sábado, 13 de julho de 2013

Amistosos feitos para irritar

Brasil 3x1 Holanda

Esta série de amistosos do Brasil contra a Holanda só está servindo para eu distribuir meu azedume nos posts.

Mais uma vez o time brasileiro teve dificuldades no primeiro set e teve que ter uma força incrível para superar as holandesas e conquistar uma vitória por 3x1. Ao menos, desta vez, os outros sets foram mais tranquilos para as brasileiras.

O Brasil está usando a estratégia de se fingir de morto no início para depois surpreender a Holanda. É a mesma estratégia usada contra os Estados Unidos nas Olimpíadas, lembram?

Para piorar a situação, o jogo atrasou em uma hora o seu início porque a quadra estava molhada. Acho muito legal que a seleção tenha ido para o Nordeste e, mais ainda, que este segundo jogo tenha tido a plateia composta por alunos de escolas públicas. E não sei qual a estrutura de Maceió, se havia outros ginásios em condições de abrigar os amistosos da seleção.

Só que não dá pra aceitar um lugar que depende das condições climáticas do dia. É uma questão de organização. Poxa, somos os bi-campeões olímpicos. É muito amadorismo atrasar uma partida para secar a quadra. 

************************

Fui ler a matéria do GE sobre a partida ('Caloura', Gabi comanda nova vitória brasileira sobre a Holanda em Maceió) e descobri que o jornalista é fã da Gabi. Olhem só os trechos:
  
"Gabi e Monique viraram bolas quase impossíveis e mostraram o vigor da nova geração do vôlei brasileiro."

" Com atitude de veterana, Gabi também se sobressaiu e provou que domina com notável eficiência todos os atributos de ponteira. A jovem mineira atacou e defendeu com maestria (...)"

Depois disso fui até reler a reportagem pra ver se a partida contra a Holanda era mesmo um amistoso ou era do Mundial. O mais legal é que no fim da matéria, esquecem de botar a Gabi na escalação do Brasil.

Mancadas à parte, o importante é que o Zé Roberto fez UMA mudança na equipe titular. Melhor ainda que tenha sido a Gabi a privilegiada desta ato de ousadia do treinador brasileiro. E que ótimo que a ponteira tenha dado conta do recado.

É ela, Tandara e Natália que queremos ver jogar este ano.

4 comentários:

Welmer disse...

Eu ainda não entendi porque o Zé Roberto convocou as veteranas. Pra mim, elas deveriam ser convocadas somente para a Copa dos Campeões.

Nesse momento era pra ele ir fazendo testes, colocar jogadoras que pouco atuaram pela seleção no ano passado pra jogar como é o caso da Tandara e da Natália e testar as jogadoras mais novas como a Gabi e a Ellen.

Queria entender ainda porque ele insiste em iniciar os jogos com a Monique, tudo bem, ela fez bons jogos na passagem da seleção pela Europa, mas todos sabemos que ela não é nem 1° e nem 2° opção na posição, pode ser hoje a 3°, mas isso não justifica sua escalação como titular, o Zé devia inciar os jogos com a Tandara, que ainda não fez nenhuma grande partida vestindo a camisa amarela.

Anônimo disse...

" A jovem mineira atacou e defendeu com maestria (...)" KKKkkkkkkkk

Leitora de Monteiro Lobato escrevendo sobre vôlei. Simplesmente Hilário.

Crowley.

João Lucas disse...

Concordo com Welmer e com Laura, aguardo ansioso para ver Tandara, Natália, Gabi, Bia, Letícia Hage, Claudinha e Ellen jogarem.

Eu pelo menos na próxima partida do amistoso contra a Holanda começaria com Claudinha no levantamento, Tandara na saída, Gabi e Natália nas pontas, Letícia Hage e Bia no meio e Brait de líbero. No banco teria Ellen, Priscila Daroit, Fabíola, Monique e Adenízia. São essas jogadoras que tem que nos provar que podem envergar a camisa de um time bicampeão olímpico.

Thaísa, Sheilla, Fabiana e Fabi já nos provaram o quanto jogam e já demonstraram toda a importância que tem para a seleção. Inclusive as duas primeiras são titulares absolutas e salvaram o Brasil de uma vergonha maior contra o juvenil holandês.

Vivian disse...

Sinceramente não estou entendendo a perseguição em relação à Monique...
Desde que estreou nas seleção, Monique mostrou muita personalidade, não tremeu, e, ao contrário, vem ajudado demais a seleção brasileira. É uma jogadora muito guerreira, muito técnica, varia bem o ataque, exímia defensora e a melhor sacadora da seleção até agora.
Pra mim as opostos são Monique e Sheilla, a Tandara ataca muito melhor na entrada do que na saída de rede, por isso acho melhor investir nela como ponteira e não como oposta.
Monique vem fazendo sempre boas partidas, não há o que reclamar dela.
Gabi Guimarães chegou chegando da seleção juvenil, vai ter personalidade assim na China... Chegou para os amistosos mostrando serviço e já conquistando a vaga de titular, essa garota é exemplar!