Não passou de ilusão

Semifinal Copa Brasil - Rexona-Sesc 3x1 Dentil/Praia Clube

William Lucas/Inovafoto/CBV
 
O Praia Clube nos iludiu. Quem viu o primeiro set e o início do segundo, teve a impressão de que o time de Uberlândia tinha finalmente superado o medo de enfrentar o Rexona e encontrado a maneira de vencê-lo.

Parecia que os papeis até tinham se invertidos. No primeiro set, o Rexona é que se atrapalhou na recepção e cometeu erros decisivos enquanto o Praia, muito seguro, não titubeou para fechar o equilibrado set.

Só que o Rexona não baixou a cabeça. Escondeu a Buijs na recepção, o que estava dando bastante prejuízo ao time. Gabi assumiu boa parte do passe com a Fabi e garantiu maior segurança e variedade de jogadas para a Roberta. 
A estratégia fez com que o time perdesse momentaneamente a Gabi no ataque. Mas, em compensação, ganhou a participação de todas as demais atacantes, inclusive a holandesa, principal pontuadora no fundamento para o Rexona.

Mas o movimento mais importante para que o Rexona entrasse definitivamente na partida veio com as suas centrais. Com saques e bloqueios decisivos no final do segundo set, Jucy e Carol deram o empurrãozinho que o time precisava para se encontrar defensivamente. Até aquele momento o Rexona não conseguia fazer valer uma das suas principais qualidades, o volume de jogo. 

***************************************

Do outro lado, a derrocada do Praia começou com fundamento que tem o infernizado a temporada inteira, o passe. Ironicamente, não foi a Tássia a primeira a acusar o golpe, mas sim a Michele.

A partir daí, o enredo já é conhecido. O Praia parou de funcionar no ataque e na defesa, além de perder o controle dos seus erros. Ou seja, tirou a pressão sobre o Rexona e deixou o rival jogar à vontade e fazer uma bela atuação no dois sets seguintes.

Fabiana, ao final da partida, disse que o time paralisa. É verdade. E não há nenhuma força dentro do time capaz de fazê-lo ressurgir. Ramirez até que tentou, na bola, trazer o grupo, mas mesmo a cubana esteve cabisbaixa. E o Picinin não tem qualquer capacidade motivacional para estes momentos. 

***************************************
Pela qualidade da disputa nos dois primeiros sets, a queda do Praia deixou tudo ainda mais decepcionante. Poderíamos ter tido uma semifinal equilibrada. Mas foi só ilusão.

Comentários

L. Mesquita disse…
Como pode entregar a PAPELETA ERRADA NA MESA??? O NESTLÉ havia aberto 2x0 no quarto set,depois que a mesa denunciou que a escalação estava errada:NATÁLIA,13,que estava escalada na papeleta estava no banco e SARAELEN,9, que não estava relacionada,estava em quadra!!! Que LAMBANÇA!!! O Juiz recomeçou o set ZERANDO os pontos do NESTLÉ e dando um ponto e a posse de bola para o NESTLÉ,e o LUIZOMAR ficou aquele cara de BOBO que lhe é peculiar... Preparem-se PERUANAS,isso e muito mais está por vir!!! Como DANI LINS jogou mal hoje!!! Mandou várias bolas tortas para as SÉRVIAS e insistiu em levantar pra GABIRU no FINAL DO QUARTO SET E DO TIE BREAK: resultado TOCOS e BOLAS DEFENDIDAS pelo MINAS gerando contra-ataques com HOOKER e ROSAMARIA!!! Não é possível que GABIRU e DANI LINS sejam insubstituíveis no NESTLÉ.Qual é o problema do LUIZOMAR??? E porque também insistir em SARAELEN,motivo do erro de escalação na papeleta,se NATÁLIA MARTINS está melhor,tanto que jogou o TIE BREAK.Não consigo entender o LUIZOMAR e suas insistências,alguém pode me explicar??? Meu DEUS DO CÉU o que a DANI LINS tem na cabeça??? A BJELICA como maior pontuadora,uma jogadora GIGANTE,que pega a bola alta e a DANI LINS insistindo na GABIRU NO FINAL DO QUARTO SET E NO TIE BREAK,alguém me explica isso???
L. Mesquita disse…
Será que GABIRU é tão melhor que Clarisse Peixoto assim??? O LUIZOMAR ignora a existência da CLARISSE!!! A CLARISSE é uma jogadora experiente já jogou na EUROPA,já jogou no PINHEIROS,no SÃO CAETANO e no VÔLEI FUTURO... Não é possível que CLARISSE não possa entrar no lugar de GABIRU.E DANI LINS gente? Ela pode errar à vontade que, mesmo assim,a CAROL ALBUQUERQUE não entra de titular em nenhum set!!!E essa
insistência em SARELEN no lugar da NATI MARTINS???Porque isso???Até tento,mas não consigo entender a lógica do LUIZOMAR...
Lip disse…
Jogo que prometia,mais ficou só nisso mesmo.Nunca vi um time ter tanto medo do Rexona.O melhor elenco dá superliga vai ficar sem nenhum título nessa temporada.
Ainda não entendo pq tanta gente continua afirmando que o Praia tem o melhor elenco... discordo totalmente, tenho visto as jogadoras do Minas e DO praia com muito mais habilidades que as dos praia que levam toco até em bloqueios simples... e só comparar jogadora por jogadora e verão como o Praia está abaixo dos outros times... olhembpor exemplo o alcance da hooker em relação a Ramires toco.. olhem a força da Rosa Maria em relacao a Alix que só bate fraco . olhem a força do ataque na daroit em relação a Michele olhem a líbero Leia em relação a tassia ... enfim o Praia tem tanto nome e nem usar o banco p mudar um jogo usa... Então pra que contam com Helen e Carla se as mesmas só entram qdo o sete ta perdido? Puccinii tá perdido n consegue motivar suas atletas... O Praia nunca foi a melhor equipe da liga não. Só n ver quem n quer e nome n ganha jogo...
Chandler Bing disse…
Praia tem um elenco muito bom, não diria O MELHOR, mas de fato é muito bom. O que não da pra entender é a falta de pulso, de comando por falta da comissão técnica. O time tem grandes atacantes, tem uma boa ponteira de preparação (Michelle é ótima sim pro sistema recepção/defesa do time, mesmo não tendo funcionado ontem), mas tem uma líbero que desde a temporada que fez pelo Minas Tênis Clube não enche mais os olhos, uma levantadora boa, promissora, mas que se perde em determinados momentos do jogo. A diretoria do Praia Clube errou muito em trocar Spencer Lee por Ricardo Picinin. Ontem ela tinha que ter tido sensibilidade em perceber que Michelle não estava em uma boa noite e ter trocado ela por Ellen. Como foi dito, Ramirez bem que tentou, mas o time não reagiu e até mesmo ela baixou a cabeça.
Agora é válido ressaltar também todo o mérito que a comissão técnica do Rexona SESC tem em "recuperar" o time durante a partida. Desde que o 2° Turno iniciou que o time começa a partida muito devagar. E finalmente Anne fez uma boa partida no ataque.