De olho nelas: Japão


O apressadinho Manabe, treinador japonês, já definiu o grupo de 12 jogadoras para a Olimpíada 2016.

Levantadoras: Haruka Miyashita, Kanami Tashiro

Opostas: Miyu Nagaoka, Saori Sakoda

Centrais: Erika Araki, Haruyo Shimamura, Mai Yamaguchi

Ponteiras: Saori Kimura, Yuki Ishii, Yurie Nabeya

Líberos: Arisa Sato, Kotoki Zayasu

Do grupo que disputou o Mundial de 2014, seis jogadoras permanecem. Como na Copa do Mundo, Manabe preferiu levar à Olimpíada duas líberos. Mas, pelo que me recordo, ele não costuma utilizar as duas nas partidas. Acho que a Sato daria conta do passe e defesa japonês, abrindo uma vaga para uma atacante jovem ter a oportunidade de disputar seu primeiros Jogos.

Infelizmente não é o que vai acontecer nem para Koga nem para Inoue. A primeira, principalmente, é uma pena que tenha ficado de fora. É uma das poucas boas novidades do Japão neste ciclo.

Por fim, não me surpreende o corte da experiente Ebata, que retornava à seleção este ano, mas sem o mesmo poder de decisão de antigamente. Apesar de o Japão não se prender muito às posições, acho que Sakoda e Nagaoka eram escolhas mais acertadas para oposto.
*********************************
 
Ela voltou

Marco Bonitta pediu, ela voltou. Lo Bianco vai integrar o grupo italiano e deve ter garantido seu lugar na Olimpíada do Rio. Orro, que vinha sendo titular, está machucada assim como Signorile, deixando praticamente a outra jovem levantadora Malinov sozinha no comando.

É verdade que as jovens levantadoras estavam levando bem o time e não estava nelas o grande problema italiano. Aliás, o principal problema e a principal qualidade da Itália são os mesmos: a juventude. A mesma que dá uma cara nova e interessante à envelhecida azzura é aquela que comete erros sem fim e a faz perder competitividade.

Ter a Lo Bianco no elenco deve dar um alívio aos torcedores que viam o levantamento nas mãos de duas jogadoras muito jovens. E com razão: uma coisa é jogar GP, outra Olimpíada. Lo Bianco é sinônimo de segurança. Porém, os problemas físicos limitaram muitas vezes o bom jogo da levantadora ao longo de sua carreira e o mesmo pode acontecer agora.

Por mais que Lo Bianco seja uma jogadora única, acho que ela pouco mudará o destino da Itália no Rio. A briga italiana será se classificar para as quartas-de-final, objetivo bem abaixo do almejado pela levantadora nas outras edições dos Jogos que disputou.

Comentários

Bruna Volochova disse…
Realmente a Lo Bianco não vai mudar muita coisa, além da de passar experiência, junto com Del Core. A Itália tem um time interessante, mas creio que devido à juventude não resista ao funil olímpico. Deve chegar às quartas e só.

