Brasil 3x2 Sérvia (ufa!)

O Brasil esteve a um passo de comprometer de vez a sua classificação para as Olimpíadas na Copa do Mundo. A vitória de virada na partida contra a Sérvia deu sobrevida a um time que está se arrastando para não cair.
 
**************
 
O mérito desta vitória é das jogadoras. Mais especialmente de Paula, Fabíola, Sassá e Thaisa, que tiveram competência, ousadia e personalidade – ao contrário do seu treinador. As mudanças que o Zé Roberto fez hoje não foram nada mais que óbvias. Elas já estavam sinalizadas, todo mundo podia ver.

As opções sempre estiveram no banco. Faltou ao treinador experimentá-las antes que a seleção chegasse à beira do precipício. Na situação para qual o time se encaminhava, não custava nada ele já ter colocado Fabíola e Sassá em quadra rodadas atrás.
 
**************
 
O que a Fabíola jogou hoje não foi brincadeira. E recebeu o mesmo passe terrível que a Dani Lins estava recebendo. Jogo redondinho, bolas precisas. A Sassá organizou o fundo de quadra, tanto no passe quanto na defesa.

Ambas também foram importantes no saque, fundamento tão esquecido pela seleção e que reflete tanto na moral do time. O saque é o cartão de visitas de uma equipe. Do jeito que a seleção estava sacando estava dizendo “pode passar que aqui não tem adversário”.
 
****************
 
Merecem destaque também a Paula e a Thaisa. Além de cumprirem bem os seus papeis, foram as únicas que estiveram com postura de vencedoras, combate e agressividade desde o início.

Enquanto isso o Zé Roberto estava mais preocupado em fazer substituições estúpidas, como tirar a Fabíola no segundo set, ao invés de tentar puxar pelo brio de suas jogadoras. Quando um time está com a moral e a confiança no chão, não adianta insistir em instruções técnicas e táticas.

Tem que puxar pelo cabelo e tentar tirar das jogadoras alguma reação. As sérvias riam, se divertiam do outro lado da quadra. Precisava de mais algum motivo para provocar a seleção?
 
***************

Tomara que a vitória de hoje dê tranqüilidade e confiança para o time trabalhar e melhorar os aspectos táticos e técnicos que vêm falhando nos últimos jogos.

Pensando na classificação, a Alemanha já deu uma ajuda vencendo os EUA por 3x0. A partir de agora o Brasil pode se recuperar através dos confrontos diretos na 3ª rodada contra China, Itália e Japão. Rodada decisiva para as pretensões da seleção brasileira na Copa do Mundo.

Comentários