Brasil 3x2 Sérvia

Mais uma vitória brasileira por3x2 no GP. E a história foi muito parecida com a do jogo passado contra a Itália. 

É impressionante o que o bloqueio do Brasil tem pontuado. Contra Sérvia, um time alto e contra o qual é difícil de marcar ponto direto de bloqueio, foram 24 pontos. A ponteira Mihajlovic, por exemplo, foi completamente anulada pelo fundamento brasileiro.

Paula Pequeno foi o destaque. Foi a bola de segurança juntamente com a Garay, já que há uma indefinição na posição de oposta. Sobre esta questão, falo já, já. Primeiro, quero ressaltar o jogo da Fernandinha. É outro toque, é outra dinâmica em comparação a Dani Lins. Espero que ela permaneça como titular, principalmente para acertar a sintonia com as centrais, fator que ainda deixa a desejar.

*************************

Voltando às opostas... Pensei, sinceramente, que o Zé Roberto iria dar mais tempo para a Mari jogar e que estava apostando pesado na sua recuperação. Não é jogando um set, ou nem isso, que ela vai pegar confiança na posição novamente. E se não for nesta etapa do GP que ela vai jogar, não sei quando vai ser. 

Pelo que percebi, o objetivo maior do Zé no GP é a vitória e não a preparação das jogadoras. Então, que comece de vez com a Tandara como titular, que tem se mostrado merecedora da posição.

Comentários

Aline disse…
Ze' ate' da' chance de a MARI iniciar o jogo, mas a MARI nao demonstra a mesma garra, a mesma vontade e a mesma vibracao que Fernandinha, Paula, Garay e Adenizia. Alem disso, oposta que nao pontua nao merece ficar em quadra. Alem disso Mari nao ajuda nem um pouco na defesa. Nao da' p/ ficar em quadra dando prejuizo com cara-de-mosca-morta, todo mundo vibrando e ela la' como se fosse uma altista, assim nao da' p/ permanecer em quadra, acho que todo mundo ja' teve muita paciencia com ela. Ja' esta' sem a obrigacao de fazer o passe, mas podia ajudar muito mais no ataque e na defesa. Numa entrevista que ela deu disse que tem mais golpes que a Sheila, pelo jeito ta' falando demais e jogando de menos. O golpe que ela tem a mais que Sheila e' o "toco da Takeshita", esse golpe sim e' o retrato da atual fase dela.
Sandro disse…
Dois jogos, duas vitórias no Tie... Pensando nos adversários de peso, e o time mesclado, são bons resultados. Destaque total para o Bloqueio ontem com 20 hj com 24 pontos, e passaporte carimbado para londres da Adenízia, quando ela tá na rede, dificilmente alguma bola passa lisa. Fernandinha entrou bem, mostrou a que veio, e com o passe menos veloz e espetado e entrosamento com as centrais, tbem se carimba para londres, a Dani lins fico até com pena, pq ela é talentosa mas não consegue jogar na seleção e muito menos na pressão! Bom ver que a paula está quase 100% recuperada, no jogo de ontem atacou bem, e no jogo de hj alem de atacar muito bem deu muito volume de jogo pro brasil junto com a brait,so precisa evoluir no bloqueio. A GAray se firmando cada vez mais, e pra quem dizia que queria ver ela pontuando contra bloqueios altos, está ai a resposta. A MAri acho que afundou de vez, ontem até pensei que ela foi tirado cedo de mais,e deveria jogar com a Fernandinha, e hj nada acontece, uma apatia em quadra, ao contrário da tandara, que mesmo errando algumas bolas e ficando em alguns bloques, ajuda muito na defesa fez lindas defesas hoje, no bloque e no saque. A brait indo muito bem , mas vejo que ela e fabi estão num mesmo nível. Queria ver a Gabizinha jogar ao menos um set no ataque, curiosissimo de como ela iria encarar.
Welmer disse…
Bom Laura, gostei muito das exibições da seleção brasileira, mas acho que se elas tivessem entrado um pouco mais concentradas no 4º set de ambos os jogos, dava pra ter saído com duas vitórias por 3x1. Com relação a Mari, queria que as levantadoras apostassem um pouco mais nela, achei que com a entrada Fernandinha a atuação da Mari melhoraria, mas nada mudou. Espero que no jogo de amanhã a Mari comesse como titular e a Fernandinha jogue mais com ela e que ela finalmente desencante.