O Japão tem tantas daquelas jogadorinhas, todas semelhantes, com as mesmas características técnicas, quase todas ponteiras parece, que fica até difícil avaliar. Eu teria levado a Koga e a Nakamishi, se ela ainda estiver jogando.
Joffre Neves disse…
Se eu fosse o técnico do japão eu chamaria as mesmas levantadoras porque se mostraram serem boas e com uma boa altura para o padrão japonês.A Miyashita tem quase 1.80 e vai ser a titular absoluta com a Tashiro(1.73) entrando em inversão com a sakoda(1.76).Com relação as opostas eu até gostei porque de fato a nagaoka tem uma boa impulsão e dá muita confiança ao time,tem quase 1.80,e a sakoda pula bastante e tem uma boa bola meio fundo e a bola na saída bem interessante,me lembro que em um jogo contra a Rússia ela tava jogando muito bem.As meios estão bem ok pra falar a verdade porque a shimamura até que joga bem e as vezes joga na saída bem rápida,não uma jogada china e é bem alta ao padrão japonês com 1.82,Araki muito experiente e bem alta(1.85) joga bem e o erro mais pesado foi levar a yamaguchi invés da Iwasaka de 1.87,com uma china boa e muito talentosa.Com relação as pontas eu não gostei da nabeya no lugar da koga ou da shinnabe,a nabeya é esforçada e tudo mas eu preferiria chamar a shinnabe porque ela varre toda a quadra e mesmo bem baixa(1.73)sempre tem uma boa paralela,compensa bastante sempre.Por mim eu chamaria além da kimura,shinnabe,ishii a koga porque a mesma tem um bom ataque e tem tudo a crescer e melhorar,bastante jovem e com boa impulsão,é irregular mas apostaria nela pra até em 2020 lá em tóquio.Certamente as titulares na ponta serão kimura e ishii na ponta,miyashita,araki e shimamura no meio e de líbero a sato.A meu ver eu não convocaria duas líberos ao time do japão porque todas sabem passar e defender muito bem e a shinnabe entraria como uma luva nesse setor também assumindo o ataque e só chamaria a zayasu porque a acho mais completa em relação a sato,esta última tem um bom toque e faz um levantamento de segunda muito bonito,que logicamente é contabilizado como erro,mas acho que essa arma vai ser estudada mais pelas equipes aqui no Rio.
No geral até que o Manabe soube usar bem suas armas mas o que pegou foi levar duas líberos a meu ver.
L. Mesquita disse…
Manabe foi um dos mais talentosos levantadores q o Japao ja teve e um tecnico estrategista q fez a equipe mais baixa da Olimpiada 2012 ganhar o Bronze.
Ao contrario do Ze Roberto, Manabe nao estava interessado em passar p/a fase final do Grand Prix, mas sim em fazer "testes" e definir o time ideal p/a Olimpiada 2016. Manabe nao foi apressadinho p/definir as 12 olimpicas, ele foi sim muito objetivo e trabalhou muito p/isso. Manabe foi o tecnico que mais fez testes nesse Grand Prix, ele literalmente pos todo mundo p/jogar p/definir as 12 olimpicas, ao contrario de Ze Roberto.
Manabe pautou sua convocacao potencializando as caracteristicas das jogadoras japonesas, que em vez de altura se sobressaem na habilidade, agilidade, tecnica apurada e defesa. O criterio principal para definir a selecao foi o potencial de defesa e passe. Inclusive as centrais sao eximias defensoras. A selecao japonesa vira com as melhores passadoras e defensoras dessa Olimpiada, nao a toa, Manabe nao abriu mao de vir com 2 liberos.
Manabe vira com 3 jodaoras coringas:
A Oposta Saori Sakoda e a Central Mai Yamaguchi tambem jogam de ponteira. A libero Kotoki Zayasu tbem joga de levantadora. Ou seja, na verdade, o Japao contara com 5 opcoes de ponteiras e 3 opcoes de levantadoras, se necessario, gracas as multiplas funcoes dessas 3 jogadoras coringas. Tenho quase certeza q a Korea tbem vira c/2 liberos, pois Korea e Japao dao muita importancia a funcao de libero e costumam por as 2 pra jogar numa mesma partida.
Provavelmente o time titular do Japao sera:
Oposta Miyu Nagaoka, Centrais: Erika Araki, Haruyo Shimamura, Ponteiras: Saori Kimura, Yuki Ishii e levantadora Haruka Myashita. A ponteira promissora Yurie Nabeya e a mais jovem da selecao, mas mostrou muita seguranca qdo foi solicitada no Grand Prix, por isso ganhou a disputa com Sarina Koga que oscilou entre boas e irregulares apresentacoes. As Líberos Arisa Sato e Kotoki Zayasu devem revesar entre si na Olimpiada.
Sobre a Italia prefiro nao comentar, pois duvido q ela se classifique para as quartas-de-final. A Italia e freguessa de carteirinha da Holanda de quem vem tomando surras seguidas de 3x0, a Italia tbem nao conseguira passar por Servia, EUA e China. Logo, a Italia vai a Olimpiada fazer turismo e so deve ganhar um misero joguinho de Porto Rico, adversario fraquissimo.
Boa Tarde, laura e leitores,

Foi divulgado a pré lista das seleções para Rio 2016, na SFV teve duas surpresas a presença de Paula Borgo e Fabizinha, isto só vem concretizar a preocupação da comissão técnica brasileira nesta posições, o que já vem sendo discuto nesse blog, torço para que seja confirmado a presença de paula borgo.
Vicente Maia disse…
Bem, eu tinha comentado no post anterior, mas como tem post novo vou relocar meu comentário já feito sobre a relação de jogadoras.

