sábado, 11 de março de 2017

Se não agora, quando?

Rexona-Sesc 3x2 Dentil/Praia Clube

Foto: Alexandre Arruda

“Se o Praia Clube não venceu hoje, vai ser difícil vencer em outra oportunidade”. Foi mais ou menos assim que o narrador Sérgio Mauricio encerrou a transmissão da partida entre Rexona e Praia.

Dizer mais o quê? 


*************************************

Era a melhor chance que o Praia teria para finalmente bater o Rexona. Sem Gabi e sem Monique, poupadas por problemas físicos, o time carioca se desestruturou.

Buijs ficou novamente exposta na linha de passe e nos lembrou o quanto é fraca neste fundamento. Drussyla não teve a regularidade esperada nem no passe nem no ataque. E Helô, substituta de Monique, levou toco atrás de toco.

O Rexona se aproximou muitas vezes de um show de horrores com seu passe espirrando para tudo quanto é lado. O time azeitadinho e comedido nos erros, se dissolveu nesta partida pela falta de entrosamento. 


Acontece que por pior e mais tosquices que o Rexona faça, ele não fica sozinho. O adversário o acompanha nas bobeadas e as comete nas horas mais impróprias.

E, como já comentei aqui, as coisas funcionam no Rexona na hora H. Aí a Drussyla fica segura no passe, a Roberta capricha no levantamento, a Carol acha um bloqueio desaparecido durante a partida inteira.

E, no adversário, acontece o contrário. A Ramirez falha no passe, a defesa deixa cair bola boba no deixa-que-eu-deixo, a Claudinha faz uma escolha errada no levantamento.

É como se o Rexona estivesse brincando o tempo todo, fazendo o adversário acreditar que irá vencê-lo, para, no momento final, puxar o tapete.
 
*************************************
Nestas circunstância, caso ocorresse, a inédita vitória do Praia seria repleta de "senões" e muita cautela. Mas definitivamente, quebrar o tabu, além de importante para a classificação, teria seu valor anímico.


No fim, o que poderia ser um up na moral do time acabou por afundá-la ainda mais. 

Foi a pior partida que o Rexona fez nesta Superliga. E ainda saiu vencedor.

Se o Praia não venceu agora, quando? 

20 comentários:

Anônimo disse...

Só o que fiz nessa partida foi rir ,que jogo mais feio do Rexona.
E o praia mais um vez ficou no quase . Depois do fim do quarto set eu me perguntei será que elas vão perder pra esse Rexona ? E SIMM elas conseguirem se tem uma coisa que o praia é o melhor é no quesito , melhor pior time contra o Rexona.

André Sena Mariano disse...

Laura, gosto demais de seus textos. São sempre muito bons e imparciais. Acho mesmo que o Praia perdeu uma grande chance. E mais do que isso, como bem disse a Walewska, ao final da partida, é inaceitável que um time com ela, Fabiana e Ramirez - todas com passagens olímpicas - se abatam desse jeito.
Acho que Anne deu um salto de qualidade muito grande. Óbvio que ela não é uma exímia passadora e jamais será, mas a evolução dela no ataque tem me impressionado.
Agora, eu não sei se é uma impressão minha, mas acho que Drussyla não passa a segurança necessária. Eu não consigo gostar do jogo dela: acho que ela, na hora do passe, faz aquela manchete bem alta, típica de jogo amador. E também me incomoda o fato de ela largar demais a bola, com aquelas parábolas que sempre tornam a largada dela defensável. Sei que ela ainda é nova e vai evoluir, mas não consigo gostar do jogo dela. A Helô também estava bem insegura e sem ritmo.
No Praia, eu ainda acho que um dos problemas passa pela Claudinha. É uma boa levantadora, mas, frequentemente, ela se perde na distribuição por querer ousar demais. A Ellen tinha acabado de entrar e, só porque deu certo ela levantar pra Natasha - fazendo um elemento surpresa - ela tentou isso de novo. Eu acho que ela se perde muito na empolgação.

Joffre Neves disse...

Quando o Praia Club vence o Rexona ?

R:Nunca,e isso serve pra Minas Tênis club,bauru...

