De novo, Vôlei Amil


Primeiro, quero pedir desculpas a quem acompanha o Papo pela última rodada da SL ter passado em branco aqui no blog. Perdemos a oportunidade de comentar a primeira vitória do Sesi contra um dos “grandes” do campeonato e agora voltamos às análises quando o time do Talmo acumula mais uma derrota na competição.

E no duelo do meio da tabela, deu mais uma vez o Vôlei Amil.
 
Partida de cinco sets, placar lá e cá e com resultado imprevisível, mas não exatamente bem jogada. Isso porque foram muitos erros, dos dois lados, principalmente na recepção e no saque – os dois fundamentos custaram o tie-break para o Sesi.

De qualquer forma, sobrou emoção e boas atuações da defesa e bloqueio de ambas as equipes. E ainda teve um confronto especial: Tandara x Suelen. Grande partida das duas jogadoras.
************************
A líbero Suelen recebeu merecidamente o Troféu Viva Vôlei pela ótima movimentação e por proporcionar, com suas defesas, os contra-ataques do Campinas.

Já a Tandara primeira teve uma atuação madura e completa e assumiu a responsabilidade do ataque do Sesi, que teve dificuldades em virar com as demais jogadoras. As jogadas com as centrais, ao contrário de outras partidas, não foram uma boa saída para o time de São Paulo, pois foram muito bem marcadas pelo Campinas.

O Vôlei Amil, por seu lado, conseguiu ser mais equilibrado na sua força de ataque, contando com as três ponteiras: Pri Daroit, Vasileva e Ramirez. Mas o que pesou mesmo ao seu favor foi que, no tie-break, o time soube controlar os erros, apesar de ter cometido bem mais falhas na partida inteira do que o Sesi. 

************************
Independente do vencedor, nenhuma das equipes convenceu. As duas deixaram a impressão de se valerem mais dos erros dos adversários do que de seus próprios méritos. Os pontos que as separam das três primeiras colocadas se mostram aí. Unilever, Praia e Sollys, mesmo com seus tropeços, têm estruturas bem mais estáveis e previsíveis do que Sesi e Vôlei Amil. 
************************

O resultado não deixa de ser fora do comum, mas não se pode negar que o Sollys já estava dando sinais de desgaste há alguns jogos. Fez partidas ruins e com sets apertados contra o São Bernardo e São Caetano.

No início da SL, comentei que o Osasco teria que saber conduzir o ritmo durante o campeonato. Por isso, acho natural esta queda no segundo turno e até necessária para o time crescer na fase final.

O que preocupa é que a SL está com a pontuação bastante apertada, principalmente nas três primeiras posições. E o Osasco ainda tem Sesi, Praia e Unilever para enfrentar no returno. Ou seja, obviamente foram pontos importantes perdidos contra um adversário mais fraco e que o afastam do primeiro lugar. 

************************
Demais resultados da 4ª rodada do returno:


- O Praia também tem seguido o caminho descendente neste segundo turno. Inevitavelmente, está sentindo a falta da Herrera. Tem perdido um set aqui outro ali contra equipes que antes não incomodavam e, nesta rodada, quase foi derrotado. Até quando será que o time mineiro consegue se segurar?


Pê esse:

- Irritante o comentário do narrador do Sportv sobre o fato do ginásio estar lotado em Campinas. Por duas vezes ele exaltou a casa cheia, mas sempre dizendo “e é com ingresso pago!”. Poxa, o vôlei atrai público, não tem nada de execpcional isso.

- Zé Roberto, o estrategista. A estratégia, porém, é para driblar as câmeras que acompanham o tempo técnico. Agora ele deixa o Paulo Coco dando as instruções gerais ao grupo e vai puxando uma a uma as jogadoras para uma conversa ao pé do ouvido para as instruções que realmente interessam.

Comentários

Luis Eduardo disse…
Muito boa a tua colocação Laura. O jogo que certamente mais chamou a atenção foi entre o Sollys e o Pinheiro e apesar dos alarmistas de plantão, este e outros resultados mostrados pelo Time demonstram nitidamente o desgaste que estas partidas estão fazendo. Na minha opinião, o Luizomar deve arrumar o físico das atletas- principalmente a Sheilla que parece estar sentindo o físico e a rotina intensa de jogos- para poder pensar em tabela. Sou torcedor de Osasco sim , mas digo que o Pinheiros mereceu a vitória e ao Sollys, é se reorganizar e pensar na sequencia de jogos e nos play-off, onde a SL toma forma de outro campeonato. Gostaria de dizer que estou muito feliz por Você ter voltado a publicar aqui no espaço...o Vôlei agradece!!!
Welmer disse…
Essa derrota da equipe do Sollys já vinha batendo na porta há um bom tempo. O time até vencia suas, mas não jogava o seu melhor voleibol e hoje a equipe do Pinheiros merecidamente venceu a partida e com belas atuações da líbero Leia e da ponteira Ellen.

