quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Despedida melancólica

Dentil/Praia Clube 0x3 Rexona-Sesc 
 
 

O Praia, os torcedores e o vôlei brasileiro mereciam uma despedida de 2016 mais bonita. No mesmo ano em que deu o passo mais importante da sua história (chegar a final de uma Superliga), foi protagonista de uma das piores partidas desta edição do campeonato.

Mesmo o equilíbrio da primeira parte do primeiro set já mostrava que o Praia não estava numa jornada boa. O Rexona com enorme dificuldade de pontuar no ataque, seja na virada como no contra-ataque, ainda assim se mantinha na briga do placar. Por quê? Porque o Praia errava horrores.

Se não me engano foram 10 pontos só no primeiro set. Desta vez, ao contrário do que aconteceu contra o Osasco, o Rexona aproveitou as bobeadas do adversário para tomar conta da partida . 


*******************************

O Praia ficou sem qualquer poder de reação, confuso nos próprios erros e neutralizado pelo bloqueio do Rexona, melhor fundamento da equipe carioca neste duelo. O bloqueio teve dupla função: além de compensar a falta de eficiência do ataque, intimidou ainda mais o Praia. Não houve saída para a Claudinha que, com a recepção normalmente ruim, não conseguia fugir das jogadas pelas pontas.

A não ser alguns espasmos de lucidez, quando encaixava uma e outra boa sequência de saque, o Praia não soube ameaçar o Rexona. E olha que o time do Bernardinho deu oportunidade, principalmente no primeiro set quando praticamente só as centrais pontuavam na virada de bola. Depois o Rexona foi ganhando moral, a Roberta começou a chamar a bola de meio fundo e o time foi pontuando com mais facilidade no fundamento.



*******************************

Contra o Rexona, fecharam seis rodadas que o Praia não contou com a Álix. Claro que isso pesou no desempenho da equipe. A Ellen, sua substituta, tem um perfil diferente. A Ramirez, que poderia assumir um pouco mais o papel da Álix, tem oscilado nesta responsabilidade e, principalmente, deixando muito a desejar no passe.

Mas não foi somente a falta da Álix que colocou o time na quinta colocação do primeiro turno da SL. O Praia é pouco agressivo e consistente em duas frentes: técnica e emocionalmente. É um time que se perde muito fácil, normalmente pelos problemas no passe. E essa dificuldade impede que o restante funcione, mesmo aqueles fundamentos que não estão diretamente ligados à recepção.

O Praia venceu dois dos cinco confrontos mais fortes da competição (incluo aqui o Minas): Bauru e Osasco. E contra o Osasco, sabemos bem, foi mais mérito da equipe paulista do que da mineira. Perdeu feio para Brasília e Rexona. Além de melhorar as questões técnicas e ter a volta da Álix, o Praia vai precisar ser mais impositivo para recuperar o respeito e fazer jus ao que alcançou com a final da SL passada. 



23 comentários:

George disse...

Foi um jogo terrível de assistir. Tecnicamente, um dos jogos mais fracos entre os grandes.
O Praia perdeu feio. Nenhuma das pontas virava bola, não conseguiam explorar o bloqueio. Depois de um tempo nem sacar corretamente conseguiram mais. Fora que nos contra-ataques batiam cabeça, parecia mais um time de desconhecidas jogando do que profissionais que treinam diariamente.
Ainda acho que o time tem muito a crescer, mas é notável que vai precisar de muito ainda. Tá mais parecendo o time do Sesi do ano passado. O primeiro jogo contra o Valinhos, muito acirrado, foi a prévia do que veríamos a seguir.

Joffre Neves disse...

Muito feio,prefiro nem comentar tanto.

Rodrigo André disse...

É... Torço pelo Praia, mas está difícil. Salva-se Wal, e eventualmente a Fabiana. Mesmo assim poderiam bloquear mais. Cláudia funciona com passe na mão, o que não existe nesse time. Tassia sem comentários. Ramirez é uma ex ótima oposto. Michele é só composição, o que fica evidente sem Alix e com Ramirez mal. O banco não funciona, nem Carla nem Malu derrubam bolas. Desequilíbrio emocional chegou e parou. Enfim, o técnico não da instruções, apenas pede garra, bom passe, vamos rodar... Até eu oriento tempo assim. Picinin perdeu a mao. Espero que, se o resultado ruim se confirme, o patrocinador troque tudo mas mantenha o projeto, e não faça como o SESI. Podiam voltar com Spencer, que fez esse time aparecer quando ainda não tinha tantas estrelas.

