Mundial: Brasil 3x1 Sérvia



Nesta partida contra a Sérvia, o Brasil inverteu o provérbio que diz que a “melhor defesa é o ataque”. Para a seleção brasileira, o sistema defensivo é que "atacou" e garantiu a vitória.


O Brasil teve dificuldades na virada de bola. As jogadas com a Sheilla e a china com a Thaisa não funcionaram, por vezes por desencontro entre a Dani Lins e elas; por outras, pela própria falta de visão das atacantes em explorar o bloqueio.

Só quando a Dani Lins começou a utilizar a Thaisa na primeira bola a seleção teve uma certa tranquilidade para pontuar e abrir uma vantagem. Mesmo assim, a dificuldade na virada reapareceu no final do quarto set e quase comprometeu a vitória brasileira. 
Se não fosse o bloqueio brasileiro e os erros de ataque e, principalmente, de saque da Sérvia, não sei se o Brasil levava esta partida. Ao menos, ela iria ao quinto set. A Sérvia não conseguiu crescer em cima das dificuldade brasileira por sua própria culpa, não porque o Brasil a tenha forçado ao erro. 

************************

Acho que esta irregularidade é o grande obstáculo para que a Sérvia se transforme em uma seleção de primeiro nível. O time tem pontos frágeis na recepção, mas tem uma levantadora de qualidade e um elenco de atacantes poderosas. Porém, estas mesmas atacantes parecem ter uma validade durante o jogo. Falta fôlego. As jogadoras caem de desempenho, perdem a potência. 
Já ao Brasil, assim como contra a Turquia, faltou uma atitude mais agressiva no início da partida. Os problemas no ataque impediram esta posição mais assertiva, mas outros fundamentos podem impor mais respeito ao adversário. Uma das broncas do Zé Roberto no primeiro set foi neste sentido: a Sérvia acuava o Brasil, que sentia e não revidava. Certíssimo.

************************
 Ah, é preciso deixar registrado: bela partida da Jaqueline. Varreu a quadra na defesa junto com a Camila e ajudou nosso ataque com as dificuldades da Sheilla. Gostei também da Garay, segura no passe e, ao contrário das outras partidas, mostrou mais recursos no ataque, sem encarar o bloqueio. Se não colocou a bola no chão de forma limpa, ao menos deu trabalho à defesa sérvia.

************************

Demais resultados da 5ª rodada:

Grupo A

Argentina 3x0 Tunísia

Croácia 3x2 Alemanha

Rep. Dominicana 3x2 Itália

Classificados: Itália, Rep. Dominicana, Croácia, Alemanha.

- Que campanha das dominicanas! Terminou a primeira fase invicta, mas em segundo lugar porque suas vitórias contra os principais adversários do grupo foram por 3x2. Ainda bem que elas não estão no nosso cruzamento porque, do jeito que o Brasil sofre quando as enfrenta, elas poderiam “cometer o crime”.

 
Grupo B

Turquia 3x0 Camarões

Bulgária 3x0 Canadá

Classificados: Brasil, Sérvia, Bulgária e Turquia.

 
Grupo C

Holanda 3x0 México

Cazaquistão 3x0 Tailândia

EUA 3x1 Rússia (34 x 32 – 25x19 – 29x31 – 26x24)

Classificados: EUA, Rússia, Holanda e Casaquistão.

- Nossa, EUA x Rússia deve ter sido um jogão! Pena não ter ido pro tie-break para tirar um pontinho dos EUA.

 
Grupo D

Azerbaijão 3x1 Cuba

Bélgica 3x0 Porto Rico

China 3x2 Japão 
Classificados: China, Japão, Bélgica e Azerbaijão.
************************
Os confrontos da próxima fase

 
Grupo E - China, Itália, Rep. Dominicana, Japão, Croácia, Bélgica, Alemanha e Azerbaijão

Grupo F – EUA, Brasil, Rússia, Sérvia, Bulgária, Holanda, Turquia e Cazaquistão.

A próxima fase é bastante delicada. É pouco provável que o Brasil não consiga se classificar para a terceira etapa do Mundial, mas toda atenção é pouca. Isso porque o grupo brasileiro é bem mais complicado do que o que contará com China, Japão e Itália. Têm seleções mais fortes e capazes de provocar um tropeço das principais, como o Brasil.

A seleção brasileira tem que ter atenção contra a Holanda para não ser surpreendida e desperdiçar sets, já que EUA e Rússia conquistaram 3 pontos na partida contra as laranjas. Por outro lado, a Sérvia é um adversário mais competente que a Holanda e pode vencer ou levar para o quinte set as partidas contra EUA e Rússia. Um detalhe pode fazer a diferença na definição das três vagas para última fase.

Comentários

Zé Henrique disse…
O Brasil vai subir dentto da competição.
Com tem que ser.

PS: Como será a próxima fase?
Mata mata ou novo grupo?
Welmer Sales disse…
Mais uma vez o Brasil deixou a desejar e mais uma vez Dani Lins esteve mal durante a partida. Não sei o que está acontecendo que ela não tá em sintonia com Sheilla e Thaisa. Isso tem comprometido sets em que o Brasil tem grande vantagem.

Novamente, Jaqueline foi a melhor jogadora em quadra e o bloqueio salvou o Brasil nos momentos mais críticos dentro das partidas.

Jaque e Brait foram os grandes destaques positivos dessa primeira fase e Dani e Garay foram as jogadoras que mais deixaram desejar. Espero que para a segunda fase o time apresente evolução, principalmente Dani e Garay.
Zé Henrique disse…
181Verdade, Welmer.
Justamente as duas que entraram e mudaram a cara do Brasil na Olimpíada.
Tenho certeza que elas vão crescer na próxima fase.
Laura disse…
Zé Henrique, a segunda fase são dois grupos com 4 jogos, 3 seleções de cada se classificam. A terceira fase são mais dois novos grupos, duas partidas para cada seleção. Duas de cada se classificam para às semifinais. Mais simples impossível (estou sendo irônica, claro).

Welmer, realmente Dani e Garay ainda estão devendo. Mas, na partida contra a Sérvia, eu vi uma melhora na ponteira. Espero que as duas cresçam nesta fase, pois são fundamentais caso queiramos ter chance de título.
Zé Henrique disse…
Ahhh, valeu, Laura.
Mata mata então só na semi e na final.
Se bem que os jogos da terceira fase também podem ser considerados de vida ou morte.
Bora lá, vamos encorpar!
Talita Silva disse…
Os pontos da 1ª e 2ª também são considerados na 3ª fase?
Ta faltando potência no ataque do Brasil
Laura disse…
Talita, creio que sim. Confesso que acho confusa esta fórmula, por isso não tenho 100% de certeza. Mas, pelo o que entendi, na terceira fase o esquema é o mesmo: se enfrentam as seleções que não se cruzaram até então e levam-se os pontos dos jogos anteriores contra as equipes que continuaram na competição. Não sei se mais enrolei do que expliquei...
Welmer Sales disse…
Não, pra terceira fase os times chegam com a pontuação zerada. Além disso, os integrantes dos grupos serão sorteados.
Laura disse…
Valeu, Welmer! ;)
O cruzamento olímpico é tao mais fácil e coerente, primeiro contra o quarto, segundo contra o terceiro e assim por diante..
Laura disse…
Sem dúvida, Marcelo. Fora que é mais emocionante.
Zé Henrique disse…
Mas ai ficaria igual a olimpiada.
Acho que tem que ser diferente mesmo - para marcar a diferença entre as competições.
Enfim.
Zé Henrique disse…
A Camila Brait é uma gracinha.
Sai vibrando e pulando pela quadra como se fosse uma criança. :-)