#RoadtoRio



Eis a lista de convocadas do Zé Roberto para temporada de 2016 da seleção brasileira (lembrando que as 12 convocadas para os Jogos do Rio serão definidas somente em julho, após o Grand Prix):


Levantadoras: Dani Lins, Fabíola, Roberta e Naiane

Opostas: Sheila, Tandara e Monique

Ponteiras: Jaqueline, Natália, Gabi, Mari Paraíba e Fê Garay

Centrais: Fabiana, Thaisa, Carol, Jucy e Adenízia

Líberos: Camila Brait e Leia



Convocação dentro do esperado pelo que tem sido este ciclo. Zé Roberto manteve a base e valorizou aquelas que se saíram bem no ano de testes que foi 2015 na seleção. 


O que saiu um pouco do roteiro foi a convocação das levantadoras. Apesar de não ser uma surpresa, afinal trabalhou recentemente com o Paulo Coco e foi bem nas duas últimas SL, o nome da Naiane é uma novidade. A levantadora Roberta também passou de uma opção remota e de uma levantadora em observação para uma com chances reais no grupo final. Macris, por outro lado, não foi aprovada nos testes do ano passado e não consta na lista.

A verdade é que chegamos no ano olímpico bastante vulneráveis no levantamento. Estamos nas mãos da Dani Lins. Como segunda opção, temos a Fabíola sem garantia alguma de que estará bem fisicamente e com ritmo para os Jogos e duas levantadoras inexperientes em seleção principal. Acho que teremos mais uma Olimpíada sem uma opção segura de inversão de 5x1. Em 2008 não foi sequer necessário usar este recurso. Em 2012, não funcionou.

Ainda assim, prefiro o risco de testar as novatas do que optar pela segurança da Macris, que seria sim, uma garantia de qualidade nas inversões, mas que, ao meu ver, não combina com o futuro da seleção. 
***************************

Na posição de oposta temos outro posto vulnerável. Acho a Monique muito merecedora desta convocação pelo que fez nesta temporada, principalmente na fase final. Mas continuo com dificuldades de vê-la em condições de estar entre as 12 da seleção. Isso porque a oposto reserva tem que ser muito decisiva nas poucas chances que entra em quadra, para bloqueio e ataque, e ela me parece mais uma jogadora de complementação, que se beneficia de um grupo harmonioso ao seu redor. E ela tem um perfil muito parecido com o da Sheilla - que, esperamos, recupere seu melhor momento nestes meses de preparação com a seleção. Mas continuo com minha mente aberta sobre ela. Como sempre falo aqui, duvidava da Fernanda Garay na seleção e ela mostrou como eu estava errada.

A Tandara se encaixaria mais no perfil que espero de uma oposto reserva. Até porque ela dá uma opção diferente ao Zé Roberto, de mais força e potência, além de jogar como ponteira. Mas estamos ainda esperando ela provar sua capacidade na seleção. Pelo menos temos a Natália, que pode ocupar bem esta lacuna caso seja necessário.

Falando em Natália, se no ano passado eu dizia que ela não estava ainda em condições de disputar posição com Garay e Jaqueline, agora está. Acho que ela ameaça as duas, por mais que o Zé Roberto não goste de abrir mão de uma ponteira no estilo da Jaque, o que é compreensível. Mas a Natália em boa forma, dá opções diversas de composição.

De forma geral, estamos bem servidos de ponteiras e não acho que teremos uma grande disputa por vaga. Mari PB deve ser a que vai “rodar” deste grupo inicial. 


*****************************

E pelo meio, o grupo competente de sempre. Resta saber se o Zé Roberto trabalha com a possibilidade de contar com 3 ou 4 centrais na Olimpíada. Vamos ver como as meninas se sairão nos jogos que antecedem a competição para também termos uma ideia do que vale mais a pena. A princípio, acho que preencher além de 3 vagas com centrais um desperdício. 

De qualquer forma, estamos bem servidos. Acho que a Jucy, novamente, sai atrás nesta disputa pela questão da altura e pela idade. A Adenízia, ao meu ver, de novo não fez uma boa temporada. No entanto, no ano passado, na seleção, foi muito bem. Nada impede que ela possa mostrar novamente seu valor, principalmente no ataque. Não gosto do perfil dela de jogadora, prefiro as personalidades da Carol e da Jucy em quadra, por exemplo. Por isso, caso tivesse que optar por uma delas para ocupar somente uma posição de reserva de Fabiana e Thaisa, escolheria a Carol.

***************************
Temos boas peças para encararmos mais uma Olimpíada. Acho que, com esta lista, não há muito espaço para o Zé Roberto fazer escolhas polêmicas, ao menos não no nível de como foi em 2012. A não ser que ele invente de trazer de volta Joycinha e Ana Tiemi... A torcida agora é que, além de que todas possam brigar por posição nas suas melhores condições físicas, nomes cruciais como Dani Lins, Sheilla e Jaqueline reencontrem suas melhores fases neste curto caminho até Rio 2016.

Comentários

Paulo Roberto disse…
Achei a lista bem enxuta. Neste ponto o SRG me surpreendeu. Pensei que veria Wal, Gattaz, Tieme e Joycinha nesse bolo aí. Acho que o esqueleto está todo pronto. Dani Lins, Sheila, Jaqueline, Garay, Natália, Gaby, Thaísa e Fabiana. Camila Brait está uns dois passos à frente de Leia. Se a Fabíola estiver em condições e o ZRG tiver um surto de coerência ela também estará no Rio, caso contrário vejo a Roberta à frente da Naiane, até porque ela esteve com o grupo no ano passado. A indefinição mesmo pesa na terceira central e na oposto reserva como a Laura lembrou. Eu gosto muito da Adenízia, mas acho que tanto tempo com o mesmo treinador meio que travou seu desenvolvimento pleno como jogadora. Vejo a Carol à frente. E como oposta creio que Tandara leva mais pontos por ter um estilo diferente da Sheila e ainda poder jogar como ponta.

E outra vez o levantamento trará dor de cabeça. Em 2012 a posição ficou instável pela imprudência e falta de coerência do ZRG. Agora temos uma titular em péssima fase e reservas, exceto Fabíola, sem experiência internacional. Porque tanta desatenção com uma posição vital pra equipe?

Agora a torcida mesmo é como a Laura falou, que a Dani, a Jaque e a Sheila recuperem suas formas ideais, porque não há ninguém nessa relação com as mesmas características para substituí-las à altura.
Cas disse…
Olá a todos,
Leio o blog há um bom tempo e só agora resolvi começar a comentar por aqui.
Minhas impressões sobre a convocação:

Realmente não tivemos nenhuma surpresa e parece que pelo curto tempo o Zé já quer as jogadoras prontas, já com um trabalho bem feito nos clubes de origem. Das convocadas a maior parte estava sendo treinada por bons técnicos ou são as já consagradas
jogadoras de sempre. Das 19, 6 estavam no rio sendo treinadas pelo Bernardinho, 4 no minas sendo treinadas pelo Paulo coco, auxiliar do zé roberto e outras 7 eram já do grupo das convocadas de sempre.

Em relação as opostas, sou torcedor do rexona mas tenho um pé atrás com a monique ainda, na superliga as vezes ela surpreende, mas a nivel mundial ainda nao me convenceu. O que gosto dela é que ela saca e defende muito bem, acho ela boa em tudo, mas tem um desempenho bem constante, não tem aqueles picos de desempenho excepcional (e nos momentos em que o time mais precisa) como a Sheila tem. E também concordo com a Laura de que a Tandara se encaixa melhor no perfil de oposto reserva, se for pra sair do banco e substituir a Sheila, que seja uma jogadora com características diferentes.

Em relação a jaqueline, a preocupação está maior ainda agora. Além de não ter se apresentado bem na superliga, parece que ela já avisou ao zé roberto que não vai se apresentar junto com as outras agora pois está com algum problema no pulmão.

Em relação as centrais, acho que carol e jucy estão equivalente em relação a desempenho (Adenizia já considero carta fora do baralho), mas acho que o Zé levaria a Carol pois ele já deu algumas declarações de que eles não pensam só nessa olimpiada, mas também já nas próximas, e por conta disso levaria a Carol para já ganhar experiencia (que é o que eu
acho que ele fez com a natalia em 2012 ), já que essa seria a última oportunidade da jucy. Um outro motivo pra levar carol seria o bom desempenho dela no saque e no bloqueio, acho que uma central reserva não é uma jogadora que vai entrar e jogar um set inteiro (a não ser em caso de lesão das titulares), a reserva deve entrar é pra fazer a diferença em algum momento decisivo, como substituir uma jogadora de outra posição no bloqueio, ou entrar pra sacar.

Em relação as levantadoras, acho que se a Fabiola estiver minimamente bem pra ir o Zé leva, não sei se ele teria coragem de cortar ela novamente, pode pegar meio mal e pesar o clima com as outras jogadoras. Caso ela não esteja em condições de ir, torço pela roberta, acho que ela pode surpreender nesse Grand Prix.

PS: Uma opção extra que o zé tem é de levar a Adenizia como parte da comissão técnica pra ela tocar o ressuscita-me na hora que a coisa apertar.
Lu Pereira disse…
Gostei da convocação, não fugiria muito disso não, acho q a Monique fez uma ótima Superliga, jogadora inteligente, lúcida,muito boa mesmo, porém a acho um pouco baixa para uma oposta a nível internacional, os EUA tem a Lowe com 1,96 a Fawcett com 1,91, a Rússia tem a goncharova com 1,93, China tem uma ting zhu com 1,95, servia com boscovic e mihailovic,Itália com a diouf e egonu, enfim, apostaria em levar a tandara q já está se recuperando muito bem e é bem forte no ataque! Nos temos três jogadoras excelentes no ataque, com muita potência e salto, que é o caso da Natália, tandara e garay, elas são definidoras no ataque, temos a Jaqueline como especialista no passe e fundo de quadra, portanto apostaria em levar garay, natalia, tandara, jaque e Mari Paraíba no lugar de gabi, a gabi e uma baita negócio jogadora, mas se destaca no ataque, e nesse fundamento já temos jogadoras de definição, nesse sentido gabi seria desnecessária, o passe de gabi tem evoluído,mas ainda é irregular e instável, portanto apostaria na mari PB como uma ponteira de passe, pra cobrir a Jaqueline no fundo qnd a mesma não estiver bem na recepção,Mari PB e ótima passadora. Quanto as levantadoras,apostaria na Fabíola como titular, se ela recuperar claro e na Dani como reserva , se Fabíola não conseguir recuperar levaria a Roberta, naiane e o futuro no levantamento da seleção! As centrais seriam Fabiana e Thaísa , apesar dessa última estar abaixo do q pode render e levaria a Carol, pelo excelente saque e bloqueio. Liberos, com certeza quem vai será a brait, por mim ia a leia, q está jogando muito , ta varrendo tudo no fundo da quadra
Laura disse…
Cas, ri muito com o teu "ps". hahaha Mas falando sério, eu não tiraria tanto assim a Adenízia da disputa. Acho que ela tem boas chances junto com a Carol. Mesmo pq ela fez um Panamericano mto bom. Agora, o que vc falou é verdade e é um dos motivos pelos quais tb, além da personalidade, levaria a Carol: o fato de q dificilmente a central reserva irá jogar mesmo uma partida. Ela entrará para um saque ou bloqueio e, nisso, a Carol é mais decisiva. Continue comentando, Cas!

