terça-feira, 14 de maio de 2013

A vez do Unilever

Concentrado no Sul-americano, o Unilever andava sumido das notícias sobre as movimentações de mercado. Agora, uma leva de renovações foi anunciada: Valeskinha, Fofão e Sarah Pavan. E duas contratações ainda não oficialmente confirmadas: a central Natasha e a ponta sérvia Mihajlovic.

O primeiro passo, o Unilever deu: renovou com suas principais jogadoras, com exceção da Natália. O time-base se mantém, e com qualidade. 
 
*************************

Gostei da renovação com a Pavan. Ela não é um nome de cair o queixo, mas faz muito bem o seu papel. É uma jogadora discreta e que se adaptou ao modo de trabalhar do Bernardinho.

Lembro que achei as atuações da Pavan apagadas no início da temporada, não confirmando toda a expectativa em torno dela. Mas ela cresceu com o time e segurou o ataque do Unilever quando a Natália não esteve bem e, com a recepção ruim, pouco se podia contar com as centrais. Na final, li comentários que a Pavan não seria jogadora de decisão, de partidas importantes. Mas creio que, dessa vez, ela provou o contrário. 

*************************
 
Em relação às contratações, eram necessárias. Sinceramente, não me recordo do jogo da Mihajlovic. Peço ajuda aos leitores do blog para relembrar as características da jogadora. Só sei que vou ter trabalho cada vez que tiver que escrever o nome dela.

Para o meio, o Unilever precisava alguém para “cobrir” a Valeskinha. Acho que, nesta última temporada, o desempenho da jogadora foi um pouco abaixo do que estamos acostumados. Ela tem condições de dar conta do recado, mas não tem o mesmo peso e destaque que tinha antigamente. E, agora, com uma cirurgia no joelho, a contratação tornou-se ainda mais necessária.

Só não sei se a Natasha foi a melhor opção. Pensei que o time fosse atrás de uma central mais de força e altura, características diferentes da Val e da Jucy. A Carol, que já passou pelo Unilever e estava no Pinheiros na última SL, é um nome citado nas conversas da Internet como possível contratação pelo Rio. Mesmo não se encaixando exatamente nas características que imaginava que o Unilever procuraria, preferiria o investimento na Carol do que na Natasha. De qualquer forma, espero que, com o Bernardinho, a Natasha recupere o vôlei que apresentou no Minas. 

*************************
 
As indefinições e a volta

Nomes conhecidos do vôlei ainda estão com o futuro indefinido para a próxima temporada: Jaqueline, Sassá, Elisângela e Ramirez.

Ao menos um desses nomes, que ficou de fora do vôlei brasileiro ano passado, está de volta: Carol Gattaz. Vai jogar pelo Vôlei Amil. Fico feliz pelo regresso da jogadora às quadras brasileiras e acho que foi uma boa escolha por parte do time de Campinas. A Gattaz é uma atleta que compõe muito bem um grupo e é experiente.

24 comentários:

Welmer disse...

Acho que a Unilever começou bem a montagem do time para a próxima temporada. Natasha pode ser uma boa reserva para as centrais e Mihajlovic é uma boa aposta, é uma jogadora com ataques e saques fortes, acho que ela pode fazer bem o papel da Natália no time.

Gostei muito também do retorno da Gattaz às quadras brasileiras acho que ela pode ajudar muito a equipe campineira próxima temporada.

Falando da Mari, acabei de ler no blog do Radamés no site do EI que ela estaria de malas prontas para Uberlândia. Em termos de ataque seria muito bom para a equipe do Praia se a Mari jogar tudo o que sabe, mas no fundo de quadra, principalmente no passe, acho que o time pode sofrer um pouco.

Lili disse...

Amiga, Mihajlovic pra facilitar quem nao tem familiaridade com o idioma Servio, se pronuncia assim: "MIRRAILOVITI".
E por falar nisso essa GIRAFA eh babadeira, tem um coice na mao.
Pra quem gosta do estilo SERVIO E RUSSO de jogo, vai se satisfazer vendo Mihajlovic jogar: jogadora alta, com grande alcance de bola, muita forca no braco e porradeira.
Porem nao muit ok boa no passe... Trabalho p/ o Bernardinho consertar.
Gostei da contratacao da Natasha, eh do estilo q o Bernardinho gosta, com ele Natasha vai evoluir.

Renato disse...

Olá amigos, boa noite !!

Adorei a volta da Gattaz, gosto do jogo dela e como a Laura disse é uma jogadora que compõe muito bem o grupo.

Também achei legal a vinda da Natasha para a Unilever. Acho que ela vai evoluir muito com o Bernardo.

Agora se o que o Welmer comentou da Mari se tornar realidade,a superliga 2013/2014 vai bombar. Ainda acredito muito na Mari (tanto é que a queria no Osasco), acho que ela tem condições de voltar a ser uma jogadora brilhante e acredito que sua ida para o Praia vai ser muito bom para todos

Edson Pelegrino disse...

Carol jogou muita bola no Pinheiros e tem condições de ser titular com a Juciely e gostei da Gattaz aqui em Campinas.Mas se a Mari for confirmada no Praia ficarei com o coração dividido.Superliga digna tem que ter a Mari dando banana pra torcida!

Lili disse...

Estamos indignados com a situação do SOLLYS, que é o nosso maior rival dentro de quadra, mas que merecia muito defender seu título no MUNDIAL/2013.
Nós da TORCIDA UNILEVER estamos solidários ao SOLLYS porque do mesmo jeito que elas não foram convidadas para defender seu título em 2013, se a UNILEVER ganhar o MUNDIAL/2013, podemos passar pelo mesmo constrangimento ano que vem.
Por que o RABITA BAKU foi convidado para defender seu título de 2011 no MUNDIAL de 2012 e o SOLLYS não?
Por que o TRENTINO foi convidado para defender seu título e o SOLLYS NÃO?
Por que só equipes europeias são convidadas para defenderem seus títulos e quando uma brasileira é CAMPEÃ MUNDIAL é esquecida?
Por que logo agora que o presidente da FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE VÔLEI(FIVB) eh um BRASILEIRO, o TRENTINO, foi convidado para o MUNDIAL e o SOLLYS NAO…
Na regra do MUNDIAL MASCULINO sao 8 vagas assim distribuidas,

1 e 2 – DUAS VAGAS PARA O PAIS SEDE, BRASIL – CRUZEIRO, equipe anfitria do torneio e outra a definir;
3. AFRICA – SFAX – TUNISIA;
4. AMERICA DO SUL – UPCN SAN JUAN – ARGENTINA;
5. AMERICA DO NORTE – A DEFINIR AINDA;
6. ASIA – KALLEH – IRAN;
7. EUROPA – LOKOMOTIV NOVOSSIBIRSK – RUSSIA;
8. CONVIDADO – CAMPEAO MUNDIAL 2012 – TRENTINO – ITALIA.

O Cruzeiro ja tem sua vaga garantida por ser considerada a equipe anfitria do torneio e ate por isso nem disputou o sulamericano, a tendencia e que a segunda vaga brasileira va para o VIVOMINAS, VICE CAMPEAO SULAMERICANO e ainda mais porque o torneio sera disputado em Belo Horizonte.

Se no masculino sao 8 equipes divididas em 2 grupos de quatro, no feminino poderia ser tambem assim
1 e 2 – DUAS VAGAS PARA O PAIS SEDE, SUICA – VOLERO ZURICH, equipe anfitria do torneio e VOLLEY CLUB KANTI, VICE-CAMPEAO SUICO;
3. AFRICA – PRISONS – KENIA;
4. AMERICA DO SUL – UNILEVER – BRASIL;
5. AMERICA DO NORTE – A DEFINIR AINDA;
6. ASIA – EVERGRANDE – CHINA;
7. EUROPA – VAKIFBANK – TURQUIA;
8. CONVIDADO – CAMPEAO MUNDIAL 2012 – SOLLYSNESTLE – BRASIL.

