Turquia e República Dominicana, in. Cuba, out.


Nem Rússia, nem Alemanha, muito menos Sérvia. Quem roubou a cena desse pré-olímpico Europeu, e chegaram à final, foram Polônia e Turquia. As duas equipes tinham no campeonato a única chance de conquistar a vaga em Londres.

Por isso, era de se esperar uma batalha emocionante na final deste domingo. Mas não foi bem isso que aconteceu. A Polônia não conseguiu fazer o seu jogo. Travada, com dificuldades nas viradas de bola e no passe, a seleção polonesa foi ficando apática a cada ponto perdido.

A Turquia, bem mais à vontade, contou com a regularidade de suas ponteiras. Ozsoy, que já tinha brilhado contra a Rússia, Sonsirma e Darnel pontuaram com certa facilidade. A seleção turca foi bem mais agressiva no saque e bloqueio.

****************************

 A Alemanha e a Rússia reclamaram da arbitragem nas partidas em que enfrentaram a Turquia. A Polônia provavelmente vai engrossar o coro, porque também foi prejudicada em algumas marcações na final. 

Outro ponto comentado, é que o pré-olímpico já estava com cartas marcadas para a Turquia ganhar. Jogando em casa, a seleção turca teria sido privilegiada na organização do calendário, em que teve folga antes de jogar as semifinais, e na divisão dos grupos.

A hipótese não é absurda. A Turquia tem grana, está investindo no vôlei. Sabemos bem o favorecimento da FIVB às seleções asiáticas – no classificatório mundial, são 3 vagas para asiáticos, além do Japão que é o anfitrião. Aliás, o curioso ao ler o processo de escolha dos participantes é que estão as seleções estão divididas em “Asiáticos” e “Não-asiáticos”.

Enfim, não é impossível, portanto, que a Turquia também tenha sido favorecida. Agora, o que eu vi em quadra foi um time muito bom e que mereceu, na bola, as vitórias contra Rússia e Polônia. O Marco Aurélio Motta conseguiu alcançar resultados rápidos e importante, para um trabalho que começou praticamente no início de 2011. 

****************************

Outro trabalho brasileiro que tem rendido ótimos frutos é do Marcos Kwiek na seleção da República Dominicana. Na briga contra Cuba, as dominicanas garantiram o lugar em Londres. 

Cuba teria chance de buscar a vaga no classificatório mundial, mas, surpreendentemente e infelizmente, não vai ao Japão. Sem condições financeiras para arcar os custos da viagem, a seleção de vôlei de maior tradição nos Jogos Olímpicos não estará presente em Londres.

É de se lamentar. Ao mesmo tempo em que vemos equipes surgindo, iniciando seu caminho para conquistar um espaço entre as grandes seleções, como é o caso da Turquia e a Rep. Dominicana, presenciamos a decadência de um símbolo do vôlei mundial.