Paulo Roberto, acho que o Zé Roberto seguiu esta lógica que o Cas falou. Por isso um grupo enxuto, o que acho correto, não é ano de inventar ou "desenterrar" ninguém. Ainda bem. E sobre as levantadoras, me faço a mesma pergunta. Ainda mais vendo que a Fabíola não estava 100% voltada à seleção neste ciclo - por questões pessoais. Acho que a tentativa com a Macris ano passado foi válida, mas nada justificava a convocação da Tiemi. Foi perda de tempo.


Yana Souza disse…
Yana... Convocação conforme já tinha previsto, ou seja, as mesmas do mundial de 2014... E alguém duvida de quais as 12 últimas que ficarão na seleção. Conforme foi dito logo acima, o esqueleto da seleção já está pronto... Acho difícil a Monique ir para a olimpíadas, mesmo com uma ótima participação na nossa liga, ela não tem convencido quando se trata de jogos internacionais... torçamos para que ela tenha oportunidade e se apresente da mesma forma que joga em nossa liga... Mas vai ser complicado a Tandara não ir... beijos da gata para Beto e All...rsrsrs
Convocar Mari Paraíba foi Foda! ZRG ta pensando com o pinto já deu pra ver.
Pra mim o grupo da olimpíada é:
Levantadora: Dani Lins e Roberta
Oposto: Sheilla e Monique
Centrais: Fabiana, Thaisa e Carol
Ponta: Fe Garay, Natália, Jaqueline e Gabi
Líbero: Léia
Pra mim o grupo da olimpíada é:
Levantadora: Dani Lins e Roberta
Oposto: Sheilla e Monique
Centrais: Fabiana, Thaisa e Carol
Ponta: Fe Garay, Natália, Jaqueline e Gabi
Líbero: Léia
Zé Roberto foi muito inteligente e disse tudo quando falou em "versatilidade" nas entrevistas de hoje. Se Monique não render e Tandara não alcançar a melhor forma física, ele tem a versatilidade Natália como oposta. Daí, teria a Mari PB para ajudar no fundo de quadra, já que ela tem um passe mais estável. Ainda acho que as levantadoras serão Dani Lins e Roberta. Sobre as centrais, é preciso lembrar que Adenizia é uma jogadora extremamente regular.
Vicente Maia disse…
A lista do José Roberto Guimarães foi bastante previsível e muito pautada pelas jogadoras do mundial de 2014.
Mas a coisa mais importante dessa lista não é a lista em si, mas a posição das jogadoras nessa lista. Essas posições definem exatamente a preferência dele para o Rio 2016. Lá estão as titulares, as reservas e as postulantes a reservas. Essa lista longa será usada para testar algumas jogadoras no Grand Prix.
Quem achar que sua jogadora favorita que está no final dessa lista vai fazer parte da convocação final para as Olimpíadas vai se decepcionar. Claro que se ela se destacar extraordinariamente ou alguma jogadora não se recuperar, terá chance de vestir a camisa brasileira nas Olimpíadas. A lista em ordem de chamada foi a seguinte.

Levantadoras:
Titular: Dani Lins. Essa é concursada e tem estabilidade, só sai quando se aposentar igual a Fabi.
Reserva: Fabíola
Reserva da reserva: Roberta (só entra se Fabíola não se recuperar) e Naiane (só entra se duas dessas três morrerem, está aí pelo Paulo Cuoco)

Opostas:
Titular: Sheilla
Reserva: Tandara
Reserva da reserva: Monique (só entra se a Tandara estiver caindo pelas tabelas)

Ponteiras:
Titulares: Natália e Fê Garay,
Reservas: Jaqueline e Gabi
Reserva da reserva: Mari Paraíba (só entra se a Jaqueline não se recuperar mesmo, se Jaqueline estiver com 10% de condição, ainda entra. Nenhuma possibilidade de tirar nenhuma das outras em condições normais)

Centrais:
Titulares: Fabiana e Thaisa
Reserva: Juciely
Reserva da reserva: Ana Carolina
Não sei o que está fazendo aqui: Adenízia

Líberos:
Titular: Camila Brait
Substituta: Léia. Não tem reserva, só entra se a titular tiver problemas seríssimos, tipo quebrar uma perna, porque não tem experiência e o José Roberto não parece confiar muito nela.

Algumas jogadoras terão de recuperar a plena forma até as Olimpíadas: Fabíola, Jaqueline, Sheilla e Tandara. Só serão cortadas se não se recuperarem mesmo.
Vicente Maia disse…
Sobre a Roberta. Se alguém há um mês atrás me dissesse que ela tinha chances reais (não acredito que a Fabíola se recupere em dois meses) de estar nas Olimpíadas, eu iria rir da cara dela. O José Roberto já acreditava na Roberta há tempos, tanto que a convocou no ano passado, mesmo sendo reserva no seu time, para o Grand Prix e o Sul-americano. Quando vi uma entrevista dela de como José Roberto pegava no seu pé, leia-se se dedicava muito a treiná-la, imaginei que estaria nessa lista e nessa posição. Em tempo, pelo que ela falou na entrevista, o José Roberto queria aperfeiçoar sua velocidade do levantamento. Hoje vejo ela como uma das levantadoras mais completas da atualidade, mas precisa de rodagem, muita rodagem.
Sobre a Tandara. Precisa perder 4kg e voltar à forma física e técnica, mas tem muito tempo. Acredito que seja presença certa pela potência e poder de decisão.
Sobre a Jaqueline. É uma preferência do técnico, tem cadeira cativa e se se recuperar bem volta a ser titular.
Sobre as ausências. Muita gente clamando por Mary e outras jogadoras. Já havia discutido isso anteriormente, não vejo hoje lugar para Mary, Macris, Claudinha, PP4 (essa até já vi), Tieme, etc. o tempo já passou pra umas e ainda não passou para outras. Helô até poderia ter sido chamada para testar e dar alguma rodagem, mas não para as Olimpíadas. Ela não foi bem nos playoffs e a Monique foi. Mesmo porque Monique está para Sheilla assim como Helô está para Tandara, uma é técnica e a outra é força. Também outro fator que conta é que ele já conhece a Monique, critérios do técnico. As pessoas precisam ver que superliga é uma coisa, seleção brasileira é outra. O técnico quer experiência, para ele antiguidade é posto. Exceto se ele não tiver outra opção como a Roberta. Mesmo as jogadoras que não fizeram uma temporada que era esperada como Jaqueline, Dani Lins, etc. podem render muito bem na seleção com a equipe que ele vai construir.

A única surpresa para mim foram as jogadoras excedentes, que estão na lista só pra fazer número, porque Monique, Mari Paraíba e, especialmente Adenízia, não seriam normalmente convocadas, não porque sejam más jogadoras, mas porque as outras lhes são superiores. A única posição que acabei não prevendo foi da Juciely no lugar da Carol como central reserva. A Juciely foi escolhida a melhor central do Grand Prix e, se bem lembro, foi a maior pontuadora da seleção na ocasião. O José Roberto fez rasgados elogios a ela, disse que tinha sido a melhor central do Brasil no ano passado. As duas são muito parecidas, mesmo porque jogam no mesmo time, têm o mesmo trinador, mesma levantadora e jogo semelhante. Juciely ataca melhor que Carol, mas está última saca melhor. Contudo, como o José Roberto também havia dito que queria jogadoras com um pé no futuro nessa seleção e como a entrada da Courtney acabou com o jogo da Juciely, achei que a Carol seria a terceira reserva. Ledo engano, a terceira reserva será mesmo Juciely. Carol fica para o próximo ciclo olímpico, se não aparecerem outros valores até lá.
Carlos Cogliones disse…
Sem torcida, mas queria entender porque você acha que a Garay não deveria estar na lista? Jogou nas últimas 3 temporadas nos maiores times do mundo, ganhou títulos nas temporadas passadas e é titular num time que tem maioria da seleção atual campeã europeia e líder invicto na rússia, fazendo uma excelente temporada.
O que ela tem que a desvaloriza em relação as demais ponteiras Brasileiras, pra que ela ficasse de fora da convocação?
Na minha opinião quem não tem condições de serrem convocadas pelas performances na temporada seriam Jaque e Sheila. E mesmo assim eu as convocaria pela falta de opções melhores e pela bagagem.
Um Abraço
Cas disse…
Pela declaração do Zé que ta la no site da globo parece que já tá definido que a roberta é a reserva mesmo (caso a fabiola nao se recupere a tempo):

"- Se pensarmos em segunda levantadora, por tudo o que agregou em valor, próprio portfólio técnico, seria a Fabíola. A Roberta vem evoluindo. Ela foi convocada no ano passado. Conversei com ela, já havia um comprometimento com a possibilidade de brigar por posição. Acho que a novidade é realmente a Naiane. A gente reza para que tudo ocorra bem. Ficar só com a Roberta como reserva da Dani é muito arriscado. Por isso, achamos por bem convocar outra levantadora. Ela já tinha feito uma boa Superliga, voltou a ir bem nessa - disse Zé."