Acho que a EQUIPE CAMPEA MUNDIAL nao deveria ser convidada, mas sim ja estar automaticamente classficada para defender seu titulo no ano seguinte.
Bastando somente ao pais sede definir seus DOIS representantes, para completar DUAS CHAVES DE QUATRO EQUIPES.

Devemos lembrar que UNILEVER e SOLLYS eh o maior classico do VOLEIBOL FEMININO DA ATUALIDADE, uma rivalidade de muita longevidade, isso soh enriqueceria o CAMPEONATO MUNDIAL em interesse ao publico.
Nao podemos deixar passar batido, logo agora que um brasileiro esta no comando da FIVB!
Ainda tem tempo galera para tentarmos fazer justica ao SOLLYS, vamos encher a FIVB E CBV de emails exigindo o convite ao SOLLYS, pois o MUNDIAL sera somente em OUTUBRO e ate lah da tempo pra mudar!

Welmer disse...

Laura, a situação da Sassá parece a mais delicada das jogadoras que você citou no post. Até agora, não vi um time manifestar interesse pela jogadora. Será que ela ficará sem jogar essa temporada?

toni guimaraes disse...

E a Jaktoko acertou ou não com o Osasco. Esta mulher esta ficando amarga demais.

Lili disse...

Parece que o fato de um brasileiro ser presidente da FIVB,esta sendo prejudicial ao volei brasileiro, em vez de acontecer o contrario. Ary Graca, tornou-se um ditador e tem prejudicado atletas brasileiros com atitudes arrogantes e inconsequentes.
Juliana Felisberta Silva, Rainha da Praia, Bicampea Panamericana 2011 e 2007, Bronze Olimpico 2012, varias vezes eleita melhor bloqueadora e melhor atacante tanto do Circuito Mundial qto do Circuito Brasileiro, Primeira colocada do ranking Mundial por varias etapas. Ela merece respeito!
Em depoimento, Ju disse q escolheu o volei de praia em vez do volei de quadra, justamente por ter a liberdade de escolher a cidade onde treinar e morar para ficar mais perto da familia o maior tempo possivel,uma vez q as viagens sao muitas. Ter tbema liberdade de escolher quais torneios disputaria e priorizaria.
VOLEI DE PRAIA sempre foi SINONIMO de LIBERDADE!!! Liberdade de escolha, ao contrario do volei de quadra, em que o Atleta somente joga, masnao tem nenhuma liberdade de escolha.
Essa "Selecao de Volei de Praia" eh uma aberracao, nao deveria sequer existir. A classificacao dos atletas para as Olimpiadas deveria ser baseada edxclusivamente no RANKING MUNDIAL, como sempre havia sido ate entao, e nao por convocacoes paneleiras!
Ju treina no CEARA, assim como existem atletas que treinam desde o RIO GEANDE DO SUL ate o RIO GRANDE DO NORTE, PARA etc....
Portanto, eh um absurdo que atletas q treinam em outros estados sejam obrigados a se concentrar em SAQUAREMA no RIO DE JANEIRO, nesse CAMPO DE CONCENTRACAO NAZISTA, que tirou toda a beleza da LIBERDADE DO VOLEI DE PRAIA.
Outras incoerencias do Sr. Ditador Ary Graca:
Calendario das Superligas;
Rabita Baku em 2012, Trentino em 2013, equipes europeias foram convidadas p/ defenderem seus titulos MUNDIAIS. AGORA quando uma EQUIPE BRASILEIRA ehh CAMPEA MUNDIAL, o ditador Ary Graca nao convida. O Sollys nao foi convidado p/ defender seu titulo.

Chega de ditadura escravagista! LIBERDADE JÁ! disse...

