As agruras dos favoritos

Está interessante este início de Superliga 13/14. Essa mudança no calendário tem balançado muito time top. Seja pela qualidade das equipes adversárias, seja pelos desfalques, seja pelos dois motivos: não anda nada fácil a vida dos considerados favoritos. A quarta rodada foi um exemplo claro do que eles estão enfrentando.


***************************

Banana Boat/Praia Clube 3x2 Barueri 
 
O Barueri tem se mostrado melhor do que se esperava depois de um início conturbado na sua montagem. Recuperou a Renatinha, trouxe a Cibele do exterior, e as duas têm levado o time a bons resultados.

Já o Praia teve um começo trôpego, afinal é uma equipe sobre a qual se tem altas expectativas. Há o atenuante, como a maioria, da falta de entrosamento e das jogadoras em recuperação, Herrera e Mari. Ainda assim, tinha time para vencer o Barueri de forma mais tranquila – e vencer o Pinheiros na rodada anterior.

O Praia vai ter que saber lidar, nesta temporada, com uma cobrança muito maior por resultado – e já deve estar sentindo isso. E não se pode colocar todas as esperanças na Herrera e na Mari. Até as duas voltarem a ter ritmo de jogo, lá se foi boa parte da competição. 

***************************
Sesi 2x3 Pinheiros
Quando olhei na tabela o jogo Sesi x Pinheiros, pensei: o Sesi vai perder. Simplesmente porque o time do Talmo não me passa confiança. Há duas temporadas que não me convence, pela falta de regularidade e de estilo de jogo. Ok, estamos no início da competição, mas algo me diz que o Sesi não vai mudar algo que está no seu DNA e vai passar a SL inteira jogando aquém do seu potencial.

Enquanto isso, o Pinheiros vai comendo pelas beiradas mais uma vez. E olha que nesta partida a Ellen nem jogou bem e deixou o time na mão no ataque. Mas o Pinheiros compensou com um ótimo desempenho no bloqueio das duas centrais. E a Andrea, de quem eu duvidava na posição de oposto, desde a temporada passada tem sido um dos destaques do time no ataque.

É bom saber que, mesmo sem grandes investimentos, o Pinheiros consegue manter sua característica de valorizar a força do grupo e ser competitivo.

***************************
Unilever 3x1 São Cristovão Saúde/ São Caetano

Tirar sets dos favoritos têm sido especialidade do São Cristovão Saúde/ São Caetano. Conseguiu um ponto contra o Molico, tirou um set do Amil e venceu o Sesi. Pela sequência que o time pegou neste início de SL, são resultados muito bons. Equipes como Minas e Rio do Sul, também com sequências complicadas, foram patrolados.

O Unilever jogou, de novo, sem Gabi e Jucy, poupadas. As duas estão com edema ósseo: Gabi no sacro, Jucy na tíbia e fêmur.

O time do Rio não é o único com problemas de lesão – que fazem parte do cotidiano das equipes, mas que aparecem com maior frequência neste ínicio de temporada. Sabe como é, as jogadoras emendam uma competição na outra, sem qualquer tempo para recuperação.

