Não vai ser desta vez




A expectativa em ver a Tandara jogar na seleção foi grande durante os últimos meses. A esperança era que a lesão no ombro fosse tratada a tempo da atleta jogar o GP. Mas não vai ser desta vez.

Melhor assim. Como diriam os avós, em homenagem ao seu dia, prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém.

A seleção deve ter aprendido com o caso da Natália em 2011, que todos achavam que ela estava recuperada e no fim, descobriram que o problema na canela era mais grave do que se imaginava. 

*******************

No entanto, é uma pena não vermos a Tandara em ação. Acho que já deu pra perceber minha ansiedade em relação a isso. Gostaria que a Tandara fosse testada, ganhasse rodagem na seleção pra ver se amadurece e mostre se tem ou não condições de assumir a titularidade.

Minha vontade tem a ver também porque já começo a imaginar o futuro da posição de oposto após a saída da Sheilla. Temos poucos nomes em quem confiar – e oposto é uma posição de confiança. A Natália e a Tandara são opções (mais a segunda do que a primeira), mas, por diversos motivos, nenhuma das duas consegue ter uma continuidade na seleção.

Aliás, a Natália, além de enfrentar um longo processo de recuperação, agora tem que lidar com a acusação de dopping. A novela não acaba nunca (GE- STJD do vôlei decide julgar caso de Natália em instância superior).

Dentro desta realidade, quem comemora é a Monique, que tem feito um bom papel na seleção este ano e se firmou - ao menos por enquanto. Ainda assim, não consigo vê-la como uma jogadora de nível internacional e com as características necessárias para defender o Brasil.

Comentários

João Lucas disse…
Concordo plenamente. Queria muito ver Tandy em ação, pois, trata-se de uma jogadora que admiro muito. Aliás, creio que o futuro da seleção passa pelas mãos de Tandara e Natália.
Welmer disse…
Também estava na expectativa de ver a Tandara em ação, é uma pena essa lesão adiar sua atuação pela seleção. Espero que ela se recupere e volte com tudo para a Superliga.
Realmente Laura, a grande preocupação é quem vai assumir essa posição no dia que a Sheilla faltar. Também gostaria de ver a Tandara atuando pela seleção pra saber se ela é jogadora de seleção ou apenas de clube. Natália é outra que sempre tem que enfrentar algum problema, tirando o Mundial de 2010, ela nunca apresentou-se bem pela seleção. Também não acho que a Monique seria a jogadora pra assumir esse posto, apesar de ter se apresentado bem até aqui. Isso é fruto do péssimo trabalho de renovação efetuado pela CBV.
Anônimo disse…
Natália foi pega com o uso de Predisona, gente vcs sabem o q eh isso? Eh um corticoide, anti-inflamatório, qqr pomadinha tem. Um absurdo.
Neide disse…
Acontece q Tandara joga muito melhor atacando pela entrada de rede do que pela saida de rede. Por isso, no SESI, ela foi adaptada como ponteira e fez estrago nas defesas adversarias com sua mao-pesada.
Por enquanto Monique e mesmo a melhor opcao como oposta. Tem feito excelente trabalho desde que estreou na selecao, jogando com muita classe e inteligencia.
Welmer disse…
Finalmente soubemos o futuro da Jaque. Uma pena tê-la distante das quadras durante um longo período, mas é por uma causa maior. Estou na torcida para que dê tudo certo e que depois desse período ela consiga voltar às quadras a tempo do Mundial no ano que vem.

Um fato curioso é que Jaque disse estar grávida de 18 semanas, eu fui fazer as contas e reparei que na final da Superliga ela já estava grávida, talvez ela não soubesse, mas eu acho um tanto arriscado pra quem já teve complicações antes.
Verdade Welmer, finalmente soubemos sobre o que levou a Jaque a ficar em silêncio. Tomara que dê tempo dela voltar em forma para o mundial do ano que vem, pois considero que ainda seja essencial pra seleção.
Laura disse…
Já dava para imaginar q era este o motivo de não termos notícia dela. Tb espero q ela volte rápido e bem para o vôlei, principalmente para a seleção. Mas tem que estar em condições legais, com ritmo, pq senão vai ser que nem a Paula em 2006. Vamos ver como a história vai se desenrolar.
Anônimo disse…
Quanto ao doping da Natália, as jogadoras, principalmente as da seleção, tem a disposição um corpo clinico que as auxilia na questão de antidopagem, portanto se foi flagrada alguma coisa tem. ou foi falha do laboratório ou da atleta. Mas que ela rendeu muuuuuito acima do que vinha rendendo nas finais isso rendeu e o teste correu na semi!
Vai saber!?
Anônimo disse…
E o time de campinas? Tandara com problemas no ombro...Natália com problemas na famigerada canela e ainda o problema do doping...Angélica e Waleuska com problemas também. Comissão técnica toda a serviço da cbv. O que vai ser deste time na temporada?
eduardo araujo disse…
Olá vai começar o gp nessa sexta estou ansioso para ver o Brasil.

Li agora pouco no site da globo que o Murilo fechou com o SESI-SP, vai entender foi dispensado e depois de um tempo acerta por 2 temporadas pelo mesmo, talvez o SESI-SP tenha visto que a recuperação do mesmo já mais rápida do que o previsto.

Mas como isso é um blog de vôlei feminino vamos ao que interessa, a 2 dias atras a Jaqueline tinha dado uma entrevista também para o site da globo falando que gostaria de jogar a fase final pelo Molico( antigo Sollys) e pelo que tudo indica realmente vai acontecer...