sábado, 19 de outubro de 2013

Semana passada a limpo

Volta e meia me esqueço que a Superliga já começou. Às vezes me pego olhando uma partida na TV em dúvida se vale pelo campeonato brasileiro, paulista, mineiro... A questão é que todos eles se perderam no meio deles mesmo.
 
Se o vôlei seguisse um padrão, ficaria mais fácil. Final de semana, SL, meio de semana, estadual. Enfim, tudo isso para dizer que estou confusa com este calendário, que, a meu ver, não valoriza nenhuma das competições.

**************************

Ontem teve a estreia do Minas na SL contra o Banana Boat Praia Clube. O time da capital está bem fraquinho. O ataque tem dificuldades de rodar, é bastante irregular.

Já o Praia me pareceu bem redondinho pra início de temporada. A Camila começou como levantadora, pois a Juliana recém voltou da disputa do Mundial sub23, e, olha, o time andou muito bem pelas mãos dela. Tá certo que o Minas exigiu muito pouco no passe o Praia, que jogou bem à vontade.

A Mayhara, no meio, apareceu como ótima opção de ataque. Aliás, o Praia tem à disposição um bom grupo de centrais: Natália Martins, Aline (que veio do São Caetano) e a Letícia Hage. Até imaginei que ele comporia a dupla titular, que ontem foi Mayhara e Natália, de forma diferente. Vejo as duas com características parecidas. Talvez a Leticia ou a Aline reforçariam o bloqueio do Praia.

De qualquer forma, é um segurança pro Spencer ter todas estas opções. Só tem que saber moderar as trocas. O grupo do Praia é bastante forte. Se tudo der certo, o treinador vai ter a mesma vantagem nas pontas com a recuperação da Herrera e Mari.

Reflexão aleatória: Fico sempre contente em ver a Arlene em quadra. Pra mim, foi a melhor líbero que vi jogar. E não é incrível que, com 43 anos, ela continue numa ótima forma física?



*******************************

O Sesi venceu sua primeira partida na SL, 3x1 contra o Rio do Sul. Mas o jogo que assisti das meninas foi contra o Molico/Osasco, segunda-feira, pelo paulista. Olha, deve ter sido uma das raras partidas que vi o time do Talmo jogar tão bem.

O time rodou fácil, a distribuição foi homogênea por parte da Carol, as meninas estiveram motivadas... Gostei de ver. A questão é saber se o nível se mantém. O Osasco deu uma ajudinha jogando mal, com erros de ataque, jogadoras importantes como Adenízia e Sheilla apagadas. Ainda é cedo para saber se o bom desempenho do Sesi foi atípico ou vai virar algo comum.

*******************************

Pré-lista de convocadas para a Copa dos Campeões:

Levantadoras: Dani Lins, Fabíola, Claudinha e Ana Tiemi;
 
Centrais: Fabiana, Thaísa, Juciely, Adenízia, Bia e Letícia Hage;
 
Ponteiras: Pri Daroit, Michelle, Gabi, Natália e Fernanda Garay;
 
Opostas: Sheilla, Monique e Tandara

Líberos: Fabi e Camila Brait

Nenhuma surpresa a não ser a Ana Tiemi. Surpresa porque achei que, para o Zé, ela já estava morta e enterrada. Até entendo a preferência por ela. Ele quer alguém que conheça e com experiência na seleção. Afinal, só em caso de uma emergência para a quarta levantadora compor o time. Mas não deixa de ser uma opção covarde. Eu já teria desistido da “japonesinha do Minas”, como a simpática Venturini a chamava. Apostaria em um novo nome como a Juliana ou Ana Maria. Sei lá, alguém que ainda não tenha recebido sua oportunidade na seleção.



*******************************
Pê ésse:
- O Pinheiros começou com tudo a temporada. Venceu o Barueri, pela Superliga, e o Vôlei Amil, pelo paulista. Ellen novamente se destacando. O time de São Paulo vai ter uma sequencia forte nesta semana na SL: Praia, Sesi e Amil. Será que o Pinheiros vai estragar a festa de muito favorito, de novo, nesta SL?

8 comentários:

tuliobr disse...

Pareceu-me muito fraco o começo de temporada do Minas. Sua levantadora especialmente esteve em uma jornada ruim, muito previsível e sem jogadas pelo meio. Aliás, não entendi o improviso da americana Alaina no meio-de-rede. A gringa estava visivelmente desconfortável e totalmente perdida na rede, e o técnico demorou dois sets para desistir da idéia. Como oposto, a atacante melhorou, porém ela já mostrou na NCAA que joga mais que isso. Com o elenco disponível não pode-se ter maiores pretensões na SL e justamente por isso a saída é ousar; entretanto, há uma diferença entre ousadia e invencionice: se isso ainda vai funcionar um dia, ficou claro que a Alaina precisa treinar muito para se adaptar. Quanto ao ainda incompleto Praia é difícil avaliar, até porque não houve maior exigência, mas o Spencer dispõe de recursos para jogar de várias maneiras: se todas as suas jogadoras estiverem bem física e tecnicamente, vai ser até difícil escolher.

Aline disse...

Fala sério! Ana Tiemi de novo na lista? O q ela fez p/merecer a convocação?
De que catacumba turca desenterraram essa múmia da Tiemi.
Essa mosca-morta nunca se firmou em time nenhum.
Mesmo sendo eterna reserva da Carol Albuquerque e da Ana Cristina, já teve mais oportunidades na seleção que muita levantadora titular não teve.
Se escondeu num time de quinta categoria lá na Turquia em que até a minha avó seria titular.
Ela não têm person alidade p/ser jogadora de seleção.
E a Ju Carrijo? Nunca terá uma oportunidade na seleção principal?
Tassia é outra q sempre foi esquecida, pelo menos, desta vez Suelen não está na lista, ainda bem!