A FIBV publicou a relação das 20 jogadoras brasileiras das quais serão escolhidas as 12 que irão para as Olimpíadas. Até aí tudo bem. Mas há surpresa de alguns nomes.
Carol está de volta.
Paula Borgo foi relacionada depois do clamor das redes sociais.
Mas a maior novidade é a o nome da Fabizinha aparecer. Isso significa que as atuais líberos não estão convencendo.
Eu conversei com a Fabizinha no começo do Grand Prix e ela foi categórica. Que o tempo dela já tinha passado e que tinha de abrir espaço para as mais novas. Mas o seu nome não estaria nessa lista sem a AUTORIZAÇÃO dela! A CBV não perderia o lugar de uma jogadora indicando alguém que não pudesse ir. Então, essas indicações são quentes e qualquer dessas jogadoras poderão estar nas Olimpíadas. Eu aposto que Fabi e Paula são nomes muito fortes para estar lá.

Link
http://rio2016.fivb.com/en/volleyball/women/teams/bra-brazil/players
George disse…
A Fabi deu várias entrevistas que o tempo dela tenha passado, mas deve ter sido relacionada entre as 20 a pedidos do Zé para passar experiência e confiança nesse tempo pré-olimpiada. Ou pode ser que ela tenha feito um acordo tipo o do Serginho e decidiu que pode voltar a treinar. De qualquer forma, é boa essa noticia para que leia e Camila saiam da zona de conforto e rendam mais do que tem rendido.
Quanto a Paula, acho que ela fará a mesma coisa pela Tandara. E, caso ela não renda, Paula vem com tudo pras olimpiadas. O clamor era exatamente esse, que ela viesse para ser testada, esse tempo em Saquarema pode ser um divisor de aguas na carreira dela.
Rah Silva disse…
Acho q esse roster não é confiável nem ao querendo mto acreditar que fosse seria um sonho ver a Fabizinha de volta, Carol e Paula. Fabizinha podia vir no lugar das duas atuais Libéros, mais e Carol? Pra ele ficar com Carol teria que dispensar Adenizia e Thaísa? pq Jucielly está sendo nossa melhor Central até agr. Fabiana é sempre regular. Já a Paula cairia como luvas para ser reserva e entrar sempre na inversão 5-1.
Seria um sonho? Ou um site falso da FIVB?
Bruna Volochova disse…
Que babado forte! Ainda tem a Naiane. Mas Fabi abalou tudo.
Vicente Maia disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Vicente Maia disse…
Naiane é pra um caso fortuito de duas levantadoras não terem condições de ir para as Olimpíadas. Assim como é Mari Paraíba.
Sobre a Fabi é que paira toda essa dúvida. Hoje a mãe da Fabi postou nas redes sociais que isso é especulação e que devemos torcer pela Camila Brait. Eu duvido que o nome dela esteja nessa lista sem que ela tenha sido consultada. Se fosse só listar as atletas que o JRG sonha, a Wal também estaria. A menos que seja para pressionar as líberos. 😄
Bruna Volochova disse…
Eu também pensei que o uso da imagem da Fabi seja para pressionar as líberos. Mas nenhuma das duas tem a garra e liderança da Fabi. Acho que a Brait não vai mudar, ela é muito patricinha bonequinha de luxo, faz a linha Thaísa molicat. A Leia já é mais esculhambada e ao meu ver mais próxima do que a seleção precisa, mas não passa tanta confiante ainda. E tecnicamente na recepção e na defesa eu acho a Brait melhor, mas ela tá numa fase ruim há um tempinho.