Laura o mais agravante disso tudo é que a Juliana está impedida de jogar o Circuito Mundial, que são os torneios que tem maior premiação em dinheiro.
Ou seja, a CBV está impedindo a Ju de exercer sua profissão!
Juliana é uma excelente profissional do vôlei, super-campeã, e precisa trabalhar.
Como o CIRCUITO BB está parado devido Às etapas do Circuito MUNDIAL, Juliana está impedida de jogar por causa dessa Panela de Seleção.
A parceira dela, Maria Elisa, foi escalada pela "Seleção Paneleira" para jogar com Àgatha!
Não pode haver ditadura no vôlei de Praia.
O vôlei de praia existe para os atletas serem livres.
Nos Estados Unidos, o país maior campeão no vôlei de praia, a liberdade impera.
O torneio dos EUA é organizado pela AVP, Association of Volleyball Professionals, que é uma associação de jogadores profissionais que organizam os torneios com o financiamento de patrocinadores que organizam os torneios independente de qualquer ditadura da Confederação Estadunidense de Vôlei.
Temos que ajudar a Juliana.
Isso é tratar os jogadores com "escravos" da CBV.
Saquarema está mais para um Campo de Concentração, os jogadores devem ter a liberdade para treinar onde quiserem, seja no Ceará, Paraíba, Espírito Santo, onde for.
Não tem que sofrer represálias.
Por uma questão de solidariedade temos que socorrer a Juliana e os demais jogadores que não tiveram a mesma coragem que ela, mas estão vampirizados pela CBV.
Abaixo tbém esse ramkimg idiota da Superliga, que só serve para robotizar as jogadoras. Não serve para nada, pois há quase uma Década a final é a mesma: Sollys x Unilever.

Brasileiros e cubanos se naturalizem!!! disse...

Clarisse Peixoto, se naturalize francesa.
Marianne Steinbrecher se naturalize alemã.
Wilfredo León saia de Cuba e se naturalize.
Juliana Felisberta Silva, Rainha da Praia, se naturalize e volte a disputar o Circuito Mundial.
Dêem valor a quem dá valor a vocês.
Fujam das ditaduras!
Fujam da escravidão!
Fujam dos rankings absurdos da Superliga!
Fujam do calendário louco da Superliga!
Fujam do campo de concentração de Saquarema!
Sejam "livres"!!!
Sigam o exemplo de Juantorena e Aguero que se naturalizaram italianos.
Clarisse Peixoto disse: "Ainda não é o momento de voltar ao Brasil. Preciso me preparar e valorizar quem me deu valor”. Ela renovou contrato com o Pays d’Aix Venelles, da França, por mais uma temporada.
“Recebi alguns convites de times brasileiros e de equipes francesas, mas preferi ficar. Quero poder jogar e retribuir tudo que eles fizeram por mim. Apostaram no meu talento e meu objetivo é continuar atuando em alto nível e classificar Venelles para a Champions League.”
“Quero estar jogando e em atividade. Poderia ser banco em muitos times de ponta, mas não estaria feliz. Já passei por isso antes e não quero mais. Respeito todo mundo, mas sei meu valor. Fundamental é mostrar meu talento e fazer o que mais gosto que é jogar vôlei”.
Wilfredo León, poderá ficar 4 anos afastado do esporte, pena imposta pelos ditadores da Federação de Cuba, porque Leóm não aceitou jogar pela seleção depois do governo ter negado a possibilidade do jogador se transferir para o exterior. Até agora quem deixava de jogar pela seleção, ficava no máximo 2 anos afastado antes de retomarem a carreira em outros países.

Neide disse...

Ai que Luxo!
Clarisse Peixoto arrazou querida!
Tá tirando onda de rica, morando na França!
Tomando bons drinks!
Quem dera euzinha pudesse morar, trabalhar e jogar na França... Ai seria o meu sonho!
Tá vivendo um conto de fadas não é querida?
Arranja um francês bonitão, casa e fica por aí mesmo querida!
Quem dera eu tomar um bom vinho francês nas Champs Elisées...
Comer Scargot com Petit Pois e depois visitar a Torre Eiffel...
Por enquanto, o mais perto que euzinha chego disso e quando como meu pãozinho francês com Manteiga.
Boa Sorte querida e Au revoir!