L. Mesquita disse...

Laura, fiquei de queixo caido ontem! CLAUDINHA nao eh DIGNA das atacantes que tem e PICININ nao eh digno do ELENCO que tem! O melhor momento do PRAIA era quando JU CARRIJO entrava e punha BOLAS mais decentes de serem atacadas. O ultima BOLA DA CLAUDINHA, que fechou o jogo RESUMIU o que foi o DESASTRE CLAUDINHA na partida: MICHELLE se contundiu, ELEN teve que entrar de SOPETAO, no SUSTO mesmo... O banco de REXONA manda corretamente estrategicamente sacar na Elen. Elen cumpre seu papel e faz o passe na mao da CLAUDINHA... Ate aeh tudo parecia bem nao eh? Mas CLAUDINHA deixa sua marca e ACABA COM O JOGO! CLAUDINHA esperou a BOLA NA ANTENA pra ELEN dixando sua atacante SEM ANGULO, SEM OPCOES, ENGOLIDA POR UM BLOQUEIO DUPLO. Elen tentou desesperadamente dazer o que manda a CARTILHA e buscar a MAO DE FORA DO BLOQUEIO, porem CLAUDINHA pos a BOLA ESPETADA na antena e ao buscar a mao de fora a ELEN acabou nao conseguindo fugir da antena!!! Parabens CLAUDINHA, vc nao eh DIGNA das excelentes atacantes que tem! Parabens PICININ, prefere MORRER ABRACADO as bolas baixas e esprtadas da CLAUDINHA a dar chance a JU CARRIJO, vc nao eh DIGNO do ELENCO que tem!!!

Anônimo disse...

Parabéns pelo seu blog, muito bem escrito e com imparcialidade, ao contrário de outros blogueiros. Acho que há uma certa sindrome do "quase" no Praia, talvez não tenha ainda dimensão de sua força. mesmo diante de um Rexona desfigurado, não conseguiu apresentar um voleibol maduro e consistente. Dá uma certa "pena" em ver boas jogadoras que não formam um conjunto. O Rexona, já garantido com 1o, deu rodagem à algumas jogadoras, acho que a Anne melhorou muito no ataque e no passe tem conseguido pelo menos colocar para cima as bolas e algumas vezes passes bem razoáveis (tem muito que melhorar ainda). Não sei o que você acha, mas a Carol caiu muito de rendimento, apesar de não ser uma exímia atacante, algumas bolas dela são totalmente sem força ou sem objetividade. Rexona e Bernadinho mais uma vez mostram por que são francos favoritos para mais um titulo

L. Mesquita disse...

WALEWSKA deu a entrevista P.DA VIDA. E nao economizou criticas: se sem MONIQUE E GABI, as 2 principais atacantes do REXONA, o PRAIA nao conseguiu vencer, isso eh muita incompetencia... Olha LAURA ontem ficou mais que provado que SOH UM MILAGRE tira o titulo do REXONA! Acho que a WALEWSKA esta certa, mas por ela ser de ALTISSIMO NIVEL ela nao queimou a CLAUDINHA, mas WAL estava realmente muito revoltada. WAL E FABIANA como lideres do time, lutaram muito por essa vitoria, se esforcaram ao maximo pra consertar as bolas da CLAUDINHA tendo largadinhas, exploradas de bloqueio etc.,. MUCHELE e TASSIA foram LEOAS no fundo de quadta, defendendo tudo, mas CLAUDINHA estragava o esforco delas com bolas horrorosas para as atacantes. Foi soh eu que percebi que JU CARRIJO estava pondo bolas mais decentes, mas PICININ insistia na CLAUDINHA?

L. Mesquita disse...

Diferenca entre MONIQUE e HELO: MONIQUE ajuda no passe e evita as bizonhices de passe da ANNE BUJS, defende como libero, quebra o passe adversario no saque e sabe trabalhar bolas mal levantadas e o PRAIA nao conseguiu se apeoveitar que MONIQUE nao entrou em NENHUM MOMENTO DO JOGO, nem pra dar um tchauzinho pra irma dentro de quadra, gracas aos erros de CALUDINHA e insistencia de PICININ foi perdida a melhor oprtunidade de todas dese ganhar do REXONA!

Mantronix Inc disse...

Burrada da Claudinha levantando no fim do set p/ Natasha e p/ Ellen.
Quuando Ramirez estava virando todas.
Alix fazendo cagada batendo bola de cheque pra fora.
Não da. Parece q o Praia tem complexo de inferioridade, tava com o jogo nas maos.