L. Mesquita disse...

O problema do Praia não é a falta da Alix nem o passe somente. Até pq o PASSE do REXONA não é lá essas coisas também... O problema do Praia é mais EMOCIONAL, PSICOLÓGICO... Parece que o PRAIA tem TRAVADO nas últimas partidas contra o REXONA. O Praia tem um timaço e conta com uma das melhores levantadoras da Superliga e uma das melhores duplas de centrais do MUNDO: Fabiana e Walewska. O Praia q joga contra outras equipes não é o mesmo Praia q jogou contra o REXONA. O Praia tem q fazer um trabalho psicológico específico para enfrentar o REXONA. E quem já tá querendo detonar o Picinin, parem com essa mania do futebol de querer queimar o técnico, pois foi mérito do Picinin levar o Praia às finais da última temporada. O Praia tem tudo para fazer um bom segundo turno, basta por o PSICOLÓGICO em dia!

L. Mesquita disse...

Difícil mesmo vai ser alguém tirar o título do REXONA. Acho que a briga boa vai ser mesmo pelo SEGUNDO LUGAR, ou seja, a briga será para quem vai ter o DESPRAZER de perder a FINAL p/ o REXONA. Todo mundo sabe q o REXONA cresce muito numa FINAL e, até agora, não vejo nenhum dos times com capacidade de bater o REXONA na FINAL... A não ser que derrubem o REXONA na SEMIFINAL, o q acho pouquíssimo provável também...

L. Mesquita disse...

Só para lembrar, achei a atitude dos dirigentes do Flu e do delegado da partida muito FEIA E ANTIÉTICA: deixar as jogadoras do Praia esperando num ginasio sem condições de jogo durante tanto tempo sendo q o ginásio do próprio clube Fluminense tinha condições de jogo e dava pra ir até a pe ate lá de tao próximo! Falta de respeito também com a Rede TV e o público! Queriam ganhar do Praia no cansaço, mas o tiro saiu pela culatra.

Yana Souza disse...

Não tem nada a ver o que vc disse... o passe do Praia ta acabando com a equipe sim até as equipes de segundo escala o dão pressão no Praia e só forçar o saque... o Praia tem apanhado feio de outros times tb... só não levou uma lavada do Osasco pq o Osasco erramos que o Rio.. o problema do Praia e recepção sim.
Nada de psicológico...

Mantronix Inc disse...

Osasco 3 x 0 Bauru

O jogo começou muito bom e equilibrado, com Bauru na frente na maior parte do primeiro set. Mas Osasco demonstrou maior poder de decisão na reta final conseguindo fechar o set. Vale destacar o levantamento BIZARRO da Rivera p/ Thaisinha justamente no final do set, displicência típica do time Sel. da Rep.Domenicana, se o técnico fosse Bernardinho a cabeça da jogadora tería sido decepada.

Em contrapartida, Brenda Castillo é um show a parte, defesas impossíveis, raciocínio rápido, retorno de defesa com qualidade de precisão, recepção impecável, levantamentos ousados e precisos. De longe esta sendo a melhor líbero da SL.

O primeiro set não configurou a tônica da partida, a quantidade de erros de saques desequilibrou, a insistência de Kiwek com a Rivera q não virava, a inversão 5/1 era péssima e só prejudicava, entretanto Kiwek insisti! Entrada da Mari Casemiro e Deyse não surtiu efeito e o time não conseguiu segurar a pressão da consistência do Osasco, entrando em colapso total com sua recepção no 3 set.

Se fosse Kiwek só deixava a Rivera entrar p/ sacar, ela tem um saque venenoso, e faria a composição das atacantes com Thaisinha, Mari e BRUNA. As meios, Vaquiria e Angélica estavam muito bem e permaneceriam.

Em todos os momentos duvidosos, o juíz sem titubear favoreceu o Osasco. Roubaram ponto de ataque da Thaisinha, FEIO!. Partida mal arbitrada.

Mantronix Inc disse...

Vou aproveitar p/ fazer um protesto contra o preconceito, a discriminação e a panelagem no vôleibol.

Como exemplo, vou comparar duas jogadoras, d preferência c/ uma q não esteja atuando aqui.

Entre Mari Paraíba e Thaisinha me respondam:

1- Quem é a diva?
2- Quem é a melhor atacante?
3- Quem já foi chamada p/ Seleção?
4- Quem nunca foi chamada nem pra Sel. B?
5- Quem esta em primeiro lugar no ataque na SL 2016/2017 ?
6- Quem estava deixando no banco a Carcaces no Mundial de Clubes desse ano?

Agora vai aparecer um "expert" e me dizer, Mari Paraíba foi convocada para ajudar na composição da linha de passe !
Ahe eu pergunto; e quando chega na rede, o Zé ou Zoran Terzic tirava ela?
Não.