Se a Fabi voltasse fortaleceria muito o time. E a Fofão também, a Wal também.
Renova ao contrário Zé!! hhiauhahaha
Isa Costa disse…
Pra mim a Fabi iria para dar um treino de luxo para Camila e Léia e eu acho podre essa preferência escancarada da Fabi pela Camila só porque é amiga dela.
raphael martins disse…
TÔ contigo Isa, uma falta de respeito com a Léia, se ela se aposentou que deixe a seleção seguir seus rumos, ora, ninguém tem lugar cativo quanto mais fazer sucessora.
George disse…
Acho que muito da preferência da Fabi pela Brait seja uma "reparação" por Londres, onde a Camila estava muito bem e foi preterida por ela.
Ademais, seria bom se Fofão e Wal pudessem estar nessa preparação para ajudar. Acho que passariam a confiança que não estamos vendo nas jogadoras.
Unknown disse…
Em 2102 a Brait estava no seu auge. Era a melhor da posição à época. Mas a Fabi tinha essa garra e liderança que foi importante para disseminar a recuperação daquela situação difícil.
A Brait tem um limite técnico maior do que a Leia, que hoje esta melhor, mas daqui a 30 e poucos dias as coisas podem mudar.
Gosto das duas, acho que elas são boas liberos. O que lhes falta, na minha opinião, é o que a Fabi tinha de sobra, que é a vontade de ganhar.
A Brait pode chegar a um nível bem melhor do que está hoje, mas não sei se ela quer.
A Leia parece ser mais discreta, às vezes até penso que ela esta desinteressada do jogo, mas de repente ela se mostra presente. Talvez por isso haja alguns aqui que dizem não confiar muito nela.
Enfim, nosso problema não são as liberos, mas conseguir formar um grupo mais coeso, integrado e coletivamente focado em um objetivo.
O que temos hoje é, ainda, um grupo de jogadoras. E até os Jogos elas precisam se transformar em um time. Elas têm condições de conseguir, não duvido, mas será que elas estão dispostas a abrir mão de outras coisas? Pequenas coisas que limitam o potencial de cada jogadora..
raphael martins disse…
Isso é um fato, não vejo coesão/integração em quadra, mas jogadoras dispersas e desligadas entre si mesmas e perante o jogo. Sem alma. Ainda não temos um time.
L. Mesquita disse…
Lang Ping, em 2015, mandou o time B para a Final do Grand Prix e focou o time A na conquista do Tetra-Campeonato da Copa do Mundo. Entao a China conquistou sua quarta Copa do Mundo, torneio dificilimo, no qual nem Brasil e nem EUA conseguirarm ainda ser campeoes. Agora, Lang Ping novamentr despreza o Grand Prix em 2016, p/focar na Olimpiada. O que vem por ai???
Rah Silva disse…
Falando de superliga: Osasco anunciou duas sérvias para a próxima temporada. Trata-se da Oposta Ana Bjelica e a da Ponteira Malesevic. Boas contratações e terá duas opostas de potência e uma Boa passadora.
Agora o elenco ficou com:
Levantadoras: Dani Lins e Carol Albuquerque
Opostas: Ana Paula Borgo e Bjelica
Ponteiras: Tandara, Malesevic, Clarice Peixoto, Bruna Neri e Gabi
Centrais: Saraelen, Bia, e Natália Martins
Líbero:Camila Brait
Acho q nessa temporada com duas opostas de tanta qualidade provavelmente a Tandara vai atuar de ponteira. E acho q está em um futuro próximo de contratar a líbero Suelen.
Vicente Maia disse…

