sábado, 22 de fevereiro de 2014

Vencedor, acima de tudo

Molico/Osasco 3x1 Vôlei Amil

Longe de ser a sua melhor partida, o confronto contra o Vôlei Amil foi um dos mais representativos para o Molico/Osasco na Superliga. E não digo por manter a invencibilidade ou vencer o duelo conta vice-líder da competição. Mas por ter saído vencedor mesmo apresentado tantas dificuldades.

O time teve recursos para superar um jogo de muitas falhas. Ainda que o passe tenha tido um desempenho ruim, o time conseguiu mostrar, desta vez, um repertório mais equilibrado. Bosseti (surpreendentemente) foi a principal atacante nas pontas, dando vazão ao ataque enquanto Sheilla chegava para os pontos decisivos. Thaísa teve mais dificuldade para pontuar, mas deixou sua marca no ataque.

O Osasco foi persistente contra uma defesa muito boa do Vôlei Amil – que só não resistiu mais na partida, pois desperdiçou demais os contra-ataques que conquistava. Surpreendentemente, o bloqueio osasquense ontem teve atuação muito discreta. As centrais não pontuaram, o que é raro. Mas a defesa compensou a falta do bloqueio e o Osasco foi mais eficiente no aproveitamento dos contra-ataques. 

**************************

No Vôlei Amil o problema da recepção ainda persiste. Aliás, difícil escolher quem foi pior na partida neste fundamento, Osasco ou Campinas. Acontece que os reflexos desta deficiência foram mais sentidos no time do Zé. Acho até que, no quarto set, o treinador desistiu de consertar a equipe e deixou a derrota rolar.

E Tandara continua formando o “bloco do eu sozinho”. Eu ainda me impressiono com esta garota. Todo mundo sabe que, quando chega o final do set, as bolas são para ela. Mesmo com bloqueio montado, ela ignora e passa por cima.

Mas, é claro, o time recente de maior companhia para ela. E não é nem falta de acionamento. Ontem a Claudinha se esforçou na “caça ao passe” e fez uma excelente partida, tanto que o bloqueio do Osasco teve dificuldades para marcar. Só faltou colocar as centrais pra jogar – uma missão quase que impossível. Mas as suas atacantes de ponta, sobretudo a Natália, demoram para entrar no jogo e até lá se vão uma quantidade enorme de ataques desperdiçados. Não por acaso até o meio do segundo set o Vôlei Amil já tinha cometido 15 (!) erros. 

**************************
Mais+

- Cadê a Adenízia? Não tem sido uma das melhores temporadas da central, com atuação apagada em boa parte das partidas do Osasco.
 
- Com esta recuperação do Sesi e a vice-liderança do Vôlei Amil fica impossível não imaginar o quanto pode ser emocionante a fase final. Acho que vamos ter finalmente um play-off (semifinais, sobretudo) equilibrado. A minha única dúvida está se esses dois times terão maturidade suficiente para desbancar os copeiros Unilever e Osasco no momento da decisão.

10 comentários:

Anônimo disse...

Acho q se o ZRG arrumar bem o time o Amil pode ser campeao! Mas pra isso tem q se desprender um pouco da Tandara. Sei q ela eh o " Ponto de fazer pontos " da equipe mais na equipe nao so tem ela de atacante.
A defesa ta otima, e como a Laura falou estao mau no contra- ataque.
O Zé poderia dar mais chance a Ju Nogueira de oposta.
Ainda nao da pra saber quem vai fazer a final com o Molico. O Sesi-SP ou o Amil. Lembrando q a Jaque ta voltando e vai ajudar mto na dificil missao do passe no Molico!

sidnei trindade disse...

O ZRG, apostou na Natália, e ela não está regular, no jogo em casa contra o Amil cometeu vários erros de principiante, se ela e a Kristin jogassem bem, a levantadora não procuraria a Tandara. Já vi o ZRG insistir com a Claudinha prá acionar as outras , mas o rendimento é baixo tanto da Natália como da Kristin, a Kristin joga muitas bolas decisivas na paralela, prá fora. A Tandara ainda faz um ótimo fundo de quadra, a defesa do Amil é excelente, a recepção não é confiável, assim a levantadora não consegue acionar as centrais, só com bolas forçadas e as centrais não aparecem. Não sei se o ZRG vai resolver isto. Mas se a Natália e a Kristin não jogarem em alto nível, sem chances.O Sesi sabe decidir e o Molico perdeu a decisão do ano passado com time superior a este, e este ano perdeu o único jogo que não poderia ter perdido, e ficou fora do mundial. Pode ganhar a maioria dos jogos mas não pode vacilar nas decisões.

sidnei trindade disse...