Portanto, queridas jogadoras, permaneçam bonitas, façam como Thaisa, Piccinini, Darnel, etc.. operem o nariz se precisar, apliquem silicone, abusem da maquiagem, pois o vôleibol feminino é ainda regido exclusivamete por homens, com excessão da Lang Ping e pouquissimas outras, é evidente q infelizmente existe machismo, e beleza ainda conta onde não deveria contar.

Joffre Neves disse...

Uma pergunta que me tormenta e ainda não acho resposta : Por qual razão ponteiras de 1.80 ou menos dão tanto prejuízo no passe sendo que teoricamente deveriam passar melhor que gigantes de 1.90 ? a Ellen não tem 1.80,passa pior que a Alix com seus quase 2m e no ataque não é tão matadora assim.Time do praia tem margem de crescimento ainda porém está muito aquém do que pode.Ramirez está com muita dificuldade de matar o ponto e isso faz muita falta.Só há como vencer o rexona se diminuir seus erros em 90 por cento e nenhum time anda fazendo isso,sabem dessa informação e continuam errando muito,o grande segredo do rexona é errar quase nada e torcer pra o adversário errar tudo o que sabe.A meu ver o Rexona não é tudo isso e de certa forma deveria ser bem mais frágil com jogadoras baixas e uma ponteira holandesa que não passa,não é tudo isso no ataque.Miha com 50 kg a mais ainda renderia melhor que essa holandesa se duvidar.

Rodolpho Francis disse...

Todos sabemos que o Time do Rexona força os erros dos adversários. Quando as Atacantes não matam o ponto, o bloqueio pega e quando passa do bloqueio a defesa poe pra cima, quem joga vôlei sabe que isso é um fator determinante pro andamento da partida. O time todo vai perdendo a paciência e é aí que o Rio joga, com muita inteligência. Dificilmente vemos uma partida em que o Rexona errou mais que o adversário. Enfim, torço pelas meninas do Rio, não por ser fã do clube, mas pelo jeito que elas jogam.
- Monique dificilmente faz uma partida ruim.(Nessa Temporada foi contra o Osasco)
- Gabi tambem vem se tornando uma jogadora regular(Quando a Natalia saiu do Rio e foi para o Amil, a Gabi tambem ficou com uma responsabilidade maior, isso fez com que ela iniciasse a competição um pouco devagar, mas com o tempo ela evoluiu e foi a Melhor Atacante da Competição)
- Carol, sem comentários. O que ela bloqueia é impressionante.
- Jucy tem chamado a responsabilidade nos momentos mais difíceis pro time.
- Roberta ainda é inconstante mas tenho fé que até o final da competição ela vai se tornar aquela Roberta que não deixou a Thaisa marcar um ponto de bloqueio, na semi.
- Buijs as vezes tem um lampejo daquela jogadora da Rio 2016
- Fabi Hors concours.

Yano o Chato disse...

Mantronix, entrei para concordar com você. Há tempos isso ocorre. Taisinha nunca teve uma chance, nem como recompensa por uma boa temporada, nem num Montreux Volley Masters. Neneca, idem. Foi diversas vezes melhor jogadora da rodada e nunca teve uma chance. Entre tantas outras. Mari Paraíba é uma piada. Tinha que ser líbero. Mas é bem isso que você falou. Não é a toa que várias delas entram maquiadas e se plastificaram todas. O machismo impera, e as mulheres no vôlei colaboram com ele. Se quisessem já teriam derrubado o Zé, não que eu queira isso, mas para exemplificar o poder que têm. Se quisessem já teriam derrubado o ranking, que só favorece um time. Muito pertinente seu comentário.

Yana Souza disse...

Bernardinho apenas sabe montar a equipe... Picinini não sabia que Ellen e Carla n passam? Duvido...pensou só em dinheiro..podia ter trazido a jaki... vai sofrer até o final com o passe... a Ramires bate forte mas leva infinitos tocos no pé na hora errada... hooker vai dar show nela... Rio campeão...hummmf

Mantronix Inc disse...

Yano

Há tempos eu também percebía isso, mas no jogo contra Osasco quando o Juíz fdp roubou na cara de pau o ponto da Thaisinha foi a gota da d´água. Tive q comentar.

George disse...

Não entendo pq preterir a Bruna, que estava em ótima fase, e insistir na Mari. Rivera muito abaixo, mas não tem banco que dê sustentação.
Ressalva do time é a Castillo que é a melhor líbero atualmente no volei mundial. É um espetáculo a cada jogo. Ela antecipa todas jogadas e raramente espirra alguma defesa/passe.

Rodrigo André disse...

Parece que o cara não viu os jogos sofríveis que o Praia fez contra o SESI e o Valinhos, por exemplo. É um time desorganizado, parece que não tem entrosamento e tática... E aí não é só psicologia não, tem a mao do treinador tb. É tudo junto: faltou visão pra montar o time, falta estratégia tática, falta psicológico... É a fartura do Praia. Dizem que em time que está ganhando não se mexe, e foi aí o erro. O Praia foi vice ano passado e se acomodou. Os outros melhoraram.

