Pouco equilíbrio, pouca emoção

As semifinais da Champions League prometeram mais do que cumpriram.

Pode-se dizer que apenas dois sets, um de cada jogo, fizeram jus ao equilíbrio e emoção que se esperava dos confrontos. 


******************************

Vakifbank 3x0 Eczacibasi

Partida na qual saque e recepção falaram mais alto.

Mas quem esperava agressividade do Eczacibasi tanto no saque como no ataque, se enganou. Foi o Vakif que pressionou a frágil recepção adversária e aproveitou-se da dificuldade ofensiva do Eczacibasi para cerca-lo no bloqueio e na defesa.

O Eczacibasi não encontrou a marcação sobre a Zhu enquanto a sua principal estrela no ataque Boskovic teve uma noite péssima.

O segundo set foi um belo retrato da instabilidade que persegue o Eczacibasi durante toda esta temporada – muito por conta da falta de segurança que tem na recepção. Depois de abrir uma vantagem de 8 pontos, levou a virada do Vakif. O único set que deu um tom de emoção a uma partida sem muita qualidade e equilíbrio. 

******************************
Imoco Conegliano 3x1 Dinamo Moscow 

 
Três primeiros sets de dar sono, em que somente um time apareceu em quadra. O quarto set até compensou o tédio dos anteriores, mas nos fez lamentar porque desde o início não tivemos o mesmo nível de disputa.

Acontece que o Dinamo acordou muito tarde para a partida. Ficou bastante perdido na marcação das jogadas italianas por causa da “moleza” do seu saque e, para piorar, penou para efetivar sua virada de bola.

Goncharova e De La Cruz tiveram que enfrentar dois obstáculos nos dois primeiros sets: as bolas baixas do levantamento e a forte presença do bloqueio italiano. Sem contar o volume de jogo do Conegliano que levou à exaustão o time russo.

Quando a partida parecia encaminhar para mais um 3x0, o Dinamo resolveu colocar seu saque para funcionar, o que tirou um pouco da velocidade do jogo italiano e favoreceu o seu bloqueio e defesa. Além disso, Goncharova começou a engrenar e assumiu o papel de resolvedora dos abacaxis no ataque. A lavada, desta vez, foi a favor do lado russo.

Finalmente no quarto set tivemos o equilíbrio esperado, com trocas de vantagens e emocção até o final. As duas equipes ali jogaram o seu melhor, mas o Conegliano foi mais eficiente no seu ataque. 

******************************

Teremos, assim como no ano passado, o Vakif na final da Champions enfrentando um time italiano. Mais uma vez, a equipe da casa tem como ponto forte o conjunto. Mas o Conegliano tem mais recursos de ataque do que o Casalmaggiore da temporada passada. Se não desestabilizar a recepção, a Skorupa põe todas as suas ponteiras para jogar com uma distribuição bastante equilibrada.

O Vakif vem também mais forte, com uma jogadora capaz de fazer a diferença. Mas terá que ser mais do que a Zhu para não perder novamente o título para um time italiano.

Comentários

Jess disse…
Espero que o Conegliano Tombe o Vakif...

Moscow ta de brincadeira viu.. agora vai ser difícil ir pras semis no mundial 😢😢
L.MESQUITA disse…
Resumo da ópera: venceram os times que tiveram um fundo de quadra melhor. Não adianta ter um poder de ataque fenomenal,se o passe e a defesa deixam a desejar, foram esse fundamentos,passe e defesa deficientes,que desclassificaram D.Moscow e Eczacibasi.CONEGLIANO conquistou a VAGA DA CHAMPIONS LEAGUE para o MUNDIAL,visto que o VAKIFBANK já tinha ganhado o CONVITE,e assim o MUNDIAL está completo com a ÚLTIMA VAGA conquistada pelo CONEGLIANO!!!
L.MESQUITA disse…
O voleibol russo está mesmo decadente... Nem só de ALTURA, ATAQUE E BLOQUEIO vive o voleibol moderno...
l.mesquita disse…
o CONEGLIANO joga com somente com uma DUPLA de passadoras cobrindo a quadra toda: a ponteira KELSY ROBINSON e a líbero MONICA DE GENNARO, o técnico DAVID MAZZANTI escalou 2 opostas SERENA ORTOLANI e NICOLE FAWCETT, que não participam do passe. Mas isso só dá pra fazer quando você tem LÍBEROS ESPETACULARES como MONICA DE GENNARO, BRENDA CASTILLO ou FABI, que dão conta de cobrir grande parte da quadra.
Anônimo disse…
To intrigado em saber porque a DE LA CRUZ joga com o cabelo preso (cóque) na Russia e com o cabelo solto fora da Russia.
Davi Perez disse…
Assistí os dois jogos, realmente deu preguiça nessa rodada de hoje, o jogo do Vank contra o Vitra foi chatissimo, nada de emoçao, Vank nadando de braçada, e a LARSON gente KD ela??? Sou fan da RASIC e ameeeeei os sorrisos dela hoje. Ja a outra partida, pra mim foi uma surpresa a vitoria do IMOCO já que o D.Moscou vem de vitoria contra o D> Kazan pela liga Russa. Veremos