quarta-feira, 25 de julho de 2012

O último corte

Bom, como todo mundo esperava, Camila Brait foi o último corte do Zé Roberto para compor a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos 2012. Assim, Natália está confirmada entre as 12 atletas que vão disputar a competição.

Queira Deus que a aposta do Zé na Natália dê resultados. Ele arriscou, deixou de fora jogadoras importantes e em melhores condições, como Mari e Brait respectivamente. Já comentei aqui que acho esta escolha um risco muito grande e que coloca uma responsabilidade na Natália que ela não merece carregar. Mesmo assim, torço para que eu queime a língua e que o Zé Roberto esteja certíssimo nesta opção.

Qualidades a Natália tem de sobra. A esperança é que ela consiga contribuir com o time, que não sirva apenas de enfeite no banco de reservas da seleção. Se o Zé aposta tanto nela, presumo que não a poupe nem tenha receios de usá-la quando for necessário.

***********************

Fico feliz pela Natália e triste pela Brait. Na verdade, não era esta vaga pela qual ela deveria estar brigando. Mas não são só os aspectos técnicos que contam. E se ela tivesse recebido mais chances antes, a superioridade ficaria tão evidente que, provavelmente, seria inquestionável a presença dela entre as 12.
 
Não consegui confirmar se a líbero continuará com a seleção em Londres. Se sim, tanto ela como a Natália ganham em experiência. São jogadoras que certamente estarão no comando da equipe que disputará os Jogos em 2016.

***********************

A confirmação do nome da Natália aconteceu de uma maneira meio torta, como tem sido a tônica dos cortes do Zé Roberto este ano. Como se pode ler aqui, ele confirmou primeiro aos jornalistas, a Natália nem sabia que estava garantida.

Sem contar que a dispensa da Sassá também foi “furada” pela imprensa. Sequer teve um anúncio oficial. Enfim, tomara que a campanha do Brasil na Olimpíada não seja tumultuada como este último mês.

28 comentários:

Paulinho Adorador disse...

Tomara que a Natália possa realmente ajudar o grupo. Mais uma vez insisto no que a Mari disse: "Natália não é essencial, todas são essenciais." A Natália tem talento é verdade, mas nunca a vi corresponder as expectativas que se criaram em torno dela, ou seja, ela ainda não provou que é uma jogadora fora de série, tomara que seja agora.
Enfim, acredito numa prata para o Brasil caso não pegue os EUA numa semifinal. Se alguma brincadeira do destino acontecer (algo extremamente difícil no volei) e os EUA ficarem pelo caminho, poderemos ser ouro.

Welmer disse...

Concordo com você, Laura. Acho um tanto arriscada a escolha da Natália, mas se ela estiver bem ela pode ser uma força a mais para ajudar o Brasil na busca pelo ouro. E também acho que a Brait não deveria estar disputando essa última vaga, mas sim pela condição de líbero da seleção.
Estou na torcida pela seleção.

tete disse...

Sempre tivemos no volêi exemplos de jodores que foram para a quadra voltando de sérias lesões Nalbert e Ana Moser são uns desses exemplos,mas diferentemente de Natália não se tinha uma sensação de que eles estavam "tirando" a vaga de uma pessoa. O Zé têm grande culpa nisso se não ficasse fazendo um suspense desnecessário digno de novela das 21h a jogadora não ficaria tão exposta ou alguém acredita que o Zé Roberto já não tinha as 12 definidas desde do final do Grand Prix. Espero que a Natália faça a diferença realmente pois a grande maioria dos brasileiros não perdoa Mari que o diga até hoje mesmo depois do ouro olímpico em determinados jogos da SL se podia ouvir gritos de amarelona.

tuliobr disse...

Nélson Rodrigues fazia campanha contra as unanimidades, taxando-as de burras. Tomara que o velho dramaturgo esteja com a razão no caso Natália, que parece ser uma rara unanimidade quando se olha as opiniões dos torcedores. Fico com o que diz a Laura: o JRG está sendo simplesmente injusto ao depositar tamanha responsabilidade sobre os ombros da jovem ponteira; seria injusto mesmo se ela viesse de uma temporada normal e, nas circunstâncias atuais, chega a ser uma maldade maquiavélica e incompreensível. Mesmo que dê certo, o Brasil se torne bicampeão e a Natália seja a MVP, não mudaria meu pensamento sobre o caso. A sorte está lançada. Resta torcer para que o JRG tenha gastado toda a sua cota de sandices e para que as americanas sejam acometidas de uma grave 'síndrome do salto alto'.