L. Mesquita disse...

Getem NATÁLIA MARTINS mão pode nunca ser banco da SARAELEN, assim como a GIGANTE SÉRVIA ANA BJELICA não pode ser banco da Ana Paula Borgo e muito menos a ponteira SERVIA TIJANA MALESEVIC pode ser banco da GABIRU!!! Com BJELICA, NATÁLIA e MALESEVIC de titulares o NESTLE meteu 25x13 com facilidade no terceiro set!!! Alguém acorda o LUIZOMAR, por favor, as SERVIAS e a NATAĹIA NÃO PODEM SER BANCO!!! Elas tem que começar a partida de titular!!!
Quando eu digo que o problema do PRAIA é psicológico mais do que de passe, é porque ELLEN, CARLA e RAMIREZ já passaram muito melhor do que estão passando agora! Será que desaprenderam??? Claro que não! Já vi Ramirez, Carla e Ellen passarem muito melhor do que agora... Porque Michelle continua uma excelente passadora e essas 3 estão errando acima do normal? Não vejo outra explicação que não seja emocional, psicológica, pois todas as 3 são jogadoras experientes e sabem executar o gesto técnico do passe, porque estariam errando tanto então? Desconcentração? Tensão? Ansiedade? Claro que Michelle sempre foi melhor passadora que as 3 juntas, mas isso não justifica o baixo rendimento de suas companheiras...

L. Mesquita disse...

Outra coisa, além de BJIELICA, NATALIA e MALESEVIC, jogaria com CAROL ALBUQUERQUE de titular, pois PANI LINS tem dado muitos vacilos de distribuição, deixaria para entrar com DANI LINS e ANA PAULA BORGO na inversão do 5x1.
Enquanto isso, a SUPERLIGA MAIS EQUILIBRADA DOS ÚLTIMOS ANOS termina o primeiro turno com REXONA isolado na liderança com 31 pontos, 4 equipes na casa dos 20 pontos: NESLTE 27ptos e 3 equipes com 23 pontos: BRASÍLIA, BAURU e PRAIA... Depois vem 3 equipes com 16 pontos: MINAS,PINHEIROS e FLUMINENSE.

L. Mesquita disse...

Não estou dizendo que o passe não esteja prejudicando o Praia, mas o que está motivando o passe do Praia estar ruim? O time do Praia com passe na mão tem um poder de fogo incrível, até porque tem uma dupla de centrais TOP MUNDIAL... Acredito que no segundo turno esse problema de passe possa ser resolvido ou melhorado, pois o Praia tem um time muito forte e vai dar muito trabalho ainda na Superliga.

L. Mesquita disse...

REXONA SESC E DENTIL PRAIA CLUB,respectivamente,CAMPEÃO E VICE tanto da SUPERLIGA-2016 quanto da COPA BRASIL-2016, disputarão entre 14 e 18 de FEVEREIRO de 2017, nas cidades de Uberaba e Uberlândia o Sul-Americano de Clubes. Uma chave com jogos em Uberaba e outra com partidas em Uberlândia. As semifinais serão disputadas em Uberaba e a final e decisão do terceiro lugar serão em Uberlândia. O Campeão SUL-AMERICQANO disputará o Campeonato Mundial de Clubes em MAIO-2017,no Japão. No Mundial serão 2 chaves também, 2 equipes já estão classificadas: as japonesas do Hisamitsu Springs e do NEC Red Rockets. Faltam definir mais 6 equipes para o torneio.

L. Mesquita disse...

Com o término do primeiro turno da Superliga Feminina ficaram definidos os cruzamentos quartas de final da Copa Brasil, que acontece no início de Janeiro:
Rexona-Sesc (1º) x Fluminense (8º),Vôlei Nestlé Osasco (2º) x Pinheiros (7º),Terracap/BRB/Brasília (3º) x Camponesa Minas (6º),Genter Vôlei Bauru (4º) x Dentil/Praia Clube (5º).

Rodrigo André disse...

Acho que o Rexona e Osasco passam sem sustos. Brasília se deu mal , pq o Minas não é o mesmo do começo do turno, acho que passa Minas. Praia e Baurú são incógnitas, quem estiver num dia melhor passa (vamos ver se a Alix já voltou e se a calma volta a reinar).

Joffre Neves disse...

Eu tentaria a mari passando com a thaisinha e a bruna de oposta no caso se a rivera não ganhar uma melhor forma física.Talvez com a castillo cobrinho o jogo fluide melhor porque o genter-Bauru tem boas peças em todas as posições.