sábado, 4 de julho de 2015

GP - Brasil 3x0 Sérvia


Pensei que o Rexona.... ops, a seleção brasileira teria mais dificuldade ao enfrentar a Sérvia do que realmente teve neste segundo confronto do GP 2015. Imaginei que nosso ataque fosse parar mais vezes no bloqueio sérvio, mas não foi o que aconteceu.

Pelo contrário, o jogo lento da Sérvia é que parou no nosso bloqueio. O Brasil, por sua vez, manteve uma regularidade no passe que permitiu a Dani Lins a jogar bastante com as nossas centrais, que acabaram por ser nossa bola se segurança.

E é isso que ainda preocupa na seleção. É muito bom que haja um entrosamento entre a Dani e a Jucy e a Ana Carol, mas nas pontas a coisa ainda anda feia. Joycinha continua pouco eficiente para uma oposto. Natália começou a partida no lugar da Garay hoje e foi muito mal no ataque. Gabi foi a melhor das três, sabendo usar da habilidade para aproveitar o bloqueio adversário.

O time jovem da Sérvia deu muitos pontos em erros aos Brasil, o que tornou a partida mais fácil. Um pouco mais de equilíbrio neste sentido, nosso ataque seria muito mais demandado e, pelo que tem apresentado, não daria conta do recado.

Nenhum comentário: