domingo, 10 de agosto de 2014

GP - Brasil 3x0 EUA


Os Estados Unidos fizeram o Brasil suar. Apesar dos 3x0, este foi o confronto mais difícil para a seleção neste GP.

A principal dificuldade brasileira esteve no ataque. Os EUA, estudiosos e bons conhecedores do nosso jogo, marcaram muito bem os ataques brasileiros, que dificilmente caíram de primeira.

Em compensação, o Brasil fez uso do seu melhor fundamento neste GP: o bloqueio. Apareceu nos momentos mais decisivos. Não por acaso, três jogadoras (Thaisa, Fabiana e Garay) estão entre dez as maiores bloqueadoras da competição. 


*********************

Não entendi a estratégia (ou a falta de) dos EUA no saque. Invariavelmente, os saques iam no mesmo lugar, no centro, e com a mesma força. Totalmente previsível e controlável pela Jaqueline ou pela Garay. O Brasil, pelo contrário, variava os “alvos” e usava saques curtos e longos, dando mais trabalho ao passe norte-americano.

O passe não foi problema para a seleção e a Dani Lins novamente conseguiu fazer uma boa distribuição entre as atacantes. Mas ainda vejo falta de maior precisão na organização dos contra-ataques, com bolas mal levantadas. São chances que o Brasil acaba desperdiçando.

E, finalmente: habemus Tandara! Ela foi muito bem no segundo e terceiro sets, tendo bolas importantes para virar e correspondendo. Se ela se mantiver assim, teremos um grande trunfo no banco. Só temos que ficar na torcida para que nenhum outro problema físico a impeça de servir à seleção. 


*********************
 

Momento de reflexão

 

A Fabizinha, como todos devem ter reparado, virou comentarista da Globo e esteve nas transmissões desta rodada do GP. Ouvindo-a, pensei como os (ex) atletas pouco ou nada acrescentam sobre o conhecimento da modalidade a nós (leigos, pero no mucho) quando são comentaristas de TV .

Não sei se entram no modo automático e repetem tudo aquilo que se costuma ouvir nas transmissões ou realmente não têm um conhecimento mais profundo do esporte que praticam ou praticavam.

Há exceções, mas, a grande maioria se restringe a comentários básicos. Entendo que, por ser TV aberta, a transmissão deve atingir a todos, mesmo aqueles que não entendem nada do esporte. E a emissora está interessada mais na imagem e nome do atleta, que ele seja reconhecido pelo público, do que pela sua capacidade de análise.


Ainda assim, me incomoda o fato de atletas que viveram ali o dia-a-dia, muitas vezes recém-saídos desta rotina, não tenham nada mais a dizer do que aquilo que a gente está vendo. Falo isso porque gostaria de aprender mais sobre o vôlei, que certamente é mais complexo do que a gente vê e, inclusive, comenta aqui.  

14 comentários:

Chiasm Liquefy disse...

Laura esse sel. Americana esta incompleta? Kd a Hooker, a Hodge, a Tom etc..?

Anônimo disse...

Harmotto ?

Laura disse...

A Hooker engravidou, voltou a jogar por um time de Porto Rico no início do ano, mas não sei se está disposta a voltar à seleção. A Tom se aposentou. A Hodge e Harmotto não sei te dizer... A Harmotto tá inscrita no GP, a Hodge não.

Laura disse...

A Hodge, aliás, teve uma lesão que a tirou do time chinês no início do ano. Vai ver ainda não se recuperou totalmente.

Welmer disse...

Gostei muito do que a seleção apresentou nesses dois finais de semanas. As meninas estão bloqueando e defendendo muito bem e Jaque, Garay e Brait estão recepcionando muito bem o que facilita o trabalho da Dani. Com relação aos contra-ataques, também tenho ficado um pouco incomodado com a precisão dos levantamentos da Dani, esse problema tem sido recorrente e dificulta a definição das atacantes. Esse é um ponto que pode ser melhorado.

Tenho gostado muito das vezes que a Fabiola entrou na inversão, tem sido consistente. Espero que ela continue evoluindo e ajude a seleção nos momentos que for preciso.

E finalmente Tandara apareceu. Espero que ela continue saudável, pois ela pode ajudar e muito a seleção.

P.S.: Vocês também acharam a Tandara mais cheinha?

Anônimo disse...

Adorei as participacoes da Fabiola e da Fabiana, Tandara entrou muito bem!

Zé Henrique disse...

O não aproveitamento de um contra ataque é sempre culpa do levantador?
Não, né.
Mas de fato a Dani errou alguns.
Normal, todos têm melhores e piores dias.
O bacana é que a seleção(as titulares) é bastante homogêneas.

PS: A Camila Brait matou a pau!
Já tomou conta da posição.

