Com a taça na mão

Sollys está pertinho de recuperar a taça do paulista. O primeiro passo foi dado, e com muita tranquilidade.

Esperava ver um Vôlei Amil mais combativo, mas o time pecou no individual e no conjunto. A má recepção matou as opções da Fernandinha. A Pri Daroit não segurou a pressão de lidar com o passe e ataque da equipe. E de nada adiantou a Suelen tentar cobri-la na linha de passe, já que a própria líbero também comprometeu neste fundamento.

Sem uma linha de passe decente, o ataque não rendeu. Mas nem mesmo o sistema defensivo conseguiu dar trabalho ao Sollys. O Amil não soube se organizar nos contra-ataques e nas trocas de bola, coisas que para o Osasco são feitas com naturalidade. Falta rodagem ainda para o time de Campinas.

********************** 

Enquanto isso, no Sollys/Osasco, a boa fase impera. Nem a topada na porta da Sheilla prejudica o time (aliás, por experiência própria, eu sabia que o “acidente doméstico” tinha sido algo do gênero. A gente acha que não, mas topadas em móveis quebram dedos do pé). Com o time redondinho, Ivna entrou muito bem.

Ponto para se prestar atenção: o passe, principalmente com a Fernanda Garay. Foi este fundamento que complicou o time em determinados momentos na partida de hoje.

**********************

Pê esse:

- Que papelão do Zé Roberto! Já sabemos que o treinador gosta de reclamar da arbitragem e, invariavelmente, atrapalha seu time com os chiliques e as contestações. Hoje não foi diferente. 

Mas o pior foi no pós-jogo. O Zé Roberto continuou com as reclamações com a arbitragem, em seguida deu uma entrevista ao Sportv.  Segundo ele, o bandeira viu que a bola bateu no bloqueio, mas disse que não podia marcar porque a bola “não era dele”. Ok. O treinador voltou a conversar com a arbitragem e, achando que manda e desmanda no que quiser, proibiu o câmera e o repórter do Sportv de acompanharem a conversa. 

Ora, Zé Roberto... Por quê? Medo de registrarem a pressão que você faz nos árbitros? Não vejo outro motivo. Pois acho até que você está com a razão de contestar um sistema que não faz sentido. 

O treinador já havia impedido que o canal filmasse os tempos técnicos – atitude seguida pelo Luizomar logo depois. Compreendo a opção dos treinadores, mas lamento. Para quem gosta de vôlei, ouvir as instruções torna o jogo ainda mais interessante, além de ser uma oportunidade para aprender sobre o esporte. Mas esta é uma situação que precisa de negociação entre treinadores e televisão.

Agora, constranger os jornalistas que estavam no direito de cumprir sua profissão, aí é demais. O Zé Roberto tem a imprensa nas mãos, percebe-se a dificuldade dos jornalistas em fazer qualquer crítica a ele. O narrador e o repórter deram a desculpa pelo treinador: “está muito nervoso”. Faltou contestação, sobrou compreensão.

Comentários

Eduardo Araujo disse…
Meu que surra!!! será que anotaram a placa do caminhão?

A Garay as vezes me mata de susto!!! as vezes da um branco nas recepções dela, meu Deus!!

Mas gostei de ver a Fabiola jogando na maior distancia quando necessário, gostei de ver a Garay batendo na saída de rede!!!, fizeram tudo aquilo que o ZR fala que elas não sabem fazer!!!

Nesses jogos fica claro que as jogadoras não vão com a cara do ZR, no primeiro jogo, nenhuma cumprimentou ele, no segundo a Sheilla cumprimentou e nesse último a Jaque o fez, mas logo deu as costas.

Agora oq é aquele descontrole dele? pra mim não pegou olhei 3 vezes e não vi toque e isso com câmera lenta, imagina na hora e mesmo se tivesse pego ficar reclamando um set todo por causa de um ponto? a unica coisa que ele fez foi tirar a estabilidade das jogadoras dele!!

E aquele cartão amarelo para o sollys no segundo set? da advertência para o Amil e cartão amarelo direto para o Sollys, que ajuda o Juiz deu para o ZR, senão tinha ficado mais feio ainda!!!
Torcedora disse…
Zé Roberto descontrolado no primeiro jogo da final do Paulista.
Palhaçada esse negócio de impedir a aproximação da câmera e dp microfone no tempo técnico. Ganhou o jogo? Não.
Cheio de razão o Luizomar. Se o adversário não tem as suas instruções transmitidas, o "jogo" fica desigual. Ou transmite o dos dois ou de nenhum.
Laura disse…
Eduardo, foi uma surra mesmo.

E o lance foi difícil pra arbitragem, não tinha porquê tanta reclamação.