E pelo que ele falou da jaqueline parece que ela não ta tão confirmada assim entre as 12 como estão comentando por ai:

"- Eu continuo preocupado com a Jaqueline. Ela me passou uma mensagem para falar que não estava se sentindo bem, que estava com algum problema no pulmão e que iria para o Sírio Libanês. Eu liguei para o Julio Nardelli (médico da seleção), ele foi para lá. Ela vinha às 11h, pegaria o voo para se apresentar. Nardelli ficou de passar algum dado para dizer como ela está – afirmou o treinador."

Além do mau desempenho nessa ultima superliga ainda tem esse problema de saúde aí que ainda não sabe se é grave.

E Vicente, eu também fiquei com essa duvida, se a ordem que as jogadoras foram apresentadas seria a ordem de preferência dele. E parece que faz muito sentido que seja sim. Faz sentido a ordem da levantadora, pelo que ele falou sobre elas. Faz sentido Mari PB, Monique e Adenizia estarem no final da lista e seguindo essa logica já da pra ver que por enquanto Jaqueline já foi rebaixada de titular pra reserva.

Também acho que o Zé não confia tanto na Leia, já teve uns dois momentos em que ela teve lesão bem na época de alguma competição importante (não que ela tenha culpa da lesão né... pode ser só azarada... Mas que deixou o time na mão, deixou). A ultima foi essa agora nas semifinais na superliga.

E ainda sobre a ordem das jogadoras, por um lado é um pouco surpreendente que a Jucy esteja na frente da carol (já comentei anteriormente pq q eu acredito que carol tinha vantagem) mas por outro não é tão surpreendente, pois a roberta joga muita bem com a jucy. Então tem uma certa coerência a preferencia pela roberta e pela Jucy.
Cas disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Luiz Felipe disse…
Sobre a ordem do anúncio, não acho que tenha a ver. O GP vai estar aí para botar todo mundo para jogar, ainda que, saibamos, 90% da convocação final já está "a priori" pré-definida.
Fato é que, no caso das levantadoras, concordo que Fabíola só será cortada da posição de reserva da Dani se não tiver mesmo condições físicas - o que , porém, não é implausível, diga-se de passagem. Nesse caso, Roberta é, de fato, a preferida, pelo simples fato de ter um pouco mais de bagagem que Naiane. Esta não está lá apenas pelo Paulo Cocco (e não Cuoco, que é o sobrenome do ator), mas porque, de fato, está se provando uma grande levantadora. Merece estar onde está.
No caso das centrais, penso que a disputa pela terceira vaga (concordo que levar uma quarta central aos Jogos seria desperdício) está equilibrada entre Adenízia, Carol e mesmo Jucy. A reserva de Fabiana e Thaisa será definida pelo desempenho no GP, creio. Particularmente, não gosto do estilo espalhafatoso da Adenízia dentro da quadra, além de achar que ela não agrega nada mais à seleção. Carol ainda é muito jovem. Jucy seria minha favorita, pela atitude sempre centrada e positiva, além da maturidade - se bem que já temos muitas maduras nesta seleção, he he, talvez falte mesmo mais jovens e iniciantes, como a Carol.
Um último pitaco: não se fala, nesta convocação, como se falou em 2012, sobre levar duas líberos aos Jogos. Ainda bem, seria também um desperdício. A Leia de 2016 está longe de ser a Camila de 2012, ou seja, não chega aos pés da titular da função. Se Camila se contundir durante os Jogos (bate na madeira três vezes), já encerrada a possibilidade de convocação de uma nova jogadora em razão de contusão, Jaqueline poderia ser improvisada nessa função. Não faltariam substitutas do nível de Jacque na ponta.
Vicente Maia disse…
Cas,
vou fazer uma afirmação categórica aqui. A Léia não será titular da seleção brasileira nessa Olimpíada em circunstância nenhuma! O ZRG a chamou para dar rodagem para o futuro, não para o presente. Ele não confia nela, acredito que ele acha ela instável emocionalmente e frágil fisicamente. Ela teve performances irregulares na Superliga, mas mesmo assim é a segunda melhor convocável. Se acontecer da Camila Brait se contundir ou algo assim, eu tenho certeza absoluta que o ZRG vai se ajoelhar e pedir pelo amor de Deus pra Fabi voltar e acredite, nesse caso ela voltaria.

Ainda sobre a Roberta. Por tudo que o JRG e ela já tinham falado, parecia óbvio que ela seria a escolha. Eu sabia disso, mas confesso que não queria acreditar. *risos O Kiraly pediu ao Bernardo para contratar Courtney porque ela estava sem espaço na Europa, isso barrou as chances da Roberta como titular no início da temporada. A única reclamação do Bernardinho em relação à Roberta, ele já disse isso mais de uma vez, é porque ele queria que ela fosse uma lider, que fosse a voz do técnico dentro de quadra, que comandasse as jogadoras e ditasse o rítimo do time. Mas ela é uma menina tímida, fica difícil exigir isso dela.
Mas, agora ela já botou as cartas na mesa, falou de forma indireta em uma entrevista, vai ser levantadora titular, se não for no Rexona vai ser em outro time. *risos

Sobre a Juciely, pelo que comentei acima, também achava que a Carol seria a escolhida porque saca melhor e bloqueia um pouco melhor, mas a Juciely tem um diferencial muito importante pra ele, o ataque. Ela ataca muito forte e muito alto. Pra se ter uma idéia, a Carol ataca a 2,90m de altura, Gabi a 2,95m, Natália a 3,00m e a Juciely ataca a 3,12m. É muita diferença, como comparação, a Goncharova bate a 3,15m.
Abraão disse…
Vicente, esses alcances não correspondem à realidade. Acho que jucy tem um alcance ainda maior. Sei que esses dados constam no site da federação internacional, mas como explicar que Natália consegue atacar por cima da maioria dos bloqueios brasileiros se ela pega a bola à apenas três metros do chão? Não seria possível! Esses dados precisam ser revistos.
Cas disse…
Eu não tinha pensado nessa possibilidade da Fabi voltar, mas realmente, é muito provável sim, na maioria das entrevistas em que perguntam sobre as chances de ela voltar ela nunca fala que cansou, que já ta velha, sem vontade ou algo assim, ela sempre fala que já ta mais do que na hora de a camila assumir o lugar de titular. Então com uma lesão da Camila é bem capaz que ela voltaria mesmo.

Essa historia da roberta e da thompson foi bem estranha... eu tinha lido em algum lugar que ela foi dispensada pelo volero zurich, mas nao sabia que estava sem espaço na europa, agora a historia parece se encaixar... O bernardinho parece mesmo ter contratado ela pra fazer um favor pro Kiraly. Até o final da temporada passada era muito certo que a roberta assumiria o posto de levantadora titular, a fofão falava isso em entrevistas, o bernardinho também. Quando surgiu a notícia de que estavam contratando uma levantadora estrangeira eu fui pego de surpresa. E é engraçado também que o fato de ter sido indicada pelo kiraly só foi revelada pelo bernardinho, na entrevista que ela deu pro site da veja há poucas semanas ela contou que ficou sabendo que a fofão ia se aposentar e pediu pro agente dela tentar a vaga, não comentou que teve ajuda do Kiraly. No começo da temporada eu achava ela boa, não vi problemas, até pedi pra tirar uma foto com ela um dia no tijuca após o jogo, ela é bem simpática, foi a unica jogadora que foi atender a torcida. Até então eu tava aceitando a historia de que ela ainda precisava de tempo pra ajustar a bola com as centrais. Acho que só fui ver que ela não era tão boa assim quando já estava chegando no fim do campeonato e ela continuava jogando só com gabi e natália.

E pior que isso não foi uma sacanagem só com a roberta, mas também com a gioavana, que provavelmente assumiria o lugar de levantadora reserva, e que acabou indo pro rio do sul e fazendo uma boa temporada lá.

Mas também foi bom que a Roberta tenha conquistado o posto de titular do time (se isso se confirmar) dentro de quadra, pela qualidade do jogo dela, em vez de apenas herdar o lugar da fofão. Acho que ela chega com mais moral na próxima temporada e na seleção. É uma historia parecida com a da Gabi, quando assumiu a posição de titular com a lesão da logam tom e nunca mais voltou pro banco.
Laura disse…
Carlos, esta pergunta é para mim? Se for, acho que me expressei mal no texto. Para mim é óbvio que a Garay tem que estar na lista, é uma das minhas jogadoras preferidas neste grupo. O que comentei ali é que, há um tempo atrás, quando ela surgiu, eu não acreditava nela como jogadora de seleção - coisa que ela provou o contrário. Relembrei disso pq a mesma opinião q tinha inicialmente com a Garay hj tenho com a Monique, mas q a oposto pode me fazer mudar de ideia.

Concordo com vcs sobre a Fabíola e Jaqueline. A primeira estará lá mesmo minimamente preparada fisicamente. E a Jaque só não vai se não puder andar.

Luiz Felipe, verdade. Em 2012 a Fabi começava a ser contestada e a Brait pedia espaço. Hj, Camila é dona absoluta da posição. Não tem pq mesmo levar duas líberos.

Vendo agora o que o Zé Roberto falou na convocação, faz sentido esta ordem de preferência notada na lista pelo Vicente. As últimas estariam lá mais por uma margem de segurança, digamos assim, caso aconteça alguma coisa com as principais. Mas fico em dúvida em relação às centrais. Acho que ali a disputa tá mais páreo a páreo. Me surpreenderia se o Zé optasse pela Jucy, pq tenho a impressão de q ela nunca foi sua primeira opção de reserva. Vamos ver.
Nei disse…
Gostei da convocação. Não teve nenhuma novidade. Porém acho que se coube Roberta e Naiane (que eu acho o futuro da seleção), cabe Claudinha também. Achei injusto com a Claudinha. Dava pra ter 20 jogadoras. Quando foi do interesse dele ele a convocou, agora que a menina se destaca e jogou tão bem ou melhor que Roberta e Naiane, ele não a leva. Tudo isso após aquele incidente horrível. Isso sempre me faz contestar o caráter do Zé Roberto. Fico me perguntando se a Macris não foi porque não jogou bem nesta superliga ou porque deixou de treinar com o Wagão. A Mari Paraíba e a Naiane foram convocadas porque jogaram bem ou porque treinam com o Paulo Coco. Só conjecturas minhas.
Vicente Maia disse…
Luiz Felipe,
peço perdão pelo erro na grafia do nome do Paulo Cocco, eu acabo sempre trocando o nome dele, vou me policiar mais.
Em 29/03/2016 eu escrevi no post "Deu Rio. Deu Praia."
“A levantadora reserva se a Fabíola não puder, provavelmente será a Naiane por causa do Paulo Cocco.”
Isso não foi uma coisa que eu inventei, essa informação estava disseminada na internet. Não quero tirar o mérito da Naiane, acho-a uma levantadora extraordinária, mas o que se falava antes da convocação é que ela, por ser treinada por Paulo Cocco, seria convocada por intervenção direta dele.
Rafael Modesto disse…
Não há dúvidas da titularidade de Sheilla, Jaque, Garay, Thaísa, Fabiana, Dani Lins e Brait nos Jogos Olímpicos, salvo algum problema físico. Também não consigo ver Tandara, Natália e Gabi fora do grupo final.

