terça-feira, 21 de março de 2017

Não passarão

Quartas de final – 2º jogo

Rexona-Sesc 3x0 Pinheiros


O jogo teve uma história muito parecida com a do primeiro encontro das equipes.

O Pinheiros ficou perdido na forte marcação de bloqueio do Rexona nos dois primeiros sets. Nem Barbara nem Vanessa nem Lana nem ninguém que veio do banco entre as inúmeras tentativas do treinador Paulo de Tarso conseguiu vencer a muralha carioca.

E se o ataque passava, estava lá a defesa do Rexona para pegar e armar o contra-ataque.

A equipe paulista foi reagir somente no terceiro set muito por conta dos bons saques que conseguiu encaixar e que ajudaram a efetivação do seu bloqueio. 

*********************************** 

Só que, mesmo a frente no placar, o Pinheiros demonstrava que não tinha muito fôlego para manter o confronto páreo a páreo por muito tempo. Ainda tinha dificuldades na virada de bola e no passe, o que dava um quê de insegurança ao time.

E foi exatamente numa sequência de saques da Jucy (sempre ela), ao final do terceiro set, que o Pinheiros travou e levou a virada.  Se é difícil para times do nível do Praia e do Minas não errarem e não sentirem a pressão da decisão quando enfrentam o Rexona, imagina para o Pinheiros.

*********************************** 

No Rexona, mais uma boa partida da Roberta na distribuição e da Gabi na definição. Jucy, além de decisiva no saque, teve ótima atuação no bloqueio. Tem formado uma rede boa de bloqueio com  Buijs, por sinal. 

A holandesa esteve um tanto discreta no ataque, mas foi importante no saque. A Fabi, desta vez, esteve atenta na defesa e bem mais calibrada no passe. Porém, este continua sendo o ponto fraco da equipe carioca. 

***********************************

Uma espécie de spin off do Rio do Sul 15/16, o Pinheiros poderia ter ido um pouco mais além nesta temporada. Se não na classificação, no desempenho.

Claro que entre a herança vinda de Santa Catarina não estava a Helô, principal força daquela equipe do Rio do Sul. E Ju Nogueira desfalcou o time no início da SL. Aliás, desconheço a razão de a Ju ter sido esquecida pelo treinador depois de sua recuperação.

Mas mesmo assim o Pinheiros tinha o potencial de ser uma equipe mais chata, no melhor do sentido. Sem grande volume defensivo nem grande presença no bloqueio, o time ficou muito dependente do seu pouco efetivo ataque.


Por mais que a Bárbara tenha feito uma ótima temporada, ela carregou um peso além das suas capacidades.


O Pinheiros teve mais a cara das suas jovens jogadoras, Maira, Milka, Lana e Ju Paes, do que das mais experientes Ananda, Vanessa, Mimi Sosa e Bárbara. Ou seja, inconstante e inseguro. 

6 comentários:

L. Mesquita disse...

Eh desse bloqueio do Rexona que estou falando. O REXONA tem jogadoras baixas, mas AGEIS e muito obedientes taticamente. Foi essa OBIDIENCIA TATICA q fez o bloqueio do REXONA cumprir uma MARCACAO ESPECIAL na HOOKER e anula-la. Hooker foi MARCADISSIMA contra o REXONA, o q trouxe a vitoria facil contra MINAS. Se o MARCOS KWIEK tivesse conseguido fazer uma marcacao de bloqueio PRIORIZANDO SEMPRE A HOKKER poderia ter vencido o MINAS, ate pq tem a melhor LIBERO DO MUNDO na atualidade. Deixava o bloqueio em cima da HOOKER e as outras atacantes por conta da BRENDA CASTILLO e das outras defensoras, aeh o Bauru poderia ter fechado o jogo em 3x0.

George disse...