Comentários

Luiz Felipe disse…
Pitacos meus sobre a SL, pra quem quiser ler.
De todas as equipes que vi jogar neste início de SL, o Amil e Pinheiros têm se apresentado melhor. Um tanto óbvia essa minha afirmativa, até pelos resultados. Mas o Amil deste ano está me empolgando. Natália e Tandara são pura força e é muito bom ver Carol Gattaz jogando no nível que está. Quanto ao Pinheiros, sempre fica aquela expectativa de "quando é que esse time vai começar a perder?" Não sei se é questão de tempo. Fato é que o conjunto é excelente, méritos do Wagão. As equipes "top" ainda não engrenaram, mas o Pinheiros ainda vai aprontar muito na SL.
O Molico não me convence com suas 2 estrangeiras. Acho que até já foi falado por aqui no blog: a italiana e a sérvia têm características muito semelhantes, tanto técnicas, quanto táticas, inclusive no que tem de ruim: inexperiência. Ok, atualmente é quase impossível substituir Garay e Jaque à altura, mas bem que o Luizomar poderia ter trazido apenas uma delas e ter "roubado" a Pri Daroit do Sesi, na minha opinião.
As decepções ficam por conta das equipes mineiras. Tudo bem, o Praia ainda não tem Mari e Herrera. Mas a base do time atual é muito parecida com a do returno da última SL, trocando Glass por Dani Scott. E acho que o time ainda não está tão bem como finalizou a SL 2012/13. Já meu Minas, está duro de ver. Mesmo sabendo que o objetivo este ano seria apenas disputar a SL e promover juvenis, aliado ao fato de que essa sequência de "pedreiras" no início da SL não ajuda, o time anda pior do que se previa (que eu pelo menos previa). Do jeito que está, vai lutar para não ser o pior do campeonato - um vexame para a história do clube.
Aline disse…
Laura, concordo plenamente contigo em relação ao SESI, e digo mais: poderia apostar que PINHEIROS e SÃO CAETANO terminarão a fase de classificação à frente do SESI.
O grande diferencial do AMIL é a fenomenal TANDARA, assim como faz no SESI na temporada passada, TANDARA é a maior porradeira do AMIL e tá com uma mão pesadíssima, jogando de ponteira ele deu show e de oposta também, mas acho que ela ataca melhor da entrada de rede.
O SESI perdeu sua principal jogadora que era TANDARA, que levava o time nas costas. Sem Tandara, não vejo o SESI entre os favoritos.
Pra mim, os favoritos são TANDARA VÔLEI CLUBE(AMIL),PRAIA CLUB,UNILVER e MOLICO, com PINHEIROS e SÃO CAETANO dando muito trabalho.
Welmer disse…
Essa SL é vai ser a mais equilibrada da história do campeonato. É a primeira que vejo as principais equipes num mesmo nível. Pra mim, Osasco (não consigo chamar a equipe de Molico, e como não é mais Sollys vou chamar de Osasco mesmo), Unilever, Amil, Praia (quando completo) e até mesmo o SESI se encontram num mesmo patamar, e se a final for entre duas quaisquer dessas equipes não ficaria surpreso.

Agora, uma equipe que vem impressionando é o Pinheiros. O tima já fez uma boa campanha temporada passada e parece querer chegar mais longe nessa temporada. Wagão tem um trabalho incrível. O time trabalha muito bem taticamente e Ellen e Andrea tem segurado as pontas da equipe nos momentos de maior pressão.

Pra finalizar, acho que o que pode fazer a diferença nessa SL é o saque. Nenhuma equipe tem mostrado um passe regular e a equipe que apresentar um saque melhor saíra na frente nessa SL. Ah, eu sei que é chover no molhado, mas a SL seria muito melhor se disputada com os 25 pontos por set. Espero que depois dessa SL, essa história de 21 pontos nunca mais volte à tona.
tuliobr disse…
Querida Laura e caros amigos, eu sei que a escolha do jogo a ser transmitido pela TV é pauta comercial,mas não deixa de ser estranho que entre tantas boas opções em uma rodada programe-se justamente aquela que será menos atrativa para um espectador que não seja fã do vôlei. Para alguém como eu não vale, já sou um 'convertido' e é chover no molhado, mas para um telespectador que ainda deva ser conquistado Osasco x Rio do Sul foi má escolha. O time catarinense enfrenta muitos problemas e parece perseguido pelo azar: do primeiro set desastroso só ficou a certeza de que as levantadoras titular e reserva são totalmente incapazes de armar uma jogada pelo meio, e de que a alta central Carla está sem condições físicas para sequer entrar em quadra. No segundo set o time perdeu mais uma jogadora por contusão, mas mostrou que a forte oposta Ariane, e a veloz ponteira Nandiala, que veio do banco mas não tem porque voltar para ele, podem dar alguma alegria para o torcedor catarinense no futuro. Quanto ao Osasco, a grande motivação para vê-lo neste e em qualquer jogo dessa fase inicial da SL é acompanhar a adaptação da Sanja e da Caterina, pois é isso que vai determinar o sucesso da temporada para o time do Luizomar: se elas conseguirem jogar o que sabem, Osasco entra no rol dos favoritos; se não, poderá ver a final pela TV. Façam suas apostas.
Luiz Felipe disse…
Com as baixas de Juciely, Thaisa e Gabi, ZRG vai convocar mais duas centrais e uma ponteira para a Copa dos Campeões. Não vejo outra possibilidade que não chamar as pré-convocadas Bia, Letícia Hage, como centrais, e Michelle ou Pri Daroit, na ponta.
Curioso é que tanto Bia e Letícia Hage estão no banco nesse início de temporada em seus clubes. Michelle deve manter a titularidade no Praia apenas até Mari e Herrera voltarem (ou se firmarem).
Pri Daroit, por sua vez, titularíssima no Sesi, provavelmente ficará de fora, caso o ZRG seja "coerente" com as últimas convocações (Michelle foi campeã sul-americana enqto Pri Daroit ficou no Brasil).
Eduardo Araujo disse…
Veja o grande planejamento da seleção, nos torneios que não tinham nenhuma importância onde todos os times levaram as reservas e o Brasil levou as titulares.