Julie disse...

Certíssimo Laura!!! Concordo com tudo!!! Espero mesmo que a Brait permaneça por lá... assim ganhará uma experiência unica... chance para poucos... Fico triste pela Brait... e desejo que ela tenha cabeça suficiente para aguentar essa barra! E se tem uma coisa que eu acho que pode ter tirado qualquer medalha da seleção... foi esse clima de tensão e incerteza criado pelo técnico! Se ele achava que a Natália daria "jogo"... que tivesse cortado geral e apostado nela com a certeza desde o início!!! Se desse errado... que mandasse voar alguém do Brasil que chegava a tempo de substituir! Melhor pra equipe... melhor pro Osasco... que teria sua líbero inteira de corpo e cabeça! São duas coisas bem diferentes: uma possibilidade de convocação transformada em desilusão... e uma possibilidade da mesma transformada em sonho! Fazer o que??? Paciência!!! Só nos resta torcer...

Renato disse...

Pelo visto todos nós aqui concordamos com as mesmas questões. Brait não deveria disputar vaga com a Natália; Natália não foi e nem será salvadora da Pátria, o modo um tanto quanto constrangedor que o Sr. Zé Roberto faz os cortes, a escolha arriscada pela Natália. Espero que eu esteja errado, mas achar que o Brasil vai conquistar o ouro olímpico depois disso tudo, é muito otimismo. Perfeito o comentário da tete em relação a lesões de outros jogadores no passado.

tete disse...

Gente a Brait não ta ganhando experiência em nada, ou melhor está ela está aprendendo como ser um ser humando melhor e não odiar a amiga, Brait não têm credencial ela não pode treinar junto com as jogadoras isso foi mostrado hoje no Sportv e provavelmente ela também não está na Vila Olimpica, nem curtir o passeio ela está Natália já tinha dito que ela era a mais ansiosa das duas com esse clima todo de quem is ser cortada. Isso foi de uma crueldade do Zé Roberto imensurável a Camila não precisava passar por esse terror psicológico ela poderia ficar em stand by no Brasil, custava o Zé chegar e falar para ela assim: vou levar a Natália não use drogas, não vá para gandaia e não fale mal de mim se ela se machucar esteja preparada para entrar no avião 1 hora depois que eu te ligar. Pouparia os momentos de tensão e desgaste para a jogadora.

Anônimo disse...

INDEPENDENTE DE TALENTO, NATALIA TA 1 ANO PARADA MINHA GENTE, NÃO HA SANTO Q FAÇA O VÔLEIBOL DELA CHEGAR AO MENOS EM SEUS 50%, ZÉ ROBERTO EH UM DEMENTE.

aline disse...

concordo com o anonimo acima: independente de tudo NATALIA esta' PARADA HA' UM ANO e nao conquistou sua vaga jogndo e se expondo como outras jogadoras! FABIOLA jogou e foi cortada injustamente... NATALIA nao jogu e esta' nas OLIMPIADAS! injusto!!!!

Luiz Felipe disse...

Hj, no jogo-treino contra a Sérvia, Natália teve uma rápida passagem: fez um ponto de saque e atacou 2 bolas - sem pontuar... É esse o desempenho que se espera dela? O ZRG crê realmente que ela vai entrar num quarto set contra russas ou americanas, 1x2 contra, e derrubar bolas???? O que o ZRG está fazendo é usando as Olimpíadas para dar a Natália ritmo de jogo para o campeonato estadual (carioca), quando o certo deveria ser o contrário... Mari, por pior fase que estivesse, tinha que estar lá... Não me conformo!

Eduardo Araujo disse...

Viram qual foi o premio da Brait por ter ido com a seleção e ser cortada em Londres?
Foi uma despedida no restaurante da vila olímpica, ela embarcou para São Paulo chorando, no final a Mari estava certa atitude totalmente antiética do ZR.

