O complicado primeiro turno da SL 13/14


É tão cedo que ainda não me acostumei com o fato de que a Superliga 13/14 já começou. A primeira rodada teve duas partidas ontem: Molico/Osasco 3x0 Maranhão Vôlei e Barueri 3x0 Brasília.

Os outros jogos da rodada só acontecem na próxima quinta e um dia 19 de novembro. Quem vê o calendário do primeiro turno enlouquece, não entende nada. É tanta competição para encaixar nas datas – estaduais, Mundial, Copa dos Campeões e SL – que os jogos ficam todos desparelhos.

Por isso, acho que só a partir de dezembro e janeiro, quando começa o segundo turno, teremos mais ideia de como estarão os times e o que eles poderão ambicionar no campeonato. Até lá as equipes vão estar com a atenção dispersa entre tanta competição, com o grupo em níveis diferentes de preparação e com alguns desfalques internacionais. Vai demorar para que se tenha uma homogeneidade.

Mas o calendário é só mais um item de uma temporada que promete muita mais coisa para se acostumar: set de 21 pontos, o nome Molico no lugar de Sollys, novos times e a saia/short do time de Osasco. 

********************************

Agora, falando de uma das partidas de sexta, me surpreendi com a facilidade da vitória do Barueri sobre o Brasília. Se a Renatinha mostrou recuperação em relação a temporada passada e foi a maior pontuadora do confronto, o mesmo não se pode dizer da Elisangela. Atuação apagada assim como todo o ataque do Brasília, com Érika e Paula. Só a Dani Scott se salvou.

******************************** 

Pê esse:
 
- O hotsite da CBV para a SL desta temporada não contém a listagem de atletas de cada equipe. E o jogo do Molico x Maranhão não foi atualizado com o resultado e estatísticas até agora (noite de sábado). Obrigado, CBV, por facilitar nosso trabalho.

- Veneno do dia: quando a gente pensa que a Teny vai sobrar... que nada! Ela sempre consegue seu espaço no vôlei brasileiro - e muitas vezes em times importantes. Está agora no Vôlei Amil. Vale o aprendizado: amizades e contatos são tudo na vida.

Comentários

R.TIGRE disse…
“Bem Vindos ao Brasil”!!!
Infelizmente isso eh o Brasil!!!
Nao eh soh a Superliga, TUDO funciona ASSIM no Brasil desde a Camara dos Vereadores de um municipio do interior ate o Congresso Nacional ou o Supremo Tribunal Federal-STF, no Brasil NADA funciona!!!
Infelizmente estamos sempre tendo SURPRESAS NEGATIVAS!
Vivemos constantemente frustrados com o q vemos: isso eh Brasil!
Trabalho viajando e constantemente vou a Europa e vejo que la existe palavra, cumpre-se com o q eh combinado!
Infelizmente qdo volto ao Brasil tenho q me acostumar com a cultura de nao se cumprir o combinado em TODAS AS ESFERAS da sociedade.
Isso esta enraizado na cultura brasileira e, em vez de melhorar, so piora.
O resultado de NestlexMaranhao nao aparece pq o jogo foi apenas um “AMISTOSO”, afinal de contas as estrangeiras Yael, Bosseti, Malagurski, apesar de estarem contratadas ha muito tempo ainda nao foram liberadas pela CBV, mas mesmo assim a SuperBAGUNCADAliga ja comecou.
Aline disse…
Regulamento Oficial da Superliga, designações do delegado da partida, anexo V, parágrafo 8.2: "...o Delegado deve impedir que um atleta sem condição de jogo ou sem constar da relação nominal da equipe enviada pela CBV, aos delegados, seja relacionado em súmula ou permaneça na área de jogo."
Só essa parte do regulamento deixa bem claro que a culpa pelo acontecido foi do "delegado da partida".
Segundo a entrevista dada pelo técnico Chicão do Maranhão à repórter da Globo, ele foi pego de surpresa, disse que, se soubesse da possibilidade de punição, não teria escalado Yael:
"- Que eu saiba ela não está irregular, porque senão o registro dela não teria saído. Tentamos várias vezes pagar a taxa, que foi paga... e greve de banco? Quem tem culpa? Nós temos culpa? Ninguém tem culpa? Agora, ao mesmo tempo, quando o Papa esteve aqui e a CBV ficou fechada nós ficamos prejudicados também, porque estávamos tentando regularizar um monte de coisas. Agora, o registro dela saiu. Se o banco não funcionou, é culpa nossa? Fizemos tudo certo, está tudo comprovado, todas as taxas foram pagas na semana passada. Se o banco estava em greve e não mandou o recibo para a federação argentina, aí já não é culpa nossa. Para mim, ela estava regularizada, senão, não teria colocado. Vamos acatar o que vem aí, mas vamos brigar."
Pra quem não sabe a estreia de Yael na Superliga coincidiu com o dia do seu aniversário, 27 de Setembro.
Será que a coitada imaginava que seria essa bagunça toda a sua estreia na Superliga?
Não poderia ser uma estreia mais desastrosa... Além de estar irregular segundo a CBV, ela jogou muito mal, a cada parada, deitava no chão e recebia massagens na perna... Seriam cãimbras?
Antes não fosse escalada, pq sua presença em quadra ontem acabou não sendo proveitosa em nenhum sentido, a não ser para o time da Nestlé, que se aproveitou da má atuação dela e foi fazendo seus pontinhos.
Em termos de levantadora, o Nestlé está muito melhor, Fabíola e Ana Maria jogaram muito bem. Por sinal, Ana Maria foi uma excelente contratação, com bagagem internacional e recém-chegada da Europa vai fazer uma excelente e experiente dupla com Fabíola nas inversões do 5x1.
Enfim, o jogo não passou de um treino de luxo para o Nestlé, porque o resultado com a punição dada ao Maranhão vai ser como se fosse 21x0, 21x0, 21x0, por isso, no site da Superliga sequer consta o resultado do "treino".
A primeira zebraça da Superliga Feminina já deu as caras na estreia do torneio:
Quem imaginaria que um time como Brasília, recheado de jogadoras vitoriosas e experientes como Paula, Érika, Dani Scott-Arruda, Elisângela, Camila Adão etc, pudesse perder para o Barueri, que há poucos dias nem sabia se existiria ou não como time?
Será que rolou um "salto alto" por parte das estrelas de Brasília? O fato é que as meninas de Barueri estão de parabéns por proporcionar essa primeira zebra do campeonato. Parabéns também ao técnico Maurício Thomas pelo resultado.
Pelo mísero público que compareceu ao ginásio em Barueri, apenas 700 pessoas, parece que nem a própria torcida levava fé no time. Quem sabe depois desse resultado não aparece mais gente pra prestigiar o time?