Na disputa das centrais, vejo Carol e Adenizia brigando por posição. Vejo Jucy correndo por fora, ainda que não haja tanta diferença entre ela e suas duas concorrentes. Como disseram muito acertadamente aqui, Carol se destaca mais pelo bloqueio e saque, que são as funções que uma terceira central exerce num grupo como esse e que ela exerce muito bem. Fora que ela vem tendo mais chances que suas adversárias na seleção. Me lembro daquele jogo tremendo entre Brasil e Turquia no GP 2014, no qual Carol entrou no lugar da Thaísa e fez a diferença, ainda que a seleção tenha perdido por 3x2.

A questão das levantadoras com certeza é a mais delicada. Zé está apostando tudo na Fabíola. Roberta surpreendeu muito nesses últimos tempos. As boas atuações da jogadora credenciaram ela não só à titularidade do Rexona, mas também elevaram as chances dela na seleção. Fora que o contexto atual ajudou bastante.
Bom ver a Naiane nessa lista. Ela podia ser aproveitada em 2015, pois merecia. Espero que ela seja trabalhada na seleção, porque ela é um dos bons nomes que podem assumir a titularidade num futuro próximo.
Agora, o que me deixou triste, ainda que soubesse que iria acontecer, foi a desconsideração do Zé pela Claudinha. Ela fez uma grande temporada, é talentosa e mostrou capacidade de recuperação, depois de ter ficado apagada no Sesi-SP. Zé Roberto e sua cabeça dura podem minar as chances dela na seleção, se ele continuar no comando pós-Rio 2016.

O caso da Tandara é o menos preocupante. Ela já está perto da forma ideal. Fez uma boa Superliga, mesmo que só tenha jogado metade da competição. Também acredito na recuperação rápida do ritmo de jogo da Sheilla. Não duvido da capacidade dela, é titular absoluta e com méritos.

Também não duvido na recuperação da Jaque. Ela já provou por A + B que sempre renasce das cinzas e dá um show. Não vejo Natália ameaçando a posição dela, por mais que tenha feito uma grande SL. Também não vejo ela com condições de tirar Garay da titularidade. Garay também tem feito uma excelente temporada na Rússia, contribuindo com a Goncharova no comando do ataque do Dínamo Moscow. Além do que, Garay tem um passe melhor que o da Natália
Inclusive, acho que ainda falta um algo a mais da Natália, tecnicamente falando. Ela evoluiu muito, mas ainda sofre quando tem uma marcação cerrada em cima dela. Já Garay mostrou ser um pouco mais madura.

Enfim, as outras jogadoras estão mais pra compor mesmo. Só terão chances se alguma das titulares/reservas de luxo sofrerem lesão.
Nei disse…
Saiu o ranking http://superliga.cbv.com.br/arquivo/061%20CBV%20-%20RANKING%20OFICIAL%20FEM%20-%202016-2017.pdf
Cas disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Abraão disse…
Na seleção de hoje, digo de hoje, só existem duas titulares absolutas. Fabiana e Camila Brait. A Jaqueline não tem condições de disputar vaga com Natália ou Fernanda Garay no momento, isso não quer dizer que não se recupere a tempo dos jogos, mas particularmente, considero seu papel atualmente algo como aquele que a Miréia Luís exerceu em Sydney com sua equipe, ela deve ser preservado para circunstâncias delicadas de uma partida, quando o fundo de quadra comprometer. Garay tem plenas condições de assumir o papel que foi dela em Londres, de segurar o jogo de preparação junto com a Brait para que o ataque do Brasil possa rodar com tranquilidade. Considero de grande valia que o Brasil possa contar com duas atacantes do porte de Natália e Fê Garay nas pontas, visto que, por questões naturais, Sheila não tem mais a condição física de quatro anos atrás.
Welmer Sales disse…
A lista apresentada foi bem o que eu esperava. Não houve nenhuma novidade tirando a Naiane, que está ali apenas para ganhar experiência, gosto mais dela que da Roberta, mas sei que está ali só para aprender e ganhar rodagem.

Acho que o Grupo para as Olimpíadas 75% certo. Falta 1 oposta, 1 levantadora e 1 central. Acredito que Tandara, Fabíola e Carol têm a preferência do ZRG inicialmente, mas vamos ter que esperar até poder cravar que serão estes os nomes que lutarão pelo tri olímpico. Por isso, acho que todas as convocadas têm chance de estar no grupo, não descarto nenhuma, nem mesmo a Mari, acho que se ela se mostrar mais preparada que Tandara e Monique não duvido o Zé levar 5 ponteiras.

A maior preocupação no momento é a má fase de algumas de nossas jogadoras (como Jaque e Dani) e a falta de ritmo de outras como a Sheilla. Não duvido que se recuperem, mas é necessário que o Zé tenha atenção especial com elas.
Abraão disse…
Natália e Fernanda Garay estão no auge de suas carreiras e podem, por que não, formar a dupla de ponteiras titulares do Brasil. Por que escalar uma e não a outra? Não acho que seja a coisa mais complicada do mundo adaptar o jogo brasileiro em função das duas, em Pequim o Brasil foi campeão de forma incontestável escalando Paula Pequeno e Mari. E nem uma das duas era especialista em fundamentos de preparação, isso não impediu o Zé de construir um esquema tático que privilegiasse o momento de ambas, que viviam suas melhores fases no ataque. Digo que o mesmo pode e deve ser feito com Fê Garay e Natália.
Laura disse…
Abraão, é totalmente possível e me agradaria tb esta composição. Até pq, como vc falou, com a Sheilla de hoje, seria bem necessário termos mais força de ataque com as ponteiras. Só acho importante a recuperação da Jaque pq ela acaba por ser única nas suas características.

Pois é, Nei, isso é q é ruim. Aquela convocação dele em 2013 (acho eu) q era o time todo do Campinas foi uma vergonha. Acaba por ter interesses misturados, seleção e clubes. Contrata pra preparar pra seleção, convoca para treinar pro clube. Acho q a relação com os assistentes acaba por definir sim o pq de uma ou outra jogadora qd há pouca diferença entre as candidatas. De qq forma, no caso da Naiane acho q foi merecido.
Nei disse…
Laura, eu também acho que a convocação da Naiane foi merecida. Eu a teria convocado. A convocação da Roberta também. Mas a não convocação da Claudinha foi injusta em relação à Naiane e à Roberta, e até à Macris, que, pelas estatísticas, foi a melhor levantadora da superliga. Aquele caso do Campinas x seleção foi bizarro. Até Letícia Hage e Natasha foram para a seleção. E sim, quem é treinada pelo Wagão ou Paulo Côco leva vantagens.
Gabriel disse…
Gente, realmente a Claudinha foi i-g-n-o-r-a-d-a, se tivesse sido campeã, seria mais evidente ainda o desprestígio que hoje ele tem por ela, coisa pessoal mesmo, nessas horas eu lembro que o Zé continua a ser o mesmo que cortou a Fabíola de Londres :(
fredrise25 disse…
Verdade... mesmo assim quase morri de tanto rirZ
Vicente Maia disse…
Uma coisa que precisa ser lembrada em uma convocação é que uma atleta é muito mais que apenas o seu potencial individual em quadra. Jogo de vôlei é um jogo de equipe e um técnico precisa de atletas que somem ao grupo, que agreguem, que tenham bom relacionamento com as outras jogadoras e com o técnico, que tenham obediência tática, dentre outras caracterísitcas. Eu já presenciei a Claudinha batendo boca com o Ricardo Picinin no tempo técnico, a Macris parece que é outra que tem problemas de relacionamento. Duvido que Jaqueline ou Thaisa entrem em conflito com o JRG ou que queiram mandar na seleção.
Não sei se alguém recorda, mas o Bernardinho cortou sumariamente o Ricardinho da seleção masculina por indisciplina. Depois ele ficou choramingando que não tinha sido apoiado pelos companheiros de time, ou seja, queria fazer um motim contra o seu comandante. Técnico tem de ter mão de ferro sim, jogador bater de frente com o técnico não é bom pra nenhum time. Técnico fraco onde as jogadoras mandam não chega em lugar nenhum. Então, se o JRG acha que a Claudinha não vai agregar nada ao time, não deve mesmo convocá-la, pois é sua prerrogativa.
Gabriel disse…
Eu entendo sua posição Vicente, mas não acho que tenha sido por indisciplina, foi por questão de gosto pessoal, a minha impressão é que o Zé sempre teve preferência pela Dani, acima de qualquer circunstância, tanto que em 2012, dizia-se que mesmo a Dani sendo reserva, a disputa sempre foi entre a Fabíola e Fernandinha pela segunda vaga, enfim, são critérios que não entendo, e essas questões internas realmente não sei como estão, mas que pelo que a Claudinha apresentou, merecia ao menos ser chamada para treinar e disputar a vaga de terceira levantadora, com a Naiane e a Roberta.
Nei disse…
Vicente, eu não sei os motivos. Mas olhando de fora pelas estatísticas e pelo voleibol apresentado, a Claudinha foi melhor do que a Roberta e a Naiane, pois foi titular a temporada inteira e levou o time até a final. Não é no mínimo estranho ou curioso não haver nenhuma jogadora do time finalista na convocação. Time que poderia ter inclusive ganho a superliga. 6 jogadoras do rio (1º lugar), 4 jogadoras do minas (3º lugar), 4 jogadoras de osasco (4º lugar, nem pódium foi), 2 jogadoras do Sesi (inferno lugar), Sheilla reserva, Fabíola sem clube. E do 2º lugar, nenhuma, inclusive a levantadora, que segurou a peteca o campeonato todo.
Não estou dizendo que ela fosse ser titular e barrar Dani Lins e cia, mas uma chance ela merecia sim. Como é que Naiane surge do nada e já passa na frente (com todo respeito a seu trabalho, pois sou fão dela e torço por ela na seleção). Não seria influência do Paulo Côco? Quando Macris estava no Pinheiros com Wagão, foi pra seleção. Saiu e foi para o Brasília, saiu da seleção. Tudo muito estranho e nebuloso, sem critérios. Pra mim foi sacanagem com a Claudinha.

