sábado, 12 de abril de 2014

Fora do eixo

 
Impressionante. O Sesi é o único time capaz nesta Superliga de desnortear o Molico/Osasco. Foi o único a vencê-lo também na competição, mas outras equipes, como Unilever e Vôlei Amil também teriam condições. A questão é que não há outro time que tire o Osasco tão fora do eixo.

Depois que o Talmo corrigiu seu erro inicial na escalação e recolocou a Suelle no time, o Sesi recuperou aquele seu padrão de jogo do segundo turno e tomou conta da partida. Muito do mérito vai para a Dani Lins. O Osasco se perdeu na marcação de bloqueio. Thaisa queimava com a Fabiana, e a Dani abria nas pontas. Quando a levantadora optava jogar com a central, o bloqueio pulava atrasado.

Enfim, foi uma lavada da Dani Lins no confronto com a Fabíola que, por momentos, lembrou a Ju Carrijo na insistência com algumas jogadas.

E no outro grande confronto individual, Fabiana vs Thaísa, o Sesi também saiu vencedor. Isso porque, além de ter contribuído mais uma vez no ataque, a Fabiana comandou a recuperação do time no bloqueio. A Thaisa foi driblada pela Dani Lins neste fundamento e, como o passe ruim, foi pouco utilizada no ataque.

O Sesi soube fazer o Osasco errar e esse, por sua vez, não soube lidar com a situação de estar atrás do placar. Tentou na vontade e na marra quando o que precisava era tranquilidade e cabeça no lugar. Aí cometeu erros em momentos importantes e o sedimentou o caminho da vitória do Sesi.
******************************

Foi uma bela partida e as expectativas para o próximo confronto agora estão mais elevadas. O Molico tem muito mais a mostrar – e muito menos a errar. Jogou até agora com o peso da responsabilidade de ser o favorito. Não vai conseguir se livrar da pressão, que agora vai ser diferente. Só pode pensar em vencer – e fora de casa (não que o ginásio do Sesi meta lá muito medo. As torcidas adversárias costumam fazer mais barulho que a da casa). Mas o peso é enorme de evitar que o líder e o favorito caia antes da final.

Já o Sesi tem o desafio de manter o nível que apresentou nesta sexta. E, para mim, também tem que entrar com o pensamento de “vencer ou vencer”. Tem que matar esta semi no próximo confronto. Por mais que o Sesi saiba lidar com a pressão da torcida osasquense, recolocar o Molico nesta disputa vai ser fatal por toda tradição e tarimba que tem a equipe do Luizomar.

******************************

+Mais

Acho que o Talmo optou pela escalação errada para iniciar a partida. Deixou o time muito desprotegido, vulnerável a um dos principais fundamentos do Osasco, o saque. A dúvida dele poderia ser entre Dayse e Pri Daroit, jamais com a Suelle. Contra o Praia ele precisava de mais força de ataque, a saída da suelle se justificou. Mas foi pontual. A Suelle é a responsável pela estabilidade do time no fundo de quadra.

O importante foi que ele não demorou muito para entender que ela deveria estar em quadra e acertou o time. Tarde demais para recuperar o primeiro set, mas a tempo do Sesi entrar no jogo e cometer o crime.

9 comentários:

Paulo Roberto disse...

Acho que a derrota do Osasco se deve a dois pontos principais: primeiro venceram o 1º set e acharam que o tinha levado o jogo. Segundo: o engessamento tático do Luizomar, ele tem um ótima leitura do jogo, mas não consegue mudar taticamente a equipe para surpreender o adversário, ao contrário do Talmo que estudou muito bem o Molico e sabe tirar as osasquenses do eixo.

Welmer disse...

Como eu disse no Twitter, acho que Osasco perdeu porque tinha que perder, senão a Sheilla teria acertado aquele último saque e Osasco teria ganho aquele set ali e levaria a partida pro tie e a história, pra mim, seria diferente.

Ninguém jogou bem pelo lado de Osasco a partir do segundo set a não ser Adenizia, que vinha tendo uma temporada apagada em relação às suas companheiras. No primeiro set o time fez o que se esperava forsou o saque e errou pouco e Fabiola fazia uma distribuicao muito, a partir do segundo o time todo se perdeu, erravam saque,erravam passe, erravam tudo, coisa que que o SESI parou de cometer desde então. Dani e Fabiana fazem estrago e vitória do time paulistano passa diretamente por elas.

Pode parecer menosprezo, mas não acho que Osasco perca novamente pro SESI, mas pode acontecer e se acontecer será uma frustracao incrível, porque perder para um time com Suelle, Dayse e Ivna, ainda que esta venha fazendo boas partidas, é difícil de aceitar.

Um comentário ácido agora, talvez muitos me xinguem por isso, mas se acontecer, será interessante uma final entre SESI e Unilever (pra mim os times mais fracos entre os favoritos) pra fechar com chave de ouro a pior (em todos os sentidos) Superliga de todos os tempos.

Welmer disse...

Pessoal, peço que relevem os erros ortográficos, por favor. É que meu computador não tem cedilha e é difícil colocar til, e eu ainda esqueci de revisar o texto e de usar a correção do computador e algumas palavras saíram erradas como "forsou", "distribuicao" e "frustracao". Pode ter outras que eu não tenha observado.

Anônimo disse...

