Vira, vira


Camponesa/Minas 3x2 Genter Bauru 

 
Foto: Orlando Bento/MTC

O Minas abre 2x0. O Bauru empata e abre vantagem de 9x3 no tie-break. O Minas se recupera e vence o quinto set e a partida.

Não chega a ser surpreendente o fato de que nem o Minas nem o Bauru tenham conseguido segurar suas vantagens na partida. As duas equipes ainda passam por um processo de consolidação e enfrentam um descompasso entre aquilo que podem e realmente entregam em quadra.

Por enquanto, são dois times pouco confiáveis neste sentido. Mas o Minas parece mais adiantado nesta jornada de estruturação ao ter definido e mantido o seu time titular já há algumas rodadas.

O deslocamento da Rosamaria de oposto para ponteira não a fez cair de rendimento, o que foi ótimo. Contra o Bauru, Naiane acionou muito mais a Hooker e equilibrou a distribuição que ultimamente estava concentrada na Rosa.

Ainda assim, o Minas tem margem para crescer. Margem que pode vir pelo melhor aproveitamento de ataque da Hooker e do uso das centrais pela Naiane. Há também o reforço da Jaqueline que estreou nesta partida. Conquistando ou não a titularidade, é uma segurança para o fundo de quadra. 

 *****************************

Mesmo tendo um início complicado, o Minas deve fazer um segundo turno de recuperação, tanto na bola quanto na tabela. E deve, inclusive, se favorecer da queda de rendimento do Brasília e, quem sabe até, da inconstância do Bauru.

O Bauru chega ao segundo turno ainda tateando a melhor formação para ter em quadra. Desde o início da SL há uma indefinição na posição de oposto. Começou com a Dayse, a Bruna assumiu e, por fim, a Mari foi efetivada nas últimas rodadas.

Só que o desempenho da Mari tem sido mais discreto do que o da Bruna. Ela tem tido bom aproveitamento, mas a Bruna mostrou, com aproveitamento semelhante, ter maior poder de desafogo para o ataque, liderando a pontuação do time no fundamento.A Bruna parece ser melhor parceira para a Thaisinha.

Os participantes do blog já indicaram a possibilidade da Bruna jogar como ponteira passadora. Ela entrou assim contra o Minas, no lugar da Mari Cassemiro, e depois foi deslocada para a saída no lugar da Mari. A sorte do Bauru foi a Rivera não estar disponível para a partida senão o Kwiek teria acionado a dominicana e não a Bruna, que comandou a recuperação do time.

Sinceramente, não tenho registro da Bruna como ponteira passadora para subscrever esta sugestão. O que acho é que há de se ter uma definição o quando antes do time titular. Do jeito que está, o que era para ser uma vantagem do Bauru – ter peças polivalentes – acaba por prejudicar. O Kwiek está parecendo o Talmo no Sesi na temporada 12/13: muitas opções e poucas convicções.



***************************** 

 Rexona-Sesc 3x1 Fluminense
 

Não há razões para duvidar da Venturini. Com todo respeito ao Fluminense, o Rexona tem que estar algumas rotações abaixo para ter alguma complicação ao enfrentar o tricolor.

Gabi definitivamente virou a bola de segurança da Roberta e do Rexona. E, como vimos em outras temporadas, sabemos que ela responde bem a esta responsabilidade.

O mais curioso é como a Carol tem sido acionada pela Roberta. Se bobear, ela e Jucy vão trocar de papeis nesta SL, com a Carol se destacando no ataque e a Jucy no bloqueio. 



Comentários