Welmer disse...

Nesse período que não tem muito o que se comentar sobre o vôlei feminino resolvi rever jogos das olimpíadas, e alguns me chamaram muita atenção, principalmente os que envolviam a equipe japonesa. Eu sei que é característico do voleibol de lá, mas é incrível como elas defendem, dos jogos que eu vi difícil a bola caía direto no chão, na maioria das bolas pelo menos uma jogadora tocava na bola antes dela cair. Outra coisa que me chamou muita atenção é o voleibol jogado pela Saori Kimura, ela é uma jogadora muito boa, acho que o único fundamento que ela peca é no bloqueio, porque no resto vai muito bem. Até hoje não entendo porque ela não era titular no time do Vakifbank, tudo bem que o time foi campeão de tudo o que disputou, mas ela sem dúvida alguma é mais jogadora do que a Sonsirma e Glinka que eram as ponteiras titulares. Sempre admirei a Saori e espero muito um dia vê-la jogando em solo brasileiro.

Outro jogo que me chamou muita atenção foi a final olímpica. Foi incrível como a seleção brasileira conseguiu anular a seleção americana como um todo a partir do segundo set, as jogadoras americanas pareciam perdidas em quadra. Uma de suas principais características, que era o grande volume de jogo, tinha sumido. Contudo, ainda acho que o jogo mais marcante foi contra a Rússia, esse jogo jamais será esquecido.

juninho disse...

O time do Uni segue se reforçando: a Mihajlovic precisa e muito trabalhar o passe,além de saber explorar o bloque,de toda forma é uma jogadora que irá crescer muito nas mãos do Bernardo.
Nunca achei a Natasha uma jogadora de time de ponta,ataca só chinas e como sabemos as chinas são mais exploradas em rede de 2 e no time do Uni essa vaga já é da Jucy. Cabe a comissão trabalhar para que ela saiba atacar no meio,pq com a Valeskinha operada ela irá disputar a vaga de titular com a Carol (ex Pinheiros)ainda não confirmada.
Agora notícias quentes do mercado falam como certa a ida da Jaqueline para o Uni e para mim será uma grande contratação já que irá resolver de vez o problema do fundo de quadra. Fico triste pela Gabi que irá ser reserva de luxo e mais ainda pela Amanda que irá disputar a 4 vaga de ponteira com a Regiane e o Bernardo ainda tem opções de reserva oposta a Bruna,que renovou, e a Drussyla,que já está apalavrada com o time. E o Uni tentando buscar o título que falta, o mundial de clubes.

juninho disse...

Já o Sollys manteve sua base de selecionáveis mas poderá perder sua base de ponteiras,já que a Garay já saiu e a saída da Jaqueline é dada como certa. Contratou a Catarina Bosetti que tem características parecidas com a Jaqueline e é uma grande promessa italiana. Veio para ser titular e acho que crescerá muito nas mãos do Luizomar que já está acostumado a lapidar jovens talentos.
A vaga da outra ponteira ainda é uma indefinição: Saori, De La Cruz,Calderón, Hodge,Picci foram procuradas mas todas sem sucesso. A última cartada é a azeri Polina Rahimova que saiu do Azerril e está no mercado...Vamos ver... A Érika manifestou interesse em voltar a jogar em solo brasileiro e já teria conversado com o Sollys,Amil e Sesi,nada oficial. Já a PP4 tbm pode estar apalavrada com o time do Sollys. Pra mim,grandes jogadoras que serviriam como 3 ponteira. Agora na inversão de 5x1 o Sollys foi muito feliz nas contratações da Lia e da Anamaria,mas acho que pecou nas centrais reservas Larissa e Marjorie ainda tem muito bola para rodar para ser reserva de um time campeão. Sollys enquanto não anunciar a 1 ponteira titular e a 3 ponteira reserva é uma incógnita.

juninho disse...