E ele ainda mentiu para imprensa quando ainda estavam em são paulo após o vazamento da lista para o COB ele chegou a afirmar que a Brait faria parte da comissão técnica.

Depois dessas não da muita vontade de torcer para o Brasil não.

Laura disse...

É, pessoal... Como a tete disse, a Brait sequer tinha credencial para treinar com as meninas. É impossível não concordar com vcs. Antes tivesse deixado a menina aqui e chamado caso precisasse. Afinal, ele já tava com a escolha feita.

Q desgaste desnecessário para ela e para o grupo...

Anônimo disse...

Posta os horarios Laura!

Primeira rodada



Chave Feminina



5h30 – Argélia vs. Japão

7h30 – China vs. Sérvia, com SporTV 4

10h45 – Grã-Bretanha vs. Rússia
12h45 – Itália vs. República Dominicana

16h – Estados Unidos vs. Coreia do Sul

18h – Brasil vs. Turquia, com Record e SporTV

Anônimo disse...

essa Olimpíada vai ser marcada pela cabeça do Zé Roberto, se ele não trouxer uma medalha no mínimo, eh bom ele nem voltar pro Brasil.

Renato disse...

Olá Laura, sei que a idéia surgiu muito em cima da hora, mas mesmo assim deixo a sugestão: O blog poderia fazer um bolão do torneio de volei feminino das Olimpíadas. Sem valer nada apenas nossa participação mesmo. Acho que seria bem bacana. Abraços

tuliobr disse...

Oi, Laura e amigos; já, já começa a usualmente brega e sempre enfadonha festa de abertura, com seu interminável desfile de delegações nos moldes que foram estabelecidos como padrão pelos marqueteiros do governo alemão em 1936. O que eu tenho a observar dessa véspera de estréia do vôlei nos JO é a escassez de notícias da SFV. A assessoria de imprensa da CBV tem estado quieta, JRG e as jogadoras economizam nas declarações e, quando fazem alguma, são banalidades ou obviedades. O time jogou contra a Sérvia e contra a Rússia e foi difícil até saber os resultados, quanto mais detalhes dos amistosos: perguntado, o JRG deu uma resposta meio atravessada. Enquanto isso, aceitando o favoritismo, a seleção americana tem produzido muitas notícias, que variam desde ensaios fotográficos das jogadoras para a revista da ESPN até entrevitas do MacCutcheon, cuja resposta mais enfática deixou claro que a meta é o ouro ("porque iríamos se fosse para ficar em quinto" foi a sua indagação, devolvendo a pergunta ao entrevistador). Sabendo que vamos enfrentar um adversário que parece estar no máximo de sua autoconfiança, espero que esse silêncio da SFV seja devido à concentração, e não por causa da tensão. Deixem a tensão conosco, moças; concentrem-se em jogar voleibol.

tete disse...

Gostei da idéia do bolão. Eu até queria ser otimista, mas as jogadoras devem estar uma pilha estão á meses vivendo esse clima de corte e como eles foram feitos não deve etr ajudado muito. A seleção masculina tinha o mesmo problema, mas não teve esse clima de disputa de vaga, a vaga sempre foi do Giba e se ele não tivesse condições ai entraria o Lucarelli, mas é sabido que atá de muletas Giba continuaria a seleção masculina sempre teve esse corporativismo Carlão e Nalbert já disputaram olimpiadas machucados, mas o Zé não divulgou os cortes antes para a imprensa não ficar no pé dele como está agora e ele não tá querendo responder as perguntas.

Giovanna disse...

