Montreux - Brasil 0x3 China


O Brasil estreou com uma derrota feia no Montreux. Feia porque, fora o terceiro set mais equilibrado, a seleção não teve chance alguma contra a China.

Temos que dar o desconto que nossa seleção B era “mais B” do que a chinesa. Essa entrou em quadra com jogadoras com experiência olímpica e mundial, como a oposto Hui e a levantadora Wei. A nossa foi composta basicamente com as jogadoras da seleção sub-23.

Difícil escolher o que mais comprometeu o desempenho brasileiro. Primeiro, tivemos problemas na recepção com a Laís e a Rosamaria. A pressão na recepção comprometeu o aproveitamento da Rosa no ataque. Ela só foi se soltar no final do terceiro set quando voltou à quadra como oposto.

Em segundo lugar, o Brasil teve pouca eficiência na virada de bola. As opostos tiveram melhor aproveitamento no ataque, caso da Paula e da Lorene. Só que a Naiane, nos primeiros sets, meio que ignorou a Paula. Optou mais pela Gabi e pela Rosamaria. Sem contar as poucas vezes que a recepção possibilitou as jogadas com as centrais.

Tudo isso deixou o jogo brasileiro bastante truncado e foi afastando a China no placar. Ainda mais porque a nossa seleção, presa na defesa chinesa, não conseguiu responder à mesma altura neste sentido. Ou deixávamos de defender bolas fáceis por erro de posicionamento ou técnica ou, quando defendíamos, os contra-ataques eram mal organizados. A China levou os pontos na maioria destas trocas de bolas.

O Brasil, em resumo, não ameaçou e jogou o tempo todo somente tentando esquivar-se de ser uma presa chinesa. E não conseguiu. 

***********************************
 
Findam os contratos, começam os anúncios oficiais

Hoje tivemos a confirmação de que a Fabiana jogará a próxima temporada no Praia Clube. É um reforço que dá um upgrade no bloqueio mineiro e, teoricamente, uma opção forte para o ataque. Digo teoricamente porque o Praia sofre com sua linha de passe. De qualquer forma, com a Fabiana, o time mineiro definitivamente fica com o título de melhor elenco da Superliga 15/16. Manteve o time titular, trouxe o reforço da capitã da seleção brasileira e as perdas que teve na reserva foram muito bem repostas. 
 
Se o Praia vai ficar com o título campeonato, aí é outra história. O Bernardinho, como sabemos, meio que ignora estas coisas. Pra quem já foi campeão sem uma oposto, enfrentar um elenco como o Praia não assusta. E acho que o Rexona não fica muito atrás também na qualidade do grupo, apesar de ter "rejuvenescido" o seu banco de reservas. Em compensação, trouxe a Helô, que pode até brigar pela titularidade, e manteve Drussyla e Mayhara.

Além disso, deve trazer a holandesa Anne Buijs para substituir a Natália. Pelo que já vi dela atuando, me parece uma troca na qual o time carioca sai perdendo. Buijs não é tão atacante quanto a Natália (usando como referência a última temporada, claro) e tem dificuldades no passe. Mas nada que, de novo, o Bernardinho não possa ajudar. Já se viu muitas atletas darem um salto de qualidade nas mãos deles - a Mihajlovic, por exemplo. Não é nada improvável que o torcedor do Rexona nem sinta falta da Natália. 