O Amil veio com contatações de peso para tentar derrubar a hegemonia da SL. Richards e Natália formam um boa dupla de ponteiras,a primeira auxiliando no fundo de quadra e a segunda como atacante de força. Wal e Gattaz me preocupa pela mesma razão do Uni,ambas atacam chinas,vamos ver qual estará disposta a treinar ataques pelo meio,papel que era da Gelka,que está operada. Claudinha será realmente testada para saber se configura como uma grande levantadora,na época do Minas com a Paraíba,Tássia e Ramirez fez uma excelente SL com passe A, mas nessa SL com Thaisinha,Tássia e Carla fez uma razoável temporada jogando com passe B,figurando como 7 nas estatísticas. Tandara tbm terá sua prova dos 9 atuando como oposta,já que se destacou atacando pela entrada. A líbero Michelle fez uma grande temporada no Sesi mas nessa SL não jogou,vamos ver como volta de lesão.Como 3 ponteira,infelizmente a Soninha ainda sofre com lesões e não está totalmente recuperada,será que o Zé irá apostar na Érika? E como oposta ainda indefinido se a Ju Nogueira irá continuar. Pra mim o Amil vem muito forte.

juninho disse...

O Praia fez excelentes contratações com a verba que tinha. Herrera e Glass formam uma dupla de ponteiras de causar inveja a qualquer time. Vamos ver como a Glass retorna como titular já que nas últimas temporadas foi banco no Rabita e depois do Evergrande e tbm como a Herrera retorna de lesão. Pelo meio,Nati Martins e Letícia Hage formam uma dupla mediana que será pouca acionada pela boa levantadora Ju Carrilo,já como oposta especula-se a vinda da Mari,que no papel seria uma grande contratação,mas vamos ver como retorna de lesão e principalmente como anda o seu psicológico. Como líbero quase certa a chegada da Tássia que irá substituir com grande louvor a Arlene que já estava no fim de carreira. Agora,o Spencer irá ter uma grande e boa dor de cabeça para montar o time já que a Herrera atua muito melhor como falsa ponteira,ficar responsável pelo passe faz cair demais seu rendimento no ataque,e a Mari com problemas recorrentes no joelho pos uma pá de cal no seu futuro passando. Dessa forma o passe do Praia seria apenas com Tássia e Glass? Tipo a Rússia "escondendo" a Goncharova? Bom lembrar que ainda conta com as gêmeas que fazem um ótimo fundo de quadra,por isso acho que a Monique irá ser a oposta titular e Mari entrando na inversão,ou a Michele de ponteira e a Glass de oposta. Vamos ver...

juninho disse...

Já o Sesi priorizou quantidade e não qualidade,mais uma vez! O Talmo realmente me decepcionou como técnico. A grande questão é qual será o time titular do Sesi: Ju Costa e Daroit saem na frente mas ainda temos a Cassemiro,Suelle que vem forte disputando essa vaga além da Dayse que corre por fora.Pra mim todas são jogadoras medianas e que complementam um time mas não faz a diferença.Fabi e Bia são as centrais com a Bia voando e a Fabi jogando muito abaixo do que pode. Dani Lins configurou como titular mas tendo a Carol como reserva imediata e a altura. E como oposta 3 opções que novamente figuraria como reserva de uma equipe de ponta na inversão: Neneca,Ivna e Ingrid, nesse momento vejo a Neneca com um degrau acima pela excelente SL que fez. De qualquer forma vejo o Sesi caindo nas quartas na próxima SL e caindo nas semi no campeonato paulista.

juninho disse...

Por fim,temos o time do Pinheiros que apostou na Samara e na Hellen como ponteiras e será uma pedra no sapato contra os times de pontas. E esperamos a definição do time de Jacareí que já tem confirmadas a Thais Barbosa,Marina Daloca,Fernanda Isis e Renatinha e corre por fora para contratar a Fernandinha e a Ramirez. A próxima SL promete grandes emoções! Obrigado,Laura pelo espaço cedido.

Anônimo disse...