No Europeu masculino, a Bulgária confirmou sua condição de super-freguesa da Itália:
Disputa pelo Bronze Olímpico em Londres/2012: Itália 3x1 Bulgária
Disputa pelo Bronze da Liga Mundial 2013: Itália 3x2 Bulgária
Semifinal do Europeu 2013: Itália 3x1Bulgária
Como pode? Eles têm um sério bloqueio psicológico contra os italianos, se perdem em nervos e começam os erros pelo saque, começa um jogador errando saque atrás do outro, e esse descontrole vai passando para os outros fundamentos. Perdem a cabeça, perdem a partida e matêm a condição de fregueses dos italianos.
O grande nome da partida foi o central do Trentino, Emanuele Birarelli, com 15 pontos distribuídos em ataques, bloqueios e saque. Maior estrela da Itália, Birarelli com um entrosamento perfeito com o levantador Travica, pontuou mais que os ponteiros Savani(2), Parodi(9) e Zaytsev(10).
Welmer disse…
A Superliga só vai progredir quando quando tirarem o controle do torneio da CBV. Enquanto esta estiver no comando, o torneio vai continuar sendo uma bagunça, e ainda tem gente que diz que temos o melhor campeonato do mundo. Em termos técnicos até pode ser, mas não é só de bons jogadores e bons times que se vive um campeonato, organização pelo menos pra mim ainda conta muito.

Eu me pergunto como uma entidade pode ser tão desorganizada. Se você quer ter informações dos jogos você não consegue, se você quer ver informações sobre os times que disputarão a Superliga você também não consegue ou se você quer ver um jogo com transmissão online como o de ontem entre Brasília e Barueri o site só disponibiliza um live score, aí pra completar ainda vem com sistema esdrúxulo de disputa, com sets de 21 pontos, para afundar ainda mais o prestígio da entidade para com os fãs. A CBV parece que faz questão de impedir o progresso do nosso vôlei e mantê-lo nesse 'amadorismo'.

Eu sei que chato tocar nesse assunto a todo instante, mas eu não consigo engolir esse sets de 21 pontos. No início até achei que seria interessante testar essa regra, mas hoje acho que ela não faz bem ao voleibol e espero que essa regra não seja levada mais a frente.

Sobre os jogos de ontem, posso dizer que me decepcionei bastante com o time de Brasília, esperava mais do time no jogo de ontem, mas pelo visto a equipe só vai fazer figuração nessa edição da Superliga.

Sobre a Teny, ácido esse seu comentário, hein Laura?! Haha... Tem líberos melhores que ela disponíveis no mercado, mas que não conseguem espaço nos times. Contato parecer muito importante no meio do Vôlei.
Eduardo Araujo disse…
Olá como sempre o primeiro turno vai ser somente de treino, afinal para os grandes times essa fase de classificação é mais para pegar ritmo e entrosamento, times como molico, Campinas, unilever, SESI e praia, tem a responsabilidade de jogar bem tanto em casa como fora e quem fica em primeiro não tem vantagem nenhuma na final mesmo.

Acho que na metade do segundo turno os times fortes vão estar entrosados, agora muitos vão perder jogadoras para o sub 23 e para a seleção principal por causa da copa dos campeões, momento mais que perfeito para os times pequenos tentarem ganhar pontos em cima dos grandes.
Eduardo Araujo disse…
Gente olha a entrevista da sheilla sobre os 21 pontos.

http://www.youtube.com/watch?v=Vwwt2ZZOayQ

esta um pouco antes do final da matéria

Abraço.