A última rodada de 2011

BMG/São Bernardo 0x3 Unilever

Clara a diferença entre o Unilever que estreou na Superliga para este da 5ª rodada. Ainda bem. Sheilla e Mari voltando a serem importantes no ataque e Venturini recuperando o seu melhor jogo. O que continua igual é inconstância da Regiane.

A vitória contra o São Bernardo foi tranquila. O domínio da equipe carioca foi do início ao fim da partida, sem dar chance para bobeadas e perdas de set, como foi contra o Rio do Sul. O Unilever impôs seu jogo desde o começo, muito graças à distribuição veloz e homogênea da Fernanda. 

O São Bernardo, que costuma dar trabalho às grandes equipes, desta vez foi uma vítima fácil. Os erros atrapalharam qualquer tentativa de continuidade e o ataque esteve muito bem marcado pelo Unilever. A defesa, aliás, foi um dos pontos fortes do time do Bernardinho.

O Unilever tem a oportunidade de melhorar o entrosamento e enfrentar um ritmo forte de jogos no Torneio Internacional da Suíça, agora entre os dias 27 e 29 de dezembro.  Porém, depois de perder a Natália, o Bernardinho não deve querer correr nenhum risco de ficar sem outra jogadora importante. O mais racional seria poupar a Sheilla, pelo menos.

***********************

Demais resultados da 5ª rodada da SL:

Mackenzie/Cia do Terno 3x2 Sesi


- Guardada as devidas proporções, Rio do Sul e São Caetano fizeram um jogo semelhante ao do Unilever e São Bernardo. No caso, o time de Santa Catarina é que foi o Unilever da vez. Jogando em casa, Rio do Sul teve uma força especial. Dominou a partida e teve na levantadora Ana Paula um dos principais destaques. Ela explorou bem as jogadas de meio e a central Maihara correspondeu, também se destacando na partida.
Por parte do São Caetano, vale o mesmo o que aconteceu com o vizinho São Bernardo. Encurralado, o time errou demais e foi bastante irregular.
  
- É, a Superliga 11/12 teve algumas surpresas no seu início e em quase todas elas o Sesi está envolvido. A primeira foi a vitória do próprio Sesi contra o Unilever. E as outras duas foram as derrotas que o time paulistano sofreu para equipes, teoricamente, mais fracas: São Caetano e Mackenzie. Com isso, são 3 derrotas seguidas e muita preocupação para o próximo ano. Estes tipos de derrotas podem comprometer a confiança da equipe e como os adversários a encaram.

E grande recuperação do Mackenzie. A sequencia de jogos do time foi a mais complicada, só enfrentou os favoritos: Vôlei Futuro, Sollys, Unilever. Importantíssima, portanto, a vitória contra o Sesi. Já deu pra ver que a Daroit não está sozinha na missão do ataque. Ingrid tem pontuado bastante e foi o destaque da vitória contra o Sesi. 

Comentários