Julio Cesar Rodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Julio Cesar Rodrigues disse...

Acredito que o bom momento da seleção tem vinculo direto com o bom retorno da Jaqueline. Ela defende muito bem, segura a linha de recepção como ninguém e ainda tem ajudado muito no ataque.

A Camila Brait está muito bem na defesa e no passe. Pra mim ela tem sido a melhor na posição a um bom tempo, nem deu pra sentir falta da Fabi.

O time esta muito equilibrado no ataque, com mais entrosamento que o Grand Prix vai proporcionar, elas chegarão muito bem no Mundial e com chances de titulo.

---

A seleção americana esta renovando muito bem, gostei do jogo da Murphy e da Larson, está num momento excepcional.

Kim dispensa comentários. Leva o time da Coreia nas costas embora não seja o suficiente é pra mim a melhor na posição.

A Russia não mete medo com o retorno da Gamova e Sokolova, são grandes jogadoras mas não devem intimidar tanto.

Anônimo disse...

Pessoal vamos com calma com relacao a Russia. Elas nunca ligaram para GP e nao vai ser agora que vao se importar. Apenas no mundial vamos saber a cara da equipe delas. Com a chegada da Gamova e Sokolova o time fica mais forte. No entanto, eu to amando a performance do Brasil, o time esta otimo e bem homogenio, todas pontuam igualmente e assim fica dificil de marca-las. Destaque para o nosso bloqueio e defesa. Esse time esta parecendo o Dream time de 2008 onde passaram o rolo compressor em todo mundo. Eu sonhei que elas venciam o mundial e vi ate a foto delas todas felizes no podio com a medalha de ouro. Vou torcer muito por isso e se Deus quiser comemorar esse titulo inedito. Renato

Anônimo disse...

Esse papo de que "AS RUSSAS NAO VALORIZAM O GP" e puro "CHORORO DE PERDEDOR"!!!
Afinal de contas as russas valorizam o que entao?
Desde 1973 as russas nao ganham uma COPA DO MUNDO e desde 1988 as russas nao ganham uma Olimpiada, isso ainda sob a extinta bandeira vermelha sovietica...
Elas ficam com esse papinho pra enganar bobo para nao reconhecer a superioridade do Brasil que eh ENEACAMPEAO DO GP(9 titulos!!!).

Anônimo disse...

A Russia nunca ligou mesmo para GP e tanto e verdade que em ano de mundial e olimpiadas elas nao participavam de GP. Somente depois da derrota historica para o Brasil em Londres o novo tecnico resolveu mudar e elas vao participar todos os anos do GP daqui pra frente para dar ritmo ao time e nao necessariamente ganhar a competicao.
Mas eu to muito feliz com o Brasil, elas estao jogando muito e atropelando todo mundo pela frente. Rumo ao titulo do GP e ao inedito ouro no mundial

Anônimo disse...

Então tá explicado pq ela faz tanto C... DOCE, dizendo que não vai mais jogar na seleção. Qto mais ela resiste mais o SUBORNO$$$$ sobe!!!
MERCENÁRIA!!!
Essas russas não tem é GANHADO NADA A NÍVEL MUNDIAL!!! Tirando esses 2 Mundiais, o que a Rússia tem conquistado em Olimpiadas, GP e COPA DO MUNDO???
Um bando de GIRAFAS provacadeiras dependentes de 2 veteranas MERCENÁRIAS: GAMOVA E SOKOLOVA...
Esse papo de que "AS RUSSAS NAO VALORIZAM O GP" e puro "CHORORO DE PERDEDOR"!!!
Afinal de contas as russas valorizam o que entao?
Desde 1973 as russas nao ganham uma COPA DO MUNDO e desde 1988 as russas nao ganham uma Olimpiada, isso ainda sob a extinta bandeira vermelha sovietica...
Elas ficam com esse papinho pra enganar bobo para nao reconhecer a superioridade do Brasil que eh ENEACAMPEAO DO GP(9 titulos!!!).
Sem Gamova, o time russo é uma M...
A KIM YEOUNG KONG massacrou as russas com seus 42 pontos.
Imagina a KIM jogando junto com a levantadora TOMKOM NOOTSARA, se com essa levantadorazinha ruim coreana ela já faz 42 ptps na Rússia, imagina com uma levantadora boa...

Laura disse...

Welmer, tb achei a Tandara mais cheinha. Pode ser só impressão...

Zé Henrique: não! Acho q os contra-ataques são um problema que o Brasil precisa melhorar, em geral; atacantes e levantadora. No caso desta partida, acabei comentando sobre a Dani Lins.

Renato, concordo com vc. Mundial é outra história para Rússia. E esta seleção brasileira tb tem me lembrado a de 2008 - espero q continue assim no Mundial.