Laura disse...

Obrigada, André e Anônimo!

André, a Drussyla tinha feito recentemente boas entradas, mas ontem voltou a jogar como no início da temporada, sem confiança no ataque e com mtas dúvidas no passe. Mas eu gosto do estilo de ataque dela - qd não larga - e ela já mostrou que tem qualidade para se firmar mais na recepção. Acho q é uma questão de mais tempo em quadra.

Qto a Anne, é verdade. No ataque ela evoluiu muito, tem mostrado mto habilidade e visão de jogo. Ontem, foi uma partida quase que perfeita dela neste sentido, ainda mais se considerarmos q ela carregou o ataque do Rexona nas costas praticamente sozinha.

Anonimo, tem sido uma temporada complicada para a Carol. Agora que ela tá conseguindo engatar um ritmo, resgatando os seus bons saques e bloqueios. Ela nunca foi grande atacante, mas cheguei a comentar aqui que, no início da temporada, ela estava com bom entrosamento com a Roberta e pontuava mais até q a Jucy no ataque. Só que depois desta parada, ela está com um ataque, como vc falou, sem força, e mal pensado. Parece que ela quer só se livrar da bola. Não sei se é uma questão de se acertar com a Roberta ou falta de confiança. Ou então as duas coisas. rsrs

Sobre a Claudinha, eu acho q ela vinha fazendo uma partida mto boa, correta, sem aquelas suas loucuras. Mas no tie, ela errou algumas vezes e não soube gerenciar a dificuldade daquela rede de dois sem Fabiana e, depois, sem Michelle. Não estava na quadra para confirmar isso, mas acho que faltou ali o treinador, não para subsitui-la, e sim para orientá-la.

L. Mesquita disse...

MANTRONIX acho que o maior problema foi a FORMA como CLAUDINHA levantou pra ELLEN: uma BOLA ESPETADA NA ANTENA, sem dar a oportunidade de ELLEN EXPLORAR O BLOQUEIO buscando a MAO DE FORA, ou de trabalhar a bola, pois ELLEN estava engolida pelo BLOCK DUPLO E A ANTENA!

Haroldo Caldas disse...

Não sei se me irrito ou simplesmente dou risadas quanto às teorias da conspiração de que a comissão técnica do Rexona não entrou para ganhar o jogo e por isso não escalou o time considerado titular. Isto não é mais implicância, é burrice mesmo. Senão vejamos as várias evidências que jogam por terra esse pensamento grotesco de alguns especialistas:

1-O Rio abriu mão apenas de duas titulares e não do time inteiro, O QUE PODERIA FAZER SE QUISESSE PERDER A PARTIDA.
2-As jogadoras poupadas são duas das MAIS EXIGIDAS E DESGASTADAS do time. Para que arriscar coloca-las para jogar em um jogo que nada alteraria a posição do time e poderia interferir no desempenho das mesmas nos play-offs?
3-Drussyla é hoje a reserva imediata de qualquer uma das ponteiras do time. É vital dar a ela (um diamante de apenas 20 anos) a necessária experiência de jogar uma partida inteira como titular para que esteja mais bem preparada em qualquer emergência.
4-O mesmo vale para a Helô (que na minha opinião não jogou bem). Se houver algum problema com a Monique (que estava com DORES MUSCULARES) não tem outra substituta. Ela tinha mesmo que jogar e sentir a pressão da titularidade em um time grande. Depois deste batismo tenho certeza de que, se necessário utilizá-la, ela estará bem mais preparada, menos tensa e a comissão técnica terá corrigido os erros visíveis apresentados por ela no jogo.
5-Nenhuma central foi poupada. Por que ? Porque a Mayhara já tem jogado regularmente, inclusive como titular nas partidas nas quais a Carol estava machucada.
6-Se quisesse perder o jogo talvez fosse melhor tirar a FABIZINHA. Isto porque ela ontem mostrou que ainda é a MELHOR LIBERO BRASILEIRA. Um monstro na defesa e no passe. Não tem pressão que a faça tremer. Ao contrário, ela cresce e contagia o time.
7-Finalmente: VEJA O COMPORTAMENTO DO BERNADINHO NO JOGO. Há muito não o vejo tão “pilhado”. Foi cada esporro nos intervalos. Só o famoso “baralho” saiu uma três vezes. Não poupou ninguém. Fez os pedidos de tempo quando necessário e, de novo, realizou alterações que em momentos cruciais ajudaram o time a vencer. ELE QUERIA SIM GANHAR O JOGO e, sendo o grande técnico que é, conseguiu fazê-lo mesmo poupando duas de suas principais jogadoras.

