Com tranquilidade e de virada




Um set. Foi o que deu para assistir da partida que o Sportv, mesmo com seus 3 canais, não pôde transmitir desde o início. Mas este um set foi suficiente para reafirmar que o time do Unilever se mantém superior aos demais nesta Superliga.

O Minas deu sua colaboração ao ter um desempenho tão ruim da recepção. Passe ruim, levantamento lento, ataque bem marcado. As cubanas não puderam ser usadas no seu melhor tipo de ataque e as meios-de-rede passaram quase em branco.

Somado a isso, a desorganização e a falta de cuidado na preparação dos contra-ataques facilitaram o trabalho do Unilever que, com tranqüilidade e experiência, soube crescer nos momentos decisivos. 

E vale destacar o trabalho da Regiane. Pelas partidas que tenho visto do Unilever, acredito que esta temporada tem sido uma da melhores da Regiane, sendo importante no ataque e mais regular no passe.

 **********************

E finalmente o Vôlei Futuro conseguiu bater o Sesi. 

Que o jogo do Sesi encaixa contra o VF já se sabia. O volume de jogo do time da capital paulista tirava a paciência das meninas de Araçatuba, que sem conseguirem responder com a mesma qualidade no fundo de quadra, cometiam muitos erros. E foi esta história que vimos nos dois primeiros sets do jogo de segunda-feira.

Mas o VF conseguiu virar a partida num misto de raça e qualidade. A dupla Paula-Garay foi importantíssima para a recuperação assim como o bloqueio e a defesa atenta e preparando as bolas em boas condições para o contra-ataque.

Soma-se a isso a queda de rendimento do Sesi. Se na defesa o time pode levar uma partida por horas a fio, no ataque o fôlego parece ser bem mais curto. Soninha, a principal atacante do time, é um bom exemplo de que a resistência do Sesi é limitada. 

  **********************

Demais resultados da 8ª rodada do returno da SL:

BMG/São Bernardo 3x1 Rio do Sul 




- Coisas da Superliga 11/12... o Praia Clube, o carrasco dos favoritos, perdeu em casa para o Mackenzie. Foi uma partida disputada, imprevisível, mas ruim, pelo alto número de erros das duas equipes. O Praia sofreu com o baixo rendimento da Monique e da Suelle (que, ao menos, se recuperou e ajudou o time no tie-break). E o Mack contou com Gabi e a Thais para compensar a noite irregular no ataque da Ingrid. Além disso, o bloqueio fez a diferença a favor do Mack.

Comentários