Anônimo disse...

Laura,

Camila Adão nunca foi pra mim uma surpresa, talentosa, um show de categoría, e tem no seu currículo a escola de Bernardinho.

Algumas atletas são privilegiadas fisicamente, Arlene eh um exemplo.

Descordo do descarte da Ana Tiemi da seleção, ela e a Claudinha fazem uma ótima composição, até pq na inversão a Ana na rede leva seus 1.88 e meio. E as duas até pouco tempo eram as titulares da nossa Sel.B. O Zé apenas esta retomando o trabalho q começou. A utilização da Dani nos últimos torneios de menor expressão foi apenas uma forma de auto afirmar a condição técnica da Dani no pós Londres.

Crowley.

Evelyn disse...

Injustiça! Tiemi de novo não! Ele fopi jogoar num time meia-boca lá na Turquia porque não consegue nunca ser titular em time grande.
No Osasco era banco da Carol Albuquerque, no Volei Futuro bancava pra Ana Cristina, como a Aline disse não passa de uma eterna reserva.
Injustiça com as outras jogadoras que ralma e tem personalidade para serem titulares.

Aline disse...

Laura saiu a lista das 14:
1.Claudinha 2.Fabíola (levantadoras)
3.Monique 4.Sheilla (opostas)
5.Gabriela Guimarães 6.Fê Garay 7.Tandara 8.Natália Ziglio (ponteiras-passadoras)
9.Juciely 10.Thaísa 11.Fabiana Claudino 12.Adenízia (centrais)
13.Fabi 14.Camila Brait (líberos)

Graças Deus o Zé percebeu que ninguém engoliu essa convocação da Ana Tiemi.
Jogadora sem-sal, sem personalidade.
Levantadora sem personalidade não existe, ela tem que ser uma líder em quadra, afinal, a levantadora é o cérebro da equipe, e Tiemi nunca teve esse perfil.
Ela não têm condições de ser jogadora de seleção.
A única coisa que ela conseguiu naquele timeco do Bursa da Turquia foi um monte de bursite.

Acho que Claudinha merece uma chance de jogar de verdade. O Zé tem que por a Caludinha pra jogar muito nas inversões do 5x1, afinal, ela tem feito excelentes partidas pelo Amil tanto pelo paulista qto pela Superliga.

Tandarão Porradão está anos-luz melhor que Natália Big Mac, eu não levaria Natália nesse momento, levaria Michelle que é uma ponteira-passadora clássica que sabe passar e defender muito bem, além de saber variar bem o ataque e ter um saque venenoso, Michelle é uma versão muito melhorada da função que Sassá fazia na seleção em seus tempos áureos.

Tirando somente o fato de que no grupo das 14, eu levaria a Michelle no lugar da Natália, o resto da convocação eu estou de acordo.
Zé Roberto está levando um grupo fortíssimo visando enfrentar as campeãs europeias russas. As russas com a Pankova como capitã e levantadora é um time perigosíssimo, quem acompanhou o Campeonato Europeu e principalmente a final Rússia x Alemanha, sabe do que eu estou falando e do que PAnkova é capaz de fazer. Muito cuidado com ela!

Anônimo disse...

Natália Zilio tem o estigma de ser traíra.
Traíra com o Osasco. Traíra com o Unilever.
Como uma boa puxa-saco, está sempre babando ovo do Zé Roberto. Contundida tomou a vaga da Camila Brait que estava no auge da forma em Londres-2012. Ganhou, assim o Ouro mais injusto das Olimpíadas, pois foi só fazer número.
As maiores torcidas do Brasil não gostam dela, nem os torcedores do Osasco e muito menos os do Unilever vão com a cara da traíra, vira-casaca.
O Vôlei Amil tentou defender a ponteira Natália das provocações da torcida do Molico/Osasco, que novamente pegou no pé da ex-osasquense durante o clássico desse domingo (20), no José Liberatti. Ao longo dos quatro sets de disputa, os torcedores do Molico gritaram “saca na Natália”. Os pedidos também foram parar em cartazes.

Esta não foi a primeira vez que Natália foi vítima da torcida de Osasco. Na temporada passada, quando era jogadora da Unilever,ela teve seu rosto estampado em notas de dinheiro: mercenária trairaça.

Anônimo disse...

Um peso de 700 toneladas caindo nas costas da Fabíola tendo q vencer a Rússia nessa Copa do Mundo.

Luiz Felipe disse...

Sobre o grupo da seleção fechado para a Copa do Mundo, achei correto o ZRG levar a Fabíola e a Claudinha, embora ache que nenhuma das duas esteja rendendo esta temporada o que renderam em temporadas passadas... Até por isso, acho que Ana Tiemi mereceria, sim, uma nova chance, até pq é bem mais alta e experiente que Ju Carrijo e outras que estão sendo "reivindicadas" por alguns comentaristas deste blog. Abaixo da Dani Lins, estou achando as levantadoras no nível bem próximo... Nessa mesma linha, atrevo-me a escrever que Camila Brait não tem jogado melhor que Tássia já há algum tempo, embora ache difícil o ZRG deixar de convocá-la, por n motivos... Tássia terá chance na seleção quando Fabi se aposentar, ou Brait se machucar, ou se for (Tássia) jogar no Amil... Por fim, é duro ter que ler comentários afirmando categoricamente que é preferível levar Michelle a Natália para uma competição tão importante... Quanto recalque só pelo fato de uma jogadora profissional ter mudado de time... Mas, enfim...