Chandler Bing disse...

Claudinha, com exceção das más escolhas feitas no tie break, fez uma partida muito boa, deixando as atacantes no simples, sem bloqueio, salvando passes ruins. Ela vacilou sim em não ter insistido com Ramirez no tie. Quanto à Ramirez, foi outra que também fez uma partida excelente, no ataque, bloqueio, recepção... estava bem digna ontem.
Não dá pra colocar a culpa da derrota no Praia, como se tudo o que o time tivesse feito foi ajudar o Rexona a vencer, ou seja, vacilado demais, pois o Rexona teve seus méritos também. Anne desafogou no ataque, Roberta sacou muito bem e Fabizinha mais uma vez dando show de defesas.

L. Mesquita disse...

Perfeito seu comentario HAROLDO, acho que BERNARDINHO provou ontem que o REXONA nao eh um time com TITULARES ABSOLUTAS com vaga cativa e que as RESERVAS QUE ENTRAREM TEM QUE DAR CONTA DO RECADO! E,sim,as RESERVAS serao tao cobradas qto as titulares no seu desempenho durante o jogo! Foi uma licao de como se deve usar e cobrar das reservas de um time!

L. Mesquita disse...

Vale ressaltar que o REXONA disputara em seguida o MUNDIAL NO JAPAO e qualquer oprtunidade de poupar jogadoras e dar rodagem pras reservas nao deve ser desperdicada!

Beto Teixeira Novaes Marcelo disse...

L Mesquita,
Não foi só vc meu caro que percebeu o jogo kais redondo saindo das mãos de Jú Carrilho. Gostei muito da precisão e das escolhas, parecia ter grande entrosamento. Mas sabemos que uma coisa é uma entrada segura e outra é conseguir mater a regularidade demonstrada. Me lembrei do Galvão Bueno em 98 no mundial; "eu tô gostando do jogo mais com a Fofã"
Eu curti mais o jogo com a Juju, hahahahha.enfim bom voltar ao papo. Bjs galera.

Alysson Barros disse...

Desprezível aquela cariocada toda dos comentaristas, torcendo descaradamente para o Rexona. O Freitas até disfarça bem, mas aquele Sérgio Maurício é deplorável.

Praia é incompetente em reflexo desse técnico fraco. Queria saber até hoje por que o Spencer deixou o time.

Tomara que Ju Carrijo jogue como titular nos playoffs. Mal posso esperar.

Rosana Ayla disse...

Nunca .

Alysson Barros disse...

Mas ela não é a salvadora do time de Uberlândia?

George disse...

Olha, não sou adepto das teorias de conspiração, mas achei que o Rexona entrou pronto pra entregar o jogo. Em certo momento, principalmente no 1º set, não tinha nem como assistir o jogo, pois estava descarado. Depois, acho que muito pela conivência do time praiano, o Bernardo chamou o jogo e fez elas virarem. O Praia parecia um time abatido quando viu o Rexona crescer.
Pontos a serem ressaltados:
- Atuação muito fraca da Helô. Não sei se pelo desentrosamento com a Roberta, mas era toco atrás de toco.
- Ao contrário dos comentários, achei uma atuação segura da Drussyla. Tendo em vista que ela tinha que dividir passe com a Anne, achei que ela passou muito bem no teste.
- Aquela bola de cheque que a Alix desperdiçou foi a tônica do Praia na partida: quando conseguia se igualar cometia uns erros bizarros.
- Alguma notícia sobre a Fabiana? Acho a Natasha voluntariosa e parece que tem mais a cara do Praia.

Anônimo disse...

Alysson Barros vou te contar porque Spencer Lee deixou o time, a diretoria influencia demais o time, chegando a impedir substituições, para ter um ideia as jogadoras contratadas inclusive estrangeiras são contratadas sem aval do técnico, falo porque conheço dirigentes que já forma do próprio praia.