Firme na segunda posição

Leia com detalhes como foi Minas 1x3 Osasco: Saque Viagem - Sollys estraga a festa de Herrera

Rodadas finais do segundo turno e para as equipes agora está valendo aquela velha máxima de que “cada jogo é uma decisão”.

No caso do Sollys/Osasco, a partida contra o Usiminas/Minas poderia colocar em risco a segunda colocação. Com o Vôlei Futuro se aproximando na classificação e tendo uma tabela, na teoria, mais fácil pela frente, a vitória do time de Osasco foi de extrema importância.

******************  

Minas e Osasco não fizeram uma partida lá muito bonita de se ver. Os erros de passe impediram que o jogo fluísse e os pontos rendessem. 

A Herrera que o diga. Como uma boa cubana, o passe não é seu forte e no jogo de hoje acabou comprometendo. E, para piorar a situação, ela não conseguiu compensar as falhas com um bom desempenho no ataque. 

Bom para o bloqueio do Osasco que se destacou e acuou as mineiras. O time paulista contou com uma maior variação de ataque, alternando entre Natália, Sassá e Adenízia principalmente. 

Mas toda essa superioridade do Osasco só foi acontecer depois do primeiro set. Pra variar, o time entrou em marcha lenta e precisou ser atropelado pelo Minas para então acordar e se concentrar no jogo. Desta vez, pelo menos, a já tradicional letargia inicial do Osasco não comprometeu o resultado.

******************
Um adendo...
 
Como tem dado problema as arbitragens desta Superliga. Marcações equivocadas têm gerado discussão entre técnicos e árbitros. Hoje e ontem, no jogo entre Unilever e Vôlei Futuro, as reclamações tomaram conta das partidas.

E, na maioria das vezes, as queixas dos técnicos têm fundamento. Ou seja, as equipes estão sendo prejudicadas. E ainda tem os bate-bocas que paralisam o jogo e testam a paciência dos torcedores. É uma chatice para quem está assistindo. Por favor, a gente quer ver a bola rolar.

Comentários