domingo, 10 de maio de 2015

Nem o bronze

 
Rexona 0x3 Volero Zurich

Cansado. Pesado. Tenso.

Acho que estes adjetivos resumem o desempenho do Rexona na disputa do terceiro lugar contra o Volero.

Pouco ou quase nada funcionou adequadamente na partida de hoje - reflexo de que o Rexona jogou no seu limite na semifinal e não conseguiu se recuperar a tempo.O time parecia sem pernas, sem potência, sem paciência. Não conseguia sustentar com tranquilidade as trocas de bolas sem cometer erros.

O saque foi pouco agressivo e o ataque, novamente, pouco eficiente. A entrada da Roberta deu mais agilidade ao time no terceiro set, porém não foi o suficiente. As suas atacantes estiveram com a mão mal calibrada. Animicamente também o time não estava bem. Assim como contra o Dinamo, as jogadoras demonstravam estarem tensas e travadas.

Com o passe na mão, Thompson deixou o bloqueio carioca sempre atrasado. A Rykhliuk foi a maior pontuadora da partida, mas quem deu trabalho e não conseguiu ser parada pela marcação do Rexona desta vez foi Rabadzhieva.

Uma pena que o Rexona e, principalmente, a Fofão tenham que se despedir do Mundial sem uma medalha e se apresentando mal. O time tinha condições de bater o Volero, mas sentiu o peso do esforço do dia anterior. Tentou ir além dos seus limites, mas não teve qualidade nem elenco que sustentassem este tipo de jogo num nível competitivo o suficiente para bater os europeus.

************************
 
Eczacibasi 3x1 Dinamo Krasnodar

Justíssimo título mundial da equipe turca. Mostrou por duas vezes na competição ser mais time que o Dinamo.

O Eczacibasi tem muito mais recursos do que o Dinamo. Com um bom passe, a levantadora Asuman fez uma ótima distribuição entre as sua ponteiras. O bloqueio russo, de novo, dançou na marcação.

Para surpresa de todos, nem o ataque do Dinamo funcionou bem. Kosheleva poderia ter tido esta atuação apagada contra o Rexona. O aproveitamento dela foi ridículo, assim como o da Garay. A brasileira, ao menos, virou bolas importantes juntamente com a Calderón, no set da vitória russa.

Mérito também do sistema defensivo turco, muito bem postado e atento ao ataque do Dinamo. No bloqueio, Maja Poljak anulou a Kosheleva. Acho que aqui temos aquele tipo de confronto que o estilo de um encaixa com o de outro. No caso, o Eczacibasi leva a melhor. O Dinamo se perde ao enfrentá-lo: seu ataque não consegue transpor a boa marcação turca e tampouco sabe se defender do arsenal adversário. 
 
*****************************

E, assim, o Mundial se despede, pela primeira vez desde 2010, sem um clube brasileiro no pódio. 
 

7 comentários:

Paulo Roberto disse...

Não vi o jogo do Rexona, uma pena o Sportv não ter exibido.

Sobre a final foi realmente isso tudo que a Laura falou. O jogo do time turco encaixou com o Krasnodar mas acrescento ainda algumas impressões.

1º Sokolova parecia se arrastar em quadra, como o passe não tava saindo de jeito nenhum, não entendi a demora em apostar na Caldeiron. Eu teria colocado logo no início do segundo set.

2º Se o Krasnodar quiser voar mais alto na próxima temporada tem que ter alguém que arrume o passe da equipe pra poder tentar usar o jogo com as centrais (não é bem a onda dos times russos, mas se quiser algo mais vai ter usar as centrais sim). Todos pensávamos que a Sokolova faria isso, mas a queda de rendimento dela foi nítida durante a temporada, sinal de que está mesmo em fim de carreira.

3º Garay só atestou que está mesmo numa péssima fase até no ataque.

4º Fabíola conseguiu ser a melhor levantadora mesmo com aquele passe quase inexistente do Krasnodar. Fará falta na temporada da seleção.

Por fim, mais uma vez, enquanto não mudarem a estrutura interna do nosso voleibol, enquanto não reverem essa falácia do ranking continuaremos passando vergonha nos mundiais. Como a Laura lembrou, desde 2010 sem um time brasileiro no pódio. Nosso melhor time passou vexame.

Eduardo Araujo disse...

