domingo, 8 de janeiro de 2017

Brasília = 6-1


Terracap/BRB/Brasília 2x3 Pinheiros 

                                                     Foto: Felipe Costa/Ponto MKT Esportivo 

É, a fase do Brasília não melhorou com a parada de final de ano. A equipe-sensação do primeiro turno não tem conseguido se sustentar mais.

Contra o Pinheiros, o Brasília teve o importante desfalque da Paula, substituída pela Mari Helen e, mais tarde na partida, pela Sabrina. As más atuações da Paula no passe poderiam indicar que o desfalque não seria assim tão decisivo. Mas não. 


A ausência da ponteira bi-campeã olímpica deixou toda carga ofensiva pelas pontas nas costas da Amanda que, sabemos, não é exatamente uma jogadora de definição - apesar de, impelida pela situação do time, estar fazendo uma boa SL neste sentido.

Não sei por qual motivo o Anderson não experimenta logo a Sabrina no lugar da Andreia. Teimosia? A verdade é que, desde o início da competição, o Brasília joga praticamente com uma jogadora a menos, pois a contribuição da Andreia é irrelevante. Ainda mais se avaliarmos pela posição em que ela joga. 


A Andreia tem faltado no fundamento que deveria ser a sua principal especialidade e do qual o Brasília mais se ressente no momento, o ataque. Se colocarmos na balança aquilo que a oposto titular contribui e deixa de contribuir, certamente o prato dos prejuízos pesa mais.

Enquanto isso, no Pinheiros, a Bárbara cumpriu o seu papel de oposta. Os torcedores do Brasília devem ter adorado ver que, logo agora, ela deslanchou... 


******************************

São Cristóvão/São Caetano 0x3 Vôlei Nestlé

Um comentário atrasado sobre estes jogos que o Sanca está “mandando” em Manaus: acho ótima ideia. Levar a SL para outros estados, com times de maior apelo ao público, é uma boa forma de conquistar e envolver novos torcedores com a competição e com o esporte. Em cada uma das duas partidas realizadas lá, o ginásio recebeu mais de 4 mil pessoas. 


11 comentários:

L. Mesquita disse...

6-1,a MENOS UM seria a oposta ANDREIA que,num jogo de 5 sets,marcou APENAS 5 PONTOS,sendo que um deles foi de saque!!!Comparativo entre BÁRBARA e ANDREIA:ambas eram centrais,BÁRBARA marcou 18 pontos contra 5 da ANDREIA.Para quem era central,ANDREIA não está nem marcando ponto de bloqueio,estranho não é?Em compensação a central argentina MIMI SOSA marcou 15 pontos só no ataque e mais 2 de bloqueio.Gostei da entrada de SABRINA como ponteira,mas o Anderson poderia ter testado mais a PONTEIRA/OPOSTA LETÍCIA CORDEIRO como opção p/substituir a ANDREIA.A MVP OLÍMPICA PAULA fez muita falta pela qualidade do seu ataque e pela sua liderança dentro de quadra,ela que sempre chama a responsabilidade para si.Enfim,o PINHEIROS também subiu muito de produção,principalmente da sua ex-central e agora oposta BÁRBARA.A linha de passe do PINHEIROS está muito eficiente e ainda tem no banco a argentina TANYA ACOSTA que também é uma excelente ponteira. Creio que com o crescimento de produção do PINHEIROS teremos confrontos muito equilibrados na COPA BRASIL entre NESTLÉ e PINHEIROS, BAURU e PRAIA, BRASÍLIA e MINAS, só acho que o REXONA embalado vai sapecar o FLUMINENSE.

Alysson Barros disse...

Cinco pontos? Fez foi muito. Já teve jogo que ela fez menos.

Essa Andréia é uma desgraça. Por que será que só o Bernardo tem peito pra colocar ela no banco?

Mistérios do vôlei brasileiro...

George disse...