Laura, será que a Natália joga alguma das próximas rodadas do Grand Prix? Espero que sim, e se isso acontecer tomara que ela volte com tudo.
Anônimo disse…
Cadê a Priscila Daroit?
Abraão disse…
José.
Hoje não vi o jogo, sinceramente não deu o menor tesão. E não tô dizzendo que a Mari não mereceu sair, acho que hoje ela nem deveria ter começado, mas... Acontece que existem jogadoras como a Mari que marcam toda uma geração, toda a luta e uma história de superação que ela tão bem representou, Mari ao lado de Paula é o simbolo desse time que brilhou em Pequim, vai ser difícil se acostumar com a seleção sem vê-la jogar. Porém ao que tudo indica chegou a hora.O duro mesmo é ver que não existe ainda uma substituta à altura dela, e não venham os entusiasmados dizer que Garay dá conta, e o tempo vai mostrar isso. Só existe uma esperança de sucesso para o Brasil nessa olimpíada, se Natália voltar, tempos chances, se não, muito poucas possibilidades. Mari o Brasil está com você, ainda há tempo, se você quiser, se você etiver disposta, é possível, eu acredito!
Luh disse…
Não sou uma Mari fã, mas Zé Roberto tem que deixar ela jogar mais se o intuito é realmente levar ela para testar ela em uma outra posição. Tenho uma simpatia pela Dani Lins, mas concordo com um comentário feito aqui no blog que ela até é uma boa jogadora, mas na seleção ela não consegue jogar e ela já sabe que está com um pé fora da seleção ela ja´entra abatida nas partidas. O Zé Roberto podia deixar a Gabizinha atacar pelo menos uma vez, entrar só pra saacr n~]ao tem graça.
Eduardo Araujo disse…
Oi gente, então eu não sou fan da mari, mas também não acho certo oq vem acontecendo com ela, ok como ponteira passadora ela perdeu talvez todo o espaço para as outras atletas.

O Zé teve a ideia de utilizar ela como oposta e todos falavam que ela era bem melhor como oposta, ate mesmo a atleta disse em algumas entrevistas que tinha mais golpes que a Sheilla e que outras jogadoras não estavam bem, convenhamos isso não é ético e talvez não tenha pego bem no grupo por causa desse motivo quando esta em quadra não ande recebendo tantas bolas como uma oposta receberia.

Outra coisa o fundo de quadra dela esta horrível e o Zé já mostrou que não tem mais paciência com a atleta nem nas inversões ela esta entrando.

Mas tem que respeitar a historia que a jogadora tem na seleção se é para fazer isso nem convoca, fala vc não esta bem, obrigado pelos serviços prestados, não tem necessidade de fazer isso, já que uma jogadora de fama mundial, essa situação é humilhante.

Quem melhor definiu a situação da Mari foi o técnico do SESI Masculino quando que ele diz que oposto que reclama do levantamento não é oposto, já que o mesmo esta na função de definir as jogadas mais complicadas e ser a jogadora de segurança em situações difíceis e que geralmente os levantamentos para um oposto não é 100%.

Quanto a Dani Lins essa também esta ficando cada vez mais longe da olimpíada, já que a Fernanda não vem fazendo super partidas, mas vem dando conta do recado, mesmo sem o entrosamento necessário principalmente com as centrais, parece que ela Fernanda é a veterana que esta 4 anos na seleção e a Dani é a novata que chegou ontem.
Anônimo disse…
Passada com a desistência da Sokolova em ir pra Londres, muito mercenária essa mulher.