Torcedora, tb acho. O Luizomar nem precisava, mas tem q ter condições iguais pros dois times.
Torcedora disse…
Honestamente, fiquei me perguntando se o Sportv deve alguma coisa para o Zé Roberto.
Além de fazer aquele papelão todo durante a partida, teve a prepotência de mandar o jornalista parar de acompanhar a discussão dele com os árbitros.
O pior: o jornalista obedeceu e o narrador e o comentarista encararam a situação com uma amenidade espantosa!
Welmer disse…
Mas que atropelamento foi esse do Sollys!!!

Gostei muito da atuação do time do Sollys, todas as jogadoras foram bem, inclusive a Ivna. O mesmo não se pode dizer da equipe da Amil.

Mas pra mim, a melhor parte do jogo foi a banana da Ramirez e a comemoração da Adenizia, se não fosse isso o jogo teria ficado mais monótono do que foi.

Agora, não gostei das atitudes do Zé. Primeiro de impedir a filmagens dos tempos, tudo impedir os microfones, agora impedir filmagem é demais, depois a reclamação excessiva por um lance muito difícil pra arbitragem o que acabou desconcentrando a sua equipe.

Agora é esperar até quarta para o Sollys confirma mais um título que está em suas mãos.
leoo disse…
Atitude ridícula do Zé: totalmente desesperado e descontrolado, queria arranjar uma desculpa para desviar o foco da surra que acabou de levar do LUIZOMAR... Assisti ao lance várias vezes e o avião que a Daroit mandou "NÃO TOCOU EM BLOQUEIO NENHUM", ele realmente quis desviar a atnção da imprensa da surra que estava acbando de tomar. Ainda ficou muito barato para o AMIL CAMPINAS, afinal de contas a ADENÍZIA levou cartão AMARELO por sua comemoração mas a DAYMI RAMIREZ não levou nenhum cartão pela BANANA que ela deu para as jogadoras do Solys... Enfim as CAMPEÃS MUNDIAIS foram muito superiores ao time de CAMPINAS, mesmo sem contar com a MVP do MUNDIAL, Sheila. IVNA foi uma OPOSTA muito decisiva tanto no ataque, qto no bloqueio e no saque. FABÍOLA e CAMILA BRAIT jogaram com uma garra impressionante, fazendo questão de derrotar o time do cara que ACABOU COM O SONHO OLÍMPICO DELAS, mostrando ao Zé pq são CAMPEÃS MUNDIAIS... Aliás, não dá nem para comparar a atuação da líbero CAMILA BRAIT com a gordinha SUELEN, em termos de raça, técnica e mobilidade BRAIT deu de MIL A ZERO na sua coleguinha que mal consegue se movimentar em quadra, e além de tudo falhou muito no passe. Enfim parabéns às CAMPEÃS MUNDIAIS que em breve se tornarão CAMPEÃS PAULISTAS. E uma vaia ENORME para o ridículo do Zé Roberto que com seu descontrole afetou tbém o psicológico de suas jogadoras, como já é de praxe, e como ele já tinha feito com a seleção brasileira na COPA DO MUNDO e na PRIMEIRA FASE DAS OLIMPÍADAS.
leoo disse…
Zé Roberto definitivamente não pode continuar à frente da seleção brasileira, ele irrita as jogadoras e tira o foco delas no jogo com questões imbecis, ele está descontrolado e briga por causas perdidas deixando as jogadoras psicologicamente tensas e abaladas!
Eduardo Araujo disse…
A Fernanda não foi bem hj, principalmente nos ralis, nossa quanta jaca ela mandou paras as jogadoras, a ponto que em uma parada técnica o técnico do Sollys afirmou, que elas não precisavam se preocupar com bolas de meio nos contra-ataques, já que a fernanda não estava usando!!

Agora em relação ao ZR proibir tanto o microfone como a câmera, oq eu achei mais absurdo foi o assistente técnico Paulo Coco falando para o repórter pode falar para a CBV multar mesmo eu não estou nem ai, quanta prepotência, tinha que dar uma multa para nunca mais falar um negocio desse!!!

E como sempre os jornalistas não contestam, aquele comentarista do Sportv é amigo pessoal do ZR, então esse ai tem que desconsiderar oq fala!!!