E vou falar só uma vez porque aqui a discussão é sobre vôlei feminino: Bernardinho afastou o Ricardinho porque senão o seu filho, Bruninho, estaria bancando até hoje na seleção. Nunca que ele tomaria a vaga do Ricardinho. E o Bernardo não fez bem à seleção afastando o Ricardo, muito pelo contrário. Perdeu Pequim, nos privando do confronto da final Ricardinho x Ball, melhores levantadores da época. Queimou o Marcelinho e o André Nascimento, pois eles pagaram a conta da derrota. Perdeu Londres. Perdeu Mundial 2014, entre vários outros vices. O Bruninho trouxe de volta a geração de prata e a seleção masculina se bate até hoje. Com panela, queimando jogadores etc.... A única diferença entre Ricardinho e Bernardinho naquele momento é que o Bernardo tinha o poder e fez uso dele. Assim como o Zé tem o poder e afastou Mari, Fabíola e agora Claudinha.
Bem que o mundo poderia dar uma voltinha, como eventualmente dá, e as coisas mudarem. Eu pagaria pra ver isso.
Nei disse…
Agora Spencer no Osasco.
Paulo Roberto disse…
Laura e Abraão, quando vocês citaram a composição de ponteiras com Natália e Garay, duas ponteiras mais de ataque do que de preparação, me lembrei imediatamente de 2008, quando tínhamos PP4 e Mari. Entretanto há uma grande diferença entre aquele grupo e este: Fofão. Nossa levantadora titular precisa de passe A e A+ pra poder mostrar o que sabe, Fofão, como a mestra que sempre foi, se virava com qualquer coisa que chegasse às mãos dela. E a filosofia de jogo nos últimos dois ciclos foi do time se adaptar ao estilo da levantadora. Então olhando por este aspecto, precisamos sim de uma ponteira que tenha uma passe seguro, ou então a Brait terá na seleção o mesmo trabalho árduo que teve em Osasco nessa temporada.

Por outro lado, reconheço que Sheila não é mais a segurança do ataque, devendo mesmo ser preservada para os momentos decisivos das partidas. Que sinuca hein?
Este comentário foi removido pelo autor.
Nei disse…
Paulo, você tem razão. A bola de Garay, por exemplo, é bastante específica. Não é uma bola alta na ponta. É uma bola bem acelerada, quase chutada, que depende de certa qualidade no passe. A Garay não é tão alta e também não é tão boa com bloqueios altos se a bola não for rápida. Também concordo quanto ao fato da Dani precisar mais de um passe melhor que a Fofão.
Uma tecla na qual bato há alguns anos é que a seleção precisa ter algumas jogadas diferentes. Mico, desmico, desmico na saída, between, bola curta nos 7 metros, quem sabe uma ponteira batendo china, etc. O jogo tá muito marcado e às vezes é bom variar pra confundir o bloqueio. A seleção de 2008 usou muito dessas jogadas e funcionava bastante. O jogo da seleção tá muito manjado. Não atoa os EUA marcam tão bem. Variações seriam bem vindas.
Nei,
Sempre sobreo e visionário.
Por isso que estranho quando você não escreve aqui.
Welmer Sales disse…
Nei, essa questão da variação de jogadas também gostaria que acontecesse mais na seleção e nos times da Superliga. O voleibol hoje é muito 'burocrático' é bola na ponta, bola no meio e bola na saída, a variação de jogadas seria uma forma de deixar o jogo mais atraente pro público que está assistindo pois dá aquele toque de imprevisibilidade sobre que jogada será realizada e, como você disse, hoje o vôlei é muito marcado e é preciso inovar para sair dessar marcações. Espero um dia voltar a ver o voleibol sendo jogado desse jeito.
Nei disse…
Beto, você é uma figura. Tenho estado estudando bastante, mas também tem algumas discussões aqui no blog que pra mim não têm sentido e dá uma desmotivada pra escrever. Há um tempo não era assim. Mas sempre leio, pode ter certeza.
Welmer, acho que isso é a especialização das ações ou dos movimentos. Mas realmente é sem graça. Uma bela jogada desmico é muito linda de se ver, e eficiente, se bem executada. Podem reassistir Pequim 2008 que vocês vão ver a Fofão usando e abusando de variações. Quando o Ricardinho tava na seleção, o Dante batia china quando tava na saída de rede, era imprevisível e muito bonito de se ver, um homem, que nem central era, batendo china.
Fora que o Brasil tá precisando diversificar seu jogo, pois como disse, tá muito marcado.

Odeio dizer que não sou um robô e ter que escolher 3 comidas.
Laurita,
Vou me dá ao luxo de fazer um comentário que "foge"da temática do post, fala sério, SPENCER na comissão do osasco?
LUIZOMAR devia largar o osso e ir assumir a gerência do club, papel que ele desenvolve com competência, era só o que me faltava...o SPENCER ser auxiliar dessa criatura, olha é muita audácia mesmo, muito ego envolvido.
Luizomar devia assumir sua limitação,e usar da humildade, da cogruencia mesmo, ter umbridade e zarpar da beira da quadra, será PATETICO (revoltante), ver o grande SPENCER LEE de auxiliar, agora tomara que no meio desse disparate, ao menos ele fale no tempo técnico e o Luiz, fique em silencio, aprendendendo. É vivendo e vendo, ainda,bizarrices.Luizomar, Sidão, e a Natália que teve a audácia de ir pra Londres (todo mundo sabe que ela foi recém operada).Deviam e devem pensar no melhor pro volei antes de tomar uma atitude dessas. sonho olímpico todo atleta tem, mas desde que estejam aptos, pq tecnicamente tinhamos peças em 2012. E tecnicamente melhor, e em condições fisicas inigualaveis, nós temos peças superiores no caso do central, li bem ali, uma frase que me marcou muito: seleção (brasileira,infelizmente) muitas vezes não é pros melhores, e acrescentaria; não é pros melhores e nem pros que tem condição física na maioria das vezes,triste.
Quando vimos uma Ana Moser no século passado, indo toda remendada, com os joelhos que foi milagre mesmo ela ainda jogar mais quatro anos, fazer o impossível pra ir . Na época Rpg era novidade, cirurgia espiritual ela fez, tudo foi valido pq estavamos falando da melhor jogadora, e peça de reposição daquele quilate não havia.aí sim, mas nos caso específicos destes.Revoltante. Mas, no Brasil, a filosofia olímpica, o investimento no esporte, e a valorização desse conjunto não é formentado, fator este que ainda nos penaliza nos colocando em posições muito aquém do que podemos alcançar. O que se ver é isso, jogadoror/a convocado/a pq trabalha com o treinador,ou tem uma predileção pq é amigo do filho, ou até mesmo vai pq é filho e esposa...É assim que iremos alcançar o sonho de ser uma nação olimpica, como China,Cuba(no caso do volei em específico ) e Eua? Já vimos o melhor levantador (RICARDINHO) sai fora pra justificar a titularidade do filho, e uma esposa que se aposentou milhares de vezes e sempre que voltava ao plantel nacional, e tomava a titularidade, ninguém é 100% sempre. Principalmente em 2004, quem dirá em 2008, quando foi tentado um ouro duplo, Nepotismo duplo. Pra meio entendedores...Basta. vejo muita hipocrisia.
Nei disse…
E era pra ser ouro duplo. Especialmente em Londres. Em 2008 seria pau a pau porque os Eua estavam com um timão com Stanley e Ball.
É triste esse tipo de coisa, mas é típico do Brasil, acho. Sempre vi esse tipo de favorecimento, em todas as instâncias. E no vôlei isso é muito comum. Pena!!!
Nei,
No caso, em 2008 me referi da audacia da mulher do treinador da seleção masculina,que tinha o apoio, público do presidente da confederação, e de toda cartolagem, ela quis voltar, fez maior show midiatico. Fato este aliado a covardia do zé que a levaram em 2004.
E do filho dele também, em 2008, por isso citei ouro (Nepotismo) duplo.
Nei,
Eu tenho ciência de que por vezes, me deixei levar e exagerei um pouco na cornetagem aqui, mas era final de festa vai...
Me juntei com a turma do fundão e fiz bagunça,rs. Mas foi passado, preso muito este blog,tô ficando taxativo né.?
Mas agora recobrei a seriedade,kkkk, ou quem sabe coloquei, vesti minha mascara de Homem sério, rs.
E não mais, tentarei tá? não mais me dá ao desfrute,risos.
Mas num some não homi de Deus! Faz gosto ler o que você escreve aqui.
Nei disse…
kkkkkkkkkk, além de tudo é um fanfarrão. Relaxe. Seja você. Mas às vezes o pessoal extrapola.
Entendi o nepotismo duplo. Se ele levasse a Sucurinni em 2008 não sei o que seria. Olhe e é capaz de ter trazido o outro do mesmo jeito, pois a bicha jogava muito, só era podre e péssima de grupo. Como aquela seleção era hiperforte talvez não fizesse tanta diferença ela e a fofão. Quem bom que a vida aconteceu daquela forma e a Fofão foi premiada e a sucurinni não tem o ouro olímpico.
Mas quem sou eu? Vivo esse dilema kkk Brinks...
Ela já não era melhor que a Fofao, a partir dos anos 2000, Fofao ralou muito e chegou sim a um nivel de excelência, as duas tiveram seu ápice, e ponto,acho que essa questão ganhou força depois que o marido dela andava nos progamas de tv esbravejando isso, acho bobagem essa discursao,em Londres ela não tinha mais bola pra bancar a Fofao que já era a melhor, nem cabia ela por ali, acharia vergonhoso, ela toda metida, destoando por pura VAIDADE. volei dela começou a cair na seleção em 98, Athenas foi barra pesada pra Fofao aguentar.enfim....
Em Athenas 2008, leia-se ATHENAS.
Mantronix Inc disse…
Laura,

Antes do Rio.