Comentários

Vicente Maia disse…
Laura,
a manutenção do time titular e a incorporação de Fabiana, Ellen e Carla dá ao Praia a posição de melhor elenco, pelo menos por enquanto, e favoritismo ao título da próxima temporada.
O Rio de Janeiro perdeu Natália, a melhor jogadora da Superliga passada, e sua reposição por outra jogadora, mesmo a nível mundial, seria muito difícil . Com o teto do time carioca, isso era mesmo impossível. Restou trazer uma outra jogadora que fosse jovem e promissora para ser lapidada pela comissão técnica que faz isso melhor no mundo, na minha humilde opinião. A primeira opção ventilada foi a Plak, mas pelo que se murmura por aí, não foi ela que não quis vir. Parece que era mais interessante que a Anne viesse. Ela é uma boa ponteira, mas como postei anteriormente, precisa trabalhar o passe. Em uma entrevista em maio, ela elogiou muito o vôlei brasileiro e disse textualmente que gostaria de ser treinada pelo Bernardinho. Assim como a Mihalovich, que chegou aqui gorda e lenta e que hoje é uma das melhores do mundo, tenho certeza absoluta que a Anne vai chegar aqui e desabrochar atingindo o ápice do seu voleibol. Ela vai sofrer bastante porque o ritmo de treinos lá na Tijuca é bem mais puxado que na Europa.
Ah, lembra que eu falei hoje, no post passado, que esperava que a Drussyla fosse titular da equipe do Rio de Janeiro? Bem, retiro o que disse depois do jogo de hoje. Bem-vinda Anne Buijs. ☺

Não podemos esquecer do time do Osasco que também vem forte, especialmente se trouxer a Kristin como se especula. Mesmo sem ela, um time com Tandara, Camila Brait, Dani Lins, Paula, Saraelen, Bia e Gabi não é um mero coadjuvante não.

Sobre o jogo de hoje da seleção B, é de esquecer. Nada funcionou, em especial a defesa e o passe. Além daquelas pingadas que não caiam, é claro. Essa mescla meio time do Osasco (Paula, Saraelen e Gabi) com meio Minas (Rosamaria, Naiane, Fran e Mara) decididamente não funcionou. A Naiane insistia na Gabiru e deixava a Paula esquecida. O pior foi ver a Drussyla jogando mal, em compensação a Lorenne jogaou bem, o inverso do que se vinha vendo. Gabiru recebeu 29 bolas e fez 8 pontos, Mara foi péssima no bloqueio, era melhor ter levado a Milka. A líbero do SESI, Laís, tadinha, tava muito nervosa. Ainda não está preparada pra competições nesse nível.
L. Mesquita disse…
Quantas vezes Macris foi eleita Melhor Levantadora da Superliga?Nao e possivel q Macris nao merecesse estar nem na selecao B.Naiane fez uma pessima partida,insistir em Gabiru e o fim da picada!Uma ponteira como Gabiru nem era p/estar numa selecao brasileira.Se fosse p/dar vexame era preferivel nem ir p/Montreaux.Tenho receio q o Brasil se torne uma Cuba ou um Peru e fique dando vexame por ai.
Gabriel disse…
Não entendi Pq o Wagão não tentou uma troca simples de levantadoras hoje, a Naiane "queimou" a Paula, que teve que dividir a conta, e depois não voltou nem pra inversão. Era óbvio que a insistência com a Gabiru não levaria o time a lugar nenhum, ela não é jogadora para segurar um time dessa forma. Rosamaria senti que quando estava em quadra era ignorada pelas levantadoras... Sobre a Drussyla, achei que ela não estava bem de saúde mesmo, era visível no rosto dela que algo estava a incomodando, acho que ela 100% ajudaria muito mais o time. Nenhuma das meios jogou, das três a mais fraca é a Fran, nula no ataque e nula no bloqueio, Saraelen deveria ter sido a titular desde o início do jogo. Sobre a líbero, sentiu a pressão. Enfim, o time precisa se organizar melhor e jogar sem responsabilidade. Elas estavam muito tensas hoje.
George disse…
Gente, em um contexto geral achei um jogo interessante de assistir.
Primeiro, esse time chinês é forte, sim. Talvez o mais forte desse campeonato. Tem 3 jogadoras titulares da seleção principal que são fortíssimas. As outras não conheço, mas creio que sejam jogadoras titulares em seus times, diferente do time brasileiro em que algumas são reservas até em seus times.
Segundo, não tem nenhuma líbero jovem melhor que a Laís? Sério? Acho a Juliana Paes melhor que ela, pq não levaram? Uma líbero que não passa bem e defende pior ainda, não pode ser titular. O nervosismo pode ter influenciado, mas nos jogos que vi ela atuando pelo minas a performance foi bem semelhante ao jogo de ontem.
Terceiro, Naiane claramente sentiu a pressão e não atuou bem. Juma entrou bem mais segura. Lorenne e Paula atuaram muito bem. Não entendi pq a Paula foi substituida e Wagão nem tentou usá-la com a Juma, mas esse não foi um problema.
Quarto, pq preteriram outras centrais e levaram a Fran? A Milka e a Valquiria são melhores que ela, indiscutivelmente. Assim como não entendo a Saraelen ter começado no banco.
Quinto, o que aconteceu com a Drussyla? Estava irreconhecível.
Espero que o time melhore senão não passarão para a próxima fase e gostaria que o time tivesse mais jogos nesse torneio.
Onde está sendo transmitido estes jogos???
Rah Silva disse…
Foi vergonhoso, um time mal organizado que todas as largadinhas caiam. Foi feio. Não é de hoje que sabemos que a Juma é anos luz melhor que a Naiane. Laís por favor é a pior líbero q eu já vi kkkk não sei pq o wagao viu o "desmantelo" e não pos ao menos a Erica pra ver se melhorava.
Acho q essa seleção que era pra ser mesclada foi a a pior decepção mesmo com jogadoras sub-23 tinha melhores jogadoras que essas. Exemplo, eu teria convocado.
Levantadoras: Juma (titular) e Macris
Opostas: Paula Virgo, Lorenne e Malu
Ponteiras: Carol Tormena, Pietra, Drussyla e Rosamaria
Centrais: Saraelen, Marjorie, Larissa Gongra e Raquel Loff
Líberos: Juliana Paes
E mesmo como os planos eram de ir mesclada essa seleção ficaria ainda melhor de soubessem convocar e visar as nossas melhores jogadoras. Que no caso era pra ir assim:
Levantadoras: Claudinha e Juma
Opostas: Joycinha, Helo e Paula Borgo
Ponteiras: Ju Nogueira, Michelle, Carol tormena e RosaMaria
Centrais: Natasha, Roseane Maggione, Saraelen e Marjorie
Líbero: Ju Paes e Suelen Pinto
Esse time sim acho q essa seria nossa mais n foi possível a primeira opção acho q ao menos teria sido melhor q ontem.
Laura disse…
É, a Drussyla tava estranha mesmo, muito apagada. Saraelen definitivamente tem a ser a titular no meio. Acho q a Fran boa jogadora, mas é mto de lua. Frequentemente sai do jogo. E Mara continua naquele chove não molha da SL. Mta altura pra pouca presença na rede.