A partida entre o SESI e Vôlei Amil eu não vi toda, mas quero comentar o crescimento no rendimento da equipe do SESI. A Tandara puxou pra si responsabilidade de pontuar e a Dani tem um entrosamento incrível com a Fabiana (até bola de tempo de manchete teve no jogo). Acho que se o time tivesse uma outra jogadora dividisse com a Tandara a responsabilidade de atacar as bolas empinadas o SESI com certeza estaria fazendo um melhor campeonato. Pra mim, Sassá e Elisângela tinham que ser reservas no time, a primeira não consegue por uma bola e segunda só coloca bola no chão quando o time tá ganhando. Espero que para a próxima temporada o SESI faça boas escolhas no mercado.
João Lucas disse…
A derrota do Sollys para o Pinheiros foi mais que merecida, eu particularmente detesto a postura do time quando está perdendo, sempre achando que vão ganhar a qualquer hora, espero que tenham aprendido com esta derrota. O time de Osasco vem tendo atuações irregulares. Brait, Jaqueline e Fernanda Garay (linha de passe da seleção brasileira) entregaram o jogo na recepção, entretanto, no ataque Fernanda Garay fez a parte dela, enquanto, que Jaque ficou devendo. Thaísa e Adenízia atuaram bem e Fabíola não anda inspirada, está jogando muito mal. E Sheilla mereceu ser substituída por Ivna que contribuiu. Só que devemos enaltecer a postura do Pinheiros, pois, Macris, Ellen, Leia, Lara, Ana Carolina (que saque), Glauciele e Andréia jogaram muito.

Quanto a SESI X Amil, o que chama a atenção é a inconstância dos times. Foi um jogo com muitos erros, porém muito interessante. Bia bloqueia muito, mas seu ataque me incomoda. O entrosamento de Dani e Fabiana é incrível, as duas nos proporcionam momentos fantásticos (bola de tempo de manchete estilo Willian Ajorna). Talmo deveria repensar e escalar Sassá de líbero, Verê e Juliana não tem cacife para serem titulares em grandes equipes, e que saudades de Michelle Daldegan. No ataque Welissa não é confiável e Lili não está bem. No Amil, Fernandinha tem mais opções de ataque nas pontas Ramirez, Pri Daroit e Vasileva resolvem, e finalmente Andressa fez uma boa partida e Wal ficou devendo. O jogo estava aberto e foi decidido nos detalhes.

Os destaques ficaram por conta de Tandara do SESI que só falta fazer chover em quadra, Tandy tem jogado muito e é sobrecarregada por Dani. A jogadora está numa crescente e vem colocado Natália Zílio no bolso e que pena que o time não tem derrubadora como Tandara. Outro destaque foi a líbero Suellen que varreu a quadra, fez defesas fantásticas e colocou Amil no jogo.
Sobre o Sollys e Pinheiros: a Sheila realmente não está rendendo. Na verdade acho que a culpa não é da Fabíola não acertar as bolas pra ela, ela que caiu de rendimento mesmo. Se nos esforçarmos um pouco lembraremos que ela foi a MVP do campeonato mundial de clubes, jogando com a Fabíola. Na verdade está acontecendo o que a Laura falou no início da atual temporada: ninguém jogo no máximo o tempo todo. A linha de passe também não está tão boa quanto no ano passado.O Sollys entrou numa curva descendente, espero que subam antes do fim da primeira fase. Parabéns ao Pinheiros, a líbero foi sensacional.
Sobre Sesi e Amil: Incrível como Sassá e Elizângela não definem, com o jogo concentrado na Tandara fica difícil. Pelo crescente que vinha tendo na copetição, gostaria de ver as meninas do Sesi surpreendendo e chegando pelo menos na final, mas desse jeito não vão muito longe não.
Unilever: incrível a regularidade e a confiança que o time adquiriu ao longo do campeonato. Se não tem os melhores talentos individuais, exceto pela Fofão, hoje sem dúvida alguma, é o time no qual as peças se encaixam melhor. Se continuar nessa pegada e o Sollys não se recuperar, vai dar Rio novamente.

O esporte é mesmo incrível né? No início da SL ninguém poderia supor que o Sollys perderia pro Pinheiros, muito menos que jogaria da forma que vem jogando. Muitos de nós, eu inclusive, já dava como certo o título pro Sollys. Por essas e outros que acho o esporte fascinante.
Welmer disse…
Laura e amigos, eu sempre leio os comentários do blog do Voloch, alguns são lúcidos e dão suas opiniões de forma sensata, outros são inúteis mas engraçados e alguns me deixam um tanto intrigados. Um destes foi eu li no post sobre o jogo do Sollys e dizia que durante o jogo a Jaque xingou a Sheilla, chegando a chamá-la de FDP e que estava tendo uma disputa de egos dentro do time. Eu não reparei muito nos gestos das jogadoras e não acho que esteja havendo uma disputa de egos dentro do time, vi sim durante a partida de ontem as jogadoras incomodadas por não conseguirem impor seu jogo e tentando puxar para si a responsabilidade para começar uma virada.