Eu se fosse jornalista faria a seguinte pergunta: "caro Zr pq tanta reclamação por um ponto? já que vcs estavam ganhando de 3 X 1, não era mais fácil, falar esquece bola frente, vamos rodar!!! do que tirar a concentração das suas comandadas???"
Aline disse…
O primeiro passo da vingança de C.Brait e Fabíola foi dado, não há dúvidas que elas eram as mais motivadas para derrotar em quadra o Zé que foi o carrasco delas nas Olimpíadas. O que ele fez com Brait e Fabíola na véspera das olímpiadas foi muito doloroso para elas, e elas com certeza vão mais motivadas ainda para o segundo jogo. Enquanto isso ele, perturbado mentalmente, dava chiliques fora de quadra, querendo desviar a atenção da derrota mais uma vez reclamando da arbitragem, que por sinal não influenciou em nada o resultado, devido à tamanha superioridade das campeãs mundiais.
Pelo visto, absolutamente não há mais clima pro ZRG continuar na seleção. Não sei se as atuais selecionáveis terão peito para boicotá-lo como fez a geração de Ana Mozer, com o anterior ao Bernardo e como fez a geração do início dos anos 2000 que boicotaram o Marco Aurélio, se não me engano.
J.W. disse…
Discordo dos comentários sobre Brait, talvez Fabíola tenha mágoas afinal foi titular até a aterissagem do avião no Brasil.
O que me preocupa é que ele se pareceu com o Bernardinho. Extremamente rude com as jogadoras. Será mesmo que eles precisam agir assim? S´o sei que qdo são os homens eles seguram a língua!
Renato disse…
O Sollys atropelou sem dó nem piedade o, a meu ver, limitado time do Campinas. Como já disse anteriormente vai ser muito difícil ganhar do Osasco, é sem dúvida o time a ser batido na superliga.
Sinceramente, acho que o Zé se perdeu, já era. Na primeira fase, quando as duas equipes se encontraram, ele tentou menosprezar o time de Osasco. Ontem como viu que ia levar um sacode (pois individualmente grande parte das jogadores do Sollys é superior as de Campinas), tentou apelar para seus chiliques a la Bernardinho.
Gostei muito da atuação do Osasco e principalmente da Ivna que soube com muita humildade segurar a responsabilidade de substituir em uma final a melhor oposta do mundo.
Outra atitude grotesca da dupla mascarda Zé Roberto e Paulo Couto foi proibir a exibição dos tempos, pela TV e acho que isso se deve ao descontrole do Zé, pois teve uma hora no início do jogo que ele puxou com muita agressividade a Pri Daroit e a Ramirez pelo braço.
ALINE disse…
Na verdade, o PRAIA CLUB/BANANA BOAT, com a contratação da excelente MEIO-DE-REDE medalhista de PRATA em LONDRES/2012 DANI SCOTT, da potente CUBANA HERRERA, da ousadia de levantadora CAMILA ADÃO está mais forte que esse AMIL/CAMPINAS. O clube ainda conta com as irmão MICHELE e MONIQUE PAVÃO e a experiente líbero ARLENE. Mas pelo jeito a final da superliga será novamente SOLYS X UNILEVER.
Anônimo disse…
O Zé Roberto deve ter vendido títulos e mais títulos para o dono da Amil e agora já começa a sentir que seu nome tem peso Zero na influencia sobre resultados aqui no Brasil. Ai pede para não captar áudio para não assinar o atestado de péssimo treinador. Como um plano de saúde tem como garota propaganda uma OBESA? Tudo bem que seu posicionamento é excelente mas com uns 15 20 kg a menos ela brigaria por seleção.
Ramirez é aquele tipo de jogadora que começa furacão mas acaba tempestade tropical. Mas eu tenho pena mesmo é das pobres Pri Daroit e Ju Nogueira, o que esse Zé Roberto passa de insegurança é uma brincadeira. Se o discurso é de que Campinas é um projeto para quatro anos por que colocar tanta pressão em jogadoras que são apenas promessas? Esse cara vai matar a confiança dessas atletas assim como fez com a seleção as vésperas da olimpíada. Acho que a busca por glorias pessoais falam mais alto quando se trata de ZRG.
Renato disse…
Concordo com a Aline, o Praia está montando um bom time e acho que vai dar muito trabalho para algumas equipes grandes na Superliga. Além dos nomes que ela citou, o time tem um grande treinador. Spencer Lee é didático, calmo e sabe muito bem comandar uma equipe. Só lamento a saída da meio de rede Giovana que a meu ver é uma jogadora bastante regular e experiente também.
Anônimo disse…
MEU DEUS COMO ESSE POVO NÃO ENXERGA! JU NOGUEIRA É PESSIMA, NAO TEM VELOCIDADE BRAÇO, PARECE ATAQUE DE TIME INFANTO, NAO POE BOLA NO CHÃO! OUTRA PEREBA ESSA RENATA. ENFIM ZÉ TAVA LA FORA MAS QUEM DEU ESSES NOMES PRA ELE?? ANTES TIVESSE CHAMADO A JOYCINHA.
João Lucas disse…
O Oasasco destruiu o jogo. É um timaço, jogadoras muito experientes onda cada uma sabe da sua função, esse negócio de dizer que Fabíola jogou bem por ter passe A em todo o jogo e que Fernandinha, Venturini, Lins, Fofão não podiam fazer milagre já que a recepção não funcionava já ta enxendo o saco. Fabíola no Pinheiros não tinha uma grande linha de passe e era execrada pela crítica, galera isso é perseguição.
Quanto ao sr ZRG que anda chiliquento e se achando por causa de um tri olímpico que ele nem ganhou e sim AS JOGADORAS, está dado a holofotes, tem que ser o centro das atenções e a mídia deve parar com esse puxasaquismo cansativo. Pri Daroit está insegura nas suas mãos, pior que eu já vi esse filme antes.
Ramirez e Adê não precisavam daquilo, foi um papelão.