Comentários

Welmer disse…
Apesar do certo favorecimento à equipe da Turquia, esta foi a equipe que mostrou o melhor voleibol dessa competição. Falando do classificatório da América central e América do Norte a República Dominicana ganhou a vaga numa disputa com a tradicional equipe cubana, que há tempos não é a tão temida seleção cubana. Pra mim essa seleção de Cuba não chega nem perto da equipe que disputou as Olimpíadas de Atenas e de Pequim, e muito menos da equipe tricampeã olímpica, que eu não vi jogar, mas pelo que falam foi a maior seleção de voleibol feminino de todos os tempos. Eu gostaria que Cuba disputasse o Pré-olímpico mundial, ao meu ver uma olimpíada sem Cuba e sem Rússia não é a mesma coisa. Agora é acompanhar o Pré-olímpico Sul-americano, que espero que seja vencido com facilidade pela nossa seleção sem muito desgaste físico.
Leonardo disse…
LAURA, sinceramente esse negocio de que a TURQUIA foi favorecida e' dor de cotovelo de perdedor... Quem entende de volei e viu todos os jogos CONSTATOU que a TURQUIA foi superior aos seus adversarios em "todos os jogos" nao so' tecnica como psicologicamente. MARCO AURELIO MOTA fez um excelente trabalho e a TURQUIA jogou como um time coeso, ao contrario da RUSSIA, por exemplo, que e' muito dependente de 2 jogadoras:GAMOVA e SOKOLOVA. Dava p/ ver em cada partida da TURQUIA que os adversarios foram exaustivamente estudados, o bloqueio turco chegava pesado em cima das principais atacantes, quando nao era triplo, era pelo menos duplo: um trabalho excelente de bloqueio que anulou GAMOVA e SOKOLOVA. O sistema defensivo beirou a perfeicao: PONTEIRAS-PASSADORAS de verdade que entregam a bola na mao da levantadora com pqno indice de erros, jogadoras muito tecnicas tanto no fundo de quadra qto no ataque. A melhor OPOSTA DE EUROPA na atualidade: A CANHOTACA NESLIHAN DARNEL e' muito inteligente, varia muito bem seus golpes, alem de sacar muito bem. Uma levantadora que ousa, varia, joga com velocidade, explora bem suas meios. Meios ageis na marcacao do bloqueio e que ajudam bastante no ataque.MARCO AURELIO MOTA invou revezando constantemente as duas liberos: uma especializada mais no passe e outra mais na defesa,Gizem Güreşen. chegou a marca impressionante de 80% de passes A na semifinal contra a RUSSIA, e olha que era o saque das RUSSAS: SO' COICE DO OUTRO LADO e a libero de passe TURCA CONSEGUIU 80% DE PASSES "A", e' um fenomeno. MARCO AURELIO conseguiu resultados muito rapidos com a equipe turca: LAPIDOU UM DIAMANTE BRUTO e ano passado no EUROPEU derrotou a RUSSIA, 3X0, NAS QUARTAS-DE-FINAL e a ITALIA na disputa pelo BRONZE, de la' pra ca' a TURQUIA amadureceu e ficou melhor ainda... Por outro lado CUBA parou no tempo, nunca teve uma LIBERO decente, e sofre muito no passe e defesa: o contraste e' que enquanto a TURQUIA de MARCO AURELIO ja' inovou com uma NOVA FASE de especializacao de 2 liberos, CUBA tem um exelente potencial de ataque, mas as levantadores sofrem com PASSES "B", "C" e ate' passe "Z". CUBA nao merece mesmo estar nas olimpiadas tem que evoluir tanto politicamente com a saida dos irmaos FIDEL daquela ditadura, qto tecnicamente se adaptando ao VOLEIBOL MODERNO. MARCO AURELIO MOTA foi injustamente BOICOTADO pelas jogadoras da selecao brasileira: ELISANGELA nao quis fazer alongamento com o grupo e se retirou, discutiu com o tecnico e foi afstada, depois foi a ERIKA, WALEWSKA E ate' FOFAO que deixaram o CARA NA MAO: COVARDIA! Na epoca ele teve que chamar MARCELE p/ levantadora.
TIGRAO disse…
Concordo que Cuba parou no tempo e vai no caminho inverso da Turquia que investiu num voleibol moderno com Marco Aurelio Motta: esse revezamento das liberos foi a sensacao do pre-olimpico europeu! As duas liberos sao muito excelentes, uma passadora que atinge niveis de 80% de passe A realmente muito acima da media, e outra defensora que tem uma agilidade enorme para chegar nas bolas mais improvaveis, ao contrario, em Cuba e raridade ver um passe A e a defesa nem se fala, cai cada bola boba. Cuba esta muito destualizada, parou muito no tempo mesmo.
Anônimo disse…
