Na busca pelo top 4

Camponesa/Minas 3x0 Pinheiros


Foto: Orlando Bento/MTC

Pelo momento que os dois times vivem neste segundo turno, estava com boas expectativas para o encontro entre Minas e Pinheiros. Parte desta expectativa se cumpriu na disputa do segundo e terceiro sets, quando as duas equipes se desafiaram com bons saques e volume de jogo.

Mas a luta do Pinheiros para se manter no placar no mesmo ritmo que o Minas parou na sua própria limitação. A primeira, no passe. Nem a troca de líberos amenizou o estrago que a má recepção fez. O segundo, na eficiência da definição das jogadas por suas atacantes. 


 **************************

Para quem esperava ver o duelo entre duas das três maiores pontuadoras desta edição da Superliga a partida pode ter sido uma decepção. De um lado, a Rosamaria foi menos acionada do que o de costume. Do outro, a Bárbara foi anulada pelo bloqueio pesado do Minas desde o primeiro set quando a própria levantadora do Pinheiros, Ananda, encurralou a sua oposto com bolas espetadas na rede.

Só que o Minas pode se dar ao luxo de “dispensar” a Rosamaria, pois tem Hooker. A norte-americana fez sua melhor partida desde sua estreia no Minas. E, na partida desta sexta-feira, o time também teve Pri Daroit virando bem assim como Mara e Gattaz.

No Pinheiros, a Vanessa assumiu o papel de definição no ataque, mas não foi o suficiente para carregar o time a uma vitória. Até porque ela não foi tão acionada como deveria. 


  **************************
O Minas também teve muito mais tranquilidade e competência para trabalhar os contra-ataques, desde o passe até a definição. Já o Pinheiros desperdiçou alguns contra-ataques no segundo set que foram cruciais para a sua derrota na parcial. Pecou pela ansiedade de querer fechar logo o ponto.

Provavelmente sentiram-se ameaçadas – e com razão – pelo bloqueio do Minas, que teve na Mara sua principal estrela. A central, aliás, pela primeira vez vive uma boa fase no time mineiro, lembrando a boa temporada que fez no São Caetano três anos atrás.

 **************************
 
Por isso, o Minas pode comemorar não só a vitória como também a boa atuação. Teve um desempenho maduro e equilibrado em todos os fundamentos.

O Pinheiros pode não ser um concorrente direto na tabela, mas é um adversário complicado para se conseguir os 3 pontos – o Osasco que o diga. A vitória, além de não dar margem a recuos na sua evolução, é um passo fundamental para buscar os pontos perdidos no primeiro turno e alcançar o topo da tabela. 




 **************************
Dentil/Praia Clube 3x2 São Cristóvão Saúde/São Caetano

Enquanto o Minas mira o topo da tabela, o Praia se segura para não perder posições.

Pelos relatos pós-partida, o Praia parece ter sofrido com a estratégia de saque do Sanca, que complicou a sua reconhecida frágil linha de passe. E, para piorar, Ramirez não começou a partida, entrou somente como titular no terceiro set no lugar da sua substituta Malu.

A ausência da cubana deve ter não só complicado a composição do passe como também restringido as opções da Claudinha. Agora, não deixa de ser surpreendente e preocupante este resultado contra o Sanca.

Com todo o respeito ao Sanca, com ou sem Ramirez desde o início, o Praia tem que ganhar com bem mais tranquilidade. 


Fabiana falou que o jogo foi mais um aprendizado para a equipe. De tanto que o Praia “aprende” com seus maus desempenhos acho que já passou da hora de começar a dar a lição, não é mesmo?