Olá, é não deu, ficou mais ou nenos naquilo que eu esperava, mas acreditava que o Bronze desse para pelo menos lutar por ele e nem isso aconteceu.
Mas foi bom para as pessoas cairem na realidade, já tinhamos falado que a SL liga de 2 anos pra cá caiu muito em qualidade e essa ultima SL liga foi nojenta de ver e olha que eu gosto de vôlei, mas tinha que me esforçar para não mudar de canal, tamanha a falta de qualidade.
Vocês sabem que eu torço para o Osasco, mas é de forma indiscutível que o Brasil levou o melhor time de vôlei nacional, foi oq menos perdeu e o mais constante, dando um passeio na final contra o Osasco, alias eu nem acha que o Osasco estaria na final, visto que era um time horrível.
Vou fazer um comparativo com o futebol, vcs conhecem o técnico Pep Guadiloa?
Ele é um técnico famoso e muito vitorioso no futebol, uma vez ele falou que era mais difícil ganhar uma Champions League do que uma copa do mundo e explicou o motivo falando que a Champions tem seleções internacionais aonde o limite é a quantidade de dinheiro que um clube esta disposto a investir, exemplo o time não tem um bom lateral e você vai no mercado e compra um estrangeiro especifico para aquela posição, diferente de uma seleção aonde você não pode simplesmente colocar um estrangeiro em uma posição especifica.
No vôlei acontece a mesma coisa, as pessoas confundem uma seleção que ganhou 2 vezes as olimpíadas e por causa disso falam que o torneio interno é um dos mais fortes do mundo.
Uma coisa não tem nada haver com outra, e cai no mesmo ponto do futebol, os times que participam de uma champions investem muito alto, contratando jogadoras pontuais, para determinadas posições, a maioria são seleções internacionais.
Isso não acontece em uma seleção, aonde é muito mais difícil você encontrar, boas jogadoras nacionais para a seleção, por esse motivo uma Sarah Pavan ou uma Kim, nunca serão campeões olímpicas.
Os números provam isso geralmente os campeões mundiais, são os vencedoras da champions, unica vez que isso não aconteceu, foi quando levamos uma seleção para enfrentar os caras.
Então chega a ser absurdo, cara que se diz especializado, falando que o rio era favorito, por ter o melhor conjunto, ou o cara esta falando com o coração ou não entende nada de vôlei.
As estatistas, mostram que o time campeão esta trabalhando redondo, pq o time não dependeu de nenhuma jogadora.

Eduardo Araujo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laura disse...

Paulo Roberto, acho é q foi uma falta de respeito mesmo do Sportv não transmitir. Pô, se não fosse pelo terceiro, q fosse pela despedida da Fofão!

Sobre as outras observações, concordo com todas.

Eduardo, uma estrangeira chega aqui com 5 pontos. Na temporada seguinte ela é "avaliada" e a pontuação pode mudar. Se continuar no mesmo time, a pontuação nova vale para a soma total, mas não para o limite de duas jogadoras de 7 pontos. Quer dizer, se a Carcaces fosse ranqueada com 7 pontos (o q não foi o caso), ela poderia permanecer no Osasco mesmo com Dani e Thaísa com a mesma pontuação. O 7 pontos da Carcaces só seriam levados em consideração na soma total máxima q um time pode ter, q é de 43 pts, se não me engano.

(acho que é assim. Não consultei agora o regulamento, tô indo de memória).

Como vc vê, o ranking não é o primeiro impeditivo - e, sim, a grana mesmo. Fica difícil competir com turcos e russos qd se tem duas, no máximo 3,equipes com orçamento para bancar grandes jogadoras - sejam elas estrangeiras ou brasileiras.

O que acho é que, exatamente por esta situação de pouco investimento, o ranking e sua utilidade deveriam ser repensados. Ele foi útil num momento q não é mais a realidade no vôlei brasileiro.

Eduardo Araujo disse...