A pergunta é: teve alguma partida dessa SL em que a Andreia teve pontuação de oposto? Acho que o máximo que vi ela pontuar em uma partida foi 9 pontos. Qual a explicação pra manter ela no posto? Nunca vou entender.
Quanto ao time, acho que rende bem, mas parece que ele depende mais das fragilidades dos oponentes do que suas próprias virtudes. Algo bem semelhante ao que o Rexona faz muito bem.

Lip disse...

É no mínimo bizarro um técnico deixar um peso morto em quadra.Sabrina deveria ser titular e pronto sem segunda chance pra Andréia ,uma oposta que passou o primeiro turno inteiro sem fazer nada,merecia virar a terceira oposta do time!

L. Mesquita disse...

Foi um ponto por set, quando ela era central ela pontuava até mais... A Barbara também teve dificuldade de adaptação na transição de central p/oposto, mas parece que agora Bárbara deslanchou. Como central vai ser difícil a Andreia desbancar a Roberta ou a Vivian que vem pontuando como opostas em Brasília, que tal tentar a Leticia Cordeiro como oposta hein Anderson?

Rodrigo André disse...

Estranho como existem jogadoras de uma temporada só, nao? A Andreia fez chover no próprio Pinheiros, foi a maior pontuadora da Superliga, e depois caiu de produção. Uma pena, pois parecia promissora nessa função. Será que foi aquela lesão no pé que tirou a segurança dela? Mistério. O Brasília parece estar no limite, enquanto outros melhoram. Vai acabar lá na meiuca de novo. Rio, Osasco, Praia e Minas são minhas apostas de novo paraas semi, a não ser que Baurú ou Pinheiros aprontem...

L. Mesquita disse...

Lá vem o KWIEK relembrando os tempos de REP.DOMINICANA. O BAURU com o jogo nas mãos,em vez de liquidar a fatura, relaxa e deixa o MINAS virar... Já vi esse filme com o KWIEK dirigindo a REP.DOMINICANA várias vezes!!!

Joffre Neves disse...

Gostava de como a Andrea se postava e pontuava bastante no Pinheiros lá em 2014 por aí,de lá pra cá ela caiu tanto de rendimento que preocupa bastante.Pra lembrar bem :em 2014 ela era cotada como a terceira oposto da seleção e hoje não pontua quase nada.Hoje é preciso ter uma oposta um pouco mais baixa e mais efetiva como a Sabrina que uma experiente como a Andrea como titular na saída de rede.Pensei o seguinte aqui : se a sabrina não render,pode ser feito a adaptação da roberta como oposta e a terceira central entra na titularidade no lugar da roberta porque mesmo assim o meio de rede fica forte e o contra-ataque bem acelerado na china,embora eu ainda prefira uma oposta sem passo de meio de rede acho que seria viável.

Joffre Neves disse...

Minas fez 3x2 no Bauru e jaque entrou em alguns momentos,no tie o Bauru fez 6x1 e o minas reverteu em boa sequência da saque da fran.Rosa foi bem.

L. Mesquita disse...

JOFFRE,acho desencessário transformar mais uma central em oposta,a Roberta é uma das melhores centrais dessa superliga,não vamos querer estragá-la também,não é mesmo?O Brasília tem a Letícia Cordeiro que é uma oposta que veio das categorias de base e que já entrou em alguns jogosdo Brasília.Basta não ficar tão bitolado com a Andreia só por causa da sua experiência que,dentro de quadra,não está se refletindo em pontos, e dar mais oportunidades à Letícia atuar como oposta.

L. Mesquita disse...

Como eu tinha dito num comentário anterior,deixar virar um 6x1 no tie break foi falha do técnico... Tem que tentar algo diferente e não deixar a maiones desandar dessa maneira.Assim como dirigindo a Rep.Dominicana,ontem Kwiek se mostrou meio desonrientado para mudar alguma coisa sem deixar escapar o tie break.