Em maio o Brasil tem o Montreux Volley Masters na Suíça.
De 31 maio a 5 de junho.
http://www.volleymasters.ch/

E o Grand Prix. De 9 de Junho a 10 de Julho.
http://worldgrandprix.2016.fivb.com/en

As competiçôes estão muito coladas, é necessário q o ZRG forme um time B.

Realmente, acredito q exista atacantes muito mais fortes q Mari Paraíba, a própria Helô do Rio do Sul, a Thaisinha é muito mais atacante do q a M.Paraíba, a Pri Daroit até a Ivna.

Isso é panelinha do P.Coco com o ZRG. Lamentável.





renato teixeira disse…
Também acho Thaizinha muito mais atacante
Yana Souza disse…
Gente, olha o que o nosso técnico Ze Roberto disse sobre a Thaysa: "A Thaísa, nós estamos há muitos anos juntos. Para mim, é uma das três melhores centrais do mundo. Eu tenho maior respeito e carinho pela Thaísa. Ela é fundamental para o nosso time, sempre foi, é decisiva, chama o jogo, tem um caráter impressionante. Ela encara o time do lado de lá, ela não se contenta nunca, está sempre querendo mais. Ela sabe que é disso que a gente precisa dela na seleção brasileira."
Então alguém tem mais alguma coisa a dizer sobre este assunto? Beto e All, não vão se manifestar? The Best Thaysa.. rsrsrs aceita...
Yana Souza disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Paula Costa disse…
Eu concordo com essa lista, essas são as jogadoras experientes e com bagagem para aguentarem a pressão de se jogar uma olimpíada em casa. As grandes jogadoras da seleção sub-23 deverão começar a jogar a partir do ano que vem para o próximo ciclo olímpico. Boa sorte para nossas meninas no Rio 2016!
L. Mesquita disse…
Quem seria Ze Roberto p/falar do carater de alguem. Um cara q usou a selecao p/treinar o AMIL,fez cortes estranhos e covardes como o da Fabiola,Juciely,Brait e Mari em 2012.Nao convoca ninguem do segundo melhor time,medalha de prata da Superliga e chama 4 do Minas so pq o tec. e o Paulo Coco. O Praia e PentaCampeao Mineiro em cima do Minas e nao teve ninguem na lista e o Minas 4?
E a Macris, q foi a melhor lavantadora da Superliga desde o inicio?
Sinto muito,mas Naiane nao e melhor q Macris,nao e mesmo! So foi convocada por causa do Paulo Coco.
Quem e Ze Roberto p/falar de carater?
Thaisa e Ze se merecem,sao farinha do mesmo saco! O carater deles se equivalem!
Yana Souza disse…
L. Mesquita, Eu concordo com vc em partes... Porém o que sempre vemos é que nem sempre os melhores são os que estão na seleção... Veja o caso do Serginho do Cruzeiro, por exemplo, um dos melhores líberos que ja tivemos aqui, mas nunca foi chamado para seleção... Isso não é de hoje... Outrossim penso que ficou muito estranho nenhuma selecionável do Praia Clube ter sido convocada para seleção... Ou melho, ficou esquesito a não convocação da Claudinha, que, na minha opinião, merecia estar pelo menos nesta primeira lista, pois fez por merecer.
L. Mesquita disse…
A convocacao de Naiane e o esquecimento de Claudinhae Macris, me faz crer q Naiane/2016 e a nova versao do foi Fernandinha em 2012.
Vicente Maia disse…
Mantronix Inc,
o Brasil será representado no Montreux Volley Masters pela seleção sub-23
Abraão disse…
Paulo Roberto, bem vindo de volta, fazia tempo que tu não davas as caras por aqui. Concordo plenamente com a sua análise, Dani Lins é de fato insegura dependendo das circunstâncias em que a bola chega para o levantamento. E Jaquelini, como a Laura muito bem colocou, é mesmo uma jogadora sem par nas características que a consagraram. Dito isso, gostaria de considerar alguns pontos. Como já disse anteriormente, a seleção precisaria de duas ponteiras de condição mais ofensiva, dadas as limitações atuais de Sheila. E acredito que um trabalho bem executado pode preparar as duas jogadoras, no caso Fê Garay e Natália, para suprir a falta que uma jogadora como a Jaque faria para o jogo da Dani Lins. Veja bem, Natália está em franca evolução no passe, porém boa defensora ela já é e faz muito tempo. Fernanda Garay sempre se caracterizou por ter um bom passe, apesar de na composição com a Jaquelini, fazer o papel da ponta que define as bolas mais complicadas. O que quero dizer é que as duas poderiam funcionar se complementando. Contando com a Camila Brait em grande forma, o Brasil ao mesmo tempo poderia ter um fundo de quadra sólido, que desse tranquilidade para a nossa levantadora trabalhar, e um ataque poderoso.
A lI disse…
Chega,estou farta! Chega dessa PANELA ZÉ ROBERTO-PAULO COCO!
Estou farta desses favorecimentos,seja na governo brasileiro,seja no esporte brasileiro,O JOGO É DE INTERESSES,FAVORECIMENTOS ILÍCITOS.O FAVORECIMENTO SUPERA O MERECIMENTO.Estou farta de TUDO ISSO!!!
Estou farta da DILMA!
Estou farta do LULA!
Estou farta do Zé!
Estou farta do Paulo Coco!
O MINAS hoje assume o papel do AMIL em termos de favorecimento na SELEÇÃO!
A história da convocação de NAIANE é uma REPRISE da história do Zé com a FERNANDINHA.
Realmente é incrível que a equipe PENTACAMPEÃ MINEIRA em cima do MINAS,PRATA NA COPA BRASIL,PRATA NA SUPERLIGA,e que manteve a segunda colocação durante a fase de classificação não ter sequer NENHUMA JOGADORA CONVOCADA!!!
Mesmo que nenhuma jogadora do PRAIA fosse para a OLIMPÍADA,pelo menos uma convocação e ter a oportunidade de mostrar serviço no GRAND PRIX merecia!
Não é possível que NAIANE seja melhor que CLAUDINHA e MACRIS!!!
MACRIS e CLAUDINHA lideraram o ranking de levantamento da SUPERLIGA desde o PRIMEIRO TURNO!!! MACRIS terminou a SUPERLIGA em PRIMEIRO LUGAR nas estatísticas com 25,6% de eficiência e CLAUDINHA em SEGUNDO com 20,6% de eficiência.
Sabe em que lugar terminou a NAIANE? Num LONGÍQUO e MODESTO OITAVO LUGAR com 15,2% de eficiência. Além disso, ao contrário de ROBERTA que demonstrou extrema frieza e tranquilidade quando assumiu a titularidade do REXONA, NAIANE amarelou feio e errou muito na partida de eliminação para o PRAIA.
Então,o que justifica a convocação da NAIANE? O desempenho? Não, oitavo lugar na estatística de levantamento é muito pouco? Superação em momentos decisivos? Nao,pipocou na eliminação para o PRAIA! O FATO DE PAULO COCO ser técnico dela? SIM,o favorecimento em detrimento do MÉRITO falou mais alto!!!
Mas isso não serve só para NAIANE não,outras jogadoras que tiveram desempenho medíocre também devem estar presente nas olimpíadas, pois o Zé Panela não abre mão delas. Estou falando das sempre protegidas Dani Lins, Jaqueline, Thaísa e Adenízia...
Jogadoras que se destacaram em outros times nessa superliga, mas que não tinham o apadrinhamento do PAULO COCO foram simplesmente ESQUECIDAS...
Já não bastasse a forma deselegante e GROTESCA com que muitas jogadoras merecedoras foram cortadas na Olimpíada de Londres:
1. Fabíola e Juciely no saguão do aeroporto. Zé nunca abriu mão da Dani Lins,apesar de Fabíola ter sempre que salvar as PANES dela. A recompensa da Fabíola foi corte. Na seleção as jogadoras é que tem que se adaptar ao levantamento da Dani Lins e não a levantadora que tem se adaptar ao estilo da atacante. Jogando na Rússia e na Suíça, Fabíola mais que provou o que todos sabiam, ela joga com QUALQUER JOGADORA, seja as gigantes russas,seja a bola rápida da GARAY,ela dá conta. Dani Lins adora bolas baixas e queima atacantes de bolas mais de força e mais alta, primeiro queimou PAULA e MARI, queimou JOYCINHA e mais recentemente andou queimando a LISE VAN HECKE. JUCIELY, uma atacante CAVALA que pega a bola alto e bate forte e que foi CAPAZ DE MARCAR 7 PONTOS de bloqueio nessa final agora contra o PRAIA, além de ser a MELHOR BLOQUEADORA do GRAND PRIX 2015, já perdeu a vaga para a ADENÍZIA, será que vai perder de novo?
2.MARIANNE SEINBRECHER foi cortada na lavanderia e BRAIT já lá em Londres, no lugar delas Zé levou uma irregular TANDARA e uma NATÁLIA sem condições de jogo. Hoje apoio a convocação da NATÁLIA para 2016,pois ela está no auge da forma(graças à comissão técnica do Rexona), mas em 2012, MARI e BRAIT mereciam mais que TANDARA e NATÁLIA.
ENFIM, dá NOJO esse política brasileira dos favorecimentos, assim me dá até vontade de torcer para outras seleções e esquecer o Brasil,sabe? É muita sujeira!!!
A lI disse…
Para completar o MERDELÊ vcs já viram o novo RANKING??? INCHARAM AINDA MAIS o número de jogadoras de 7 pontos: GABI GUIMARÃES agora também tem 7 pontos!!!
São absurdamente NOVE jogadoras com 7 pontos!!! Quero ver arranjar time para todo mundo!!!
Se em 2015,Sheilla e Garay tiveram que ir para o exterior e Jacqueline ficou um tempão aguardando até acertar com o SESI, agora com mais a GABI no GRUPO DOS 7, quero ver como é que vai ficar???
O que Tandara,Dani Lins e Jaqueline ainda fazem no grupo dos 7 pontos hein???
Wagner Geração disse…
Vejo aqui muitos questionamentos em relação à Lista de Convocadas. Não vejo o motivo de tanto “auê”. Concordo que em relação às levantadoras, Claudinha merecia sim uma chance de estar entre as convocadas pelo o que fez durante toda a Superliga, mas não está, e muito se diz que é pelo motivo da "pequena discussão" entre os dois na última temporada do Amil/Campinas no Vôlei Feminino. O mesmo se diz em relação a não convocação da Macris, segundo boatos, rolou um pequeno incômodo entre ela e a comissão técnica. Com discussão ou sem discussão por parte dessas levantadoras e da comissão técnica, eu particularmente não curto muito o estilo dessas duas levantadoras, torço mesmo é para que Fabíola consiga estar "inteira" a tempo. Roberta e Naiane, por mais que sejam boas levantadoras e esforçadas, ainda não têm muita bagagem, e isso pesa bastante, assim como nem Claudinha e nem Macris tem tal bagagem. Gostem ou não, Dani Lins é de longe a melhor levantadora que temos. Podem criticar as panes dela, a última temporada e etc., mas se não fosse ela, o Brasil tava era f#dido nas Olimpíadas de Londres, visto que o jogo com a Fernandinha não fluiu, aliás, sei nem o que Fernandinha foi fazer em Londres, quer dizer, sei sim, foi firmar a Dani como titular.
Em relação às ponteiras não tem muito o que questionar, o Zé convocou o que tem de melhor no Brasil, acho que Mari Paraíba vai rodar e vai sobrar as outras 4, ou seja, Fernanda Garay, Gabi, Jaqueline e Natália. Na posição de oposta eu também acho que Monique roda fácil, pois o Zé não vai abrir mão da Sheilla e Tandara pode jogar também como ponteira, ou seja, uma vantagem a mais para ela.
O que vai pegar mesmo vai ser no que diz respeito às Centrais. Embora elas digam que não e a comissão técnica idem, Fabiana e Thaísa são sim ABSOLUTAS, não tem o que questionar, exceto em caso de lesão. Mas e a terceira central, Adenízia, Ana Carol ou Juciely? Eu tenho um gosto particular pela Jucy, pelo estilo parecido ao da Fabiana, pelo ataque e pelo bloqueio, por ser uma central veloz e pelo que demonstrou em sua última passagem pela seleção. Mas Carol foi a melhor central na última Superliga, mesmo não fazendo uma fase final digna de tudo o que fez durante a fase de classificação, tem um saque e um bloqueio muito bom, mas é lenta no ataque. E a Adenízia? Ela esteve na última edição dos jogos olímpicos, sempre faz bons jogos pela seleção, não dá para descartá-la simplesmente pelo o que ela fez (no caso não fez) durante a Superliga.
Camila Brait ou Léia? Camila tem mais experiência internacional, mas não podemos fechar os olhos para o que a Léia fez nesta última Superliga, aos meus olhos ela foi sim a melhor líbero, tanto em passe quanto em defesa.
Por fim, minha escolha do momento seria Dani Lins e Fabíola (se conseguir se recuperar, se não, opto pela Roberta); Sheilla e Tandara; Fernanda Garay, Gabi, Jaqueline e Natália; Fabiana, Juciely e Thaísa; Camila Brait. Mas ainda temos um longo Grand Prix para avaliar a atuação de cada jogadora. E temos que torcer para que não haja nenhuma lesão com nenhuma delas.
A lI disse…
Em uma coisa eu concordo contigo:
Para mim, a SELEÇÃO OLÍMPICA é JUCIELY e mais 11...
JUCIELY é uma central CAVALA, cada ataque é uma PATADA!!! Foi a MELHOR BLOQUEADORA DO GRAND PRIX 2015 e nessa FINAL DE SUPERLIGA DESTRUIU com 7 PONTOS DE BLOQUEIO NA PARTIDA,e mais 12 pontos de ataque.
Com certeza, no conjunto geral, sou mais jucyele, no momento, ela e mais equilibrada, mais completa, e pra quem acha que a carol tem bom saque, gente o jogo em que a Gabi entrou no terceiro set que ja davamos por vencido pela Russia e ela foi buscar? sangue Rexona, rs, e outra Juncy também tem bom saque.
Achobque Julcy merece muito, ela tem todos os golpes, e o fato da americana não saber jogar com as meios e ela não twr se destacado jo ataque não apaga o que já fez e o que ela é.
Paulo Roberto disse…
Olá Abraão, obrigado pela lembrança. Realmente ando meio sem tempo nos últimos meses e como não acompanhei a SL completa resolvi comentar somente o que era pertinente.