Agora que começa o torneio mais importante que só ocorre de 4 em 4 anos, onde todos anunciaram que vão levar os times titulares, estamos 4 jogadoras quebradas.

Fala sério, como pode fazer essa merda, pelo menos tem desculpa se perder, vai falar que estava sem meio time.
Anônimo disse…
Laura,

Sabe-se já qual vai ser a seleção CONVIDADA de q País a FIVB vai escolher p/ participar da Copa dos Campeões?


Guilherme disse…
Luiz Felipe, tb imaginava que as centrais fossem Bia e Hage...mas pra nossa surpresa, Wal e Gatazz foram convocadas! Pensei aqui com meus botões: o Zé é bem espertinho mesmo! E pensou rápido! Nada melhor que ter por perto as titulares do meio de rede do Amil, treinando pesado com a seleção, e melhor: ganhando ainda mais entrosamento com Natália e Tandara. Foi uma decisão acertada, penso eu! Tanto para a seleção (que ganhará em experiência), quanto para o time Campineiro.
Anônimo, a seleção convidada é a Rep. Dominicana
Aline disse…
Vamos dar o braco a torcer, estou adorando os sets de 21ptos.
Com 21ptos,os jogos estao mais dinamicos e emocionantes. Aprovei os 21ptos.
Plageando o slogan da Embratel: Galera "FAZ UM 21!!!"
Aline disse…
O SESI perdeu sua principal jogadora p/o AMIL e trouxe do Amil:
Uma libero fora de forma e sem mobilidade: Suelen.
Uma ponteira descontrolada, longe da eficiencia da Tandara: Pri Daroit.
Nesse troca-troca entre AMIL e SESI, otimo negocio p/ o Amil e pessimo negocio para o Sesi.
Tandara esta levando o Amil nas costas, sendo a maior pontuadora absoluta do time,jogando tanto de ponteira como oposta, Tandara esta sendo muito eficiente,assim como foi no Sesi temporada passada.
Daroit me surpreendeu muito negativamente, pricipalmente no jogo de ontem. Totalmente descontrolada saiu gritando como uma louca, falando palavras de baixo calao, durante o intervalo entre os sets. Atitude antietica e desrespeitosa tanto com o publico qto com as demais jogadoras.
O desrespeito com insultos foi tanto que o arbitro foi obrigado a dar um Vermelho pra ela e ainda disse a ela que se continuasse com aquilo seria expulsa do jogo.
Com esse comportamento reprovavel, Daroit contribuiu negativamente para desestabilizar o resto do time, que acabou levando uma surra do Praia Club.
Com esse comportamento, Daroit nao pode estar na selecao, pois uma atitude dessas prejudica todo um trabalho de um time.
Depois do que vi, aprovei o corte de Daroit por Ze Roberto da selecao brasileira.
De acordo com o que afirmou Spencer Lee, Mari atuara como oposta nas inversoes do 5x1. Na temporada passada, Spencer usava muito as inversoes do 5x1 revezando Monique e Dayse na funcao de oposta. Agora, basta Mari se recuperar para revezar com Monique nas inversoes do 5x1.
Eu, particularmente, aprecio muito o jogo das irmas Monique e Michelle, elas sao a alma do time do Praia, jogam um voleibol classico, muito tecnico, lindo de se ver, dao muito volume de jogo, nao deixam a bola cair e estao sacando muito bem.
Anônimo disse…
PRI DAROIT EH O LORENA DO VOLEI FEMININO, TOTALMENTE LOUCA,PREPOTENTE E DESAJUSTADA!
FALTA MUITA HUMILDADE A ELA!