Nem a Europa nem a Itália



A semana que era para ser de glória para o Conegliano acabou em decepção.

Apesar de ter chegado à final da Champions no último domingo, o time italiano, que sediava o Final Four, foi superado com folga pelo Vakifbank
na disputa pelo ouro.

Passado o sonho da conquista da Europa, o Conegliano engatou as disputas das semifinais da liga italiana. E foi eliminado pelo Modena nesta sexta-feira, após a segunda derrota, desta vez em casa, por 3x2.

O curioso é que o time, atual campeão italiano e líder disparado na fase classificatória, foi eliminado exatamente pelo Modena, equipe que levou duas lavadas do Dinamo Moscow na Champions 2017. O mesmo Dinamo que não viu a cor da bola na partida contra o Conegliano na semifinal do torneio europeu. 
 
**********************************

O Conegliano mirou num feito e acertou noutro. 
 
O time, que ansiava repetir a conquista surpreendente do compatriota Casalmaggiore no ano passado - quando venceu a Champions em casa, coincidentemente contra o mesmo Vakifbank -, acabou por imitar o rival nacional em outro aspecto: a eliminação prematura na liga italiana.
 
Logo depois de se consagrar campeão da Champions, o Casalmaggiore caiu nas quartas de final do italiano 15/16. Tudo isso também em menos de uma semana.

Parte da razão para a desclassificação prematura está no cansaço dos times que entram paras as eliminatórias nacionais desgastados pela exigência do Final Four europeu, quando enfrentam super times.

Mas o campeonato italiano tem esta particularidade da imprevisibilidade e do equiliíbrio que me agrada bastante. Aquela frase que gostam de repetir por aqui quando começam os playoffs dizendo que “é outro campeonato”, na Itália, ao contrário daqui, ela encontra total sentido. 
 
**********************************

O Modena, que terminou a fase classificatória em quinto lugar e eliminou o Bergamo nas quartas de final, dá o troco no Conegliano, time que o eliminou no ano passado justamente nas semifinais. 

A equipe de Brakocevic irá enfrentar na final o Novara, da veterana (e rainha da liga italiana) Picinini e da holandesa Plak, que bateu o Casalmaggiore.

O vencedor garante vaga para a Champions League 2017/18. A segunda vaga direta para a fase de grupos que a Itália pode garantir ainda está para ser definida pelo ranking da CEV assim como o número de times que participarão da fase qualificatória. 

**********************************
 
Depois da dupla eliminação (e sem Mundial pra disputar), o Conegliano começa um processo de desmonte. Além do treinador Mazzanti, que assumirá a seleção italiana, devem sair Serena Ortolani (esposa de Mazzanti), Robin de Kruijf e a levantadora Katarzyna Skorupa.

Em compensação, o time deve continuar o forte investimento, tanto que é o protagonista da maioria das grandes transações especuladas no momento. Kim Hill, Kosheleva e Egonu (que, dizem, interessa também ao Vakif) são alguns dos nomes sondados. 

Comentários

Jess disse…
Conegliano tombado dentro e fora de quadra..
Yano o Chato disse…
E quando eu digo que a Superliga é fraca sou rechaçado.
L.MESQUITA disse…
O Campeonato italiano é equilibradíssimo e qualquer das semifinalistas poderia ser Campeã. Mas o BALDE DE ÁGUA FRIA que o ARY GRAÇA deu nas meninas do CONEGLIANO, vendendo a vaga para o D.Moscow, acho que baixou a guarda do time do CONEGLIANO...ARY GRACA deu uma rasteira!!! Afinal, o sensato seria que o CONEGLIANO que eliminou o Dinamo Moscow na semifinal por 3x1, ficasse com a vaga no MUNDIAL, ja que o VAKIF ja tinha recebido o convite! Ninguem, em sa consciencia, iria imaginar que o QUARTO COLOCADO acabaria tomando a vaga do SEGUNDO COLOCADO da CHAMPIONS... Mas o ARY GRACA deve cobrado uma GRANA por esse convite e o Dinamo Moscow aceitou comprar a vaga... Ninguem na imprensa italiana achava que o Imoco Conegliano levaria essa FACADA NAS COSTAS! Quem deveria se ENVERGONHAR eh o Sr. Ary Graca da FIVB, por essa atitude sorrateira! Ja nao bastam os corruptos da LAVAJATO, tem brasileiro sujando o volei como dirigente...
l.mesquita disse…
Laura, LUIZOMAR fez sua primeira convocação do PERU. Ele poderia fazer igual ao KWIEK que trás DOMINICANAS para jogar no BRASIL e trazer duas PERUANAS para o NESTLÉ. dentre as melhores opções no PERU pra jogar no NESTLÉ estão as ponteiras/opostas: Ángela Leyva e Maguilaura Frías, a central Clarivett Yllescas e a líbero Vanessa Palacios.
Convocação do LUIZOMAR:Levantadoras: Alexandra Muñoz e Shiamara Almeida.Ponteiras/opostas: Ángela Leyva, Maguilaura Frías, Carla Rueda, Mabel Olemar, Coraima Gómez, e Jessenia Uceda, Patricia Soto, Raffaella Camet e Andrea Sandoval.Centrais: Clarivett Yllescas, Mirtha uribe, Andrea Urrutia, Daniela Uribe e Alexandra Machado.Líberos: Vanessa Palacios e Janice Torres.
Eu,se fosse o LUIZOMAR,tentaria trazer a dupla de ponteriras/opostas Ángela Leyva e Maguilaura Frías para o NESTLÉ, pois elas são muito versáteis e jogam em qualquer posição.
Joao Ismar disse…
L. Mesquita, a confederação peruana tem um bloqueio para jogadoras muito novas deixarem o país. Acredito que este é o único motivo que a jovem Leyva ainda jogue no Peru. Acredito que assim que a garota tiver idade suficiente para conseguir a autorização para jogar fora do país deva aparecer por aqui ou no vôlei europeu.
Edu disse…
Essa Angela Leyva é uma revelação, vai ser uma grande jogadora