser CAMPEAO!

Anônimo disse...

A Claudinha continua no Praia. As levantadoras serão ela e a Ananda do Pinheiros. O povo crucificou a Claudinha depois de suas atuações instáveis, mas eu ainda acho ela melhor do que a Ananda. Acho que ter a Ananda disputando a posição vai ser bom para que ela não se acomode.