Só acho q a Fabíola não é essa grande levantadora q todos dizem nao. Hoje as melhores do Brasil são a Dani Lins e a Ana Tieme mesmo criticada. Aconselho vcs a verem uns jogos dela na Turquia. E nessas semifinais estamos vendo q a importância de uma levantadora em um time. Pra montar um time primeiramente precisa contratar o fundo de quadra... ex; uma líbero e umas boas ponteiras passadoras . Depois uma levantadora habilidosa, só ai que contratatemos as atacantes, oposta e centrais.
Jaja as 10 hrs UnileverxAmil com transmissão da globo. Acho q dessa vez da Amil e eu torço por isso.

Anônimo disse...

Já vi ANA TIEMI jogar e é uma M... uma coisa é jogar num time de quinta categoria sem qualquer pretensão de conquistar título nenhum lá na TURQUIA... Outra coisa é jogar na Superliga sob pressão em times montados para disputar a ponta da tabela...
Quando isso acontece ANA TIEMI trava e não dá conta recado, no OSASCO bancou para CAROL ALBUQUERQUE e no VÔLEI FUTURO bancou para ANA CRISTINA.
E, na TURQUIA, nesse BURSA, time de quinta categoria, TIEMI está fazendo apenas o básico, nada mais que sua obrigação.

Aline disse...

Escrevi em JANEIRO que a contusão de PRI DAROIT, de uma certa forma tinha feito bem ao SESI, pois a ponteira SUELLE como titular de estabilidade ao time no fundo de quadra, além de melhorar muito o bloqueio na entrada de rede. SUELLE defende, passa e bloqueia muito melhor que DAROIT e é mais tranquila, menos ansiosa, apesar de não ser tão potente no ataque, não desperdiça tantas bolas no desespero como PRI DAROIT. Além disso SUELLE cobre melhor a líbero SUELEN, pois a líbero, sem mobilidade, não dá conta de cobrir a quadra toda com ponteiras que são mais atacantes que passadoras.
Talmo precisou perder o primeiro SET para lembrar da importância técnico/tática de SUELLE no seu time.
A volta de 3 jogadoras foram fundamentais para a vitória do SESI contra o MOLICO: SUELLE, BIA e MARI CASSEMIRO.
CAROL ALBUQUERQUE e MARI foram fundamentais na inversão do 5x1, confundindo ainda mais o bloqueio e a defesa do MOLICO. MARI teve uma participação muito efetiva no jogo, muito mais do que NENECA vinha fazendo nas inversões.
BIA também estava fazendo muita falta ao time, o TRIO FABIANA, BIA e DANI LINS é ponto mais mortal do SESI, vimos nos jogos com o PRAIA que central FRAN não estava substituindo BIA à altura.
O SESI sacou muito bem caçando as ponteiras do MOLICO, praticamente tirando CAMILA BRAIT do passe.
Mais uma vez escrevi ANTES DO JOGO que a semifinal mais equilibrada seria entre MOLICO e SESI e não entre UNILEVER e AMIL, e que se algum time tinha capacidade de impedir a final entre o MOLICO e UNILEVER era o SESI e não o AMIL.
O SESI é o time que vem fazendo o MOLICO tremer pela grande rivalidade criada em São Paulo depois de 3 finais seguidas: CAMPEONATO PAULISTA, COPA BRASIL e SULAMERICANO. Depois de perder as 2 primeiras finais o SESI ficou mordido e veio com tudo para o SULAMERICANO onde derrubou o MOLICO, depois disso a rivalidade só cresceu e o MOLICO não se sente mais confortável em JOGAR com o SESI.

Anônimo disse...

Amil acabou de dançar para Unilever, show da Fabizinha, que mostrou porque é a melhor líbero do mundo, nesses momentos ela faz a diferença, não foge da responsabilidade e cobriu meia quadra para equilibrar o passe.
Ontem, a dani e a carol deram um banho na fabíola. O Talmo também foi muito bem, corrigiu seu erro, parou o jogo nos momentos certos e fez a leitura correta em cada momento do jogo. O Luizomar somente conseguiu dizer que era uma partida com três jogos, ou seja, perdemos essa e vamos nos preparar para a próxima. Nada está perdido para o Molico, mas o SESI encontrou o caminho das pedras e não vai entregar o ouro fácil.
Sei que o post é do volei feminino, mas preciso mandar boa sorte ao time celeste amanhã.

Zé Henrique disse...

Por incrível que pareça o Osasco está com medo do Sesi.
As estáticas pró Osasco são absolutas, mas em 2014 o time da Sheila está tremendo contra o time da Dani.
Que continue assim!

Aline disse...

Walewska POPOSUDA ainda passa, mas Walewska TOPETUDA eh o fim, cruzes!!!
Minha amiga REGINA MARTELI comecou a ter convulsoes qdo viu aquela TOPETUDA VELHA eULTRAPASSADA em quadra, tive que ligar p/o SAMU socorre-la e ela encontra-se, neste momento na UTI sob COMA INDUZIDO depois de ver aquele FANTASMA DA OPERA DO MAU GOSTO DA WALEWSKA TOPETUDA.
Nao sei q moral essa TOPETUDA FEIOSA tem c/ZE ROBERTO,porque ela errava tudo qto eh passe e quem pagava o pato era a Claudinha.
Alias, a feiosa se matriculou num CENTRO ESPIRITA p/aprender a DAR PASSE antes do jogo, mas chegando la, confundiram-na com um ALMA PENADA e expulsaram-na com uma SESSAO DE DESCARREGO com direito a VELA PRETA e tudo mais.
Que foi ela errando aquele passe do ultimo ponto do TIE BREAK? E aquele 2 toques ridiculo que fechou o segundo set?BIZONHA!!!
Sarava p/ela! Sai pra la coisa ruim!!!