Acho que esta seleção B não era pra ser B mesmo. Quero dizer, é uma sub-23 para a qual eles trouxeram alguns nomes para completar, caso da Mara e da Michelle. A ideia é preparar o grupo de jovens para os próximos campeonatos mesmo. Se o intuito fosse mesmo fazer uma seleção B veríamos nomes da Macris, Ellen e etc - acho né, pq tem nomes q uma hora são a salvação da pátria noutras sequer são lembrados.

Guilherme, o Sportv está transmitindo. E o site laola1.tv tb.

Rah Silva disse…
Nesse canal do youtube Ta transmitindo
https://youtu.be/ZbheE4zMg7s
João Lucas disse…
Fica nítido que a escalação é pensando em 2020. Gosto muito das levantadoras Juma e Naiane, as duas possuem muito potencial, porém Naiane é muito louca (arrisca muito) e Juma tem um jogo mais quadrado. Não acho uma melhor que a outra, é uma questão de estilo e possivelmente errará mais quem arrisca mais.

Sobre as ponteiras Drussyla é ótima jogadora faz bem o fundo e ataca com inteligência. Gabiru fez o mesmo que faz na SL: muita coragem, muita personalidade, muitos erros na recepção e baixo aproveitamento. Não entendo a insistência com essa jogadora e não consigo vislumbra-la como uma selecionável. Para a comissão técnica do Brasil Rosamaria é ponteira, já trataram de colocar essa jogadora nessa posição.