Que a Nath é uma super jogadora ninguém discorda, durante a passagem dela na SFV antes da sua cirugia realmente ela foi uma atleta espetacular, daquelas que quando tava em quadra dava uma mega confiança pras jogadoras e pra nós torcedores...sempre foi uma peça chave e essencial. Poréeeem vem de um período onde ela passou mais de 1 ano parada, e se o Zé tá colocando ela em Londres pra ela ser a Nath de 1 ano atrás, provavelmente vai morrer na praia, pois não tem nem um mês que ela voltou aos treinos!!! Quanto mais jogar no nivel dos demais países que estarão presentes la em Londres...O problema pra mim não é o fato dele ter colocado essa responsabilidade sob as costas da Nath, ou seja, da pressão que a Nath supostamente estaria carregando, isso é o de menos...o problema é que ele cortou uma atleta que estava 100% pronta para atuar no nivel das demais jogadoras em prol de colocar em quadra uma jogadora que meu, pode ter sido uma baaaaaita jogadora imprenscindivel 1 ano e meia atrás, mas após 1 no parada e apenas 1 mês de treinos, é quase impossivel dizer que ela voltou a ter o mesmo nivel de antes e MAIS, ela pode até atrapalhar o andamento das demais jogadoras em quadra...mas que seja o que Deus quiser!!!!

Anônimo disse...

Te liga cara, isso é um blog de análise, comentários não de informações. Quem quiser saber os horários que veja nos sites.

Anônimo disse...

Linda a Darnel com a bandeira da Turquia :D É o vôlei causando.

leonardo disse...

ao contrario da selecao masculina que estreia contra a TUNISIA, a selecao feminina tem a estreia mais tensa e dificil das ultimas edicoes dos jogos olimpicos. A TURQUIA vem embalada como a selecao europeia que mais evoluiu nos ultimos anos, transformou as russas em freguesas, e e’ adversaria direta das brasileiras a um lugar no podium. Quem vencer esse confronto BRASIL x TURQUIA ja’ sai com muita moral para a sequencia da competicao. Tbem quero tecer alguns elogias a cobertura da RECORD que esta’ sempre atualizando resultados e transmitindo as principais disputas… Ate’ agora a RECORD vem fazendo a melhor cobertura olimpica em TV aberta dos ultimos jogos.

Paulinho Adorador disse...

Leonardo, é muito cedo pra tecer um comentário desses. Até agora, não cometeram gafes significativas, mas vamos ver como vai se sair a Virna no jogo de hoje a noite. Ela foi disparado a pior comentarista do Pan 2011.

Anônimo disse...

Isso que eh espirito de campea olimpica: determinada, corajosa, valente, cristiva... Parabens para a LUTADORA SARAH MENEZES e que sirva de exemplo p/ a amarelona da DANI LINS!!!

leonardo disse...

Paulinho vc nao esta' sendo um pouco duro com a Virna nao? Eu assisti ao jogo da JULIANA/LARISSA contra as gordinhas das ILHAS MAURICIO e a Virna ate' que se saiu bem nos comentarios... Acho que ela melhorou muito do PAN para as Olimpiadas, os comentarios da Virna hoje foram mais tecnicos e deixou um pouco a tietagem de lado, mesmo com as diferencas fisicas e tecnicas entre as brasileiras e africanas sendo enormes.

Laura disse...

Renato, valeu pela ideia, mas agora fica difícil de organizar um bolão... Até procurei algum site desses em q podemos criar nosso próprio bolão, mas não tem as competições de vôlei. =(

Paulinho Adorador disse...

Leonardo, como disse, no Pan ela foi a pior. Pode ser que tenha melhorado agora pra Londres. Vamos ver como vai ser hoje a noite.

leonardo disse...

O que a Natalia foi fazer em Londres? Turismo? Tirar fotos? Arranjar um principe beijando um sapo? Olimpiadas nao eh excursao de turismo. Ela tirou uma vaga de uma jogadora 100% fisicamente, para ficar assistindo aos jogos do banco? Um jogo nervosissimo, pegando fogo contra a Turquia e a Natalia sem condicoes de ajudar o time? Lamentavel Ze Roberto!

Renato disse...

Leonardo, ela foi sacar ora essa. Brincadeiras a parte, concordo com você que foi perfeito em seu comentário. Acho a Natália uma ótima jogadora, mas nesta olimpíada não dava para ela. Outro questionamento que eu faço é: Se ele gosta tanto da Dani Lins por que não a colocou quando deu o apagão no quaro set ? Para mim, mesmo perdendo o jogo, o Marco Aurélio deu um banho nele, e olha que a seleção turca não é lá esssas coisas.