Rah Silva,
Não vejo a Paula bancando pra Bjelica. Tenho quase certeza que essas duas estrangeiras vão fazer parte da longa lista de estrangeiras que naufragam no Osasco. Aposto em Gabi e Paula assumindo a titularidade em algum ponto da superliga.
Luiz Henrique disse…
Aí vejo umas pessoas aqui pedindo a volta da Fabi, Fofão e Walewska. Aí vão em outra página é comentam que o ZRG é paneleiro e que ele não soube "renovar" a seleção com jogadoras mais novas. Vai entender...
Luiz Henrique disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Joffre Neves disse…
Gente,esperem passar as olímpiadas pra saber se elas vão flopar em osasco ! Quem sabe não ? Gostei das contratações e hj vejo mais forte a inversão de 5x1-dani(1.81),bjelica (1.90),tandara(1.84),malesevic(1.85),saraellen(1.83)Bia(1.88) e brait fica um ótimo time !Carol alburquerque sempre boa jogadora,gabi boa jogadora pra a a altura dela né porém não a colocaria o jogo inteiro e paula são ótimos reforços.O time até que contratou bem.
Bruna Volochova disse…
O problema, Luiz Henrique, é que você não foi inteligente o suficiente para entender a ironia do post. Um dia a ficha cai...
Rah Silva disse…
Tu acha? Acho a Paula uma oposta promissora, porém a Bjelica é uma oposta experiente mesmo com seus 24 anos, tem uma rodagem maior e já mostrou q tem talento de sobra tanto na Seleção como pelos clubes onde passou, vide sua passagem pelo Chemik Police que foi impecável. Mais tem seus poréns é uma oposta europeia e q é acostumada com bolas altas coisa q Dani Lins n sabe jogar e já queimou mtas jogadoras como Joycinha uma das maiores ppntuadoras e melhor atacante do último campeonato turco. Porém o Osasco fica fortíssimo com a inversão 5-1 com Bjelica e Carol.
Mais é as pontas titulares acho q nem a Malesevic nem a Tandara vinheram p bancar.
Minha opinião.
Rah Silva disse…
Tu acha? Acho a Paula uma oposta promissora, porém a Bjelica é uma oposta experiente mesmo com seus 24 anos, tem uma rodagem maior e já mostrou q tem talento de sobra tanto na Seleção como pelos clubes onde passou, vide sua passagem pelo Chemik Police que foi impecável. Mais tem seus poréns é uma oposta europeia e q é acostumada com bolas altas coisa q Dani Lins n sabe jogar e já queimou mtas jogadoras como Joycinha uma das maiores ppntuadoras e melhor atacante do último campeonato turco. Porém o Osasco fica fortíssimo com a inversão 5-1 com Bjelica e Carol.
Mais é as pontas titulares acho q nem a Malesevic nem a Tandara vinheram p bancar.
Minha opinião.
Vicente Maia disse…
Rah Silva,
também acho que a inversão fica forte independente da oposta. Mas, já vi times do Osasco muito mais fortes que naufragaram, vamos ver. Confesso pra você que espero muito da Paula e Saraelen e espero pouco de Tandara e das estrangeiras, mas o que vier é lucro. Eu não sei como vai estar a comissão técnica, se vai ser o Luizomar quem vai comandar mesmo.
Estou com mais expectativas na Superliga do que nas Olimpíadas. Praia com o melhor time individualmente, Osasco com uma equipe forte e o Rio de Janeiro com um time muito homogêneo e consistente como sempre. Vai ser uma Superliga muito boa, espero.
Rah Silva disse…
Bem q o Osasco poderia ter trago a Stevanovic um Central jovem e Boa, também preferia outras peças mesmo n sendo torcedor do Osasco mais gosto de ver uma competição equilibrada. Preferia uma Central e uma ponteira. E n confio mto na Tandara ta muito fora de forma e sabemos q ela n aparece quando Ta "gordinha" principalmente, o campeonato e longo e desgastante. Mais gosto mto da Suelen líbero espero q n assine com o Osasco pra ser reserva de Brait. Em questão das estrangeiras tinha opções melhores e mais viáveis. Como ponteira: a Krista Vasant dos Estados Unidos, a Sylla da Itália, ou até mesmo a Herbotts da Bélgica. Tem também a excelente Ângela Leyva, mais n sei se com as leis do peru poderia atuar fora do país.
Central: tem a Sinead Jack de Trinidad e Tobago que atuou no Uralocka do Karpol e fez uma ótima dupla com a Zaryasko, A Chirichella da italia, Alexis Crimes dos Estados Unidos.
Acho q o Osasco se precipitou um poquinho nas contratações mais acho q pode dar liga, lembrando q o Spencer Lee Ta na comissão, se ele conseguiu fazer a Ju Nogueira se transformar numa exímia passadora, Tandara e Malesevic vai ser mamão com açúcar. Kkk e também acho q resolve o problema das centrais q são visivelmente razoáveis.