Maré alta no Praia

Pinheiros 1x3 Praia Clube/Banana Boat

Depois da ótima vitória conquistada sobre o Minas, era de se pensar que o Praia Clube não tivesse dificuldades para vencer o Pinheiros. Mas não foi o que aconteceu. A partida foi equilibrada, com as duas equipes se assemelhando nas qualidades e defeitos.
O que pendeu a favor do Praia foi o maior número de erros do Pinheiros e ter diversificado as opções de ataque. Neste quesito, vale destacar as jogadas com as centrais Giovanna e Angélica, que foram bolas importantes para o time mineiro.

******************** 

Quanto ao Pinheiros, é um time bastante inconstante. Erra demais e aproveita pouco as centrais de qualidade que tem. Pelas pontas depende das boas atuações da Dany e, algumas vezes da Mari, e ambas não são das mais regulares. A ponteira Bruna entrou hoje na partida e ajudou a Dany no ataque dividindo a responsabilidade de pontuar. Contribuiu bem mais do que a Andreia, que parece um peixe fora d’água nesta posição.
 ******************** 

Resultado: o Praia conseguiu fazer valer a vitória conquistada contra o Minas ao vencer o Pinheiros. De nada valia a vitória no clássico mineiro se tivesse perdido os 3 pontos contra a equipe paulista. Mas foi por pouco.

O didático Spencer Lee – que dá um show de explicação nos tempos técnicos – tem o desafio de conseguir manter uma regularidade nesta equipe e minimizar os erros para que a vitória contra o Minas não tenha sido um acaso e o Praia seja um adversário para os mais fortes realmente se preocuparem.

********************  


A boa notícia do dia é essa. GP no Brasil já é bom, e um grupo com EUA, Itália e Alemanha fica melhor ainda. É raro o Brasil ter uma rodada tão complicada nas fases classificatórias do GP. Aliás, os grupos estão bem mais equilibrados para a seleção neste ano. Resta saber como Itália e EUA vão vir para a competição. Times mistos vão tirar um pouco da graça, mas ainda assim está valendo ver o confronto do Brasil contra eles.

Comentários