Oq torna o feito da Fabíola de ganhar como a melhor levantadora ainda mais importante, já que ela não tinha o passe na mão o tempo todo e não tinha uma variedade muito grande de ataques, diferente da levantadora campeã.
O pessoal fala que o grande problema do vôlei nacional é Ranking da CBV, eu já acho que o problema é mais profundo do que isso.
Acho que passa pela crise do nosso pais, ate onde um clube esta disposto a investir no vôlei?
Não tenho certeza, ate pq não acompanho mais esse Ranking, que nunca tem logica, mas uma estrangeira vem pra cá com quantos pontos alguém sabe?
Se um time tivesse disposto a investir pesado no vôlei nacional, poderia montar um time assim:
Fabiola, Jaque, Thaisa, Brait, Hooker, Bia, vamos chutar alto, uma Larson, nas atuais regras da CBV, da para montar um time assim?
Podem tirar a Hooker e a Lason e colocar qualquer estrangeira de alto nível, oq eu quero dizer é que o nosso nível passa diretamente, pelo o investimentos que os clubes estão dispostos a fazer.

Welmer Sales disse...

Uma pena o Rexona não ter conseguido conquistar o bronze e a Fofão se despedir das quadras com um quarto lugar. O time jogou muito mal e o Volero foi muito superior na partida.

Também fiquei triste com a derrota do Krasnodar. O Time jogou mal, pior até que a primeira partida entre as equipes. O problema na recepção e no ataque foram o grande calo da equipe, o time russo até conseguia amortecer as bolas no bloqueio e realizar defesas, mas o aproveitamento no ataque foi pífio e assim não tinha como vencer.

Gostei de ver a Fabíola como melhor levantadora. Essa temporada na Rússia foi muito boa pra ela e acabou sendo premiada em seu último torneio pelo time na temporada. Durante a temporada, foram dois título conquistados, dois prêmios de melhor levantadora e um prêmio de MVP, nada mal, né?! Aliás, que aproveitamento da Fabíola! Em três mundiais de clubes disputados, ela foi eleita a melhor levantadora nas três vezes.

Finalizada a temporada de clubes, agora é esperar pela temporada de seleções.

A lI disse...

O grande DEGRAU q separa os times BRASILEIROS dos EUROPEUS eh o RIDICULO RANKING,q impede os times brasileiros de formarem ELENCOS MAIS FORTES!
Concordo com vcs. Inclusive acho que Fabiola nao DEVERIA JOGAR NUNCA MAIS NA SELECAO BRASILEIRA!
Fabiola deveria ficar P/SEMPRE NA RUSSIA, onde eh VALORIZADA,QUERIDA,DEUSA,XODO DOS RUSSOS q admiram tanto a Fabiola q a elegeram MVP DA COPA DA RUSSIA.
FABIOLA deve ficar ONDE REALMENTE EH VALORIZADA e nao onde eh ESCURRACADA E CORTADA NO AEROPORTO.
Ela nao deve ficar onde ela eh ESCULACHADA E REBAIXADA PELO TECNICO COMO FOI NO MUNDIAL 2014.
Fabiola,CHEGA DE SER HUMILHADA!
No VOLEI MUNDIAL vc foi eleita a MELHOR DO MUNDO,NA OL VOLTE PARA O TERCEIRO MUNDO,SEJA EUROPEIA,SEJA RUSSA!
FABIOLA NATURALIZADA RUSSA LEVANTANDO PARA GIGANTES COMO GAMOVA,KOSHELEVA,PODSKALNAYA,SOKOLOVA,MOROSOVA,MALYKETC.... A RUSSIA JA TERIA SIDO CAMPEA OLIMPICA E MUNDIAL HA MUITO TEMPO!
Em 2012,se Fabiola fosse a levantadora da RUSSIA,quem seria CAMPEA OLIMPICA? As GIGANTES RUSSAS CLARO!
O ponto fraco da RUSSIA sempre foram as levantadoras,Fabiola supriria essa deficiencia.
O KRASNODAR ha muito tempo NAO GANHAVA NADA, ja na sua PRIMEIRA TEMPORADA, FABIOLA foi MVP,CAMPEA DA COPA DA RUSSIA E DA COPA DA EUROPA E PRATA NO MUNDIAL.O que Krasnodar havia conquistado ANTES DE FABIOLA?
As russas do Krasnodar ADORAM A SIMPATIA DA FABIOLA!
Portanto, Fabiola FIQUE NA RUSSIA,SE TORNE RUSSA,E GANHE TUDO COM AS GIGANTES RUSSAS!
Fique onde GOSTEM DE VC,NAO VOLTE P/onde vc eh MARGINALIZADA!