Sobre a composição com a Jaque, gostaria de lembrar também que ela desde a final de Londres 2012 começou a se destacar também no ataque. Tanto que no Mundial de 2014, salvo engano meu, foi nossa atacante mais eficiente nas primeiras fases e na SL passada carregou o ataque do Minas junto com a Carla. Não que eu acho que ela seja carregadora de piano, mas numa situação em que as responsabilidades de ataque sejam compartilhadas ela recuperando a forma física poderia se encaixar sem problemas nisso.

O real problema é que não surgiu no vôlei brasileiro nos últimos dois ciclos nenhum nome incontestável. Quando pensamos em oposto de nível seleção só lembramos da Sheila. Quando pensamos em centrais Fabiana e Thaísa. Quando pensamos em ponteiras, além das titulares nas conquistas olímpicas, lembramos da Natália, mas lembramos também que ela arrasa em clubes mas nunca correspondeu na seleção. Acho que dificilmente ficaremos fora do pódio nos jogos olímpicos, mas o quadro pós 2016 é preocupante.
Paulo Roberto disse…
Sobre as centrais, embora eu ache que a Carol esteja um passo à frente na cabeça do ZRG, eu pessoalmente levaria a Jucy por ser mais centrada e equilibrada como o Beto falou. Mas convém lembrar que a Adenízia sempre correspondeu na seleção quando foi necessário. Na Copa dos Campões de 2013 quando foi titular e principalmente no Pan de 2015 quando fez uma excelente competição. Repito o que disse no primeiro comentário, seus pontos falhos seriam melhor trabalhados se ela se desligasse do Luizomar e se arriscasse a ser treinada por outro técnico.
Adenizia tinha tudo pra ser matadora, basta ela corrigir aquele movimento tosto da china dela, e sair do osasco, mas por lá ela tem estabilidade econômica, é difícil para um atleta, ainda mais quando não é unanimidade, uma Fabiana da vida que pode escolher onde jogar, de certa forma eu comprendo.
*tosco, movimento tosco, da Adê.
Este comentário foi removido pelo autor.
Gente,
Aí que máximo,o mercado especulativo está a mil, estão ventilando Natália no Valk... massa.
Estão comentando a ida da Fabiana para o Rexona, acho que não, o problema deles nunca foi central, já vi, e todos sabemos que o Bernado almejava a volta da Dani, mas acho que não faz mais falta, aliás Bernado.... só você mesmo. Vamos ver quem vai assumir a ponta se Nati sair.Natália e Fabiana, vão pro meu PRAIA.hahahahha
Vou logo avisando, se Wall sair nada de Bia, ex sesi no praia, nam, só aceito Fabisona e no mínimo, a Mayhara.
Vicente Maia disse…
Querida Aline,
vou fazer algumas considerações sobre o que você postou e suas revoltas, até justificáveis. Se disser alguma coisa que lhe desagrade, peço desculpas antecipadamente.

SOBRE A NÃO COVOCAÇÃO DE JOGADORAS DO PRAIA
O motivo pelo qual nenhuma jogadora do Praia foi convocada é simples, nenhuma delas, pela ótica do técnico, se encaixava nas necessidades da seleção. A oposta e a principal atacante são estrangeiras, a Wal se quisesse estaria na seleção, mas não quis, Natasha e Michelle são jogadoras que considero boas pra clubes, mas não pra seleção, mesmo porque nas posições delas já tem muita gente melhor convocada. Tássia, acho uma jogadora apenas mediana. Claudinha eu falo na sequência. Ok, Naiane e Mary PB também são jogadoras medianas, mas elas são do Minas. *risos