PORTO RICO vai ao preolimpcio so' para fazer turismo mesmo, nao tem chance nenhuma de sequer chegr perto das principais selecoes... Sao 4 vagas e os principais cndidatos sao: JAPAO, COREIA, SERVIA, RUSSIA e TAILANDIA... Pelo o que vem jogando e o que evoluiu, o JAPAO tem tudo para ficar com a primeira colocacao. A COREIA tem a fenomenal KIM, se o resto do time pelo menos nao atrapalhar, a KIM classifica a KOREA p/ LONDRES. As SERVIAS estao com serios problemas de contusao de jogadoras importantes, se elas se recuperarem a tempo estarao em Londres. A RUSSIA, pelo que mostrou no Europeu, depende muito de Gamova e Sokolova, se as equipes conseguirem marcar essas 2 jogadoras como fizeram a TURQUIA e a POLONIA, a Russia perde muito do seu poderio... Vamos ver o que da'... TAIWAN e PORTO RICO: saco de pancadas!
Pedro disse…
Fico triste pelas jogadoras cubanas. Mas não por Cuba. Ditadura. Governantes que escravizam seu povo e os submetem à pior miséria. O esporte sempre foi uma propaganda enganosa para gringo ver. De certa forma, o sucesso cubano no esporte contribui para dar sobrevida a esse regime perverso. Quanto mais rápida for a decadência, mais rápida a queda do regime e mais rápida será a prosperidade do país.
Renato disse…
Pessoal, alguem sabe me dizer, por gentileza, o horário dos jogos do Brasil no pré-olímpico sul-americano? Desde já agradeço.
tuliobr disse…
Olá, Laura e amigos. Os horários em que as partidas foram realizadas só me permitiram acompanhar a final do Pré-olímpico da CEV e confesso não ter ficado muito surpreso. A Turquia vem jogando assim há algum tempo e já vimos sua performance no europeu. À parte de circunstâncias extra-quadra, mereceu a vaga. A Polônia é a de sempre: um time complicado, até capaz de bons jogos mas sem a força coletiva necessária para ser confiável. O aspecto que me interessou foi aquele mencionado pelo Leonardo: lembrei de quando o MAM sucedeu o Bernardinho e não conseguiu trabalhar na SFV, interrompendo o ciclo olímpico devido à desavença até hoje não muito bem esclarecida. Vendo os resultados da Turquia, pensei no Mundial de 2002, vencido por uma jovem equipe italiana em uma final inesperada contra os EUA, na ocasião um time correto e esforçado, nada mais que isso. Acho mesmo que ali, naquela ocasião, a geração da Virna, Elisângela, Fofão e outras, por pura birra, deixou de ser campeã mundial. Sei que alguns de vocês, talvez com razão, dirão que é uma mera suposição este raciocínio, mas eu lembro que 2002 teve um nível tal que a Marcelle, boa jogadora, mas longe de ser extraordinária, foi a melhor levantadora. Sobre Cuba eu também não me surpreendi. É uma decedência que já vem há tempos e, arriscando ofender as sensibilidades políticas de algum leitor, é mero reflexo da situação do país, capturado por uma ditadura longeva e perversa. Pena.
J.W. disse…
Cuba não é mais aquele time do passado. Masx diante do Brasil elas crescem e jogam mais, vejam no que deu o Pan 2007.
Welmer disse…
Laura, o que venho comentar, ou melhor perguntar, não tem relação com o post, mas eu gostaria de saber a sua opinião. A equipe do Sollys/Nestlé vem montando uma equipe muito forte para a próxima temporada, mas ainda está procurando uma ponteira para substituir a Tandara, agora eu quero saber sua opinião. A Ju Costa não poderia ocupar essa posição, já que até o início do segundo turno da Superliga era titular desse time???
Anônimo disse…
Welmer pelo oq eu sei a fernanda garay esta 90% confirmada com o sollys, estão vendo detalhes de multa, mas parece que o sollys não quer pagar e o VF não quer liberar, mas como o VF esta sem grana, é provável que eles não tenham uma grana para sustentar uma atleta como a fernanda.
Mas na minha humilde opinião a Ju Costa poderia sim ocupar o lugar da Tandara, mas não sei se ela vai continuar na equipe
Laura disse…
Sim, o problema de Cuba não vem de hj. Mas, bem ou mal, ela conseguia marcar presença nos principais campeonatos. Provavelmente nem conseguiria classificação no pré-olímpico mundial. E não sei o q é pior, nem tentar a vaga por questões financeiras ou não alcançá-la sendo superada pelas demais seleções. De qq forma, os dois casos mostram a decadência de Cuba.

