Brasil 3x0 Japão


A estreia do Brasil no GP 2011 foi tranqüila. O adversário nem parecia ser o Japão, equipe que tanto incomodou a seleção o ano passado. 

O Japão sempre exige atenção da seleção e enfrentá-lo logo numa estreia poderia ser problemático. Mas o Brasil entrou bem aplicado, concentrado e, ao contrário do Japão, parecia já estar no auge da competição. Enquanto as japonesas tentavam engrenar durante a partida, as brasileiras entraram num ritmo mais acelerado e tomaram conta do jogo.

******************** 
As japonesas não estavam numa boa noite/dia. O característico volume de jogo não apareceu e o ataque teve atuação discretíssima. As atacantes Saori e Ebata não conseguem repetir o mesmo bom rendimento do ano passado – ao menos foi o que demonstraram nesse jogo e na Copa Internacional.

E foi exatamente o ataque que diferenciou os dois times. O Brasil foi mais eficiente nesse fundamento e esteve bem equilibrado na sua distribuição de bolas (devido a uma grande partida de Dani Lins).

Destaque para a Paula, que deu sinais de esperança de que aquela forte atacante de anos atrás está voltando à seleção. No jogo do Japão ela foi a jogadora mais completa, dando segurança no passe, no ataque e pontuando no bloqueio.

Comentários