SOBRE AS LEVANTADORAS
A Macris e a Claudinha não foram esquecidas na seleção, elas foram descartadas. E não voltarão a ser convocadas. O JRG convocou a Macris no ano passado, mas ela não aprovou. Se tivesse, estaria nessa lista. Ela é uma levantadora muito boa em termos de precisão, mas não é uma jogadora completa. É baixa, não bloqueia e tem um saque mediano. Para seleção, ele quer jogadoras completas como a Fabíola. Além do mais ela teve um conflito com o JRG e ele, assim como o Bernardinho, não aceita isso de jeito nenhum.
A Claudinha, o JRG a conhece muito bem, já foi seu treinador por muito tempo. E ele não gosta dela, seja por ser limitada, indisciplinada ou desobediente taticamente, não importa. Essa, nunca mais vestirá a camisa da seleção, pelo menos não enquanto o técnico for o José Roberto Guimarães.
A Naiane foi convocada apenas porque era necessário um fator de segurança para cobrir a Roberta em qualquer contratempo. Pela convocação de uma quarta levantadora e pelas entrevistas do JRG, estou achando ele muito pessimista quanto a recuperação da Fabíola.
A Roberta está cada vez mais com um pé na seleção. O JRG já tinha um acerto, desde o ano passado, pra ela ser a substituta da Fabíola. Ele não cansa de elogiá-la, até comparou ela à Fofão no “Tá na área”. Pelo visto ele acredita muito nela, muito mais do que o Bernardinho. Ele a convocou 2 vezes ano passado e trabalhou muito com ela. E não é só ele que acredita nela, veja um trecho da reportagem “Aluna aplicada, Roberta vê torneio na Colômbia como chance de agradar Zé”
“Para o Sul-Americano, Roberta foi a bola da vez para revezar com Dani Lins, levantadora titular do Brasil. Os motivos, o assistente da seleção, Paulo Coco, explica.
- É uma jogadora sempre inteligente, tive oportunidade de vê-la jogar desde a época do juvenil, da época do Pinheiros, e ela já demonstrava um sentimento tático para o jogo diferente de outras jogadoras. Ela sabe armar o jogo usando as características das atacantes. Esse é um dos motivos que faz ela estar presente aqui, colocada na seleção brasileira e participando, evoluindo. Já teve um teste importante no Grand Prix e correspondeu muito bem. Está merecendo fazer parte do grupo - comentou.”
Fria como gelo, Roberta é a Dani Lins que não dá pane. ☺
Vicente Maia disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Vicente Maia disse…
Beto,
a Natália só sai do Rio de Janeiro se for pra ir pro exterior. Ela já saiu das asas do Bernardinho por dinheiro uma vez, não vai fazer isso de novo.
Fabiana não pode ir pro Rio de Janeiro sem desmontar o time, teria de sacar Carol ou Juciely e Natália ou Gabi por causa do ranking.
Se o Bernardinho trocar a Roberta, que está jogando muito mais, pela Dani Lins, pode internar ele. Além do mais ela vale 7 pontos no ranking e teria de tirar a Natália ou Gabi.
Se a Natália sair, se prepare, A Alix vai pro Rio de Janeiro, aliás ela é muito amiga de uma jogadora do time carioca e adora a cidade.
Parece que quem vai pro Rio de Janeiro é a Paula Borgo.
Vicente, Só acho que você fossa a barra quando assunto é a Dani, até pq eu DETESTO comparações, e a Dani não adianta, ela não é craque e não demonstra evolução , apenas uma jogadora mediana, que só consegue algo num club, com muita pelaja, depois de todo mundo cansado de perder,com o grupo fechado, seu time consegue um resultado expressivo diante dum time de ponta. já disse, pela experiência de seleção e club, ela era pra ser de todas, a peça chave,a mais craque coisa que passa longe, fator este que leva o Zé a se desesperar.Em londres, em meio a racha pessoal, pois ninguém suportava mais a arrogância e a falta de respeito da comissão, ela fez o jogo da sua vida. E olhe que era reserva, e todo mundo sabe que se havia que ter um corte, na posição, não seria o da Fabiola, que até lesionar a mão era a titular.
Porque levianamente todo mundo usa este feito, os jogos de 2012 pra justificar a predileção por ela, engraçado que ela é tão boa que só joga com time estrelado e o time nunca da liga, não sei se é pq fomos acostumados a ter os melhores levantadores do mundo, nossa escola nessa posição é muito boa. Mas ó, Danis Lins não entrará no Hall das melhores, pelo menos enquanto apresentar este vôlei sofrível, nem na última temporada com o Bernado no Rexona ela foi competente, tendo aquele timaco nas mãos, depois foi só ladeira abaixo nos clubs, acho que não preciso lembrar né? Nem venha falar da bizarrice da "final"contra o Rexona, ela agradeça, a uma CAROL ALBUQUERQUE e a grande fabiana.Não estou aqui criticando-o pq gosto mais de levantadora A ou B mas companheiro, se ela for a melhor do Brasil, constata -se o quanto deprimente, órfã e delicado é nosso momento nesta posição, o melhor era dizer a menos pior, coisa que nem caberia, pq melhor que ela tem viu.....ainda tem gente que fala de plastisca, de movimento de inversão lindo? Alô? é uma Fernanda Venturine da vida? E desde quando plástica ganha campeonato, ou é sinônimo de competência, a história mostra o contrário, meu povo lindo era ver a Fofao, lesionada, sem mobilidade, levantando de manchete e ainda assim levantou o caneco três vezes,fala sério.
Vicente Maia disse…
Beto,
eu disse que a Roberta está jogando melhor e que se o Bernardinho trocasse a Roberta pela Dani Lins seria loucura. No outro comentário eu disse que a Roberta é uma Dani Lins que não dá pane. Nesse instante eu prefiro a Roberta à Dani Lins. :) O técnico tem muita confiaça na Dani Lins, mas se ela der bobeira em alguma partida e a Roberta entrar ela não sai mais. A mulher tá com a moral lá em cima e a autoconfiança dela tá cada vez maior. A partida dela na final e as duas contra o Osasco mostram isso, a mulher nem piscou. Jogou tudo que sabe e um pouco mais. Viu o “Tá na área”? Até a mídia tá dando espaço pra ela.
Yana Souza disse…
Querida, n confunda superliga com selecao brasileira... temos de esperar p ver. Muitos jogadores n rendem na selecao como a monique e natalia por isso viram banco... acho QUE a roberta tem muito p provar que merece ser titular no lugar da Dani Lins que ja esta adaptada a pressao internacional... co tente.se com Dani e Fabiola na selecao... esta dupla so n vai estar no Rio se fabiola n se recuperar a tempo... torcamos p ela voltar bem...hummmmf... menos
Vicente Maia disse…
Yana,
Eu falei exatamente isso acima, que Roberta precisa de muita, mas muita rodagem. Que eu estou achando que o JRG tem dúvida se a Fabíola se recupera a tempo, mas que se ela se recuperar será a convocada. Hoje, acho a Fabíola em melhor condição do que a Dani Lins. Qual foi sua discordância? Aff
Abraão disse…
Vicente aqui tem muito disso, você fala uma coisa e as pessoas entendem outra, é uma esquizofrenia de causar espanto em qualquer raciocínio, ninguém merece, Deus o livre!
renato teixeira disse…
Ninguém confia na Dani, se confiasse mesmo cortando a Fabíola ela seria titular, por favor, análise com friesa. Eu hein.olhe os resultados, Não existe nada de bom na Roberta que lembre está criatura, não vamos fossar a barra, devemis ver as coisas com lucidez, cada um no seu quadrado.chega de comparações vis.
Abrao,
Quanto recentimento veio, não faz bem....
Eu sinceramente não gostaria de usar da minha acidez pra demonstrar minha indignação com certas coisas que são postadas,(nem devia ter feito, quando o fiz) velho, por favor, eu disse pra você qual ponto não condizia com a realidade, depois vc veio com papo mole que usou uma situação para ilustrar outra, use pelo ,menos de ARGUMENTOS e não de fantasias, parei com você.
Companheiro vicente, alto lá veio, num vem não, sem comparações. Depois eu falo do acho dessa rodagem que vocês tanto repetem, coisa de treinador brasileiro. Voleibol, mudou,(graças à Deus) aliás tudo muda,rs. Não sou obrigado a concordar com as pérolas de seu ninguém aqui, e com certeza vale pra mim também, não adianta reclamar, um choque de "realidade"eu darei,pretencioso né? Prefiro ser do que ter que ficar alheio e não contestar o que leio, contesto pq posso! Quem escrever o que quer, ler o que não sabe.detesto comparações, jamais a Dani Lins vai parasitar no bom momento da Roberta ou de qualquer outra, não que eu não goste da moça é que realmente não cabe.Já basta ter que engolir as grandes pérolas e injustiças dos grandes figurões e não poder se manifestar publicamente, diretamente aliás, como ocorre aqui. Ademas, cada um no seu quadrado, Roberta é ROBERTA, e Dani é DANI,e a máxima vale pras demais. Não se iluda.cada um com seu bom momento, quem será melhor ou pior, o tempo dirá, aliás, pra "melhor" do país tá demorando né?
Yana Souza disse…
Beto... você sempre troca seis por meia dúzia, ou seja, sempre bate na mesma tecla.. Devia saber que a melhor para seleção brasileir,a no momento, é Dani Lins e Fábiola... No lugar de ficar criticando a salvadora da seleção em 2012, torça para que a mesma tenha uma boa performance aqui no Rio. Beijos da mais gata, Yana...
Yona, menos, eu ja parei com vc, taxativo aqui é vc, por favor, não discuto com vc, pq não me apetece, por hora,até a proxima final com meu praia,hahahah (sonhar não paga), não estarei mas no turma do fundão. Sem mais,te digo sinceramente vc tem cartão branco pra escrever, pq eu não dou credibilidade, para mim vc não conta, desculpe.foi bom enquanto durou, mas a festa acabou, até rimou....aliás você só escreve aqui agora né, pq lá no lance....
Abraão disse…
Beto, eu nunca sequer comecei com você, eu nunca me dirigi a sua pessoa em nenhum comentário meu, frequento esse blog há muitos anos e nunca, jamais tive problemas com ninguém daqui, de qualquer natureza. Somente te respondo por que você, não sei por que interpretação fantasiosa, acha que tudo que falo aqui tem intenção velada chamar sua atenção. Meu, eu não quero falar com você, nunca me interessou esse tipo de discussão, até por que desde o início, tu tens sido muito mal-educado, sendo que eu não me recordo de ter feito nada que pudesse lhe despertar esse tipo de reação. Quando falo que aqui se diz uma coisa os outros entendem outra, falo de forma genérica, pois como disse, acompanho o blog já faz muito tempo e esse tipo de debate onde as pessoas se confrontam querendo no fim das contas dizer a mesma coisa, é comum.
Só pra que fique claro, não tenho nada contra você, quando tu falas de vôlei, suas colocações são muito pertinentes. Passar bem.
Yana Souza disse…
Beto, durou rimou com acabou, rima pobre né... Poderia pelo menos ter feito uma rima rica, se é que vc sabe o que é isso. KKK... beijos... lindo...
Yana Souza disse…
KKKKK. Betinho, não tenho tempo de ficar procurando blogs para escrever não, escrevo aqui, porque gostei deste blog... hummmmf...
Vicente Maia disse…
Vicente Maia saiu do grupo 😞
Rah Silva disse…
No montreux poderia ir uma seleção B co. Testes de jogadoras. Uma das injustiçadas tbm foi a Joycinha q vem de segunda maior pontuadora do dificílimo campeonato turco.
Mais como já li em alguns blogs irá a seleção sub-23 p o Montreux.
Mais realmente podia ir com time b com:
L: Claudinha e Naiane
P: Thaisinha, Ju Nogueira, Pri Daroit e Mari PB
O: Ana Paula e Belô
C: Saraelen, Carol e Adenizia
L: Léia ou Tássia
Flavia disse…
Em relação à Leia realmente não concordo em ela ir pq ela é muito boa mas seu preparo físico deu apara ver que não é tão bom quanto a Brait pq sua primeira disputa já se lesionou sozinha com certeza de deve a ansiedade e com isso pois seu time a risco e a Brait não além de ser ótima passadora ela defende muito exemplo maior foi no mundial a Leia estava lá e não fez diferença nenhuma nos jogos Pan-Americanos Camila brait se não me engano ficou em primeiro lugar em 3 estatística a de libero a de defesa e de passadora então conta muito sem falar o entrosamento q a Brait tem com as melhores ponteiras seja do Rio ou de Osasco e principalmente Fernanda Garay q será titular absoluta
Yana Souza disse…
Flavia, querida, tá muito cedo para vc afirmar que a Garay será titular, você esta se esquecendo da Natália... que está em melhor fase... né.