Welmer, sobre Cuba, acho q ela desperdiçou a geração q conquistou o bronze em 2004. Sobre o Sollys, imagino que o time queira alguma ponteira com maior poder ofensivo. Mas acho sim que o Sollys poderia apostar na Ju Costa. Com um time equilibrado, ela cresceu de rendimento e acho q pode repetir um bom ano pelo Osasco.
Laura disse…
Renato, sei q quarta o jogo é as 19h30 e quinta, às 18h.
Renato disse…
Laura, obrigado pelas informações dos horários. Gosto do jogo da Ju Costa, e se não me engano ela já vem, há pelo menos, três anos jogando com a Fabíola. Tudo bem que seu passe não é lá essas coisas, mas a Jaque e a Camila podem segurar as pontas. É uma boa opção para fechar o sexteto de Osasco.
Anônimo disse…
DÚVIDA: Laura nao existe pré-olímpico asiático? Com China ja classificada, a luta por la estaría entre Japão e Coréia. Cuba sem dinheiro pra ir as Olimpíadas, é uma desculpa inaceitável, e a Adidas q faz o patrocinío das Cubanas ?? FIVB não faz nada também?
WALMER disse…
GALERA, FOI DEMAIS VER CUBA PERDER A NORCECA. MELHOR DO QUE ISSO FOI VER O DESESPERO DE MIREYA LUIS NA BEIRA DA QUADRA GRITANDO, URRANDO, SE ESPERNIANDO PARA AS MENINAS DE CUBA MELHORAREM O JOGO DELAS. E AINDA MELHOR, FOI A PRÓPRIA MIREYA QUE COLOCOU A MEDALHA DE P R A T A NO PERCOÇO DAS CHICAS. SALTA CHICA !!!
Carlos Castilho disse…
O preço de nossas arrogâncias serão cobrados algum dia….aí está…Essa atleta era extremamente arrogante e o preço está aí e num futuro não muito distante, se ela não se cuidar, vai piorar ainda mais… Agora ela se emociona, mas quando estavam por cima, pisavam antidesportivamente nos adversários…Ninguém planta batatas e colhe melancias depois…plantou, colheu!
Verna Lee disse…
Eu estou adorando,cheguei a ovular de tanta felicidade. Essas mulheres eram oque há de pior em termos de esportistas, arrogantes ,prepotentes, dessimuladas, entre outros adjetivos mais que não me permitiriam escrever aqui. Excelentes jogadora sim, mas péssimas como pessoas.
Se não tem dinheiro problema seu. Não vai, fica fora. Paciência , chora na cama que é mais quente. Sou super contra qualquer ajuda. Joguem bola e consigam suas vagas.
Anônimo disse…
cheio de gentinha vingativa ainda com raivinha de Cuba,parecem mais um bando de peruanas sub-civilizadas q até hj tem raiva do Brasil por tê-las ultrapassado, só lembrando, Brasil suou sangue pra derrotar Cuba no PAN de Guadalajara.
Anônimo disse…
CONCLUINDO: Hoje, finalmente, nenhum time possui hegemonia e favoritismo no voleibol feminino. Até os 3 garantidos. China ja perdeu pra Tailândia, Itália perde pro Japão, e EUA perdem pra Alemanha.os dois últimos na copa do mundo.
Tigrao disse…
Atenção times da SUPERLIGA: olha 3 excelentes jogadoras colombianas à disposição: a oposta recordista mundial MADELEYNE MONTAÑO, a ponteira PAOLA AMPUDIA e a espertíssima líbero da apenas 16 aninhos CAMILA GOMEZ… São jogadoras muito promissoras que poderiam ser bem aproveitadas aqui na superliga. A oposta salta muito e pega a bola bem alta, não é à toa que é recordista mundial de pontos, gostei muito dela. A UNILEVER que perdeu a SHEILA p/ o SOLYS poderia pensar em contratá-la… O Brasil foi superior mas essas 3 jogadoras do jovem tiime colombiano chamaram a atenção.