LAURA Q BABADO ESSE DESPARECIMENTO DA VISSER NA ESPANHA HEIM? ATÉ AGORA NADA!

Anônimo disse...

http://esportes.terra.com.br/volei/familia-de-ingrid-visser-cria-site-para-receber-pistas-sobre-seu-paradeiro,e6f02278212ce310VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html

Laura disse...

Horrível isso. Difícil não pensar no pior...

Eduardo Araujo disse...

Oi tudo bem com vocês? Pessoal o vôlei está um pouco parado com notícias por isso ficam muitas especulações sobre algumas jogadoras, quando falarem de alguma notícia é sempre bom colocar o link da matéria assim todos podem ver.

Por exemplo a jaque ainda não decidiu o seu futuro, como o Murilo disse via twitter ela tem proposta do sollys para renovar, essa história dela ir para a unilever começou com o blogueiro do Iolanda, já que o Murilo estava sem clube, o problema é que o rjx esta quebrado o dono do time tirou mais de 55% do investimento é muitos jogadores não renovaram com o clube.

Tanto que o blogueiro do Iolanda já colocou a jaque devolta no sollys e falou que as contratações no sollys já estavam acabadas, em resumo ninguém tem ideia, então tenham cuidado com oq vcs leem.

Eduardo Araujo disse...

Ops Iolanda = uol culpa do corretor do android

leo disse...

Porque o vôlei brasileiro com tanto destaque internacional em olimpíadas e mundias vive sempre nesse perrengue?
Como desenvolver o vôlei no mundo inteiro, estimular a globalização do esporte, se somente a Europa é privilegiada?
No GRAND PRIX feminino houve também o aumento de 16 para 20 vagas, porém as 4 seleções a mais que foram convidadas pela FIVB são europeias.
Outro exemplo de benefício europeu e que muita gente tem comentado, acontece no Mundial de Clubes:
A FIVB convidou o Trentino, europeu, para defender seu título mundial, porém não fez o mesmo com o Sollys, sulamericano, que até agora não recebeu convite para defender seu título.
E olha que o Sollys é um representante do vôlei feminino brasileiro bicampeão olímpico, hein!
Porque logo agora que o presidente da FIVB é um brasileiro esse favorecimento aos europeus está mais gritante?
Porque a FIVB não faz jus ao nome e se torna uma Federação realmente internacional?
A FIVB é formada pelas seguintes Confederações que representam os países dos seguintes continentes:
1. NORCECA: América do Norte e América Central;
2. CSV: América do Sul;
3. CAVB: África;
4. CEV: Europa;
5. AVC: Ásia e Oceania.
A ÁFRICA vinha sendo representada na LIGA MUNDIAL pelo Egito.
Porém, por motivos políticos, o Egito desistiu de participar da LIGA MUNDIAL/2013.
Em vez de convidar uma outra seleção africana para substituir o Egito, a FIVB cedeu a vaga africana para mais uma seleção europeia: Portugal.
As seleções de vôlei masculino mais tradicionais da África são Tunísia, Argélia, Camarões e Egito, que tem mais títulos no continente e, não por acaso, foram as semifinalistas do último campeonato africano.
Não sou afro-descendente, sou de família portuguesa, mas nem por isso acho justo que Portugal herde a vaga africana da LIGA MUNDIAL. Porque não convidar a Argélia, Camarões ou Tunísia para substituir o Egito?
Qual o sentido do nome LIGA MUNDIAL se a África não se encontra representada?
Na verdade deveria se chamar LIGA EUROPEIA e CONVIDADOS, porque apesar de ter aumentado o número de vagas de 16 para 18 seleções, a distribuição é extremamente desigual:
- Das 18 seleções, mais da metade são europeias: 10. O resto do mundo ficou com apenas 8 vagas;
- A África, que é o continente com maior número de países independentes: 53, teve sua única vaguinha cedida à Europa.
O colonialismo europeu continua no esporte?
Mesmo tendo sofrido tantos anos de exploração europeia e escravidão, os africanos continuam sendo "barrados no baile" esportivo?