Sinceramente, não entendi pq insistir na Mimi Sosa que não estava virando praticamente nada e deixar a Milka no banco, demorou muito para colocá-la em jogo. Acho que o bloqueio carioca deitou e rolou pq a Ananda jogou bolas muito baixas e espetadas pra Barbara e muito marcadas para a Vanessa. Ela recebia passe A e só jogava com as extremidades, raramente confiava nas meios.
Do lado do Rexona, o que está acontecendo com a Fabi? Espirrou de forma inacreditável uns 3 ou 4 passes. Quando tiver um saque mais forte aliado a um bom bloqueio, pode causar mais dificuldades. Acho a jogadora mais regular do time a Gabi, com muito destaque. Diferentemente das temporadas anteriores, onde o peso era dividido, só vejo ela se destacando, enquanto as outras vão só apoiando. Isso pode tornar as coisas perigosas para o time... Vamos ver.

L. Mesquita disse...

As disputas de hoje serao mais equlibrados que os de ontem. Brasilia e Bauru tem tudo para EMPATAR as quartas de final. A missao do Bauru eh marcar bem a HOOKER no bloqueio que a fenomenal Brenda Castillo da conta da DEFESA. Ja o Brasilia tem q comecar o jogo logo com Sabrina de oposto. Dos jogos q vi do Brasilia, o pior jogo da Andreia foi esse contra o Praia. Andreia, alem de nao virar bola nenhuma no ataque, nao marca ponto NEM DE BLOCK!!! Ela q foi CENTRAL, deveria marcar pelo menos ALGUNS PONTINHOS DE BLOQUEIO, ja q no ataque ela nao ta conseguindo por bola no chao! Se nao ataca, nao bloqueia e nao participa do passe, o que Andreia esta fazendo ali? Pelo menos Sabrina ataca melhor q Andreia... Sabrina tem q comecar de titular pra Brasilia desafogar um pouco as ponteiras passadoras Paula e Amanda. Nos 3 primeiros sets, Andreia, titular, marcou apenas 1 ponto de SAQUE, 1 de ATAQUE e ZERO pontos de BLOQUEIO!!! Anderson esperou perder o SEGUNDO E O TERCEIRO SETS seguidos pra soh entrar com Sabrina de titular no QUARTO E ULTIMO SET!!! Jogando so o QUARTO SET de titular, Sabrina marcou 3 pontos de ataque, enquanto Andreia marcou SOMENTE 1 ponto de ataque como titular nos 3 PRIMEIROS SETS!!! Espero ver hoje Sabrina desde o inicio do jogo! Acorda Anderson!

Chandler Bing disse...

Também gostei do jogo da Roberta ontem. Estava bem consciente, distribuindo o jogo bem, fazendo as centrais adversárias correrem a rede e diminuiu e muito na imprecisão, que estava sendo o seu ponto fraco. Trabalho este, por sinal, que tem muito mérito da comissão técnica, que não da alívio pra levantadora, pois estão o tempo todo cantando o jogo pra ela e "mastigando".

Pinheiros infelizmente não conseguiu fazer muita coisa. Era bola colada, bola baixa, um time ansioso... enfim. Mas eu continuo achando a Vanessa uma ótima ponteira, daquelas que passa e defende bem, saca bem, e ataca muito bem, variando pancadas com boas exploradas de bloqueio. Merece muito ir pra um time maior e ver no que da.

Yano o Chato disse...

O Pinheiros jogou no limite. Dava pena. Elas realmente estavam tentando mas o Rio não deixou.
Acho o técnico do Pinheiros muito grosseiro. Ele podia mandar a mensagem dele de outra forma mais motivante. Depois dos dois toques que o árbitro deu, que poderia ter deixado passar por sinal, pois a própria Roberta já tinha feito pior, o Pinheiros se perdeu de vez.

Mas acho um grupo bom e de futuro. Tem jogadoras boas ali. Boa sorte para elas.

Acho que o Rio só perde essa Superliga se for para Osasco. Nenhum outro time é capaz de ganhar do Rio.

Anônimo disse...

Roberta sempre dá dois toques e nunca marcam..(raramente)