Alta concentração

Pinheiros Mackenzie 3x0 Usiminas/Minas

Foi mais rápido do que se esperava. No terceiro e último jogo de quartas-de-final, o Pinheiros tomou conta da partida e superou o Minas por 3 a 0.

Partida que novamente fez lembrar o bom e velho Pinheiros, concentrado e organizado taticamente. Teve uma ótima estratégia de saque que, combinada com o bloqueio, anulou a Herrera no ataque.

******************** 

Foi uma noite ruim pro time mineiro. Sem conseguir jogar com a cubana, o Minas recorreu a Fawcet e a Michelle, mas nenhuma das duas correspondeu. 

Para se ter uma ideia como a situação estava complicada, a central Renata foi a maior pontuadora no ataque com 9 pontos. Só quando a levantadora reserva, Camila, entrou e usou de maior velocidade nas bolas, o Minas começou a achar uma saída no ataque pelas pontas.

Ainda assim, faltou ao time mineiro a concentração do Pinheiros. Cometeu erros de saque e ataque em momentos importantes que impediram qualquer reação. Bem mais atento, a equipe paulista cometeu somente 12 erros, menos da metade do Minas.

********************  

Mais uma vez, a dupla Ju Costa e Soninha foi o destaque do Pinheiros. Lia fez a diferença no saque e Natália foi quem intimidou a Herrera, bloqueando a cubana logo no início. 

A Fabíola começou mal na qualidade dos levantamentos, mas se recuperou. O que dá nos nervos é a previsibilidade de certas bolas. Tem vezes que ela “empaca” e levanta praticamente só em uma direção, pra frente dela. Ela opta pelo mais seguro, mas tem habilidade para ser mais criativa.

********************  

Não foi a melhor despedida, mas o Minas está de parabéns pela campanha. Trouxe duas estrangeiras que enriqueceram a SL e deu a oportunidade para Natasha crescer e se destacar. Claudinha e Renata também fizeram um bom campeonato. É esperar que os investimentos continuem e o Minas recupere aquele time forte e competitivo de temporadas atrás.

Comentários