As centrais é aquela história, Saraellen é melhor que Francynne e Mara. Francynne é uma boa atacante e bloqueadora, mas como disse Laura é de "lua". Faz sempre a mesma cara. Mara tem um porte físico excelente, possui altura e força, porém tem um ataque mais fraco que o da Letícia Hage e é muito devagar no bloqueio. Considero Hage bem melhor inclusive, apesar de não atacar com potência, ela tira bem seus ataques com uma boa visão de quadra e possui um excelente bloqueio.

As opostas são parecidas, tanto Paula Borgo quanto Lorenne podem pontuar muito, como também errarem em demasia.

A líbero Laís não é ruim, já vi essa moça fazer boas partidas. Ontem foi um dia péssimo pra ela.

Sobre as escalações pedidas por algumas pessoas, eu sinceramente não considero Raquel Loff boa jogadora e muito menos Larissa Gongra. Ainda falta rodagem à elas.

Eu particularmente pensando tal qual a comissão técnica escalaria essas jogadoras:

Levantadoras: Juma e Naiane
Opostas: Paula Borgo e Lorenne (considerando a desistência da Helô)
Ponteiras: Rosamaria, Drussyla, Maíra e Ellen
Centrais: Saraellen, Francynne, Valquíria e Marjorie
Líberos: Andressa e Laís
Rafael silva disse…
Esse torneio vai ficar na previsibilidade mesmo, as semis serão compostas por China/Turquia/Servia e Holanda,considerado também que Tailândia costuma dar trabalho.
Essa seleção e muito verde, bobinha,inexperiente mesmo ta nesse torneio só pra ganhar rodagem internacional, sem possibilidade de maiores pretensões.
Rafael silva disse…
Tailândia acabou de aprontar e ganhou da Servia por 3x2, muito bom jogo,gosto bastante de ver a Tailândia e Japão jogarem,se elas tivessem um poucoais de altura estariam entre as melhores.
Vicente Maia disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Vicente Maia disse…
Monique acabou de pedir dispensa da seleção. Prefere curtir as férias do que ficar treinando feito louca, enclausurada lá em Saquarema pra depois ser cortada. Não deixa de ter sua razão.
Eram 19, uma foi pra seleção B e a outra pediu licença.
Faltam só 5. Um líbero, uma ponteira, uma levantadora e duas centrais.
Yana Souza disse…
Gente, pelo que vi falar aqui pensei que o Brasil tinha apanhado feio da china. Entao o placar dos sets n condiz com a realidade do jogo...25-20, 25-17, 25-22... para mim n sao placares nos quais o time levou uma surra. Isto é mania de Voloch para dar enfase a materia... Entao se a selecao tivesse errado um pouco menos pouco mesmo, teria ganhado o jogo... vamos analisar direito os jogos... Yana, novinha e gata.
Vicente Maia disse…
Yana,
Eu assisti o jogo, infelizmente o time só jogou bem o terceiro set, nos dois primeiros tava completamente perdido, especialmente no passe e defesa. O bloqueio não mostrou a que veio, pingadas telegrafadas que o adversário pegava todas e contra-atacava, algumas jogadoras não foram nada bem, as piores foram Laís, Drussyla, Fran, Gabiru, Rosamaria e Mara no bloqueio.Foram melhores Lorenne, Paula e Juma.
Acredito que a mesclagem de jogadoras mais velhas com o time sub-23 não funcionou, era melhor ter deixado as titulares campeãs do U23 mesmo.
L. Mesquita disse…
Que decepeção esse time B do Brasil, levou surra da China,que perdeu p/a Turquia,,que perdeu p/a Bélgica.Pelo andar da carroagem o Brasil deve ficar em último na chave.
As Sérvia-B e a Holanda-B são muito melhores que o Brasil-B.
A Sérvia-B vendeu caro a derrota p/o time principal da Tailândia.