Então, gostaria de saber a opinião de vocês sobre esses fatos que eu citei. Vocês acham que está havendo problemas internos na equipe do Sollys?
Welmer, eu não acredito que haja problemas pessoais dentro do grupo não, até porque nos jogos anteriores à derrota para o Pinheiros Jaque e Sheila se falavam normalmente. Também acredito que as expressões da partida de ontem era porque elas não estavam conseguindo impor seu melhor jogo.

Vi o post do Voloch, embora tenha me prometido não ler mais aquele blog, mas às vezes ele tem observações coerentes. Concordo quando ele diz que a Sheila parece que não entra concentrada nos jogos.
Neide disse…
Só para refrescar a memória de muitos que estão criticando a Sheila, no dia 19 de OUTUBRO de 2012, a SHEILA foi CAMPEÃ MUNDIAL numa final espetacular contra o timaço do RABITA BAKU, fazendo uma competição excelente na qual terminou como MELHOR SACADORA, MAIOR PONTUADORA e MVP do MUNDIAL. Logo depois do seu AUGE no no CAMPEONATO MUNDIAL, Sheila sofreu um acidente doméstico em 31/10/2012,no qual fraturou o pé.
Devido a esta fratura Sheila ficou muito tempo afastada dos treinos e foi perdendo condicionamento físico e ritmo de jogo, enquanto isso IVNA vinha atuando como titular. A fratura tem pouco mais de 2 meses, Sheila ainda não voltou ao melhor de sua forma e, portanto, tenham paciência: "ELA É CRAQUE DE BOLA" e a "MELHOR DO MUNDO EM 2012!". Não tenho dúvidas que nas quartas-de-final, Sheila já estará bem melhor. Alguém aí é atleta e já ficou um bom tempo sem treinar por causa de uma fratura e voltou no mesmo ritmo de antes??? Sheila não é máquina, é um ser-humano e merece muito crédito e tempo para voltar à melhor forma.
Laura disse…
Welmer, não acredito. Esta é sempre a primeira causa apontada: problemas internos. E quase sempre não é, é uma questão de momento.

Fora que acho difícil um problema destes num grupo comandado pelo Luizomar.

E sobre a Sheilla, ainda acredito que seja uma queda de rendimento natural. Realmente ela tem tido atuações apagadas, principalmente porque se espera muito dela.
Talvez esta seja uma temporada para ela ser mais um coadjuvante q protagonista.
Neide disse…
PAULA, a única MVP OLÍMPICA que o Brasil já teve, fez aniversário agora em JANEIRO: parabéns PAULA, por todo o seu talento, simpatia e beleza! Parabéns pela ótima temporada na EUROPA. PAULA com certeza vai ser campeã da COPA EUROPEIA DE CLUBES, torneio no qual ela tem se apresentado muito bem e já se classificou para as semifinais. Na semifinal vai enfrentar o Uralochka do técnico NIKOLAI KARPOL e da CUBANA YUMILKA .
Anônimo disse…

laura eu gosto muito de vôlei e conversar sobre vôlei.
Por isso eu gostaria de pedir para não abrir espaço para trazer o Bruno Voloch para seu blog.
Este cara faz comentários maliciosos, insinuações contra atletas. Persegue o Bernardinho e o Bruno por ressentimento e aí sobra muito pouco espaço para o vôlei jogado dentro de quadra no blog dele.
O numero de comentários no blog do Voloch é muito maior do que o seu, mas isso não significa qualidade, pelo contrário é apenas um apelo a polêmicas vazias que não acrescentam nada.
Neide disse…
Nossa LAURA, impressionante a estreia da ROSAMARIA como titular do AMIL! Com apenas 18 aninhos, e jogando a primeira vez como titular, ROSAMARIA foi a melhor atacante em quadra. VASILEVA está me saindo uma bela de uma TOQUERIA, depois dizem que é JACK-TOCO, mas a VASILEVA-TOCO tá demais. ANDRESSA não viu a cor da bola, totalmente inexpressiva dentro de quadra, ainda bem que a NATASHA entrou e melhorou a situação. ROSAMARIA roubou a cena, ela é melhor que a DAROIT e a VASILEVA juntas.
Anônimo disse…
Quando Sheila chegou ao Sollys a Jaqueline a recepcionou dizendo:" EU sou a capitã do time, qualquer coisa pode se dirigir a mim!"
Onde existem "musas" sempre existirá inveja e disputa pelos holofotes. Enquanto isso as formiguinhas vão ganhando destaque como Ivna e Fe Garay.
A linha de passe do Sollys está muito ruim, quem enxerga, percebe que a Jaque está achando que é oposta e deixa a maioria das bolas para a Fe Garay, a Camila também não assume o passe, tem que se impor mais e pedir a bola e a fe Garay tem que voltar a ser o ponto de referencia no passe, está muito inconstante, porém ainda é a melhor passadora da equipe.
Laura disse…
Neide, sem dúvida! Ótima estreia! Vou comentar no próximo post.