Comentários

L. Mesquita disse…
O Voleibol RUSSO veio extrememente desfalcado para as OLIMPÍADAS do RIO devido aos escândalos de DOPING nas OLIMPIADAS de Londres. O comitê PARALÍMPICO baniu TODA A DELEGAÇÃO RUSSA dos JOGOS PARALÍMPICOS, já o COI,comitê olímpico, deixou a cargo das federações. A de Atletismo baniu a delegacao RUSSA, já a FIVB , através do Ary Graça fez um acordo obscuro com a Federação Russa, deixando-a a participar desde que os JOGADORES DOPADOS NÃO FOSSEM CONVOCADOS. Estranhamente as equipes russas de vôlei vieram desfalcadas para o Rio. Na feminina GAMOVA e SOKOLOVA que antes sonhavam em ganhar o OURO OLÍMPICO dentro do BRASIL, começaram a desconversar sobre a sua convocação. Maria Perepelkina e Startseva foram outras que também foram postas na GELADEIRA e sumiram das CONVOCAÇÕES, inclusive houve um caso de alegarem gripe para não comparecer às finais da CHAMPIONS League e fugirem do ANTI-DOPING. Já no masculino o desfalque foi ainda maior, OITO JOGADORES sumiram das convocações, todos CAMPEÕES OLÍMPICOS em Londres: Nikolay Apalikov, Taras Khtey, Aleksandr Sokolov, Yury Berezhko, Aleksandr Butko, Dmitriy Muserskiy, Dmitriy Ilinikh, Aleksey Obmochaev. Giba, CAPITÃO BRASILEIRO EM LONDRES, disse em um especial da GLOBO sobre vôlei, que vai entrar com RECURSO na FIVB, para que seja feita JUSTIÇA e o OURO venha para o BRASIL, já que a RUSSIA jogou DOPADA! A RUSSIA trapaceou para conquistar uma medalha suada no TIE BREAK que não viria caso srus jogadores não tivessem DOPADOS!!! No Rio-2016, sem contar com seus DOPADOS as seleções RUSSAS não subiram ao podium. As seleções da ITALIA E DA BULGARIA também estão interessadas na CASSAÇÃO DA RUSSIA POR DOPING, pois o podium ficaria assim OURO:BRASIL,PRATA:ITALIA,BRONZE:BULGARIA. Que justiça seja feita e o BRASIL ganhe o OURO OLÍMPICO DE LONDRES que lhe é de DIREITO!!! E que a RUSSIA seja punida exemplarmente!!!
Unknown disse…
Das opostas Paula(osasco),Lorenne(sesi) en Edinara(Scs) qual e a maior promessa pra selecao
L. Mesquita disse…
Unknown,interessante sua dúvida!Na minha opinião,EDINARA BRANCHER é a mais PROMISSORA das citadas.EDINARA ainda tem a vantagem de jogar tanto de PONTEIRA como de OPOSTA.ANA PAULA BORGO,pra mim foi uma decepção,pensei que ela iria deslanchar no NESTLÉ,mas ela tem sumido em momentos decisivos,principalmente contra times grandes,apesar do LUIZOMAR insistir nela e dar um monte de oportunidades pra ela,quando a CHAPA ESQUENTA quem tem moral para a posição de oposta é mesmo a SÉRVIA BJELICA.Já EDINARA,apesar de ser a MAIS NOVA das 3 que vc disse,é a que mais produz contra times grandes.Nesse último jogo contra o time estrelado do PRAIA CLUB,EDINARA chamou a responsabilidade para si e saiu do jogo com 30 pontos jogando de ponteira-passadora,mesmo enfrentando centrais do nível de FABIANA CLAUDINO e WALEWSKA NO BLOQUEIO.EDINARA com 30 pontos pontuou mais que as ponteiras do PRAIA ALIX com 23 e MICHELLE com 22 pontos.No INÍCIO do primeiro turno EDINARA era banco no SÃO CAETANO,mas consolidou mesmo a sua condição de titular a partir do SEGUNDO TURNO,assim como GABI que tomou a titularidade da LOGAN TOM dentro de quadra,EDINARA conquistou sua titularidade mostrando serviço!Só lamento que o ZÉ seja o técnico da seleção,pois não sei se EDINARA terá as devidas oportunidades,assim como muitas outras que não são protegidas do ZÉ não tiveram...
L. Mesquita disse…
UNKNOWN,das 3 citadas(Ana Paula Borgo,Lorenne,Edinara Brancher),a mais promissora é a EDINARA BRANCHER na minha opinião.Ao contrário da ANA PAULA BORGO,que tem se intimidado em moementos decisivos contra times grandes,EDINARA apesar de ser a mais nova das 3 cresce contra os times grandes.Contra o PRAIA,EDINARA atuou como ponteira-passadora e mesmo assim foi a maior pontuadora do jogo com 30 pontos nos 3 fundamentos(ataque,bloqueio e saque),seguida pelas ponteiras do PRAIA,ALIX com 23 e MICHELLE com 22 pontos,mesmo enfrentando o bloqueio de centrais do nível de FABIANA CLAUDINO e WALEWSKA.No início do PRIMEIRO TURNO,EDINARA era banco e só consolidou mesmo a sua TITULARIDADE a partir do SEGUNDO TURNO,conquistando sua vaga com boas apresentações dentro de quadra,assim como a GABI tomou a vaga da LOGAN TOM no REXONA.Achei que PAULA BORGO,no NESTLÉ,deslancharia,mas mesmo o LUIZOMAR insistindo nela e dando várias oportunidades,que realmente tem MORAL em momentos decisivos contra times grandes é a SÉRVIA BJIELICA.Só lamento que o técnico da seleção ainda é o Zé,não sei se ele dará as devidas oportunidades à EDINARA,pois ele tem suas protegidas... Em relação ao doping russo em Londres-2012,se o vôlei seguir o exemplo do atletismo,o Brasil conquistará mais um OURO OLÍMPICO!A equipe de revezamento 4x100m RUSSA,MEDALHA DE OURO EM PEQUIM-2008,teve sua medalha cassada 8 anos depois,em 16 de agosto de 2016,após revelar o reteste por doping da velocista Yuliya Chermoshanskaya,o Comitê Olímpico Internacional(COI),desclassificou oficialmente a EQUIPE RUSSA e realocou as medalhas,com a equipe da Bélgica sendo a verdadeira Campeã Olímpica,a NIGÉRIA a PRATA e a EQUIPE BRASILEIRA(as velocistas Rosemar Coelho Neto,Lucimar de Moura,Thaissa Presti e Rosângela Santos)ganhou o BRONZE!