A comissão técnica da Tailândia é a grande novidade do time.A Tailândia veio c/o time A p/Montreaux,mas o técnico que levou 2 cartões vermelhos contra o Japão que acabou tirando a Tailândia das olimpíadas foi afastado do cargo,não sei se temporariamente ou definitivamente,só sei que ele não veio p/Montreaux.
Monique pediu dispensa e Tandara está fora de forma e deixando a desejar.Zé Roberto tem achar outra oposta reserva p/Sheilla,Tandara não está merecendo ir para as Olimpíadas.Rosamaria,Paula Borgo e Helô são alternativas que devem ser pensadas e testadas p/a posição de oposta reserva da Sheilla.Ou então ele leva Mari-PB de ponteira e Natália de ponteira-oposta.
George disse…
A diferença é que não é um time B do Brasil, é um time de novas sendo preparado para o próximo ciclo olímpico. Muitas delas tem um belo futuro com a seleção e precisam ser lapidadas com mais rodagem internacional sendo testadas contra grandes seleções. Podemos notar a diferença entre uma "China B" é que 3 jogadoras já foram titulares do time principal. Mesmo caso do time B da Sérvia. O time brasileiro não conta com nenhuma jogadora com rodagem internacional e foram bem ingenuas nesse primeiro jogo, veremos contra a Turquia (que também conta com um time mesclado).
Vicente Maia disse…
Mesquita,
só Rosamaria está inscrita para o Grand Prix. Paula está na seleção B, só Helô não foi testada ainda, eu boto muita fé nela, gostaria de vê-la em ação.
Carlos Cogliones disse…
L. Mesquita. A Macris não joga na seleção enquanto o ZRG for treinador. O treinador pegou birra dela, ela chegou na seleção se achando, não aceitando criticas e sugestões e por esse traço da sua personalidade foi rejeitada pelo grupo. Diferente de Roberta e Naiane. Não estou discutindo o talento que é claro e cristalino que ela tem, o problema é que enquanto ela agir desta maneira as portas se fecharão pra ela na seleção e nos grandes clubes.
L. Mesquita disse…
Engracado,Ze Roberto pegou birra da Macris e da Claudinha e cortou a Fabiola de Londres.Quer dizer q c/o Ze as levantadoras tem q ser totalmente submissas,teleguiadas,nao podem expressar sua criatividade e ousadia.Quem esta errado?As melhores levantadoras da Superliga ou o Ze?Torco p/q o Ze deixe a selecao apos a Olimpiada!
Vicente Maia disse…
O técnico sempre está certo. Ele é o comandante e elas as comandadas, por isso chamam-se assim. A responsabilidade final é sempre dele. Se o time fracassa, a culpa é dele, se tem sucesso, o mérito deve ser delas. A jogadora ser criativa e ousar é uma coisa, a jogadora ser indisciplinada e desobediente taticamente é outra. Carol, Roberta e Naiane sãoclaramente do primeiro tipo, mas são muito disciplinadas. Os casos de Macris e Claudinha parecem se amoldar mais ao segundo tipo.
Em clube ou seleção, nenhum grande técnico aceita afronta, jogadoras que batam de frente, que gritem com ele na frente da TV, que deem as costa nas suas instruções ou que queiram mandar no time. Jamais veremos isso com José Roberto Guimarães ou Bernardinho assim como não víamos com Nikolai Karpol, o grande técnico que fez a Rússia, e a USRR, ser o que foi e é até hoje. Todos comandam seus times com firmeza porque treinador paisão não tira o melhor das jogadoras nem ganha título, né?
George disse…
Recém acabou o jogo, acredito que Rosa no lugar da Gabi teria sido melhor escolha. Mas hoje o time funcionou e deu muito trabalho.
Claro que errou bolas bobas, foi roubado em alguns lances (mesmo com o challenge) e perdeu várias oportunidades de ganhar o jogo, mas enfim engrenou.
A dupla Naiane/Paula deu certo novamente. Drussyla jogou bem, assim como o time de forma geral.
O time turco é mais alto, mais experiente e mais rodado. Acho que o Brasil perdeu de bobeira.