Corrigindo, no jogo do Amil, em casa contra o Sesi.

wilson disse...

Laura, também percebi que a Adenizia não está em um bom momento.

Paulo Roberto disse...

É impressão minha ou a Fabíola joga melhor quando enfrenta o Amil. O jogo da sexta não foi uma exibição de gala da levantadora (até porque não teve passe), mas foi melhor que nos jogos anteriores, não me lembro de erros grosseiros e quando teve o passe quase sempre deixou as atacantes com bloqueio simples ou sem bloque.

Também tenho sentido a Adenízia muito abaixo do que pode render. Não sei qual o motivo, mas ela precisa voltar à forma estupenda do final do ano passado.

Essa SL está nivelada por baixo. Nenhum time joga um voleibol de encher os olhos. Os jogos mais longos se devem pelo excesso de erros e não pelo primor técnico das equipes. Preocupante para um ano de Mundial.

Anônimo disse...

essa superliga e a pior de todos os tempos e mais doida que o campeonato inglês de futebol

Mateus disse...

Se não me engano, o que vou citar já até foi comentado aqui pela Laura, mas é algo que já está enlouquecendo os torcedores de Osasco, pelo menos eu. Estava presente no Liberati sexta-feira e se tem uma coisa que NÃO consigo entender, é a MALDITA insistência do Luizomar em fazer a troca da Sanja pela Gabi. O que não surte efeito algum. No fim do primeiro set, mesmo o Amil sacando na Caterina, que não estava bem no passe, ele fez a substituição com a sérvia. Nisso o amil passou a sacar na Gabi, que deu duas bolas de xeque para o time de Campinas. E ele insistiu na menina. Quando o jogo empatou, ele voltou com a Sanja, que virou bolas importantes e não comprometeu no passe. Agora me pergunto: já que parece que a Sanja é uma jogadora bem temperamental, que tem como base de atuação a confiança, por que sacar a menina toda hora??? O time dessa temporada não tem muitas definidoras, e a que "teoricamente" era pra ser vive sendo posta no banco!! Eu realmente não entendo esse técnico.

Anônimo disse...

Essa SL ta uma merda, a pior q eu ja vi. Espero q na proxima temporada melhore, q as equipes saibam suas fazer suas contrataçoes, tanto de jogadoras e tecnicos. Tipo acho q se o tecnico Lee do Praia, se tivesse um bom elenco como o do Amil. Faria historia. Mesma coisa com o Hairton do Sao Caetano e a Sandra Mara Leão.
Quero mto ver de volta os sets de 25 pontos, e como sempre torço pra q as extrangeiras reinem na superliga. E tbm quero mto ver a Adenizia, Thaisa, Sheilla e a Pri Daroit atuando no exterior.
Esse ano vai ser do Brasil denovo !

Anônimo disse...

Essa SL ta uma merda, a pior q eu ja vi. Espero q na proxima temporada melhore, q as equipes saibam suas fazer suas contrataçoes, tanto de jogadoras e tecnicos. Tipo acho q se o tecnico Lee do Praia, se tivesse um bom elenco como o do Amil. Faria historia. Mesma coisa com o Hairton do Sao Caetano e a Sandra Mara Leão.
Quero mto ver de volta os sets de 25 pontos, e como sempre torço pra q as extrangeiras reinem na superliga. E tbm quero mto ver a Adenizia, Thaisa, Sheilla e a Pri Daroit atuando no exterior.
Esse ano vai ser do Brasil denovo !

Anônimo disse...

Discordo que a SL esteja ruim, pelo contrário.
O Rio de Janeiro está mal, mas por outro lado temos o Sesi jogando bem.
O Osasco está com algumas de suas craques em momentânea má fase, mas temos um Campinas mais forte que no ano passado...
Os play ofs e principalmente as semifinais têm tudo para serem grandes jogos.
Talvez os torcedores do Rio de Janeiro é que estejam de mau humor. rsrsrrss